Lavareda

27/12


2011

A politização do Judiciário

 Difícil imaginar um ano pior que 2011 para o Supremo Tribunal Federal.

No entanto, é em 2012 que o tribunal será efetivamente posto à prova, com a emergência do julgamento do processo do mensalão.

Mais até que em 2009, quando um ministro (Joaquim Barbosa) acusou o outro (Gilmar Mendes) de ter "capangas" em Mato Grosso.(Jornal VALOR - Raymundo Costa)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

Confira os últimos posts



27/11


2020

Marília diz que família de João tem bens bloqueados

Primeiro bloco do debate na Globo entre João e Marília, que disputam o segundo turno das eleições para prefeito do Recife, foi aquecido pela candidata do PT, que levantou as operações da Polícia Federal no Recife, em torno de seis. João fugiu da resposta e apelou para a acusação de que Marília está sendo acusada de contratar servidores fantasmas em seu gabinete.

Marília retrucou afirmando que o processo foi arquivado por falta de provas. Afirmou que a família de João está com os bens bloqueados pela justiça em razão da operação Lava Jato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

27/11


2020

Acompanhe o debate na Globo pelo blog

Aos que estão fora de Pernambuco e desejam acompanhar o debate da Globo entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT), que disputam a Prefeitura do Recife, um aviso: a emissora não vai disponibilizar link pelo YouTube. Mas você, leitor do blog, vai poder receber as informações aqui em tempo real. Se ligue, portanto, no blog e saiba tudo que vai rolar no debate.

O ato será mediado por Márcio Bonfim e terá três blocos, o primeiro e o terceiro com temas livres e o segundo por temas determinados por sorteio. Começa logo após a novela Força do Querer, por volta das 22h30m.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

27/11


2020

Paulista: Secretário diz que ação da PF atende denúncia que fez ao MPE

O secretário de Educação de Paulista, Carlos Júnior, afirma que a ação de busca e apreensão da Polícia Federal realizada hoje na Secretaria tem a ver com uma denúncia que fez ao Ministério Público Eleitoral sobre indícios de irregularidades encontradas em computadores do órgão. De acordo com ele, as máquinas continham portarias da gestão de Jorge Carreiro enquanto esteve à frente da Prefeitura, nomeando servidores, em suas palavras, "com indicação de candidatos a vereador e do prefeito Yves Ribeiro, com fortes indícios de troca de emprego por votos".

O mandado de busca e apreensão foi expedido pela juíza da 12ª Zona Eleitoral de Paulista, Maria das Graças Serafim. Ainda na visão do secretário Carlos Júnior, trata-se de "prova de uso da máquina pública e abuso de poder com fins eleitorais".

A Polícia Federal, contudo, ainda não deu detalhes sobre a busca e apreensão realizada hoje na Secretaria Municipal de Educação. Durante a ação, o vereador Vinicius Campos (SD) chegou a filmar do lado de fora. Em vídeo publicado mais cedo no blog, ele reclamou por não ter sido autorizado pela PF a acompanhar o ato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/11


2020

PMB sai em defesa de Marília e critica Michele Collins

O presidente estadual do PMB, Tinho do Povo, lançou uma nota em protesto às declarações da vereadora do Recife Michele Collins (PP) sobre a candidata a prefeita Marília Arraes (PT). Para ele, o segmento evangélico está desapontado com a legisladora e que ela, na verdade, "está querendo mesmo é preservar os cargos comissionados que tem dentro das gestões do PSB no Recife e no Estado". Tinho também chama Collins de "menina de recado dos socialistas".

Leia a nota na íntegra:

Michele não tem moral para falar mal de Marília Arraes

Ao atacar de forma vil e mentirosa a honra da futura prefeita do Recife, a vereadora Michele Collins esquece de falar que o segmento evangélico se encontra decepcionado com ela. Basta ver a vertiginosa queda na votação da missionária, que de uma eleição para outra perdeu o apoio de mais de 8.500 eleitores que deixaram de votar nela.

A vereadora peca quando fala pensar no povo evangélico. Ela está querendo mesmo é preservar os cargos comissionados que tem dentro das gestões do PSB no Recife e no Estado e para isso, cumpre o triste papel de “menina de recado” dos socialistas

A vereadora deveria lavar a boca para falar de uma mulher guerreira, altiva e corajosa, que sempre enfrentou de frente essa gestão que nunca teve compromisso com o povo recifense. Marília, diferente da senhora, é uma mulher que honra sua vida pública em defesa das lutas por igualdade. Enquanto a senhora, vereadora, além de só pensar nos cargos, esquecendo do povo, ainda teve o disparate de afirmar na tribuna da Câmara que “a mulher tem que ser submissa ao homem”

Desapegue dos cargos vereadora. Respeite o povo do Recife. São eles que sabem o que é melhor para a cidade. E o melhor é ter uma prefeita como Marilia Arraes

Tinho do Povo
Presidente do PMB-PE”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

27/11


2020

Mendonça assume campanha pelo voto nulo

O ex-ministro Mendonça Filho reafirmou, num vídeo postado nas suas redes sociais, que não votará no segundo turno nem no PSB, nem no PT na eleição do Recife.

“O caminho do menos ruim não é a solução. O voto nulo, branco ou a abstenção é uma manifestação política contra os projetos de poder do PSB e do PT que, ao longo dos últimos 20 anos, colocou nossa cidade como a capital da desigualdade social, do desemprego, da corrupção e da má gestão”, afirmou.

No vídeo, Mendonça defende que o voto nulo, branco ou a abstenção é uma posição política que rechaça ao projeto de poder do PSB/PT.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

É por essas posições que não se elege mais para nada. Se acovardou quando da eleição para governador renegando seu passado de direita e, agora, a vaidade impôs como cabeça de chapa. Agora só falta se filiar ao PT juntamente com o Aramando Monteiro.

Fernandes

Pega o beco perdedor. Votou a favor da reforma trabalhista prejudicou os brasileiros.



27/11


2020

Real Time Big Data: Marília tem 51% e João 49%

A candidata à Prefeitura do Recife pelo PT, Marília Arraes, aparece com 51% das intenções de votos para o segundo turno na capital. O candidato do PSB, João Campos, tem 49%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi feito pelo Instituto Real Time Big Data.

Durante o levantamento, 14% dos entrevistados disseram que votariam branco ou nulo nas eleições do próximo domingo (29), e 6% não sabem ou não responderam.

Rejeição

João fica em desvantagem quanto à rejeição, já que foi citado por 33% dos entrevistados neste cenário. No caso de Marília, 30% disseram que jamais votariam nela.

Do restante dos entrevistados, 15% não votariam em nenhum dos candidatos, 18% poderiam votar em ambos e os outros 4% não sabem ou não responderam.

A pesquisa ouviu 850 pessoas, entre 25 e 26 de novembro, e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número PE-07313-2020. O nível de confiança é de 95%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sergio Murilo Pereira Araujo

Tudo indica que João Mijão perderá a eleição no próximo domingo.

Wellington Antunes

Chora não, bozolóide. Até que vc parou mais de reclamar das postagens do blog. Tentou pautar, mas o Magno sabe que no dia que esse blog se deixar pautar pelas porralouquices de um bozolóide esse blog se acaba.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

A lógica é: 40% dos eleitores que votaram em Mendonça e na Patrícia votando no João Campos; 20% votando na Marília; 40% votando branco ou nulo; o João está eleito. Quem votou no Mendonça e na Patrícia, dificilmente vota no PT. Entretanto, só saberemos na noite do dia 29. Não vejo o recifense votando no partido mais corrupto do Brasil. Que Deus nos proteja e ilumine os eleitores.



27/11


2020

Da Harpa: Michele está desesperada por cargos na PCR

O deputado estadual Joel da Harpa (Progressistas) fez duras críticas à vereadora do Recife Michele Collins, também do PP. Recentemente, a legisladora se envolveu em mais uma confusão, desta vez após o vazamento de um áudio que ela gravou para um grupo de WhatsApp detonando a candidata do PT a prefeita do Recife, Marília Arraes. Para Da Harpa, a postura da correligionária é de "desespero".

“Ela está apenas colocando interesses pessoais em jogo e usando equivocadamente a religião em detrimento ao futuro dos recifenses”, declarou. Ainda segundo o parlamentar, é de conhecimento público que a estrutura de cargos de Michele Collins é da Prefeitura do Recife. “Tal postura é medo de afundar”, completa.

Tanto Joel da Harpa quanto Michele Collins são evangélicos e a declaração do deputado ganha um peso maior por isso, somado ao fato de integrarem o mesmo partido.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Eita! Será somente ela ???????????????



27/11


2020

TSE rejeita contas do PSB: R$ 2,5 milhões

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desaprovou, ontem, as contas de campanha do Partido Socialista Brasileiro (PSB) Nacional por irregularidades no registro de despesas e receitas nas eleições municipais de 2016. A informação é do site oficial da Procuradoria Geral da República.

Seguindo parecer do Ministério Público Eleitoral, o colegiado deliberou pela suspensão do repasse à legenda do equivalente a um mês da cota do Fundo Partidário, quantia que deverá ser parcelada em dois meses consecutivos. Além disso, determinou o ressarcimento ao erário no valor de R$ 20,5 mil.

De acordo com o relator do processo, ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, foram constatadas irregularidades como a realização de despesas do Fundo Partidário sem o devido registro na prestação de contas; transferências a contas de natureza diversa; transferências de valores do Fundo Partidário para conta de pessoa física de candidato e recebimento de recursos de origem não identificada.

Assinado pelo vice-procurador-geral Eleitoral, Renato Brill de Góes, o parecer do MP Eleitoral enviado ao TSE destacou a necessidade da desaprovação das contas por violação ao artigo 30, inciso III, da Lei das Eleições (Lei 9.504/1997).

“Observa-se, ainda, que o partido não cumpriu adequadamente o dever de transparência que deve nortear o procedimento de prestação de contas e no qual se esteia o exercício pleno da cidadania”, observou Brill de Góes.

Ao concordar com a fundamentação do documento, Tarcísio Vieira de Carvalho salientou também o fato de as irregularidades terem superado a quantia de R$ 2,5 milhões, o que equivale a 17,68% do total de recursos declarados na campanha.

“Considerando o percentual tido por irregular, os valores envolvidos e a gravidade das irregularidades, entendo que as falhas, no seu conjunto, comprometem a regularidade das contas”, afirmou o ministro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Realmente está extrapolando feio. A divulgação da denúncia do Ministério Público contra Marília pela rachadinha continua sendo exibida na TV. Sua divulgação que a justiça tinha proibido foi fake. Assim como seu Blog passou a ser chamado do Fake do Magno nas conversas dos bares e restaurantes. Está sendo levado no ridículo. A credibilidade que é o esteio do jornalista sendo jogada as traças por uma eleição. Na minha vida nunca presenciei um Blog ou jornal virar comitê de um candidato. Lamento.



27/11


2020

PF cumpre mandado na Secretaria de Educação de Paulista

A Polícia Federal cumpre, neste momento, um mandado de busca e apreensão na Secretaria de Educação de Paulista. O pedido partiu da Justiça Eleitoral. De acordo com informações confirmadas ao blog pela Assessoria da PF, agentes acompanharam um oficial de justiça na ação, resultando na apreensão de um computador, que passará por perícia técnica. Caso seja comprovada alguma irregularidade, um inquérito policial será instaurado para apurar os fatos.

Vereador tenta acompanhar a ação

O vereador Doutor Vinícius (SD) esteve no local para obter mais informações, mas foi impedido de entrar no prédio da Secretaria. "Fui ao cartório eleitoral e a informação que obtive é que seria uma busca e apreensão na Secretaria de Educação da gestão de Júnior Matuto (prefeito de Paulista). Além disso, me foi dito que era um pedido do Ministério Público ao juiz eleitoral", afirma.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/11


2020

Chapa de João pode ser cassada

EXCLUSIVO

A gravidade da candidata a vice Isabella de Roldão (PDT) ter omitido parte de seu patrimônio da declaração oficial da Justiça Eleitoral é muito maior do que o informado em nota da campanha de João Campos (PSB), apontam advogados eleitorais, sob reserva de fonte. A campanha de João Campos, em nota, tentou minimizar a questão como um "lapso" do contador.

Aberta em 2010, a empresa tinha um capital social declarado inicialmente de 200 mil reais, mas dez anos depois não está em registro público o patrimônio atual da empresa, apontam os advogados. E o primeiro turno já passou, sem a população ter acesso público a estas informações do patrimônio de Isabella, dizem estes especialistas.

O Ministério Público Eleitoral considera a prática crime. A informação consta no site oficial da Procuradoria da República no Amazonas. Em 2017, processou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), pela prática.

Quando formalizou o pedido de registro de candidatura em Manaus, em agosto de 2016, Arthur declarou possuir um patrimônio pessoal de R$ 160.784,29, constituído por um imóvel no valor de R$ 36 mil e aplicações bancárias. Pouco mais de dois meses depois, foi publicada notícia jornalística indicando que há dois apartamentos de luxo na Ponta Negra, que somam o valor de R$ 1,6 milhão, em nome do prefeito.

Na ocasião, o Ministério Público pediu a condenação de Arthur Virgílio por "omitir, em documento público, declaração que dele devia constar, para fins eleitorais, crime previsto no artigo 350 da Lei 4.737/65".

A pena prevista na legislação era de reclusão até cinco anos e pagamento de multa. Segundo informam os advogados eleitorais, como a chapa é indivisível, toda a chapa pode ser cassada. É o atual entendimento do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Rafael C.Soares Quintas

Gente, tá cada vez mais provado que esse Blog do Magno não tem credibilidade, a raiva dele é que o irmão perdeu a eleição pra vereador em Afogados da Ingazeira e a ex-esposa Aline Mariano perdeu aqui em Recife, a boquinha acabou, eu não mais acompanho esse Blog, não tem credibilidade.

murilo arraes de alencar

MEU VELHO,VC FOI UMA REFERENCIA DE JORNALISTA P MIM,SOU SOBRINHO DE UM GRANDE JORNALISTA ADMIRADO POR TODOS CHAMAVASE ANTONIO TEXEIRA JR,SOU PARENTE DE POLITICO EM PERNAMBUCO E NO CEARA,ESTOU ENVERGONHADO COMO VC ESTA SE POSTANDO NESSA ELEIÇÃO,SEI OS MOTIVOS,NÃO ME CABEM ELENCAR,ESTOU APARTIR DESTE MOMENTO DEIXANDO DE LHE OUVIR,ABRAÇO

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

kkkkkkkkk. Você esqueceu de dizer que o Arthur Virgílio nunca foi cassado. Depois fica dizendo que o PSB solta notícias falsas contra a Marília. O desespero está passando dos limites. Magno, além de censor, juiz, desembargador, ministro do TSE e do STF quer ser ditador. Como dizia FHC: assim não dá, assim não pode.