Os bastidores do poder e da
política em primeira mão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Jaboatão - Cão Terapia
19.01.2022 16:00

Elis: sua voz ainda reverbera 40 anos depois

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Por Emanuel Andrade*

Há exatamente 40 anos, o dia 19 de janeiro, caiu numa terça-feira. De férias estudantil,  ainda adolescente, estava no Recife. Naquele início de tarde, ainda lembro que enquanto aguardava o almoço, a então apresentadora do Jornal Hoje, Leda Nagle, abria o telejornal com a notícia da morte, aos 36 anos, de uma das maiores cantoras dos país:  Elis Regina Carvalho Costa, “a pimentinha” como batizou Vinícius de Moraes. A cantora que saia muito jovem do Rio Grande do Sul levando na bagagem o sonho de conquistar o Brasil com sua voz, se retirava de cena poucas horas após tomar café da manhã com os três filhos crianças.

Naquele ano de 1982, o país se animava pela seleção na Copa do Mundo, e ainda  transpirava na estrada estreita e torta dos anos de chumbo sob o comando dos militares que Elis  tanto combateu  chamando-os, anos antes, de “gorilas” em entrevista na Europa. Ao voltar teve de se explicar aos generais. Dois anos antes, sua voz invadia as rádios com a canção O bêbado e o equilibrista (João Bosco/Aldir Blanc) o hino da anistia que ela abraçou com garras afiadas engrossando o coro da luta pelo fim da censura ainda vigente e a reabertura política.

Até sua partida, conhecia pouco a trajetória da cantora senão as icônicas interpretações de Arrastão, Fascinação, Como nossos pais, Velha Roupa Colorida, Alô alô Marciano, Aprendendo a Jogar e Me deixas Louca. Passado quatro décadas o que dizer de Elis?  Uma mulher baixinha que se agigantava no palco e sabia separar a artista da dona de casa. Ela pilotava a carreira e o fogão com maestria. Por sua liberdade e dos mais próximos, derrubava muros, labirintos e preconceitos.

A cantora era ilimitada no seu amor pela arte, assim como no lado temperamental de seus relacionamentos.  No final da década de 1970, soltou os cachorros numa cadeia pública exigindo acesso à cantora Rita Lee. E olhe que não tinha aproximação com a roqueira, presa por porte de maconha. Elis fez escândalo ameaçando chamar a imprensa em defesa da colega que estava grávida.

No terreno musical, Elis foi plural, versátil e até controversa. Passou pela maresia da Bossa Nova, pelos ícones do samba canção (leia-se Cartola, Adoniram Barbosa, Lupcínio Rodrigues) flertou com o sertanejo de raiz ao fazer o Brasil cantar Romaria (Renato Teixeira). Na rota dos movimentos brigou contra as guitarras, mas bebeu nas canções da Jovem Guarda de Roberto/ Erasmo. Quando tentava a carreira, recém-chegada ao Rio, foi menospreza por Tom Jobim, mas anos depois deu o troco e dividiu com o autor de Água de Março um dos discos mais elogiados na MPB.

Elis tinha ouvido gigantes e abria portas para o novo. Com sua voz instigante, carimbava o passaporte para aqueles autores que ainda estavam verdes. Assim o fez com Gilberto Gil, Edu Lobo, Milton Nascimento, Ivan Lins, João Bosco. Na safra artística do Nordeste dos anos 1970, festejou a chegada de Fagner e Belchior, a quem emprestou seu timbre para as primeiras canções de sucesso dos cearenses. Já na virada dos anos 1980, apostou em Guilherme Arantes com quem teve um affair e gravou dele um Aprendendo a jogar.

Temperamental e às vezes desbocada, Elis não levada desaforos para casa. Na fumaça dos anos de chumbo, chegou a ser enterrada viva em uma charge do jornal O Pasquim por ter cantado para os militares, evidentemente sob pressão por conta do acerto de contas do caso dos “gorilas”. Engasgada, foi tomar satisfações com o cartunista Henfil, irmão do sociólogo Betinho – aquele que ela cantou esperançosa em O Bêbado e o equilibrista (a volta do irmão de Henfil). O papel político da cantora/cidadã sempre esteve forte em suas opiniões e nas canções. Mas só veio contextualizar em espetáculos clássicos como Falso Brilhante e Transversal do Tempo, dos anos 1970.

E foi justamente no Recife, que Elis se jogou sem medo das consequências em um episódio político, envolvendo o arcebispo Dom Helder Camara e o então estudante universitário Edval Nunes da Silva – o “Cajá”. Elis Regina, que passava pelo Recife durante a turnê do show Transversal do Tempo, o mais politizado de sua carreira, com viés de resistência e transgressão.

Cajá foi sequestrado em 12 de maio de 1978 sob monitoramento do (DOI-CODI). Capturado, foi levado para a sede da Polícia Federal onde foi torturado e mantido em solitária por 12 meses. A prisão ganhou as páginas dos jornais, resultou em protestos de universitários e provocou ruídos no gabinete do comando militar. Para surpresa dos jornalistas e dos familiares do estudante, um novo desdobramento chegou a desafiar a ira do governo que foi o envolvimento da cantora, já visada pela censura.

Aos desembarcar no Aeroporto dos Guararapes, a cantora manifestou o desejo de conhecer e se encontrar com o arcebispo Dom Heldet Camara. Depois se ofereceu para cantar na via-sacra celebrada na Matriz de São José, no Forte de Cinco Pontas, em favor de Cajá. Depois da celebração, houve a encenação das estações do martírio de Jesus Cristo, acompanhado de cânticos religiosos, orações e momentos de silêncio dos fiéis.

Elis Regina acompanhou os cânticos da estação do martírio e pouco falou à imprensa. No primeiro dia da apresentação ela dedicou seu show ao estudante preso, que naquele momento poderia estar vivendo momentos de tortura física e psicológica. No segundo, driblou a censura fingindo chamar o baterista da sua banda que estava na plateia para subir ao palco: “Vem cá, já. Não posso começar o espetáculo sem você”. Foi aplaudida de pé pelo público.

Depois de cantar na via-sacra promovida pela libertação de Cajá, Elis declarou que queria conhecê-lo pessoalmente. Como o estudante estava detido, lhe encaminhou uma carta escrita à mão, em um papel timbrado do hotel onde estava hospedada.  Combinou de recebê-lo em São Paulo, mas o tempo ao permitiu. “Estou rezando por você e confio no futuro e na justiça. Ainda iremos nos encontrar. Muita força e muita paciência meu irmão”.

Faz 40 anos que a MPB ficou orfã da presença fisica de Elis. Mas ela segue eternizada na arte disponível em discos, documentários, clipes, filme e biografias. Complexa, erudita, clássica e popular até certo ponto, Elis foi e permanece fundamental na história da música brasileira. Se viva fosse ainda fazia barulho no cenário politico.

*Jornalista, professor universitário e pesquisador de música brasileira

compartilhamentos

Últimos posts

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Petrolina - São João
Pernambuco 26.05.2022 10:30

Repugnante vingança

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Por Cláudio Soares*

É ridículo ver deputados do PT perseguirem o ex-juiz Sérgio Moro pedindo indenização ao erário, alegando que o então juiz causou prejuízo à Petrobras por condenações aos corruptos. Alguns segmentos do TCU conspiram, também, em nome de uma perversa vingança contra o ex-procurador Deltan Dallagnol. 

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Gravata Coffee Festival
Pernambuco 26.05.2022 09:30

O dia em que Lampião deu um fora em Prestes

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Por Antonio Magalhães*

Lampião não é fofo. É tempo perdido procurar fofura e compaixão na vida do cangaceiro Virgulino Ferreira, o Lampião. Um trabalho em vão de acadêmicos, escritores, jornalistas e militantes que fazem de tudo para convertê-lo  num símbolo de resistência dos humildes à opressão das elites, um Robin Wood sertanejo.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Ipojuca - Maio 2022
Pernambuco 26.05.2022 09:00

Polícia Civil deflagra três operações no Interior de Pernambuco

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã de hoje, três operações para desarticular associações criminosas voltadas à prática dos crimes de peculato, corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro. Ao todo, cumpriram-se 26 mandados de busca e apreensão no Estado. As informações são do JC On-line.

As operações deflagradas nesta quinta chamam-se "Cimeiras", "Qualificados" e "Capacitados". Confira mais detalhes sobre cada uma:

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Caruaru - março 2022
Coluna 26.05.2022 00:00

Coluna da quinta-feira

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

A culpa é do PSB

Diante de tudo que foi visto, ontem, no Recife, com ruas que viraram mar, famílias desabrigadas, carros levados pelas enxurradas e ameaças de desabamentos, em consequência das fortes chuvas que caíram na cidade, a pergunta elementar está na boca de todos os recifenses: o que o PSB fez em nove anos para mudar esse quadro?

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Cabo - Unidade de Saúde da Família
Pernambuco 25.05.2022 22:45

Bolsonaro veta psiquiatra Nise da Silveira do livro de Heróis da Pátria

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou a inscrição do nome da psiquiatra Nise da Silveira no livro de Heróis e Heroínas da Pátria. O veto foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) de hoje. A decisão ocorre uma semana depois que é lembrado o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, em 18 de maio.

Nise da Silveira é conhecida por ter revolucionado a forma como é feita o tratamento de transtornos mentais no Brasil. O Senado tinha aprovado a inscrição dela no livro em 27 de abril. O PL 6.566/2019 foi proposto pela deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Arcoverde - São João 2022
Pernambuco 25.05.2022 22:00

Após acordo do PL, Fernando Rodolfo renuncia eleição para a Mesa Diretora da Câmara Federal

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL) renunciou a candidatura à Primeira Vice-Presidência da Câmara dos Deputados, após uma articulação do partido em torno de Lincoln Portela (PL-MG), que terminou eleito. O pernambucano lançou o nome na terça-feira, mas renunciou após um acordo da bancada, que também culminou na retirada de Flávia Arruda (PL-DF). A decisão garantiu a vitória do político mineiro.

Pelo critério da proporcionalidade, a vaga da 1a vice caberia ao PL, após a destituição do antigo ocupante, Marcelo Ramos (PSD-AM). Mesmo renunciando à disputa interna, não houve tempo hábil para que os nomes dos parlamentares fossem retirados das urnas eletrônicas para a votação. Com o acordo, Portela teve 232 votos.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Camaragibe - Maio 2022
Pernambuco 25.05.2022 21:30

Zezo apresenta camarote Dom Vitallino em Caruaru

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O empresário e produtor cultural Zezo, da tradicional Bodega do Zezo, vai reunir a imprensa, parceiros, patrocinadores e formadores de opinião, amanhã, às 12h, no Alto do Moura, um dos principais polos do São João de Caruaru. Na ocasião, será apresentado o projeto da megaestrutura do "Camarote Dom Vitallino", moderna casa de shows comandada por ele, Carlos Augusto, Fátima Pessôa e Everton K9.

A novidade será palco de um festejo junino multicultural, com uma programação que contempla não só o forró raiz, mas também o estilizado, o das antigas e o brega. O Dom Vitallino também contará com uma palhoça que servirá de camarote, com lounge, palco e segurança.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Serra Talhada 2021
Pernambuco 25.05.2022 21:00

Raquel Lyra destaca que aeroporto é diferencial competitivo em Caruaru

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

A pré-candidata a governadora de Pernambuco pelo PSDB, Raquel Lyra, concedeu entrevista, hoje, para a Rádio Cultura do Nordeste, em Caruaru. Na ocasião, a postulante falou dos desafios da região Agreste e reforçou os trabalhos realizados enquanto prefeita da Capital do Forró.

Um dos assuntos abordados durante a entrevista foi o Aeroporto Oscar Laranjeira, localizado no município. Ontem, uma aeronave não conseguiu pousar no local por falta de equipamentos essenciais para a segurança, sendo necessário o retorno ao destino de origem.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Belo Jardim 2 - Abril
Pernambuco 25.05.2022 20:30

Romero critica a promessa de reforma no Hospital da Restauração: é a mesma prometida em 2019?

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

Pequenas ou amplas, as reformas anunciadas pelo Governo de Pernambuco para o Hospital da Restauração nunca saíram do papel, segundo o deputado estadual Romero Albuquerque (União). Para o parlamentar, a nova promessa da gestão do PSB, uma reforma no valor de R$9,1 milhões, anunciada pela ex-deputada Laura Gomes, não passa de uma tentativa de enganar os eleitores.

“É um governo caricato: três anos de indiferença, um ano a todo vapor. A população não cai nessa. Essa reforma já devia ter acontecido há muito tempo. O Hospital da Restauração, e os outros hospitais estaduais, têm 50 anos. Os problemas na estrutura não são de 2022, são de muito antes. Lembro que, em 2019, o Governo do Estado também anunciou uma reforma. É a mesma?”, disse.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE São Lourenço da Mata
Pernambuco 25.05.2022 20:00

Ativista cobra ao prefeito do Recife respeito as pessoas e animais que vivem nas ruas

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O ativista da causa animal Douglas Brito emitiu uma nota, hoje, cobrando das autoridades recifenses que olhassem com mais respeito para as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade no Recife. No documento, Douglas também cobra que o prefeito olhe para o caos em que vivem os animais do da cidade. Confira!

Nota oficial

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Bandeirantes Maio 2022
Pernambuco 25.05.2022 19:30

Miguel Coelho defende reforma urgente do Hospital da Restauração

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O pré-candidato a governador Miguel Coelho voltou a lamentar as condições precárias a que estão expostos os pacientes e profissionais do Hospital Restauração. Hoje, parte do teto do setor de refeitório da unidade hospitalar desabou. É mais um incidente que ocorre no Restauração em menos de um mês. Há 20 dias, outra ala do hospital teve parte do teto rompido.

Para o pré-candidato do União Brasil, é necessária uma reforma urgente no Restauração. Miguel diz ainda que o Governo do Estado está demorando a agir, colocando pacientes e trabalhadores do equipamento em risco.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Nord Hotels
Pernambuco 25.05.2022 19:00

Deputado solicita ao Ministério do Desenvolvimento medidas de enfrentamento aos efeitos causados pelas chuvas

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) solicitou, hoje, ao ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel de Oliveira Duarte Ferreira, por meio do Ofício n° 376, a adoção de medidas urgentes de enfrentamento aos efeitos das fortes chuvas na Região Metropolitana do Recife (RMR). Dentre as medidas solicitadas, está o pedido de envio de equipes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil à região para prestarem apoio às famílias afetadas.

“Estamos aqui, em Brasília, monitorando a situação e buscando junto ao Governo Federal medidas emergenciais para prestar ajuda às famílias atingidas. Muitos estão ilhados e já foi notificado um óbito em razão de um deslizamento de barreira em Olinda. Precisamos de um reforço da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para ajudar a combater os desastres provocados no Grande Recife", destacou o deputado.

...



compartilhamentos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE SESC - Férias de Janeiro
Pernambuco 25.05.2022 18:45

Prefeito de Brejo da Madre de Deus é finalista em prêmio do Sebrae

Por Magno Martins, edição de Ítala Alves compartilhamentos

O prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora, concorre como finalista do Prêmio Sebrae Empreendedor 2022 em uma categoria com um projeto da Secretaria de Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico.

O projeto que o município está inscrito trata-se da retomada do artesanato de palha de coco catolé, feito por artesãs de mãos cheias do Sítio Riacho do Pedro, que voltaram a produzir suas artes.

...



compartilhamentos