Lavareda

29/10


2020

“Jamais esteve sob análise privatizar o SUS”, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou, hoje, que a equipe econômica tenha intenção de privatizar o Sistema Único de Saúde (SUS). A declaração foi dada durante audiência pública na comissão mista de acompanhamento das medidas de combate à Covid-19 do Congresso Nacional.

"Jamais esteve sob análise privatizar o SUS, seria uma insanidade falar isso. Seria como o setor privado ajudar. Vamos fazer o que o setor privado pode fazer. Não entrou em nossa consideração invadir a área de saúde para privatizar, jamais", declarou o ministro.

A declaração de Guedes foi dada após o governo federal publicar, na terça-feira, um decreto assinado por ele e pelo presidente Jair Bolsonaro, permitindo que o Ministério da Economia estudasse incluir as Unidades Básicas de Saúde (UBS) no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI).

Ontem, Bolsonaro optou por revogar o decreto, mas argumentou que a simples leitura do texto publicado "em momento algum sinalizava para a privatização do SUS". "Em havendo entendimento futuro dos benefícios propostos pelo Decreto o mesmo poderá ser reeditado", disse Bolsonaro.

De acordo com Guedes, o SUS mostrou a "decisiva importância" de ter um sistema descentralizado de acesso à saúde. "Mostrou durante a crise porque é decisivo e porque foi um passo acertado, essa ferramenta poderosa de um sistema descentralizado de saúde. Sobre o decreto, seria um contrassenso privatizar o SUS", declarou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Esse Paulo CROCODILO Guedes junto com. Bolsonaro, são dias mentirosos.

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Bolsonaro ou é maluco ou é imbecil. Assinar um decreto deste, numa conjuntura totalmente árida, somente sendo alienado ou ignorante.


ALEPE

Confira os últimos posts



03/12


2020

Transição começa em Paulista

Houldine Nascimento, da equipe do blog

Em Paulista, a transição na Prefeitura já começou. O prefeito eleito, Yves Ribeiro (MDB), instituiu o advogado Paulo Roberto Fernandes Pinto Júnior. Em ofício, a nova gestão solicita informações diversas, entre as quais: a Lei Orçamentária Anual e o Plano Plurianual, bem como pendências financeiras.

Outros nomes que compõem a Comissão de Transição são o vice-prefeito Jorge Carreiro, Terezinha Mousinho Guedes, Luzia Francisca dos Santos, Nelson Antônio Bandeira de Andrade Lima, Kelly Tavares de Moura, José Geraldo de Araújo Lima, Kaio Cesar Damasceno, Hugo Leonardo Lopes e Jaqueline Moreira da Silva.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

03/12


2020

Jaboatão antecipa 2ª parcela do 13º amanhã

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes antecipará o pagamento da segunda parcela do 13º salário, amanhã, para os servidores municipais. Serão injetados quase R$ 21,8 milhões na economia do município. A decisão foi anunciada pelo prefeito Anderson Ferreira, nesta quinta-feira, para que os funcionários possam planejar o final do ano com tranquilidade.

“Tivemos um ano difícil, mas conseguimos manter nossas finanças equilibradas, pagamos aos servidores em dia, sempre dentro do mês, e agora vamos antecipar a segunda parcela do 13º. Isso só está sendo possível porque enfrentamos os desafios, priorizando os gastos em obras e ações necessárias e mantivemos a máquina enxuta. Agora é o momento de o nosso pessoal poder se preparar para as festas de fim de ano com suas famílias”, disse Anderson Ferreira.

A primeira parcela do 13º salário já havia sido paga no dia 26 de outubro e os salários de novembro saíram no último dia 27 de novembro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

03/12


2020

Bolsonaro convida José Múcio para o Governo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na manhã de hoje, que o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), o ministro José Múcio Monteiro Filho, tem vaga garantida no primeiro escalão de seu governo. Múcio antecipou sua aposentadoria para o dia 31 de dezembro e recebeu convite durante participação de Bolsonaro na videoconferência do 4º Fórum Nacional de Controle, promovido pelo órgão com o tema "Inovação pela Educação no Brasil".

“Prezado José Múcio, meu colega desde fevereiro de 1991 quando chegamos juntos na Câmara dos Deputados. Vou dizer José Múcio, você era bom naquela época. É igual vinho, está cada vez melhor. E eu sinto, eu não, todo mundo sente a sua saída muito precoce do TCU. Vossa excelência ainda tem algumas décadas pela frente para bem ajudar a nossa nação. Se a saudade lhe bater, venha para cá. Estará entre nós, pode ter certeza, no nosso primeiro time, para do outro lado do Executivo, aqui, traçarmos e bem fazermos política para o futuro da nossa nação”, propôs.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/12


2020

Flagrante de truculência de agentes da CTTU viraliza

Agentes da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) foram flagrados em uma ação que resultou em briga com moradores do bairro de Santo Amaro, área central da cidade. A confusão ocorreu nas proximidades de um centro de compras.

Nas imagens obtidas pelo blog, uma das pessoas chega a afirmar por diversas vezes que um dos guardas civis portava arma de fogo, o que é vedado por lei. O vídeo mostra, ainda, que um dos moradores leva uma rasteira de agentes, que chegam a empurrrar o rosto dele no asfalto.

Esse fato passou a circular com intensidade nas redes sociais. Ao Diario de Pernambuco, a CTTU informou que a ação ocorreu no último dia 27, na Avenida Cruz Cabugá, em Santo Amaro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

03/12


2020

Quem ganha com a segunda onda?

Por Antonio Magalhães*

Com uma “segunda onda” da Covid duas coisas podem voltar acontecer: o vírus chinês continuar na sua ação maléfica contaminando mais pessoas e os governantes estaduais e municipais voltarem a crescer o olho para maiores recursos federais com a justificativa, nem sempre verdadeira, de atender os infectados do coronavírus e atenuar os efeitos na economia, esses tão fatais quanto a doença.

No primeiro momento ou “primeira onda”, que já dura 10 meses e ninguém pode afirmar que acabou, foi grande a disponibilidade de verbas federais com a destinação específica de combate a pandemia. Segundo o Portal da Transparência, o Governo Federal destinou quase meio trilhão de reais (R$ 408,77 bilhões) dos gastos públicos para atender Estados e municípios, tanto na esfera da saúde, quanto na área social e econômica.

O que se viu, registrado em profusão pela imprensa, foram maus gastos, licitações favorecidas, contratações equivocadas, compras de equipamentos médicos sem serventia. Enfim, parte do dinheiro federal foi uma festa, o que motivou a intervenção dos tribunais de contas da União e, no caso local, o de Pernambuco, juntamente com o Ministério Público Federal (MPF), Controladoria Geral da União e Polícia Federal.

Um dos focos da ação do MPF foi na falta de transparência da Prefeitura do Recife no uso dos recursos vinculados ao SUS e repassados para o enfrentamento da pandemia. Só em 2020, a Capital recebeu mais de R$ 310 milhões via Fundo Nacional de Saúde, dos quais cerca de R$ 64 milhões foram destinados ao combate à covid.

E aconteceu o que todos viram acontecer. A mão grande municipal optou por respiradores testados em porcos, por contratos com organizações sociais com baixa idoneidade para gerir hospitais de campanha e dar calote em médicos. O que alertou os investigadores da Polícia Federal.

Para se ter uma ideia do exagero, conforme os procuradores, os valores repassados a essas organizações sociais para a gestão de hospitais de campanha e outras unidades hospitalares ultrapassaram R$ 150 milhões.

Mesmo com a chegada das verbas federais, boa parte dos governantes continuou a reclamar que a pandemia da covid tinha quebrado economicamente estados e municípios. Mas ao contrário do que afirmaram, uma pesquisa do Insper, o maior centro paulista de estudos de economia e negócios, mostrou que, na verdade, o socorro federal engordou os cofres estaduais e municipais. Eles contaram miséria com o cofre cheio.

O auxílio financeiro emergencial do Governo Federal  ao conjunto dos Estados foi mais do que suficiente para compensar os impactos da pandemia da covid sobre as receitas e as despesas estaduais. Segundo o estudo do Insper, o dinheiro, obtido via expansão recorde do déficit e da dívida da União, melhorou a situação de caixa dos Estados na comparação com 2019, quando não havia crise.

Nas contas do pesquisador do Insper, Marcos Mendes, houve um ganho real dos Estados, mesmo debitando as perdas de arrecadação, as transferências extraordinárias e suspensões de cobranças federais. Só Pernambuco suspendeu o pagamento de R$ 1,6 bilhão em dívidas com a União.

O acúmulo impulsionado pelo socorro federal também ocorreu no âmbito dos municípios, diz a pesquisa. E contribuiu para a melhora de 75%, na média, do saldo da caixa dos Estados, já descontadas as suas obrigações, se comparados os oito primeiros meses deste ano com o mesmo período de 2019.

Mesmo computadas todas as receitas ordinárias e extraordinárias dos Estados no ano da pandemia, o resultado foi uma alta média de 10% (7% acima da inflação), no acumulado de janeiro a agosto em relação a 2019. O desempenho estadual contrastou com o da arrecadação de tributos da Receita Federal, que encolheu 10,5% (13% considerada a inflação) no período.

Diz Marcos Mendes que com esse colchão de dinheiro dos Estados enfraquece os argumentos a favor da extensão do auxílio federal no ano que vem, ainda mais diante de um déficit primário da União recorde, projetado em 12% do PIB, e de um endividamento federal que pode romper os 100% do PIB. Esses números trágicos não sensibilizam governantes insaciáveis por mais verbas públicas.

Só uma coisa pode frear este ímpeto gastador e, em alguns casos, corrupto: a vacinação em massa dos brasileiros contra a covid em 2021. Alivia a Nação do vírus chinês e da ação deletéria de alguns governantes. É isso.

*Integrante da Cooperativa de Jornalistas de Pernambuco


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/12


2020

MPCO recomenda que vereadores do Recife evitem gastos desnecessários

Após a divulgação na imprensa de que a Câmara do Recife pretendia gastar até R$ 132 mil reais na solenidade de posse dos novos vereadores, o Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) encaminhou ofício ao presidente da Casa, vereador Eduardo Marques (PSB), reiterando que continua em vigor recomendação conjunta, expedida em março de 2020 pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e MPCO, para que os gestores públicos evitem gastos desnecessários e supérfluos durante a pandemia de covid-19, redirecionando estes recursos para o enfrentamento do coronavírus e seus efeitos para a população. 

O ofício, assinado pelo procurador Cristiano Pimentel, foi recebido na manhã de hoje na Câmara de Vereadores, responsável pela licitação. 

O MPCO reitera que a recomendação de março continua em vigor e pede que não sejam adquiridos "itens desnecessários ou supérfluos do referido pregão". O edital da Câmara do Recife prevê, dentre outros pontos, a aquisição de flores, como "lírios, rosas, lisianthus, orquídeas e astromélias" para a decoração da solenidade de posse dos 39 vereadores da cidade. 

A posse ocorrerá em 1º de janeiro de 2021 na sede da Câmara.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/12


2020

Expectativa para abertura do Fórum do Semiárido é grande

Idealizado pela Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido, presidida pelo deputado federal General Girão, o Fórum de Desenvolvimento do Semiárido de 2020 pode transformar a realidade de milhares de famílias da região e beneficiar mais de 20 milhões de pessoas. 

O evento será? aberto pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e com presença de diversas autoridades que passarão pelo evento ao longo de três dias, como o ministro da Educação, ministro da Ciência Tecnologia e Inovações, ministro do Desenvolvimento Regional, entre outros. 

O Fórum é a base para o novo Plano de Desenvolvimento do Semiárido e começa às 14 horas de hoje, dia 3, se encerrando no sábado dia 5, em Mossoró? (RN). O desenvolvimento do PDS está em curso e, com a sua implementação, estima-se que 1 milhão de hectares poderão se beneficiar com a produção irrigada e alta tecnologia, principalmente com a ampliação de fruticultura irrigada podendo gerar anualmente um valor bruto de R$ 70 bilhões, injetando cerca de R$ 10,5 bilhões em impostos e pelo menos três milhões de empregos diretos. 

Além do Fórum, o evento oferece um pavilhão com Feira de Exposição aberto ao público e seguindo os protocolos de segurança devido a pandemia causada pela Covid-19. O espaço terá apresentação de tecnologias de aproveitamento de resíduos sólidos urbanos, produção eólica e solar, produção agrícola em ambiente protegido, dessalinização, serviços e produtos ligados ao desenvolvimento do semiárido e shows culturais.

Amanhã, dia 4, os debates estarão acontecendo na Universidade Federal Rural do Semiárido – UNIFERSA, onde todos os segmentos: agentes públicos, empresas e representantes da sociedade estarão debruçados debatendo os 13 eixos temáticos propostos, tais como: a água e seu aproveitamento no semiárido, educação, segurança jurídica e fundiária, turismo, meio ambiente, recursos minerais, resíduos sólidos, tecnologia e inovação, transporte  e logística, entre outros.

O Fórum de Desenvolvimento do Semiárido será transmitido ao vivo com um novo olhar para a região.

Acompanhe pelo canal do YouTube: Semiaridobrasil, pelo link: https://m.youtube.com/channel/UCX6N_qiAPQ4mDKWH1T1YmnQ


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/12


2020

O que está em jogo na eleição da Alepe

Diante da antecipação da eleição da Mesa Diretora da Alepe por uma medida antidemocrática do atual presidente da Casa, Eriberto Medeiros, o blog teve acesso à estrutura de seu gabinete, cujo custo se aproxima de R$ 1,1 milhão mensalmente. O chefe do Legislativo tem a prerrogativa de indicar mais de cem cargos para setores diversos, como Auditoria, Cerimonial, Ouvidoria, Procuradoria, Inteligência, entre outros. Além disso, outros dados evidenciam demais despesas.

Confira abaixo:

*Estrutura da Presidência: R$ 1.098.902,97/mês com cargos comissionados e funções gratificadas.

*Estrutura da 1ª Secretaria: R$ 595.532,29/mês com cargos comissionados e funções gratificadas.

**Terceirizados Adserv: 798 contratados valor total das remunerações: R$ 1.077.291,80/mês. Foi celebrado um aditivo em 09/2020 no valor de aproximadamente R$ 10.000.000,00, o que permitiu a contratação de aproximadamente cerca de 150 pessoas.

Motoristas Terceirizados: 160 motoristas, com despesa mensal de R$ 625.000,00.

Combustível: Gasto mensal de R$ 616.000,00.

*Valores da remuneração da Presidência e 1ª Secretaria são de 2017, ou seja, as cifras são maiores devido aos reajustes anuais.

**Os salários dos terceirizados são de 2018, ou seja, maiores devido aos reajustes anuais.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/12


2020

Calendário faz recorte das artes plásticas no São Francisco

A série de Calendários da Clas Comunicação e Marketing, que em 17 edições contínuas já expôs temas como os cartões postais de Petrolina e Juazeiro, em 2004, As Flores da Caatinga, em 2006 e a Poesia de Manuca Almeida, no ano passado, agora nos brinda com o anuário ‘Os meses e suas cores’.

Em parceria com a Cadan Distribuição e a Gráfica Bandeirante, o Calendário 2021, distribuído gratuitamente, faz um recorte da produção de artes plásticas do Vale do São Francisco, reproduzindo em cada folha/mês uma obra de 12 dos artistas em atuação e de maior evidência nas narrativas pictóricas regionais.

Segundo o diretor da Clas Comunicação e Marketing e idealizador da Série, Carlos Laerte, o Calendário é "um diversificado inventário poético que mescla tons claros e escuros com emoções, olhares e falas à sombra e em surpreendentes variações de luz", ressalta.

Uma significativa reunião de obras em diferentes períodos, técnicas variadas, discursos identitários e pinturas escolhidas pelos próprios artistas: Otoniel Fernandes Neto, Coelhão, Gerson Guerreiro, Rinaldo Lima, Gregório Braque, Cosme Cavalcanti, G. Pergentino, Milena Araújo, Bernadeth Cavalcanti, Paulo Henrique Reis, E. Duarte e Lenardo Salvatori.

Tudo para que a gente acompanhe o passar das horas deste ano 2021, desenhando com paz e luz o olhar de cada dia. E que o 'Nosso Senhor Deus Pai' nos acrescente em saúde, trabalho e arte tudo que 2020 nos faltou em cores, vida e poesia.

Temas anteriores da Série: Os Cartões Postais de Petrolina e Juazeiro (2004); As Imagens do Vale do São Francisco (2005); As Flores da Caatinga (2006); A Arte que Vem do Vale (2007); Fé e Folguedo (2008); Brincávamos Assim (2009); Paisagem de Interior (2010); Espetáculos do Vale do São Francisco (2011); Assim na Terra como no Céu de Celestino (2012); Olhar poesia (2013); Beleza pra Mim (2014), Artesanato de Petrolina (2015), Geraldo Azevedo, pelos raios desse sol, (2016); São Francisco – Reflexos de um Rio (2017); Noturno Vale do São Francisco (2018); Sentires em preto e branco (2019) e A Poesia de Manuca Almeida (2020).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/12


2020

Serra Talhada inaugura primeira Estação Cidadania de PE

A Prefeitura de Serra Talhada e o Ministério da Cidadania inauguram, na próxima segunda-feira, às 09h, o centro integrado Estação Cidadania, localizado na Rua Cabo Joaquim da Mata, no bairro da COHAB.

Será a primeira unidade do projeto Estação Cidadania entregue no estado de Pernambuco, e a solenidade contará com a presença do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. Em virtude dos protocolos de segurança contra a Covid-19, a solenidade de inauguração não contará com a presença de público para evitar aglomerações.

Denominado anteriormente de Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), o equipamento tem como objetivo incentivar a iniciação à prática de diversas modalidades esportivas. O investimento é de cerca de R$ 5 milhões de reais.

A unidade tem 3.750 m² de área construída em um terreno de 7.000 m², e conta com diversos espaços para a formação de futuros atletas, incluindo quadra reversível, ginásio poliesportivo e estrutura de atletismo, além de área administrativa e estacionamento.

Para o prefeito Luciano Duque, o equipamento cria novas perspectivas para o futuro dos jovens de Serra Talhada. “Esse equipamento tem um papel importante para Serra Talhada. É um espaço moderno e completo que irá proporcionar a geração de um verdadeiro celeiro de formação olímpica. Jovens que sonham em ser atletas e agora terão onde treinar e se preparar adequadamente para o futuro, fortalecendo, através do esporte, o enfrentamento às desigualdades e vulnerabilidades sociais”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha