O Jornal do Poder

11/08


2020

Gestão da Covid: Câmara e Geraldo reprovados, diz Armando

Escravo do silêncio imposto pela era da pandemia, o ex-senador Armando Monteiro Neto, presidente estadual do PTB e uma das principais lideranças no campo da oposição, sai da toca e afirma, nesta entrevista ao Frente e a Frente e ao blog, que o PSB faz a pior gestão da pandemia do País. “Somos o segundo Estado em óbitos no País. Se Pernambuco fosse um País, seriamos o segundo maior do mundo em número de mortes. Isso, na prática, aponta que o governador se mostra incompetente e o prefeito do Recife despreparado para administrar rios de dinheiro que a União liberou para cá”, desabafa. Para ele, ao invés de usar o dinheiro federal da Covid-19 para salvar vidas, Paulo Câmara e Geraldo Júlio promoveram ilegalidades que já resultaram em cinco operações da Polícia Federal.

“Recife é a segunda capital do Nordeste que tem mais óbitos por milhão de habitantes. E seguramente, foi a que mais gastou. Foi a que mais recebeu recursos federais. Os gastos em termos proporcionais não produziram resultados esperados. Uma Prefeitura como a de Salvador gastou muito menos do que Recife. No entanto, Salvador foi muito menos afetada do que Recife. Então, Recife se saiu muito mal, péssimo”, diz Armando. Confira abaixo a íntegra da sua entrevista, que vai ar durante o horário do Frente a Frente, que começa às 18 horas pela Rede Nordeste de Rádio, que tem como cabeça de rede a Hits 103,1 FM, no Grande Recife. Se você deseja ouvir pela internet, clique no Botão Rádio deste blog acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio pelo play store.

Como o senhor avalia o cenário político consequência da pandemia?

Um período atípico, mas a gente procura se conectar, usar ferramentas novas para não ficar fora do processo. As eleições municipais começam a ganhar uma atenção prioritária e nós estamos, tanto em nível do PTB, quanto em nível dos partidos que formam as oposições em Pernambuco, se movimentado intensamente. No PTB, fizemos um grande encontro nesta plataforma virtual, reunindo mais de 100 lideranças. Foi muito interessante, com a participação de lideranças da Metropolitana, das Matas, Agrestes e Sertões. Tivemos uma resposta muito boa, o pessoal está animado, o partido tem 35 pré-candidaturas a prefeito e esse número pode crescer até as convenções. Tem situações no plano municipal que estão pra ser definidas. E ao mesmo tempo, o PTB tem espírito de aliança. Nós temos compromissos com várias candidaturas de outros partidos. E são municípios estratégicos. E tem a questão do Recife, que tem muita centralidade. A eleição do Recife é muito importante para definir o futuro político de Pernambuco. E nós estamos muito animados com as pesquisas e pelos índices que são dados aos pré-candidatos da oposição. Achamos que essa é uma eleição das oposições no Recife.

O que se fala muito é na tese da unidade das oposições. O senhor está confiante num entendimento de candidatura única? Quem abre para quem?

Nós defendíamos a tese da unidade, até de candidatura única das oposições, mas como o campo governista se fragmentou e hoje se admite até a possibilidade de ter três candidaturas no campo governista, duas já confirmadas, eu acho que passa a ser possível se admitir a possibilidade de duas candidaturas de oposição no Recife. A esta altura, já tem uma candidatura posta, da delegada Patrícia Domingos, foi uma decisão do partido dela em nível nacional e agora estamos com outros pré-candidatos, esperando que a gente possa construir essa unidade. Tem nomes muito credenciados, como o ex-governador Mendonça Filho, uma pessoa que tem um lastro diferenciado. E é importante salientar que vai ser um cenário de pós-pandemia. E Pernambuco não se saiu bem. Nem Pernambuco, nem Recife. Se Pernambuco fosse um País, seria o segundo pior do mundo em mortes por milhões de habitantes. É um dado muito ruim.

E no Brasil, Pernambuco já é o segundo em número de mortes...

Em termos de mortes e números absolutos, Pernambuco está entre os cinco Estados com mais mortes. Mas há Estados muito pequenos, tipo Roraima, que tem um surto, mas aí são números distorcidos. Mas em números absolutos, é sempre bom lembrar, Pernambuco está em segundo lugar em número de óbitos, atrás apenas do Rio. E tem mais: Recife é a segunda capital do Nordeste que tem mais óbitos por milhão de habitantes. E seguramente, foi a que mais gastou, a que mais recebeu recursos federais. Os gastos em termos proporcionais não produziram resultados esperados. Uma Prefeitura como Salvador gastou muito menos do que Recife. No entanto, Salvador foi muito menos afetada do que Recife. Então, Recife se saiu muito mal, péssimo.  Lamentavelmente, denúncias gravíssimas de mau uso de recursos públicos, contratos mal feitos, estranhos. E tanto isso é verdade que as denúncias foram surgindo de várias origens e imediatamente os contratos foram desfeitos, o que significa dizer que eram frágeis. Em alguns casos, se apressaram a devolver os recursos. Um gestor que tenha convicção da lisura dos seus contratos, não recua, se sustenta. Ele tem que mostrar à população que os contratos se justificaram. Mas aqui em Pernambuco, não. Qualquer denúncia, os contratos eram desfeitos.

Quando o senhor fala em mau uso do dinheiro público, será que o PSB estava preocupado em fazer caixa de campanha com o dinheiro da Covid?

Eu não posso fazer essa ilação, pois a gente precisa ter elementos que vinculem os fatos. Mas quero dizer que há duas indicações graves: Recife é uma capital que gastou muito e houve uma série de denúncias. Eu fico nisso, pois é um juízo factual. Mas ilações podem ser feitas, mas eu não faço.

O senhor disse que Pernambuco seria o segundo no mundo em mortes. Isso se daria pela irresponsabilidade em receber tanto dinheiro e não saber investir?

Toda luta num processo como esse se traduz em salvar vidas. Essa campanha só tem essa medida: o número de vidas salvas. Mas, infelizmente, os resultados medidos são muito ruins. Em Pernambuco e no Recife. E ao mesmo tempo, é verificado que há Estados na região que tiveram resultado melhor. A Bahia tem hoje menos da metade do número de mortes em relação a Pernambuco.

Bolsonaro vai ter algum peso da eleição municipal?

Certamente. Eu acho que Bolsonaro é, hoje, num país polarizado, é um eleitor importante. Não há dúvida que o auxílio emergencial, pela dimensão, tem um impacto muito grande na vida das pessoas carentes, principalmente. Você, que é um homem que anda pelo interior, sabe o que isso significa. Eu escuto depoimentos de pessoas do pequeno comércio do interior que em plena pandemia, seus negócios aumentaram por causa da renda que foi proporcionada pelo auxílio. Eu fiz até o cálculo. Quando for paga a quinta parcela, Pernambuco terá recebido R$ 13 bilhões. No Brasil, já foram R$ 250 bilhões, 5% em Pernambuco. Então, é evidente que isso tem reflexo político.

Mas ainda pouco se observando nas pesquisas...

Já tem algum reflexo na avaliação do Governo Bolsonaro. Agora, as eleições municipais não são condicionadas por isso, embora isso tenha um peso relativo não é algo definidor. A eleição municipal se dá pelo debate de questões locais. A avaliação das gestões existentes e as propostas dos candidatos. Quem tiver credenciais, quem for ficha limpa, vai levar uma vantagem no processo. Agora, influência nacional vai existir, mas em qual magnitude não sabemos.

Quais os grandes desafios para o futuro prefeito do Recife?

Acho que o Recife precisa de um projeto novo, uma visão nova. E que possa se traduzir numa ideia de quais são os fenômenos urbanos do mundo. As cidades se reinventam, e aqui no Recife vivemos a era da mesmice. Tem áreas degradadas, o bairro de São José, várias áreas deprimidas e que a Prefeitura nada fez.

Jaboatão, por exemplo, está construindo um grande e moderno parque, dando inveja a nós, recifenses...

Aqui, tivemos os problemas de mobilidade urbana agravados. Há equipamentos mal conservados, obras que se arrastam há muito tempo. A reforma do Geraldão já vai mais de 10 anos. Que gestão é essa? Agora, Geraldo tem algo que ele faz bem:  propaganda na televisão. A mistificação. Gasta muito dinheiro em propaganda, instalou o chamado marketing da pandemia. Aproveitou esse momento de grande angústia, para apresentar um quadro de muitas ações, providências, que, na realidade, se traduz em mera espuma. Por exemplo, quantos hospitais de campanha implantou? Que serventia esses hospitais tiveram? E aquelas camas, podem se considerar leitos clínicos? O que todo esse investimento resultou? Enquanto isso, muitos profissionais de saúde nem equipamento de proteção individual tiveram. Esse segmento, sim, deveria ter sido mais bem cuidado. Essas administrações gostam de mostrar prédios, de fotografar unidades de campanha, em suma, a gente fica com a impressão que serve só aos programas eleitorais, lamentavelmente.

Há saturação de PSB?

Nós vemos as estradas degradadas e eu já tive a oportunidade de dizer que o Estado de Pernambuco é o que menos investe no Nordeste. Temos o segundo maior orçamento público, mas somos o quinto ou sexto em investimentos. Ceará e Bahia já investiam mais, e nos últimos anos, Alagoas, Maranhão e até Paraíba investem mais. É por isso que os equipamentos não têm manutenção.

É legal meter a mão no dinheiro da COVID para pagar dívida externa?

Trata-se de uma discussão polêmica. Se o recurso que foi destinado não poderia ser de forma direta, mas se são dois fundos, poderia.  Eu não tenho todas as informações. Mas o que eu quero dizer é que em relação ao PSB, há um sentimento que está esgotado. A gente está à mercê do interesse de um grupo que quer manter se manter no poder, apenas. Esse grupo não oferece futuro a Pernambuco.

O fim desse grupo seria com a perda da eleição no Recife?

Não posso fazer prognósticos, mas acho que a eleição do Recife representará um marco importante para moldar o futuro político de Pernambuco. Eu tenho muita confiança que essa hegemonia do PSB vai ser quebrada a partir da eleição do Recife. Acho que o primeiro ponto é "Viva a alternância, pois Pernambuco sempre foi pluralidade. Pernambuco não é propriedade de um grupo político, muito menos de uma família. Eu tenho a sentimento que as oposições vão ganhar no Recife.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pega o beco Armando, votasse contra os trabalhadores brasileiros quando tu era deputado federal. Disse Sérgio Guerra.


Potencial Pesquisa & Informação

Confira os últimos posts



21/09


2020

Netinho: Deus me deixou vivo para cantar e ajudar o País

Por Hylda Cavalcanti

O cantor baiano da axé music Netinho, que passou cinco anos se recuperando de sérios problemas de saúde, está saudável, cheio de energia e mais ativo do que nunca, na profissão e na política. Ele prepara um show novo para apresentar após a pandemia, tem atuado como apoiador do Governo Bolsonaro e, inclusive, está disposto a ajudar candidatos bolsonaristas no segundo turno. Em live, há pouco, neste blog, Netinho abriu o coração e rompeu um longo período de abstinência com a mídia nacional.

Contou detalhes pessoais da sua vida poucas vezes revelados. Disse que, embora não tenha vontade de assumir qualquer órgão público, se vier a ser chamado, encara o convite como “uma missão” e entrará “de cabeça”.

Polêmico, o artista se expressou, durante toda a live, de forma doce como são suas músicas. E adotou um tom amigável e diplomático, evitando citar nomes de alguns colegas com quem se diz decepcionado.

Mas ao mesmo tempo, admitiu que bloqueia pessoas que façam comentários antipáticos ou agressivos a ele nas redes sociais e que nunca se incomodou com o que pensam os colegas por sua posição de apoiar o presidente da República.

"Não dou entrevistas desde 2018. Quem quiser saber de mim que entre nas minhas redes sociais, leia o que escrevo para conhecer minhas verdades. Todo o restante que não estiver lá são mentiras”, afirmou.

O cantor e compositor explicou que deixou de dar entrevistas porque no período em que esteve doente sua mãe e sua filha sofreram muito com informações falsas e não checadas que noticiaram pioras do seu quadro de saúde e até mesmo sua morte. “Foram informações repassadas por jornalistas irresponsáveis. A falta de caráter das pessoas independe de profissão”, ressaltou, ainda em tom magoado.

Netinho é crítico, hoje, em relação ao carnaval. Ele contou que iniciou a carreira nos anos 80 e 90, mas com o tempo começou a surgir uma nova política empresarial nos carnavais, que o desagradou. “Em 2012 entendi que o carnaval de Salvador não era mais o dos anos 90. A música foi desvirtuada. Não me senti mais um artista participando do carnaval de Salvador”, afirmou.

O cantor, entretanto, parou duas vezes a carreira, retomada em 2017. Primeiro, em função de uma situação pessoal, de busca por autoconhecimento. E depois, em função do problema de saúde pelo qual passou. "Em 2003, descobri que tinha tudo o que o sucesso podia me dar, mas me sentia vazio por dentro. Então, parei a carreira para me encontrar. Fui para a Europa e na volta reencontrei com antigos parceiros e lancei um CD de música pop. Muita gente no Brasil achou que eu tinha largado o Axé para virar um cantor pop. Voltei em 2006 a fazer o carnaval, mas fui deixando de fazer. Em 2012, vi que o carnaval estava diferente. E em 2013, adoeci, perdi a voz, os movimentos do corpo e a memória recente. Fiquei cinco anos impedido de trabalhar”, relatou.

Foram momentos muito difíceis, em que ele precisou vender dois imóveis para pagar as contas, ficou no hospital, teve três Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs) ao longo do período e tentou duas vezes acabar com a própria vida. Mas tudo isso ficou no passado.

Sobre a aproximação com o presidente Jair Bolsonaro, afirmou que tudo começou depois do atentado sofrido pelo presidente. Netinho fez uma cirurgia agressiva no intestino e passou por esse processo de recuperação.

“Em 2018, estava na casa de um amigo em Salvador quando vi na TV que Bolsonaro tinha levado uma facada, tinha feito uma cirurgia igual à que eu fiz no intestino e estava com medo de morrer. Achei que precisava falar com ele. Consegui o contato e viajei até sua casa, no Rio de Janeiro para lhe tranquilizar, dizer que também fiz essa cirurgia. Encontrei lá não o político, mas o ser humano. Vi uma pessoa transparente, alguém muito verdadeiro”, destacou.

O artista disse que considera como uma missão dar continuidade à música e continuar tendo uma atuação política, como forma de ajudar o País. “Amo o Brasil e sou muito agradecido ao povo que me fez construir minha vida. Depois de uma vida maravilhosa até os 43 anos, de ter tido vários problemas de saúde e até tentado me matar, se não morri é porque Deus me deixou vivo para continuar fazendo tudo isso. Seguirei até o fim, cantando e também apoiando o presidente”, frisou.

Sobre a reação dos colegas artistas, ele demonstrou não se incomodar.  “Nunca participei de grupos, nunca andei em casa de artistas ou participei de patotas. Sou independente e sempre pensei por mim mesmo. Não devo satisfações a ninguém, a grupo algum”, disse.

Contou, também, que fazia Engenharia Civil e deixou para abraçar a música inspirado por quatro grandes artistas, com quem se decepcionou posteriormente. “Depois que fiquei doente entendi que eles financiaram suas carreiras a vida inteira. São gênios da música, mas não de caráter”, reclamou, evitando citar nomes.

“Soube que a comunidade artística inteira da Bahia está contra mim. Não estou preocupado com isso. Há uma frase de Divaldo Franco, médico espírita baiano, que diz: ‘Se alguém não gosta de você o problema é dele, mas se você não gosta de alguém o problema é seu, então ame’. Eu durmo todo dia bem feliz, leve, porque não sinto ódio por ninguém”.

Sobre a exposição, o cantor ao mesmo tempo em que afirma que sua vida, até em função da profissão que escolheu, é muito exposta, gosta de adotar uma postura mais reservada. Ele tem críticas ao movimento LGBT, por exemplo, que avalia como um movimento que adota comportamentos muito radicais em relação aos homossexuais e bissexuais.

“Minha vida sempre foi exposta, nunca escondi nada. Só contei que sou bissexual numa entrevista que concedi para a Revista Quem. Fiz isso anos depois que me divorciei, quando tive um relacionamento com uma pessoa. Os LGBTs querem que todos se exponham e todos batam palmas. Cada pessoa pode ser o que for, só não pode levar isso para crianças de quatro, cinco anos de idade. Os LGBTs, com essa forma de agir, estão afastando as pessoas”, afirmou.

“Se você é gay a esquerda diz que tem que ir para a putaria e subir em cima de um caminhão na parada gay. As pessoas acham que o gay tem que se empoderar, quando cada um tem que se comportar como achar melhor”, acrescentou, descartando rótulos.

Da mesma forma que abriu sua vida neste quesito, Netinho revelou que desde 2016 não faz sexo, determinação que disse ter adotado para o resto da vida. Contou que não tem uma pessoa com quem se relacione como marido ou companheiro. “Estou apaixonado, vivendo uma relação lindíssima comigo mesmo. Algo chamado autoamor. Amo ficar sozinho”.

Sobre Bolsonaro ser considerado homofóbico, o artista afirmou: “Gargalho com isso”, ressaltando não concordar com as declarações que são feitas até mesmo por ex-apoiadores do presidente. “O nome disso é idiotice, doutrinação. O melhor amigo de Bolsonaro é o deputado Hélio Lopes, que é negro. Genocida é aquele que favorece a matança de certo grupo étnico, me diga se Bolsonaro fez isso. As pessoas precisam sair dessa bolha de idiotia”, destacou.

Ele também demonstrou receptividade caso seja convidado para assumir algum órgão no governo. “Minha intenção quanto a isto é zero, porém, se chegar o dia em que Jair precisar de mim para alguma coisa, vou e me jogo de cabeça. Nem penso duas vezes”, disse.

Netinho contou ainda que vai se envolver nas eleições municipais seguindo a orientação que o presidente der. “Não vou apoiar ninguém no primeiro turno, mas se no segundo turno os candidatos apoiados pelo presidente acharem que precisam da minha presença, darei meu apoio e vou até onde estão para fazer campanha”.

No Recife ele frisou que apoia os candidatos a vereador Maria Ferraz, Osvaldo Neto e Coronel Meira, todos bolsonaristas. Torce, ainda, pela candidatura do coronel Alberto Feitosa à Prefeitura do Recife.

Netinho está com um show inédito, totalmente pronto para apresentar assim que acabar a pandemia da Covid, intitulado Volares (voar em italiano). Pretende cantar, nestas futuras apresentações, antigos sucessos e cinco músicas internacionais em ritmo de axé. “O mundo pós-covid será mais amoroso e mais positivo. Só depende de nós”, ressaltou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

21/09


2020

TCE disponibiliza informações sobre contas rejeitadas

O Tribunal de Contas do Estado lançou, nesta segunda-feira (21), uma nova ferramenta que permite o acesso às informações de processos dos gestores públicos que tiveram contas rejeitadas ou julgadas pelo TCE nos últimos oito anos.

A plataforma online vai possibilitar ao público consultar, entre outros dados, as irregularidades da gestão, identificadas no relatório de auditoria das equipes técnicas do TCE, e a decisão do Pleno e das Câmaras julgadoras, sobre a rejeição das contas dos gestores públicos.

“É um serviço ao cidadão”, afirmou o presidente do TCE, conselheiro Dirceu Rodolfo de Melo Júnior. “Ao disponibilizar essas informações detalhadas ao público, o Tribunal de Contas estimula o controle social e tenta contribuir para que a sociedade exerça o direito do voto com mais conhecimento sobre o seu candidato nas eleições de 15 de novembro”, disse ele.

“É importante que a sociedade conheça o perfil do gestor, entenda como foi o seu desempenho e analise as decisões dos julgadores que levaram à rejeição das contas, para saber se é o caso de votar ou não naquele determinado candidato”, afirmou Dirceu Rodolfo.

O acesso à página com as informações dos processos pode ser feito pelo site do TCE. No campo de busca, é possível fazer a consulta pelo nome do gestor, município ou unidade gestora, que pode ser do Estado ou município. Ao fazer essa busca, o sistema vai informar os números dos processos julgados e direcionar para a decisão que levou à rejeição das contas pelo Tribunal.

A página traz, ao todo, os nomes de 1.499 gestores públicos, e de 432 unidades gestoras, além de informações sobre 2.391 processos de contas julgadas irregulares pelo TCE.

Todos os processos listados na página já transitaram em julgado, ou seja, sem possibilidade de recursos no âmbito do TCE.

“Mais uma vez o Tribunal de Contas de Pernambuco inova ao colocar à disposição do público uma ferramenta voltada para a efetividade do controle social”, afirmou o conselheiro Ranilson Ramos, vice-presidente do TCE. “Com acesso fácil no nosso portal, o cidadão vai poder acompanhar os resultados da gestão do seu candidato e saber se ele está em dia com o controle externo de contas públicas. Isto, sem dúvida, é uma contribuição de grande importância para o exercício da cidadania", concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Candidato em Gravatá faz caminhada em meio a pandemia

Mais uma denúncia de políticos desrespeitando o distanciamento social chega ao blog, desta vez, o candidato do PSB à Prefeitura de Gravatá, Padre Joselito, realizou uma caminhada e promoveu uma grande aglomeração. Mesmo com o uso de máscaras, o distanciamento social é uma recomendação da OMS para o combate à pandemia do novo coronavírus.

Na foto, Joselito e seu vice, Júnior Darita (PL), estão acompanhados do deputado estadual Waldemar Borges (PSB).

Se você quer denunciar algum político que está desrespeitando as leis eleitorais e as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus na sua cidade, faça um vídeo ou foto e mande para (81) 9.8222-4888. Tenha certeza de que o sigilo será preservado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Editorial homenageia 125 anos de Petrolina

No Frente a Frente de hoje, programa que ancoro pela Rede Nordeste de Rádio, o meu editorial foi uma homenagem aos 125 anos de emancipação política da cidade de Petrolina, no Sertão do São Francisco. Vale a pena conferir!

O Frente a Frente tem como cabeça de rede a Rádio Hits 103,1 FM, em Jaboatão dos Guararapes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Poema de jornalista inspira homenagem a Petrolina

A produtora de publicidade ‘Namão’ recorreu ao poema que o jornalista e poeta Carlos Laerte fez, com a sensibilidade da sua alma romântica e apaixonada por Petrolina, neste vídeo em homenagem aos 125 anos de emancipação política do município, centro irradiador de uma das áreas mais promissoras do Nordeste, alavancada pela produção e exportação de frutas irrigadas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

RINALDO REMIGIO MENDES

Larte! Escritor e poeta de primeira qualidade! Parabéns, amigo!



21/09


2020

Deputado quer derrubada do veto dos precatórios do FUNDEF

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL/PE), usou a tribuna da Câmara dos Deputados para pedir apoio dos parlamentares na derrubada do veto do rateio dos precatórios do FUNDEF. O pedido é para derrubar o veto 48.20.005 do presidente Jair Bolsonaro, que vetou parcialmente a lei 14.057/20, que regulariza o pagamento de precatórios do governo federal e garante o rateio de pelo menos 60% dos precatórios do Fundef com os profissionais do magistério.

Em seu discurso, Rodolfo fez um pedido especial aos colegas de parlamento. “Vamos derrubar esse veto para fazer justiça aos professores, porque são eles que colocam a educação brasileira para funcionar! E a valorização do professor é o primeiro passo para que a gente possa oferecer uma educação de qualidade aos nossos alunos”, argumentou.

Com o apoio do deputado Bacelar (PODE/BA), Rodolfo lançou, hoje, um site com o posicionamento de todos os parlamentares do Congresso Nacional em relação ao veto. No site: www.naoaovetodorateio.com.br também está disponível um abaixo-assinado, onde professores de todo o Brasil e a sociedade de uma forma em geral têm manifestado seu posicionamento. Em poucas horas, mais de quatro mil assinaturas já haviam sido registradas.

“A derrubada desse veto fará justiça aos professores brasileiros. Faremos audiências públicas em várias cidades do Nordeste para conversar com os professores porque enquanto houver tempo haverá luta”, concluiu Rodolfo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Governo autoriza retomada das aulas para o Ensino Médio

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Educação e Esportes, anunciou, hoje, durante coletiva de imprensa, a autorização para retomada gradual das aulas presenciais para os alunos do Ensino Médio. Neste primeiro momento, está autorizado o retorno das turmas do 3º ano, previsto para 6 de outubro. No dia 13, as escolas poderão retomar as atividades com os estudantes do 2º ano e, no dia 20, poderão ser reiniciadas as aulas para os alunos do 1º ano, do Ensino Técnico Concomitante e Subsequente e da Educação de Jovens e Adultos. Para os estudantes, o retorno é opcional e, no caso de o aluno ser menor de idade, a decisão cabe aos pais ou responsáveis. As aulas remotas devem ser mantidas para atender a quem escolher essa opção, mas as escolas também têm a alternativa de ofertar o ensino híbrido, combinando os dois formatos de aula.

“De todas as decisões difíceis que precisamos tomar, desde o início da pandemia, o retorno às escolas foi a maior delas. Mesmo com indicadores da Covid-19 em queda consolidada desde o final de maio, só agora, com a média móvel de casos e óbitos, além das solicitações de leitos de UTI, no patamar equivalente ao do início de abril, autorizamos a retomada de aulas presenciais no Ensino Médio”, disse o governador Paulo Câmara, advertindo que a luta contra o novo coronavírus não acabou. “Inclusive, estamos acompanhando o que vem acontecendo nos países da Europa, com a chegada de novas ondas após uma aparente superação da pandemia. É necessário manter toda a atenção, porque ainda vivemos uma transição, e esta fase que chamamos de convivência não tem prazo determinado. Ainda dependemos de uma vacina, mas não podemos impedir o retorno gradual da vida, neste novo normal, até que isso aconteça. É preciso encarar essa realidade, mas com cautela e mantendo os cuidados”, reforçou.

As instituições precisam observar todas as normas estabelecidas no protocolo setorial da educação, respeitando as orientações sobre distanciamento social, as medidas de proteção e prevenção, bem como as de monitoramento e orientações. Entre as principais medidas previstas no protocolo estão o uso obrigatório de máscaras, distanciamento de 1,5 metro entre os estudantes e entre os equipamentos escolares – como as bancas e cadeiras – lavagem das mãos e uso do álcool em gel, orientações para todos nas escolas, monitoramento e testagem dos casos suspeitos e de seus contactantes.

Além disso, fica determinado que estudantes, professores e demais profissionais da escola com fatores de risco (idade, doenças crônicas ou gestação) não devem retornar caso não tenham se infectado anteriormente. A retomada prevê, ainda, que o plano da escola deve ser informado aos pais ou responsáveis, professores e demais colaboradores para que todos compreendam o processo de retorno. O protocolo também estabelece o monitoramento de casos suspeitos entre estudantes, professores e demais profissionais, com orientações sobre testagem, inclusive dos contactantes na escola e na família. Também está previsto o retorno gradual de acordo com os anos e modalidade de ensino.

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19, coordenado pela Secretaria de Saúde do Estado, analisou o contexto de reabertura de escolas com bons resultados obtidos em diversos países. “A decisão final foi tomada após análise dos números da pandemia no Estado e das experiências de alguns países, que já retomaram suas aulas durante este período e apresentaram bons resultados. Mas é importante reforçar que o retorno neste momento é apenas para o Ensino Médio, e acontece em caráter opcional, ficando a critério dos pais ou responsáveis decidirem se os estudantes voltam ou não para as aulas presenciais. O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 continuará monitorando os dados da pandemia e, se necessário, a evolução das etapas de retomada poderá ser reconsiderada. A decisão é pautada na importância da educação para o desenvolvimento do Estado como um todo”, afirmou o secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio.

O secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, destacou a queda em três indicadores importantes para a decisão da retomada das aulas presenciais: número de casos, número de óbitos e demanda por UTI. “Os índices têm reduzido desde junho, e em setembro, a tendência continua. Ou seja, é o quarto mês de redução consecutivo”, destacou. Os casos da doença em Pernambuco começaram a chamar atenção em março e cresceram em abril e maio, somente registrando queda em junho. O Governo do Estado também anunciou a liberação das competições de modalidade coletiva envolvendo atletas federados, a partir de amanhã.

A Secretaria de Educação de Pernambuco, em parceria com a Secretaria de Saúde, também terá um centro de testagem da Covid-19 voltada para os professores e demais profissionais da rede estadual de ensino. A estrutura começa a funcionar em outubro com a retomada das aulas presenciais nas escolas, na sede do órgão estadual, no bairro da Várzea, no Recife, das 7h às 15h. Os testes serão realizados mediante agendamento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Cantor Netinho na live no blog daqui a pouco

A live de daqui a pouco deste blog será com o cantor baiano Ernesto de Souza Andrade Júnior, o Netinho, um dos precursores do axé music no País. Na pauta, a relação artística com o presidente Bolsonaro e o tratamento que a categoria recebe do Governo.

Também sua carreira, os desafios do mercado musical hoje no Brasil, o cenário nacional e suas posições políticas, inclusive um movimento que lidera em favor de adeptos do Governo Bolsonaro. Será às 19 horas pelo Instagram. Se você ainda não segue o Instagram do blog, anote aí o endereço: @blogdomagno.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Marília participa de live com Fernando Haddad hoje

A deputada federal e candidata à Prefeitura do Recife, Marília Arraes (PT), participa de uma entrevista com Fernando Haddad (PT), no programa Painel Haddad, hoje, a partir das 20h, no Facebook e no canal do Youtube do petista. "Será mais uma oportunidade para reforçar o meu compromisso com o Recife Cidade Inteligente e fazer um debate com Haddad sobre o cenário político nacional", afirma a parlamentar. 

A entrevista com Haddad, que já foi prefeito de São Paulo e ministro da Educação, também será importante para Marília divulgar algumas de suas propostas para o Recife. "Como professor e pessoa bastante atuante na área da educação, Haddad sabe da importância de zerar a fila de creches”.

Será a segunda live realizada entre Marília e Fernando Haddad nos últimos meses. Em abril, os dois conversaram sobre o Recife Cidade Inteligente e os eixos centrais da plataforma: Saúde, Educação, Combate às Desigualdades, Cultura, Esporte e Lazer e Mobilidade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

O péssimo exemplo dos aliados do governador em Tabira

Mesmo com todas as restrições impostas pelo Governo do Estado diante da pandemia do novo coronavírus, o PT de Tabira, no Sertão, promoveu uma verdadeira farra com direito ao não uso de máscara de proteção e aglomeração.

A festa aconteceu em um sítio na Zona Rural da cidade e contou com a presença do deputado federal Carlos Veras (PT), o vereador Djalma das Almofadas (PT) e o pré-candidato a prefeito Flávio Marques (PT). Um péssimo exemplo em um momento tão grave.

Se você quer denunciar algum político que está desrespeitando as leis eleitorais e as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus na sua cidade, faça um vídeo ou foto e mande para (81) 9.8222-4888. Tenha certeza de que o sigilo será preservado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Pré-candidato solta fogos e causa incêndio em Salgueiro

As primeiras denúncias sobre as irregularidades cometidas pelos políticos neste período pré-eleitoral começam a chegar ao blog. Em Salgueiro, a 513 quilômetros do Recife, alguns moradores acusam o pré-candidato a vice-prefeito na chapa de Marcones Sá (PSB), Dr. Edilton (Cidadania), de soltar uma rajada de fogos ao lado da casa de uma moradora conhecida e respeitada na cidade.

Os fogos causaram um pequeno incêndio na área. O fogo destruiu as plantas e as caixas de água de Galega, como é conhecida a moradora. Sem falar na poluição sonora, que assustou crianças e animais. Veja no vídeo.

Se você quer denunciar algum político que está desrespeitando as leis eleitorais e as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus na sua cidade, faça um vídeo ou foto e mande para (81) 9.8222-4888. Tenha certeza de que o sigilo será preservado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Camutanga: Candidata é acusada de ter nojo do povo

Em Camutanga, a política costuma ser bem acirrada. Este ano, diante de um cenário onde o ex-candidato inelegível Doda Soares teve que indicar sua filha blogueira, Talita Soares (MDB), para a disputa pela prefeitura, internautas e moradores acusam ela de nunca ter tido contato com a cidade.

No último final de semana, numa tentativa de se apresentar para o povo carente, sua equipe postou várias fotos dela cumprimentando as pessoas, porém um detalhe chamou a atenção, o toque de mão. Segundo os internautas, o aperto é estranho e demonstra nojo. As fotos foram parar nos grupos de WhatsApp e a candidata está sendo linchada virtualmente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Manhattan promove São João fora de época

Para marcar a sua reabertura, o Manhattan Café Theatro promove, na próxima sexta-feira, um São João fora de época com o cantor Petrúcio Amorim. A dica é chegar cedo e reviver os bons e velhos momentos.

A casa e shows está seguindo todas as recomendações e o protocolo do Governo do Estado. O funcionamento será das 18h às 22h com mesas limitadas e distanciamento mínimo de 1,5m.

Informações pelos telefones: (81) 9.8888-4818 ou (81) 3325-3372


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/09


2020

Denuncie os abusos de campanha em sua cidade

Tem muitos candidatos desrespeitando as regras eleitorais e o decreto do distanciamento na pandemia imposto pelo Governo do Estado. Se você presenciar algum político em campanha flagrando essas duas leis, faça um vídeo ou foto e mande para (81) 9.8222-4888. Tenha certeza de que o sigilo será preservado. É mais uma iniciativa cidadã deste blog.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos

Como diz o ditado: cada cachorro que lamba a sua caceta. Se as pessoas querem se aglomerar o problema é delas, eu não sou fiscal da vida dos outros, vamos deixar de palhaçada



21/09


2020

PL inclui mulher com deficiência em artigo da Lei Maria da Penha

A Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência pediu ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que paute o PL 4343/20, que inclui a mulher com deficiência no rol de exemplos do artigo segundo da Lei Maria da Penha para que não restem dúvidas de que todas as mulheres gozam de direitos humanos fundamentais para viver sem violência. O projeto é de autoria do deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE).

“É importante darmos visibilidade às mulheres com deficiência. Mais de 26 milhões de mulheres brasileiras são acometidas com alguma deficiência. Não podemos deixar que uma eventual vulnerabilidade sirva como barreira para que essa mulher denuncie e se defenda de abusos”, destacou Eduardo da Fonte.

A frente parlamentar que defende o projeto é composta por 220 parlamentares, sendo 220 deputados federais e 23 senadores.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha