Lavareda

07/07


2020

A versão da pré-candidata à Prefeitura de Itaíba

Caro Magno,

Denunciação caluniosa. É assim que se chama na linguagem do direito uma acusação falsa, desprovida de provas ou dos mínimos fundamentos legais. Este é o risco que correm os autores de uma suposta acusação contra a minha pré-candidatura à Prefeitura de Itaíba, no Agreste Meridional. Pois a verdade é que – de acordo com a legislação brasileira em vigor – as participações nas entregas de Kits de irrigação para agricultura familiar e sementes de milhos, ambas para as associações de pequenos produtores rurais do município, não violam de forma alguma a Legislação Eleitoral ou mesmo – e muito menos – a Lei de Improbidade Administrativa.

Movidos por interesses políticos, por má-fé ou erro jurídico primário, presidentes de órgãos partidários municipais (ligados ao grupo da prefeita de Itaíba, Regina da Cunha) representaram na Promotoria de Justiça local contra a minha candidatura, o deputado estadual Claudiano Filho e o gerente Regional do IPA em Garanhuns, Francisco de Oliveira e Silva Júnior. 

A acusação é singela, precária e desprovida de qualquer base legal: alega-se que tão-somente a presença de uma pré-candidata nos atos de entregas dos kits de irrigação e de sementes pelo Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA consistiria abuso de poder político, já que fotografias desses atos governamentais teriam sido compartilhados nas redes sociais.

A intenção dos presidentes partidários – inábeis ou mal orientados juridicamente – seria fazer com que a pré-candidata oposicionista de Itaíba não participe das ações do Governo Estadual por ela pleiteadas em benefício dos cidadãos itaibenses. Por certo, acreditam eles, somente a atual prefeita (pré-candidata à reeleição), pode participar de inaugurações, ordens de serviços, entrega de produtos e outros atos realizados pela Prefeitura, num verdadeiro sentido inconcebível de obter privilégios exclusivos.

Me cabe esclarecer, não apenas aos pretenciosos presidentes partidários, mas, sobretudo, à população de Itaíba, que os atos de entrega de kits de irrigação para agricultura familiar e sementes de milho para as associações de pequenos produtores rurais, equivalem a “inaugurações de obras públicas”. De tal forma, de acordo com a lei, os candidatos ou pré-candidatos somente não podem participar destes eventos nos 3 meses que antecedem ao pleito (art. 77, Lei 9.504/97).

Assim, os atos apontados pelos representantes ocorreram no período permitido pela legislação, não tendo, durante os eventos, ocorrido nenhuma manifestação de cunho político-eleitoral que permitisse fundamentar a representação, está vazia de conteúdo jurídico e argumentativo.

Ou seja: a acusação é falsa, vazia, não corresponde à verdade e sigo absolutamente dentro da lei como pré-candidata em franca evolução rumo às eleições municipais 2020 em Itaíba.

Rogéria Martins – pré-candidata do PP à Prefeitura de Itaíba


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE

Confira os últimos posts



29/11


2020

Nilvan Ferreira: “Fizemos campanha limpa, sem fake news”

O candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira (MDB), votou por volta das 10h20 deste domingo (29), na Escola Municipal Seráfico da Nóbrega, na rua Ubirajara Targino Botto, nº 36, no bairro de Tambaú, em João Pessoa.
Nilvan chegou ao local acompanhado do senador José Maranhão, e seu candidato a vice-prefeito, Eduardo Milanez.
"Fizemos uma campanha limpa, sem fake news, uma campanha que falou a verdade para a população", afirmou Nilvan.  A cidade só muda se tiver um gestor diferente. João Pessoa não precisa de um gestor requentado, do passado, acusado de corrupção", disse.

Clickpb


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

29/11


2020

Cícero Lucena: " Fundamental que o governo esteja ao nosso lado"

O candidato a prefeito de Joçao Pessoa, Cícero Lucena (PP) votou por volta das 11h, no colégio Meta, em frente ao canal do Bessa. O candidato estava acompanhado de seu vice-prefeito, Leo Bezerra, pelo governador João Azevêdo e a senadora Daniella Ribeiro. 

"Temos a alegria de ter a companhia do governador João Azevêdo, preparando João Pessoa para um milhão de habitantes. É fundamental que o governo esteja ao nosso lado", disse. 

Clickpb


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

29/11


2020

"Recife precisa de mudança", diz Anderson Ferreira

Por Houldine Nascimento, da equipe do blog

O prefeito reeleito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), foi uma das lideranças evangélicas que se reuniram mais cedo com a candidata do PT à Prefeitura do Recife, Marília Arraes. Na ocasião, o gestor falou sobre o apoio dado à prefeiturável. 

"Marília é uma amiga que conhecemos, e não é de hoje. A convivência demonstrou para todos nós e para a população que o Recife precisava de uma verdadeira mudança, que representasse o futuro da cidade. E hoje nós estamos iniciando um dia importante para a cidade. Estivemos ontem numa carreata e a emoção já tomava conta da nossa prefeita. Eu a admiro pela iniciativa que teve em começar esse dia tão importante agradecendo a Deus", disse Anderson.

"Marília foi uma pessoa que sofreu tantos ataques, foi tão perseguida, mas os humilhados serão exaltados", completou o prefeito de Jaboatão, que falou ainda sobre necessidade de mais parcerias com o Recife.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/11


2020

Bolsonaro, Paes e Crivella votam no Rio de Janeiro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou por volta das 10h40 na escola municipal Rosa Da Fonseca, que fica na Vila Militar, em Deodoro, na zona oeste do Rio de Janeiro, para votar. Ele deve retornar a Brasília no início da tarde. Acompanhado por seguranças, na chegada o presidente não deu entrevistas a jornalistas e falou rapidamente com alguns apoiadores. Cerca de 30 pessoas o aguardavam no local. Usando máscara, Bolsonaro chegou a pegar uma criança no colo antes de entrar na escola para votar. 

Os candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos) e Eduardo Paes (DEM), votaram na manhã deste domingo, no Rio. 

Crivella foi o primeiro. O atual prefeito do Rio chegou para votar às 10h na Escola Municipal Sérgio Buarque de Holanda, na Barra da Tijuca, zona oeste. Cerca de trinta minutos depois, Paes votou no Gávea Golf Club, em São Conrado, na zona sul. 

 Com informações do UOL e Estadão

     


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

29/11


2020

Movimento nos locais de votação é considerado fraco

Por Edson Mota – especial para o Blog

A chuva que caiu no Recife, na manhã de hoje, parece ter inibido os eleitores da capital pernambucana a irem votar. A reportagem visitou alguns locais de votação e o movimento nas primeiras horas do dia foi considerado mais fraco que o primeiro turno.

Na Escola Estadual Barbosa Lima, na área central do Recife, os eleitores que foram ao local relataram que, ao contrário do primeiro turno, o movimento foi inexistente.

O sentimento dos eleitores na Escola Municipal Paulo Freire, na Madalena, Zona Oeste do Recife, é de que o fluxo de pessoas está menor. "Passei de três a quatro minutos na escola e não tive nenhum problema", revela o eleitor Fernando Andrade, que foi votar ao lado da sua esposa, Lucielma Andrade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/11


2020

TSE substitui 194 urnas eletrônicas

Nas primeiras duas horas e meia do segundo turno, a Justiça Eleitoral substituiu 194 urnas eletrônicas. Este número corresponde a 0,13% do total de 97 mil equipamentos distribuídos pelo país. Segundo balanço divulgado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a maior parte dos equipamentos, 65, foram trocados no estado de São Paulo, principal colégio eleitoral do país.

Em seguida há registros de 56 urnas substituídas no Rio de Janeiro e 15 no Ceará. O boletim do TSE foi divulgado às 10h deste domingo com dados compilados até as 9h27. Não foram informados crimes eleitorais. De acordo com o balanço do tribunal, outros 12 estados registraram troca de urnas. São eles: Bahia (2), Espírito Santo (8), Goiás (6), Maranhão (1), Minas Gerais (6), Pará (3), Pernambuco (1), Rondônia (2), Roraima (3), Rio Grande do Sul (11), Santa Catarina (1) e Sergipe (14).

UOL


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/11


2020

Até tendas com distribuição de bebida

Na Avenida Hideldrando Vasconcelos, no bairro de Dois Unidos, Zona Norte da cidade, leitores do blog encontraram e denunciaram um verdadeiro comitê de João, uma tenda amarela, com distribuição de bebidas aos eleitores que se aproximam das suas sessões para votar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/11


2020

O jogo é sujo

Nas proximidades das sessões eleitorais do Recife, o PSB, de João Campos, se encarregou de fazer todo tipo de contrapropaganda para atingir Marília Arraes. Vale até terrorismo, como esse cartaz achado pela reportagem na zona norte da cidade.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sergio Murilo Pereira Araujo

Já passou da hora do Recife tirar esses canalhas do PSB do poder. É Marília!



29/11


2020

Candidato a prefeito Yves Ribeiro vota em Paulista

O candidato do MDB à Prefeitura de Paulista, Yves Ribeiro, votou, na manhã de hoje, na Escola Municipal João Fonseca de Albuquerque, em Nossa Senhora do Ó. Ele chegou ao local acompanhado do candidato a vice em sua chapa, Dido Vieira (MDB). No primeiro turno, o emedebista, de 72 anos, conseguiu 51.351 votos (34,98%).

"Faz 48 anos que iniciei minha vida política, em 1976. A primeira eleição para prefeito foi em 1982. Fiz uma campanha organizada, cumprimos todas as regras. Sou um homem preparado para governar a cidade com muita experiência, muito conhecimento. Nós estamos muito tranquilos para uma grande vitória, para tirar Paulista das páginas policiais e fazer a cidade voltar a crescer", disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Wellington Antunes

Em Nossa Senhora do Ó? Não é em Paulista??



29/11


2020

Cenário indefinido em, pelo menos, três capitais

Cerca de 38 milhões de eleitores estão aptos a participar neste domingo (29) do segundo turno das eleições municipais em 57 cidades, entre as quais 18 capitais. Os eleitos, dentre 114 candidatos, tomarão posse em 1º de janeiro de 2021.Com o objetivo de evitar aglomerações, o TSE decidiu ampliar em uma hora o período de votação neste domingo.

Os eleitores podem votar das 7h às 17h. O período entre 7h e 10h é preferencial para eleitores com mais de 60 anos.

O cenário está imprevisível em três capitais: Porto Alegre, Recife e Vitória têm os concorrentes muito próximos entre si, ou mesmo numericamente empatados na disputa do segundo turno. Em outras capitais, como Rio de Janeiro, Fortaleza e Goiânia,  a disputa parece estar mais definida. 

Em Porto Alegre, o Ibope deste sábado (28) mostrou Manuela D'Ávila (PCdoB) liderando numericamente o páreo, com 51% dos votos válidos. Sebastião Melo (MDB) apareceu com 49%. Como a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais, há um empate técnico entre os dois.

No Recife tanto a pesquisa do Ibope quanto a do Datafolha, ambas divulgadas neste sábado (28), apontam para um empate numérico entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT). Com 50% dos votos válidos, cada, os dois candidatos devem disputar a eleição voto a voto.

Em Vitória, a última pesquisa Ibope, divulgada no sábado (28), mostrou um empate numérico entre os dois candidatos que disputam o pleito. Delegado Pazolini (Republicanos) e João Coser (PT) têm 50% dos votos válidos cada.

Gazeta do Povo


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Wellington Antunes

Quando vc se sentir triste e perdido, lembre-se dos bozoloides jumentóides nessa data de hoje.

Wellington Antunes

OS SETE GOLS CONTRA DO BOZO: \"No primeiro tempo, os preferidos de Bolsonaro naufragaram em cinco municípios: São Paulo (Celso Russomanno), Belo Horizonte (Bruno Engler), Manaus (Coronel Menezes), Santos (Ivan Sartori), Recife (Delegada Patrícia). Neste segundo turno, o presidente deve amargar as duas derrotas que faltavam para que o seu desaproveitamento fosse de 100%. No Rio de Janeiro, Bolsonaro afunda abraçado a Marcelo Crivella (Republicanos). Em Fortaleza, naufraga junto com o Capitão Wagner (Pros).\" Assim o bozo fecha os sete gols contra