Nova Orla Jaboatão

25/05


2020

A minha versão sobre a hidroxicloroquina

Por Beatriz Costa Lima Almeida*

Gostaria de me posicionar nessa polêmica do tratamento da Covid-19, onde vejo uma grande confusão e falta de respeito a nós médicos, que somos os prescritores dos tratamentos. Acho que está havendo uma politização nas diretrizes a serem tomadas diante dessa grave pandemia, estamos perdendo um tempo precioso, pois não nos concentramos no essencial que é o controle e o tratamento das pessoas afetadas. Gostaria de esclarecer que não sou eleitora do Bolsonaro, pessoa por quem não nutro qualquer admiração, pelo contrário, discordo radicalmente dele em tudo. Mas agora não é hora de disputas políticas, temos que nos focar no que é realmente importante, na grande ameaça que esse vírus representa.

Na medicina, aprendi que não existe unanimidade, que não existe a palavra sempre nem nunca; convivemos com correntes diferentes de pensamento e, o que hoje é uma verdade, pode não ser amanhã, pois nossas certezas são relativas. Muitos dogmas já foram mudados.

Não dá para se ter certeza de nada, não existe ainda um estudo com o desenho adequado, que nos prove que a hidroxicloroquina seja ou não eficaz. Não houve tempo suficiente para realizarmos um trabalho científico confiável, sem tantos vieses.

Nós médicos temos o direito de prescrever de acordo com os nossos conhecimentos e opiniões, seremos, como sempre, responsáveis por nossos atos, não podem nos tirar esse direito. Não admito que, por um decreto, sejamos proibidos de prescrever um remédio que existe no mercado há 70 anos, sendo prescrito, inúmeras vezes, por meses e até por anos, pelos infectologistas, reumatologistas, dermatologistas e outros, com evidências favoráveis, quando bem aplicado e no momento certo.

Não adianta me apresentarem um estudo com um grande número de pacientes, mas que foram tratados quando já estavam internados, com um quadro grave, onde a cloroquina sabidamente não traria qualquer benefício. Sabemos claramente que ela só atuaria no início da doença, então teria que ser prescrita nos primeiros sinais e a nível ambulatorial.

E agora, o que temos? O medicamento sumiu do mercado, não se consegue mais encontrá-lo, mesmo formulando. É justo que tenham recolhido exatamente agora? Por que não recolheram ou proibiram durante os últimos 70 anos? Será que só agora ele mostra os seus “graves efeitos colaterais”? Eu, como dermatologista, já prescrevi incontáveis vezes, não por poucos dias e sim por meses, anos, enfim, e nunca me deparei com qualquer efeito colateral grave, que me fizesse parar de prescrever.

Acho profundamente incoerente que o governo de Pernambuco aprove o uso da hidroxicloroquina para os pacientes graves, internados nas enfermarias ou UTI, onde já se sabe que não traria qualquer benefício, mas proíbam os médicos de a prescreverem nas UPAS ou consultórios médicos, invadindo o nosso direito de exercer a nossa profissão. Não aceito isso!

*Residência em Clínica Médica pelo Hospital Heliópolis de São Paulo; Dermatologista pelo Serviço de Dermatologia do Hospital dos Servidores Públicos Estaduais de São Paulo; Mestra pelo Serviço de Dermatologia da UFPE. Sócia da Sociedade Brasileira de Dermatologia, sócia da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, Sócia do Grupo Brasileiro do Melanoma, Membro da International Society of Dermoscopy


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bolsonaro tem que ir sangrando até 2022, o povo vai sofrer mas aprenderá a lição de não entregar o país nas mãos de um desequilibrado.

Fernandes

Essa é uma Bozopatas, os ex-ministros da saúde do Bozoverno sempre foram contra só ela é certa. Pega o beco.

Roberto de Lima Barros

O Blog do Magno virou o novo site Olavista no Brasil, Pergunta que não ofende ta ganhando dineiro para isso?

JOÃO FREIRE CORRÊA LIMA

Parabéns doutora. Esses governadores de esquerda usam a vida humana para desestabilizar um governo, quer seja de direita ou não, sem se importar com os desastres que estamos tendo e que virá depois com o desemprego. Também esperar o que dessa corja de comunistas. Na União Soviética, para assumirem e continuarem no poder, mataram mais de 10 milhões de pessoas. Stalin dizia que uma morte era dolorosa e milhares era apenas estatística. Espero que os recifenses e pernambucanos saibam escolher nas próximas eleições candidatos do bem, extirpando essa esquerda do comando do nosso Estado.

Fernandes

Financial Times: Jair Bolsonaro está levando o Brasil ao desastre. O jornal britânico afirma nesta segunda-feira (25) que o populismo de Jair Bolsonaro está levando o Brasil ao desastre. Segundo texto assinado pelo premiado jornalista Gideon Rachman, se a vida fosse um conto de moral, as travessuras do Covid-19 voltariam os brasileiros contra o presidente populista de extrema direita. De acordo com o FT, o presidente Jair Bolsonaro é responsável pela resposta caótica que permitiu que a pandemia saia do controle e o Brasil seja o novo epicentro mundial do coronavírus.


Petrolina Julho 2

Confira os últimos posts



30/07


2021

A vez do Pajeú

Depois de Serra Talhada e Caruaru, nas duas últimas semanas, chegou a vez de dar voz aos prefeitos do Sertão do Pajeú na prestação dos seis primeiros meses de gestão. Será na próxima segunda-feira, direto dos estúdios da rádio Pajeú.

A mesa redonda do Frente a Frente itinerante será com os prefeitos de Afogados da Ingazeira, Sandro Palmeira (PSB), Márcia Conrado (PT), de Serra Talhada, e Anchieta Patriota (PSB), de Carnaíba. Em pauta, além do balanço dos seis meses, o quadro de redução da Covid-19 e o recente decreto do governador Paulo Câmara, que flexibilizou as regras quanto ao funcionamento de restaurantes, bares e eventos com no máximo de 300 pessoas.

Depois do Pajeú, será a vez do Sertão do São Francisco, na quarta e quinta da próxima semana nos estúdios da rádio Tropical FM 102,3, de Juazeiro, na Bahia, cidade irmã de Petrolina, onde cumpro agenda de trabalho entre quarta e sexta-feira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

30/07


2021

Gilmar sobre voto impresso: Vamos parar de conversa fiada

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, rechaçou, hoje, as ameaças sobre a realização das eleições caso não haja voto impresso e disse que o discurso de não aceitar o resultado dos pleitos "esconde algum tipo de uma intenção subjacente, de uma intenção que não é boa". O ministro ainda chamou a atenção para os "efeitos deletérios" das fake news no processo eleitoral.

“Vamos parar um pouco de conversa fiada. Claro que todos nós somos favoráveis à audibilidade da urna, e ela é auditável. Os partidos as vezes nem comparecem a todos esses eventos porque consideram que a urna funciona bem”, afirmou o ministro em debate online sobre o futuro do sistema de governo do Brasil, ao lado do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), que disse ter "confiança no qual sistema eleitoral".

Sem citar Bolsonaro, mas em uma referência direta ao presidente, Gilmar falou do "grande problema" gerado pelas fake news e citou vídeos divulgados em live na internet sobre fraude na urna eletrônica.

“A gente vê nas lives notícias sobre uma fraude na urna eletrônica, no voto. Quando na verdade aquilo se vê, a priori, que é uma montagem, mas isso tem um efeito deletério porque afeta a credibilidade do eleitor mais simples em relação a uma decisão que é vital, que é a decisão sobre o processo democrático”, observou. Nesta quinta-feira, em sua live semanal, o presidente exibiu uma série de vídeos de supostos problemas com as urnas eletrônicas para "provar" a necessidade do voto impresso.

Para o decano do STF, o Brasil adotou o voto eletrônico em razão de toda a experiência brasileira com as fraudes no processo do voto manual, ou na contabilização do voto manual. Na avaliação de Gilmar, trata-se de uma "falsa questão", mas que precisa ser tratada com a "devida importância":

“Parece que essa ideia de que sem voto impresso nós não podemos ter eleição ou não teremos eleições confiáveis esconde algum tipo de uma intenção subjacente, de uma intenção que não é boa, porque de fato nas últimas eleições nós tivemos inúmeras surpresas. Os candidatos que pontuavam nas pesquisas, na última hora não apareceram como vencedores, e por que? Houve fraude? Não, por que o eleitor resolveu mudar”, pontuou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

VACÉLY WACEMBERG SANTOS DUARTE

????????????????????????


Ipojuca - Muro de Arrimo

30/07


2021

Carlos Velloso Filho é reconduzido ao TSE

O presidente Jair Bolsonaro reconduziu, hoje, Carlos Velloso Filho ao cargo de juiz substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.

A partir da próxima segunda-feira (2/8), Velloso Filho inicia sua segunda jornada no TSE. Ele foi nomeado em 2019, quando substituiu Sérgio Silveira Banhos, que se tornou ministro titular.

Bacharel em Direito pela Universidade de Brasília (UnB), o jurista já atuou como advogado e procurador da República no Distrito Federal. Ele é filho de Carlos Velloso, ex-presidente e ex-ministro do Supremo Tribunal Federal.

No início do mês, o STF aprovou uma lista tríplice para preenchimento da vaga. Velloso era o segundo colocado, atrás apenas da advogada Ângela Cignachi Baeta Neves.

*Com informações do Conjur


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/07


2021

Ouça agora o Sextou com Marina Elali

Se o leitor não conseguiu acompanhar a entrevista da cantora Marina Elali ao quadro “Sextou” do programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro e exibido pela Rede Nordeste de Rádio, não se preocupe. Clique no link disponível e confira. Está incrível!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Novas Creches

30/07


2021

Do Planalto ao Agreste e agora Sertão

Uma semana, em três regiões e ambientes antagônicos. Na terça, estive em Brasília entrevistando o presidente Bolsonaro. No dia seguinte, já amanheci em Caruaru para uma palestra e neste momento estou chegando no Sertão para matar a saudade do meu pai Gastão Cerquinha, 99 anos, em Afogados da Ingazeira, olhando para este cenário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

30/07


2021

Marina Elali daqui a pouco no Sextou

O Sextou de hoje é, de longe, um dos mais emocionantes que já gravei desde o seu início, há dois meses. Marina Elali, neta de Zé Dantas, parceiro de Luiz Gonzaga em canções antológicas, expressa uma simplicidade invejável, uma sensibilidade incrível e uma grande paixão pelas suas origens. Ao longo da gravação, não conseguiu conter as lágrimas em várias oportunidades quando falou do Pajeú e da sua maior paixão: o avô.

A entrevista vai ao ar, daqui a pouco, na Rede Nordeste de Rádio, no horário do Frente a Frente, de 18 às 19 horas, para mais de 40 emissoras nos Estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Bahia. Se você deseja ouvir pela internet, clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.

Imperdível!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

30/07


2021

STF manda União pagar R$ 16 bi para quatro Estados

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que condenou a União a ressarcir Estados pelo cálculo incorreto do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) produziu uma bomba de R$ 15,6 bilhões. O valor é parte dos R$ 89 bilhões em precatórios que terão de ser pagos em 2022 pelo governo federal.

O valor bilionário que chegou ao Ministério da Economia via STF corresponde aos precatórios (dívidas judiciais) produzidos em processos movidos pelos Estados da Bahia, Amazonas, Ceará e Pernambuco. Os casos foram decididos pelos ministros Edson Fachin e Rosa Weber.

Dentro do governo, cita-se com frequência que os ministros Fachin e Weber foram indicados pela ex-presidente Dilma Roussef (PT) e que os maiores beneficiários são Estados com governos de esquerda. É comum ouvir comentários derrogatórios a respeito dos ministros que tomaram as decisões sobre os precatórios. Ocorre que o mérito dessas ações já havia sido julgado anos atrás. Agora deu-se apenas a execução da sentença, pois passou a fase dos recursos. Clique aqui e confira a matéria do Pode360 na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

30/07


2021

Recife abre vacinação para o público a partir de 28 anos

O Recife abriu, há pouco, o agendamento para a vacinação contra a Covid-19 para a população em geral a partir dos 28 anos.

A partir das 20h, pessoas desse grupo poderão, através do site ou aplicativo Conecta Recife, agendar dia, horário e local para tomar a dose do imunizante, que já começa a ser aplicada amanhã.

O anúncio foi feito pelo prefeito do Recife, João Campos, em publicação nas suas redes sociais.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/07


2021

PF assume investigação sobre incêndio na Cinemateca

A Polícia Federal (PF) assumiu, hoje, a investigação sobre as causas e eventuais responsabilidades pelo incêndio que atingiu o galpão da Cinemateca Brasileira, na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo, ontem. O prédio foi interditado. Não houve vítimas, mas parte do acervo histórico de filmes foi atingido. Antes, o caso era investigado pela Polícia Civil.

O pedido para a PF apurar o caso foi feito pela Secretaria Especial da Cultura, responsável por administrar o galpão da Cinemateca. O motivo é que o local pertence ao governo federal. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo confirmou que a Polícia Civil deixou a apuração com a Polícia Federal.

A PF em São Paulo já abriu procedimento para investigar o incêndio na Cinemateca. Num primeiro momento, peritos do Instituto Nacional de Criminalística especializados em incêndios devem participar dos trabalhos. A PF também pediu apoio à perícia do Rio de Janeiro, que participou das investigações sobre o incêndio que atingiu o Museu Nacional, em 2018.

"A SSP informa que o caso foi encaminhado para a Polícia Federal que prosseguirá com as investigações. O Corpo de Bombeiros realizará, hoje, fiscalização no local para constatar se o imóvel estava dentro das normas", informa o comunicado da pasta da Segurança do governo paulista.

Ainda na quinta-feira, a Secretaria da Segurança Pública havia divulgado uma outra nota à imprensa informando que, antes de o galpão ser atingido pelas chamas, o local possuía certificação dos Bombeiros, o chamado Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). O documento é usado para informar que um prédio possui equipamentos de segurança contra incêndio e pânico, previstos na legislação.

No último dia 20, o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) alertou o governo federal, responsável pela Cinemateca, para o risco de incêndio no local. O incêndio ocorreu nove dias depois.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/07


2021

Contas públicas têm déficit de R$ 65,5 bilhões em junho

As contas do setor público consolidado registraram déficit primário de R$ 65,5 bilhões em junho, informou o Banco Central (BC), hoje.

O déficit significa que, no período, as despesas superaram a arrecadação com impostos do setor público consolidado, que engloba o resultado do governo federal, estados, municípios e estatais. O cálculo não considera os juros da dívida pública, por isso é chamado de resultado primário.

O resultado de junho representa uma melhora na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foi registrado um déficit fiscal de R$ 188,7 bilhões, resultado influenciado diretamente pela primeira onda da Covid-19.

Ainda em junho, de acordo com o Banco Central:

  • o governo federal respondeu por um déficit primário de R$ 75,1 bilhões;
  • os estados e municípios apresentaram resultado positivo (superávit) de R$ 8,4 bilhões; e
  • as empresas estatais registraram superávit primário de R$ 1,2 bilhão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/07


2021

Movimento une forças pela Transnordestina

O Movimento Pró-Pernambuco (MPP) convidou o coordenador da bancada dos deputados federais do Estado na Câmara, Augusto Coutinho, do Solidariedade, para uma reunião sobre a Ferrovia Transnordestina, no próximo dia 5.

O MPP, que surgiu por meio da união de 32 entidades, em 2020, no começo da pandemia da Covid-19, quer somar a força empresarial da entidade aos esforços dos parlamentares e do Governo do Estado de Pernambuco em defesa da instalação do ramal da ferrovia até o Porto de Suape.

“O momento é de união para garantir a execução do projeto original”, analisa Avelar Loureiro Filho, presidente do MPP. “O Estado de Pernambuco reúne todas as condições técnicas para isso”, completa Renato Cunha, presidente do Sindaçúcar e o articulador da reunião.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha