Jaboatão - Nova UBS PET

12/02


2020

O míssil chamado Tonca II

Com a trágica morte de Eduardo Campos, em agosto de 2014, ocorre uma acomodação na estrutura de poder em Pernambuco. A partir daí, a viúva Renata Campos, até então agindo em silêncio e de forma discreta nos bastidores, passa à posição de líder única inconteste do grupo, atuando, sobretudo, nas sombras, mas sempre com punhos de ferro. Ao mesmo tempo, Geraldo fez juras de lealdade incondicional, conquistando a posição de lugar-tenente de Renata.

Algo determinante foi que Geraldo assumiu o comando total e absoluto da eleição de Paulo, inclusive a parte financeira, pois Aldo, a essa altura, tinha “sumido” do circuito político, viajando misteriosamente ao Exterior junto com a esposa, especialmente Europa e China, logo após o acidente com Eduardo. Pelo que conseguimos coletar de informação, Aldo Guedes não fez nenhuma contribuição para a primeira campanha de Paulo Câmara. Geraldo foi quem ficou à frente para comandar de forma centralizada todas as ajudas, junto com uma equipe da sua extrema confiança.

Pelo que ouvimos, vale ressaltar que Geraldo assumiu astronômicas dívidas, até mesmo junto a um expressivo conjunto de importantes agiotas. Essas dívidas são segredos enterrados a sete palmos, mas diversas fontes indicaram que só o saldo devedor a pagar com caixa-dois após a campanha de 2014 atingiu cifras incalculáveis, incluindo aí compromissos financeiros com políticos, muitos dos quais até hoje não teriam sido honrados.

Informações foram passadas de que houve compulsão de Geraldo para levantar a base financeira da campanha, contando com o apoio integral de Renata e de Paulo. Era tão grande a ponto de ao mesmo tempo fazer compromissos com políticos, coletando valores em empréstimo junto a dois prefeitos até então ricaços, um na Região Metropolitana e outro na Zona da Mata. Na época, empresários muito ricos, que “adiantaram” dinheiro vivo em valores para a campanha.

Então eleito, Paulo fica na condição de verdadeiro “prisioneiro” de Geraldo. Isto porque foram as manobras do atual prefeito do Recife que o colocaram na chapa majoritária, mesmo sem Paulo ter qualquer experiência nem o mínimo de vontade ou carisma para isso. Depois, Geraldo comandou a campanha, fazendo uma aposta financeira fora de qualquer proporção, inclusive correndo riscos legais gigantescos. A conclusão natural é que, ao final, o verdadeiro vitorioso das eleições de 2014 foi Geraldo. Só que o mando real do jogo tem outro nome: Renata. Mas de toda forma, isso cacifou Geraldo para ser o número um da líder do grupo.

ORDEM ERA ISOLAR TONCA

Nesse contexto, Tonca ficou completa e inteiramente alijado, marginalizado, praticamente humilhado e ofendido, sem ter qualquer interlocutor. Pelo contrário, foi até mesmo perseguido. O que se agravou quando participou da eleição para prefeito de Olinda, tendo tanto Geraldo quanto Paulo simulado dar apoio a ele, mas na prática foi um golpe político, determinado por Renata, pois, na surdina, assumiram um acordo com Augusto Coutinho para eleger Lupércio prefeito.

Isso, naturalmente, enfureceu Tonca, ao descobrir que havia sido vítima de uma brutal traição e caído numa cilada, como pura armação da cunhada. A partir daí, o rompimento irreversível foi sendo alargado ao ponto de hoje Tonca se tornar o inimigo público número 1 do grupo. Isso porque, tudo foi se agravando, até chegar ao que se revela uma guerra sem direito a armistício, mesmo depois de recentemente alguns ilustres membros da família Arraes terem feito apelo dramático para a ministra Ana Arraes ajustar com seu filho de se ter pelo menos uma pausa. Tonca, mesmo contrariado, cedeu aos apelos da mãe.

Mas, nas manobras desnorteadas dos seguidores de Renata, foi cometido o equívoco de tentar desmoralizar e humilhar Tonca, através da matéria na revista Época. Isso tudo iniciado a partir da intervenção infantil e desastrada de João de Andrade Lima Campos atacando publicamente o único tio paterno na Câmara Federal. Isso bateu fundo no irmão de Eduardo, que resolveu revelar tudo o que sabe ao Ministério Público Federal. O conjunto da revelação se prenuncia como algo pior que na Paraíba de Ricardo Coutinho, segundo deixou vazar o próprio Tonca.

Tudo aponta para que “O Míssil Chamado Tonca” provoque gigantes danos e revele pelo menos parte da sujeira sem fim desses 15 anos de poder do PSB, sob as rédeas de Renata de Andrade Lima Campos, com especiais luzes para as acusações combatendo tudo de incorreto e ilegal nas administrações de Geraldo Júlio e de Paulo Câmara. Pelo que soubemos, abaixo estão alguns dos focos principais do que está sendo levantado e alguns já em avançado processo de investigação pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal:

INVESTIGAÇÃO UM

Corrupção na merenda, no fardamento e outros gastos supostamente com “educação (vale ressaltar que aqui a deputada Priscila Krause vem fazendo denúncias sérias, mas o Governo do estado segue a negar, despudoradamente: https://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2019/10/08/priscila-krause-ve-disputa-no-governo-para-superfaturar-fardamento-escolar-em-pernambuco/)”. Tanto por parte de Paulo Câmara quanto por Geraldo Júlio, alega-se que são derrames de dinheiro que deveriam estar alimentando as crianças pobres que freqüentam as escolas públicas, mas são desviados. Existem indicações que a Polícia Federal tem diversas gravações a incriminar alguns dos secretários mais íntimos de Paulo Câmara e envolver o próprio governador.

INVESTIGAÇÃO 2

Denúncias de corrupção na compra de remédios e materiais de saúde para os hospitais, UPAs, policlínicas, maternidades, unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) e centros médicos espalhados nos Distritos Sanitários da Capital e em todo o Estado. Médicos comentam que quando se vai num serviço de saúde não encontra medicamentos básicos, mas os caros estão disponíveis em abundância, pois é onde se pode “fazer” mais dinheiro; além de muitos outros horrores que deverão envolver figuras com a mais completa intimidade junto a Paulo Câmara e Geraldo Júlio.

INVESTIGAÇÃO 3

Denúncias de corrupção na gestão de hospitais pelo modelo de OS, sob o comando de Antônio Figueira, secretário especial de Paulo Câmara, também pessoa de confiança direta de Renata e principal assistente de Geraldo Júlio e Paulo Câmara na coordenação da campanha de João Andrade Lima Campos para fazer do menino o deputado federal com o maior número de votos da história de Pernambuco.

INVESTIGAÇÃO 4

Denúncias de corrupção na gestão de fundos financeiros do Estado e da capital, incluindo a parte de previdência social dos servidores, o fundo estadual de assistência social, o fundo de compensação ambiental, bem como todos os pagamentos que são monitorados respectiva e diariamente por Paulo Câmara e Geraldo Júlio. Nada seria pago no governo do estado ou na prefeitura sem passar pelas mãos diretas de cada um.

INVESTIGAÇÃO 5

Denúncias de corrupção na gestão dos presídios, incluindo compras de produtos e serviços terceirizados. Aqui, Paulo Câmara teria especial contribuição do secretário Pedro Eurico, pessoa da sua mais total e absoluta confiança.

INVESTIGAÇÃO 6

Denúncias de corrupção nas obras públicas, agora utilizando empreiteiras de médios e pequenos portes, dentro do velho esquema de ganhar a licitação com preços super baixos e manipulação nas medições que geram na prática superfaturamentos, junto com todas as manobras que eram praticadas com a Queiroz Galvão e Odebrecht, mas continuam com outros grupos menos visados. O nome que é mais citado parece ser o de Renato Xavier Thièbaut, pessoa da mais absoluta e irrestrita confiança de Paulo Câmara.

INVESTIGAÇÃO 7

Denúncias de corrupção na Polícia Militar, envolvendo compras variadas, bem como obras de emergência com a participação de oficiais ligados a Paulo Câmara, Geraldo Júlio e especialmente Renata, a exemplo do Coronel Mário (https://g1.globo.com/pernambuco/noticia/pf-deflagra-operacao-contra-desvio-de-recursos-publicos-na-casa-militar-do-governo-de-pernambuco.ghtml).

INVESTIGAÇÃO 8

Denúncias de corrupção envolvendo serviços de telefonia com a Oi e outros provedores, somando cifras bilionárias, um dos maiores escândalos de Paulo Câmara, mas que não tem sido devidamente coberto pela grande imprensa nem pela oposição (https://flaviochaves.com.br/2019/12/17/pernambuco-usina-de-escandalos-forcas-politicas-estariam-por-tras-de-manobras-para-manter-empresa-de-telecomunicacoes-alvo-da-lava-jato-por-pagar-propinas-para-obter-benesses-a-frente-do-pernambuco/ e https://www.blogdanoeliabrito.com/2019/12/pernambuco-usina-de-escandalos-forcas.html); aqui também alguns dos secretários mais íntimos de Paulo Câmara e ele próprio estariam envolvidos.

INVESTIGAÇÃO 9

Identificação da responsabilidade pela morte de Paulo César de Barros Morato, que em 2016 foi encontrado morto no motel Ti-ti-ti, em Olinda. Morato era parte do esquema que liga empresas de fachada à compra do avião Cesna Citation, usado por Eduardo no dia do acidente, e um dos cinco integrantes indiciados pela Polícia Federal acusados de um esquema de lavagem de dinheiro que movimentou R$ 600 milhões, fonte de recursos para financiamento ilegal de campanhas do PSB de Pernambuco; existem gravíssimas suspeitas não consideradas durante o encerramento da investigação. Na época, o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) apontou graves falhas nas investigações que rapidamente levou à conclusão de suicídio sem as devidas medidas técnicas exigidas pelas boas práticas policiais (http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2016/06/sinpol-apresenta-documento-com-ordem-para-pericia-nao-feita-em-motel.html).

Leia amanhã o capítulo 3


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ABAIXO FALSO MORALISMO

Magno Nelson Rubens Martins. Eu aumento , mas não invento. Virou piada querendo criar um jornal, q só vai ter patrocínio de fiteiro de confeito e pipoca. KKKKKKKKKKKKK

Fernandes

Por 11 reuniões, novo ministro recebeu R$ 189 mil em jetons, fora o salário. O novo ministro do Desenvolvimento Regional, o ex-deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), recebeu pelo menos R$ 189 mil em jetons por participar de 11 reuniões no Sesc (Serviço Social do Comércio). Trata-se de uma entidade do sistema \"S\" e da CNC (Confederação Nacional do Comércio) que recebeu R$ 3,4 bilhões em recursos públicos só nos primeiros oito meses de 2018. Os valores fizeram dobrar o salário do ex-deputado, que era secretário de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, subordinado a Paulo Guedes. E se fosse do PT?

tadeu melo

Eu fiquei sabendo que o Aldo viajou para Europa e China para passar o rodo no dinheiro que ele e Eduardo tinham em bancos da China e Luxemburgo


Cabo - Pavimentação e Drenagem

Confira os últimos posts



27/09


2021

Toritama inicia cadastro de jovens para vacinação

Chegou a vez dos jovens de 12 anos ou mais se vacinarem contra a Covid-19 no município de Toritama, no Agreste. O cadastro para vacinação é feito pelo site da prefeitura www.toritama.pe.gov.br ou pelo disk-vacina (81) 9.9228-2075.

Os jovens devem comparecer acompanhados de seus pais ou responsáveis, portando preferencialmente RG e CPF ou RG e cartão do SUS.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina setembro 2

27/09


2021

UPE, Grupo DP e ACP firmam convênio de cooperação técnica

Hoje, a Universidade de Pernambuco (UPE) assinou convênio de cooperação técnica junto com o Grupo DP, em Pernambuco representado pela Concretta – Tecnologia e Pavimentação, e o município de Xexéu, com interveniência da Associação Comercial de Pernambuco (ACP). Estavam presentes o reitor da UPE, Pedro Falcão, o advogado e presidente da ACP, Tiago Carneiro, Carlos Campos, presidente do Grupo DP, e o prefeito de Xexéu, Thiago Gonçalves.

Durante o momento, as entidades afirmaram o comprometimento e ações como a assinatura do protocolo de intenções, de modo que fosse implantado o primeiro quilômetro de pavimento 100% ecológico, no Brasil e na América Latina.  Com propriedades inovadoras e ecologicamente sustentáveis, a novidade promete trazer para o setor de infraestrutura dos transportes uma alta durabilidade, resistência aos esforços mecânicos e ampla versatilidade em sua aplicação. “Mais uma parceria em prol do crescimento do nosso Estado. A Associação Comercial de Pernambuco segue com esse comprometimento social. Um passo de muitos que ainda virão", celebra Tiago Carneiro.

A cooperativa chega com diversas estratégias de planejamento. Uma delas é a escolha do município de Xexéu, na Zona da Mata Sul, por sua localização estratégica na divisa com Alagoas, onde se demarcou uma área no bairro de Campos Frios. Nesse local, ônibus escolares e veículos de grande porte trafegam por um trecho em aclive com aproximadamente 10 metros de elevação.  Ainda no bairro, haverá a mobilização de engenheiros europeus para a implantação do projeto, que desembarca no Recife neste final de semana.

“A assinatura desse convênio permite que a UPE estude a utilização de bio enzimas para pavimentação de estradas. E com isso ela cumpre seu papel social, que é de contribuir para desenvolvimento em Pernambuco, incluindo, mudanças nos padrões de construções de estradas pavimentadas, principalmente no interior do Estado. Assim, promovendo desenvolvimento econômico, social e ambiental orientados para o desenvolvimento sustentável", explica Márcia Macedo, pesquisadora da Universidade de Pernambuco e doutora em engenharia civil.

A escolha de Pernambuco para a cooperativa técnica se deu por sua localização geograficamente estratégica, além do seu porto em Suape, e da articulação interinstitucional da ACP, que trouxe todos os partícipes para a união de esforços em volta de uma revolução sem precedentes.

Projeto pioneiro, o Green Soils Technologies (GST) coloca Pernambuco na vanguarda da inovação tecnológica, do desenvolvimento sustentável e na criação de um novo modelo de cooperação, envolvendo a UPE, o empresariado e o poder público. Este projeto piloto, que é o primeiro no Brasil utilizando o GST, traz para Pernambuco, também, o pioneirismo para o uso de materiais não poluentes, 100% ecológico, bioreagente e biodegradável para a infraestrutura viária.

Já na próxima sexta-feira (01), aproveitando o aniversário de 30 anos da emancipação política do município de Xexéu, será entregue a população o resultado destes esforços, contemplando o momento de celebração, unido ao ápice do projeto, que contará com a presença de autoridades, políticos, empresários, acadêmicos e da população local.

A Associação Comercial de Pernambuco – ACP é a mais antiga entidade associativa do setor empresarial de Pernambuco, tendo sido fundada em 1839. Desde seus primeiros anos de vida, a ACP teve como princípio e como estratégia organizacional e de trabalho atuar de forma associativa e com a interação, a mobilização e a participação articulada da classe empresarial pernambucana.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

27/09


2021

Tribuna do leitor

Aí está um retrato abusivo do Governo do Estado. Trata-se de quatro funcionários efetivos do Detran, em pleno domingo, multado motoristas que usam, aos domingos, a faixa exclusiva do BRT.

O detalhe é que, aos domingos, o BRT não funciona, ou seja, o trânsito no final da Avenida Caxangá, sentido Camaragibe, engarrafa porque uma via do BRT não pode ser usada porque, aos domingos, é exclusiva para absolutamente nada.

O cobrador de impostos e punitivo Paulo Câmara não se importa nem com um detalhe tão ridículo. Parei e questionei os agentes de trânsito e recebi a seguinte resposta: “Procure seus direitos na justiça”. Com todo respeito aos engenheiros de Pernambuco, mas os imbecis que cuidam do trânsito são todos formados em engenharia de pesca.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/09


2021

Valdemar Costa Neto pede demissão de diretoria do Banco do NE

O presidente nacional do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, pediu, hoje, a demissão de toda a diretoria do Banco do Nordeste. A atual direção do banco foi indicada pelo Partido Liberal.

“Fui surpreendido, na sexta-feira à noite, com WhatsApp do presidente da República me questionando se eu tinha conhecimento no Banco do Nordeste, que tinha um contrato lá de aproximadamente R$ 600 milhões com uma ONG”, afirma em vídeo. O valor seria anual.

Segundo o Partido Liberal, já foi enviado ofício ao ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e à ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, com o pedido da demissão do presidente e de toda a diretoria.

“Achei uma barbaridade um banco contratar uma ONG por R$ 600 milhões por ano, aproximadamente. E isso há muitos anos. Quando eles entraram no banco, já tinham esse contrato, e nós não tínhamos conhecimento. Nós não podemos ter uma ONG contratada num banco da importância do Banco do Nordeste”, diz.

“O Partido Liberal não pode manter diretores em um banco que encontram uma situação dessas e não tomam providências”, completa Costa Neto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Microempreendedores

27/09


2021

Senadores derrubam veto à união de partidos em federações

Os senadores derrubaram, por 45 votos a 25, hoje, durante sessão do Congresso Nacional, o veto integral do presidente Jair Bolsonaro a um projeto que permite a dois ou mais partidos se unirem em uma federação partidária e atuarem de forma unitária em todo o país. As informações são do Portal G1.

O veto ainda precisa passar pela análise dos deputados, em sessão a ser realizada ainda na noite de hoje. Se for derrubado na outra Casa, a federação já valerá para as próximas eleições.

A proposta é uma bandeira dos partidos menores, como Rede e PCdoB, que temem não alcançar a chamada "cláusula de barreira", criada para extinguir legendas que não tenham um desempenho mínimo a cada eleição. Com a mudança, o desempenho seria calculado para a federação como um todo, e não para cada partido individualmente.

A federação de partidos, pelo texto aprovado no Congresso, permite a união de siglas com afinidade ideológica e programática, sem que seja necessário fundir os diretórios. A união deve durar, pelo menos, quatro anos. O partido que se desligar antes desse período perde, por exemplo, o acesso ao fundo partidário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru volta as aulas 2021

27/09


2021

Jornal O Poder lança grupos de WhatsApp temáticos

O jornal O Poder, o único em circulação através das redes sociais, lançou, com exclusividade, uma série de grupos temáticos de política no WhatsApp.

Nos grupos, serão divulgadas as matérias que já são publicadas no site, de acordo com os temas de cada comunidade.

Para fazer parte de um grupo, o leitor deve clicar no link disponível e escolher os temas de sua preferência: www.jornalopoder.com.br/grupos/


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

27/09


2021

Bolsonaro: Nada não está tão ruim que não possa piorar

"Nada não está tão ruim que não possa piorar", afirmou, hoje, o presidente Jair Bolsonaro em discurso durante solenidade no Palácio do Planalto. Bolsonaro fez a declaração na cerimônia de comemoração dos mil dias do governo, à qual estavam presentes ministros e parlamentares da base do governo.

"Alguém acha que eu não queria a gasolina a R$ 4? Ou menos? O dólar R$ 4,50 ou menos? Não é maldade da nossa parte. É uma realidade. E tem um ditado que diz: 'Nada não está tão ruim que não possa piorar'. Nós não queremos isso", afirmou.

Na última sexta-feira, o preço médio da gasolina era R$ 6,09, e, nesta segunda, o dólar é cotado a R$ 5,37. O contexto do discurso não permite afirmar se, na declaração, Bolsonaro estava se referindo à economia durante o governo dele ou atribuindo a governos anteriores a alta do combustível e do dólar.

Durante o discurso, momentos antes de se referir ao preço da gasolina e à cotação do dólar, o presidente faz menções aos governos petistas. "Se a facada [que sofreu durante a campanha eleitoral de 2018] fosse decisiva naquele momento, é só imaginar quem estaria no meu lugar. O perfil dessa pessoa, o seu alinhamento com outros países do mundo, em especial, aqui da América do Sul, onde nós estaríamos agora", afirmou em um trecho da fala, depois de se referir à Venezuela.

Em outro ponto, ele se exime de responsabilidade pela situação econômica do país: "Mil dias de governo com uma pandemia que muitos acham que o que acontece hoje no tocante à economia – inflação, preço de combustíveis, de alimentos, entre outros problemas – está acontecendo porque eu sou presidente. E não, em grande parte, pelo que nós passamos e estamos passando ainda."

No discurso, ele também se refere aos anos de governos petistas de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (entre janeiro de 2003 e maior de 2016): "Você já sabe qual o filme do futuro porque você viveu 14 anos passados esse filme. E pode ter certeza, não serão apenas mais 14 anos. Serão no mínimo 50. É isso que queremos para a nossa pátria?".

O discurso culmina com o comentário sobre a gasolina e o dólar: "Nada não está tão ruim que não possa piorar", afirmou, antes de fazer menção a uma passagem bíblica e encerrar o pronunciamento.

Na mesma cerimônia, Bolsonaro também disse que as Forças Armadas não cumprirão eventual ordem dele ou de outro governante considerada "absurda" e assinou a revogação de 892 decretos com normas consideradas desnecessárias por já terem perdido validade ou eficácia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos Souza

Um homem que não tem pulso pra assumir suas posições, e talvez nem as tenha... Um homem que instiga e depois abandona apoiadores... Um homem que se exime de qualquer responsabilidade... Esse homem não pode ser considerado um líder. Esse cara tem feito do Brasil uma piada diária.

Joao

Seja qual fosse o presidente eleito em 2018, menos essa desgraça que aí está, seria muito melhor. Presidente inepto, cercado de lambe-botas incompetentes, todos guiados por uma ideologia imbecil, associado a um fanatismo evangélico idiota, comandado por gente como Silas mala sem alça.


Pousada da Paixão

27/09


2021

Prefeito celebra conquista de motoniveladora para Brejo

O gestor do município de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora, conquistou, através do secretário nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional, Tiago Pontes Queiroz, uma máquina motoniveladora (Patrol) 0 km. A patrol é de última geração, além de todos os itens necessários aos serviços de terraplanagem a máquina oferece mais conforto e segurança ao operador, já que possui cabine coberta, com vidro nas laterais e equipada com som e ar-condicionado.

O prefeito Roberto Asfora reuniu-se com Tiago Pontes e falou sobre a parceira que tem rendido frutos para o município. “Tiago Pontes é um irmão que tem ajudado muito nosso município, conseguimos essa nova Patrol para melhorar trafegabilidade na zona rural e em breve novas conquistas estarão vindo para melhorar a qualidade de vida de nova população”, disse.

O município tem mais de 840km quadrados e é detentor de uma das maiores áreas rurais do Estado de Pernambuco, são aproximadamente 2 mil quilômetros de estradas rurais. Na sua primeira passagem pelo poder público, Asfora conquistou duas motoniveladoras que sempre serviram às comunidades rurais, ao voltar, Roberto encontrou apenas uma máquina funcionando. Com a nova conquista, agora são três máquinas conquistadas pelo governo Roberto Asfora. “Sempre busquei trabalhar nas comunidades rurais. Estradas boas trazem dignidade ao homem do campo que depende delas para escoar seus produtos e aquecer nossa economia. Nossa gestão vai recuperar a outra máquina e vamos ter as três em pleno funcionamento”, enfatizou o prefeito.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC Agosto 2021

27/09


2021

Floresta: Rorró assina ordem de serviço de quadra poliesportiva

Na última quinta-feira, a prefeita de Floresta, Rorró Maniçoba (PSB), assinou a ordem de serviço para início da obra de construção de um ginásio poliesportivo no distrito de Nazaré do Pico, zona rural do município. O novo espaço de esporte e lazer é fruto da emenda parlamentar do ex-deputado federal Kaio Maniçoba, atual presidente do IPA (Instituto Agronômico de Pernambuco) e contrapartida da Prefeitura Municipal.

Segundo a prefeita, serão investidos R$ 810.112,80 mil na construção do novo equipamento que levará mais opção de lazer e esportes para os jovens e a população daquela comunidade. Em sua fala, Rorró se disse feliz por poder trabalhar para melhorar a vida dos florestanos.

“Se tem uma coisa que me deixa feliz é saber que vamos realizar algo para melhorar a vida de muita gente. Iniciaremos as obras do Ginásio Poliesportivo, graças a emenda do ex-deputado Kaio Maniçoba, que sempre tem trabalhado por nossa gente”, afirmou.

A solenidade realizada no Distrito de Nazaré do Pico contou com as presenças do ex-deputado e atual presidente do IPA, Kaio Maniçoba; do administrador distrital, Rominho; dos vereadores Victor Laert e Pedro Henrique Lira, além de secretários municipais.

Durante o evento, a prefeita também ressaltou que a sua gestão está investindo R$ 163.166,33 em novos veículos, complementando emendas dos Deputados Gonzaga Patriota (PSB) e Fabrizio Ferraz, recebidas para a compra de carros para a saúde. Segundo Rorró Maniçoba, esses investimentos só estão sendo possíveis devido a equilíbrio promovido nas contas da prefeitura de Floresta e a ousadia de investir no melhor para a população.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Agosto 2021

27/09


2021

Governadores discutem inovações sustentáveis

A crise hidroenergética vivenciada atualmente no Brasil é um problema sistêmico que exige uma articulação para políticas públicas integradas, com soluções ágeis e agregadoras para um futuro sustentável. Para apoiar no enfrentamento desta crise e preparar o país para o contexto de incerteza hídrica, o Centro Brasil no Clima (CBC) vem articulando com governadores o desenvolvimento de soluções socioeconômicas inovadoras, no âmbito das parcerias estratégicas para a implementação do Acordo de Paris (SPIPA, em inglês). Entre elas está o projeto HidroSinergia, que será tema do Encontro Estratégico Inovações Sustentáveis na próxima terça-feira (28) e visa fomentar uma economia verde e inclusiva comprometida com o Acordo de Paris.

O “Encontro Estratégico Inovações Sustentáveis”, das 10h às 11h30 por plataforma virtual, terá participação do senador Jacques Wagner, presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado, do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, do governador da Bahia, Rui Costa, do Embaixador da União Europeia, Ignacio Ybáñez, do diretor executivo do Centro Brasil no Clima (CBC), Guilherme Syrkis, do coordenador de Energia do iCS, Roberto Kishinami, da coordenadora do Programa de Hidrogênio Verde da GIZ, Kristina Kramer, e dos secretários de Meio Ambiente de Pernambuco, José Bertotti, da Bahia, Marcia Telles, do Ceará, Artur Bruno e do Espírito Santo, Fabricio Machado.

O HidroSinergia é um projeto do Instituto Clima e Sociedade (ICS) e do Centro Brasil no Clima (CBC) e abrange quatro eixos: (1) a regeneração hidroambiental do Rio São Francisco, (2) a produção de hidrogênio verde para substituir combustíveis fósseis, (3) a expansão das energias renováveis (eólica e solar) em áreas secas e pobres do semiárido e (4) a capacitação profissional com geração de empregos verdes para reduzir desigualdade.

Segundo o coordenador do projeto, Sérgio Xavier, trata-se de uma aliança para interligar políticas públicas, conhecimentos, ideias e investimentos no Nordeste brasileiro. “A questão da sustentabilidade e da economia verde é urgente. Além da pandemia, o Brasil vive uma grave crise hidroenergética e um contexto de deterioração ambiental, com aumento do desmatamento e das emissões de CO2. Somado a isso, o país precisa enfrentar índices crescentes de pobreza e desemprego”, afirma.

O HidroSinergia soma-se à iniciativa “Governadores Pelo Clima”, coalização que conta com a união de 25 governadores brasileiros comprometidos com o enfrentamento à crise climática e o desenvolvimento de um pacto para a construção de uma nova economia focada na descarbonização do planeta. O HidroSinergia atua com as   principais instituições ambientais do Brasil e dos Estados que compõem o Semiárido brasileiro e/ou se relacionam com a Bacia do São Francisco – Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, que juntos buscam soluções para questões climáticas, sociais e econômicas.

De acordo com Roberto Kishinami, coordenador do portfólio de energia do iCS, “o Nordeste brasileiro tem potencial de assumir um papel central no processo de descarbonização mundial e, como consequência, prover mais oportunidades de autonomia e mais qualidade de vida para sua população. A região já possui a geração eólica mais barata do mundo e tem tudo para se tornar um polo global de produção de hidrogênio verde, permitindo que esse insumo se torne competitivo mais rapidamente”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha