Jaboatão - Nova UBS PET

17/06


2014

Quatro pessoas são detidas na desocupação do Estelita



























G1.


Quatro manifestantes foram detidos e vários outros ficaram feridos durante a reintegração de posse do terreno do Cais José Estelita, na área central do Recife, na manhã desta terça-feira (17). Pelo menos três pessoas foram socorridas para hospitais do Grande Recife. Entre os detidos há dois estrangeiros - um peruano e outro argentino. Foram instalados tapumes na entrada do terreno.

De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco, que permanece na área, o local está desocupado

Todos os detidos foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, no bairro de Campo Grande. Segundo o capitão Júlio Aragão, eles serão investigados por "desobediência, por ameaça e incitação de violência". Os quatro já prestaram depoimento e contra eles foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desacato e resistência, contravenções de menor potencial ofensivo.

O Corpo de Bombeiros informou que três pessoas precisaram ser removidas para unidades de saúde. Duas delas foram levadas ao Hospital Tricentenário de Olinda: uma mulher que desmaiou e um rapaz de 18 anos que foi atingido por estilhaços de bomba de efeito moral.

De acordo com a unidade de saúde, o manifestante sofreu arranhões leves no peito e no braço, mas já teve alta. A outra manifestante inalou muito gás lacrimogêneo e segue em observação, sem previsão de alta. Um outro homem foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife.
 
“Nós fomos surpreendidos pelo descumprimento de um acordo firmado por duas secretarias de Pernambuco, a de Defesa Social e a de Direitos Humanos, e o Ministério Público, que haviam firmado um ajuste com o movimento. Eles deram a palavra de que o mandado de reintegração de posse só viria ser cumprido com aviso prévio de 48 horas para que nós pudéssemos, voluntariamente, desocupar o espaço, sem necessidade de uso da violência”, apontou Liana Cirne Lins, advogada e integrante do grupo Direitos Urbanos (DU).

Segundo ela, os advogados dos manifestantes foram impedidos de entrar no terreno pelos policiais. “Fui empurrada pela polícia para fora e inclusive fui vítima de violência [...] Quando a própria advogada é vítima de agressão policial como eu fui, apanhei com cassetete do policial do Gati [Grupamento de Apoio Tático Itinerante da PM] sem nenhuma necessidade, acho que isso é ilustrativo do que aconteceu com os ativistas pacíficos. Ficou notória a intenção de cumprir o mandado com o máximo de violência”, afirmou Liana Cirne.

"O Batalhão de Choque esteve presente para garantir o cumprimento do mandado de reintegração de posse, por ordem da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Pernambuco. A negociação começou a partir das 5h15 e por volta das 6h17 a Polícia Militar teve que dar cumprimento ao mandado porque havia uma resistência e uma clara ameaça ao cumprimento”, afirmou o capitão Júlio Aragão, assessor de comunicação da PM.

Segundo o PM, os policiais devem permanecer no local. "Vai ser necessário fazer a segurança para que os manifestantes não retornem. É uma área privada e vai ser entregue ao dono do terreno. A gente alerta os manifestantes e outros interessados que a ocupação desse terreno, tendo uma medida judicial em vigência, é um ato criminoso, um delito, e se assim for feito, se invadir, e houver determinação novamente da Justiça, a PM vai cumprir aquilo que estiver estabelecido em lei", completou.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social, foi tentada uma negociação para a saída dos manifestantes ao longo de 15 dias, após a reunião feita com a Secretaria de Direitos Humanos e representante do grupo Direitos Urbanos. Segundo a SDS, na reunião desta segunda (16), na Prefeitura do Recife, os manifestantes voltaram a afirmar que não sairiam do terreno, o que teria impossibilitado a negociação. Deste modo, conforme a SDS, a PM cumpriu a ordem judicial porque não houve acordo.

Início da desocupação - O Batalhão de Choque, o Regimento da Polícia Montada e a Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIP-Cães) da Polícia Militar fizeram um bloqueio no terreno para cumprir o mandado. Quem passou pelo local pela manhã ouviu o barulho de bombas de efeito moral e fumaça perto das barracas da ocupação. Um bloqueio policial foi montado na altura do Cabanga e nenhum carro pôde entrar na avenida do Cais.

No local, a Polícia Militar apresentou um documento onde afirma que a intenção é apoiar a oficial de justiça designada para cumprir a decisão do juiz. Apesar do mandado de reintegração de posse do terreno ter sido emitido no dia 29 de maio, havia um acordo entre os manifestantes e a PM de que seria feito um levantamento sobre o tipo de ocupação no Cais antes da retirada do grupo.

Segundo o advogado Alexandre da Maia, integrante do Direitos Urbanos, a PM informou que seria montado um esquema de desocupação junto com os envolvidos na situação. A data da reintegração de posse não ficou definida durante a reunião realizada no dia 2 de junho, que envolveu as secretarias de Defesa Social (SDS), de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH) e representantes do Direitos Urbanos (DU).

Em nota, o Consórcio Novo Recife, responsável pela obra, disse que "a ilegalidade da ocupação ocorrida no dia 21 de maio foi reconhecida pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, ao determinar a imediata desocupação do referido imóvel. O não acatamento pelos ocupantes da ordem judicial resultou na determinação de uso da força policial para o cumprimento do mandato de reintegração expedido pelo Tribunal de Justiça". Veja mais abaixo a íntegra do comunicado das construtoras.

Também em nota, a Prefeitura do Recife informou que está conduzindo o diálogo e a negociação sobre o projeto Novo Recife com a participação de órgãos como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Observatório do Recife, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE) e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU). Até o momento, foram realizadas quatro reuniões em que houve a escuta dos representantes do Movimento Ocupe Estelita, Consórcio Novo Recife e Ministério Público Estadual e Federal.

















Acordos recentes -
Na segunda-feira (16), em uma reunião na Prefeitura do Recife, foi fixado um prazo de 30 dias para serem estabelecidas as novas diretrizes urbanísticas para a área do Cais José Estelita.

Participaram entidades como o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Uma proposta de procedimentos foi assinada e será encaminhada ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Ministério Pública Federal (MPF), Consórcio Novo Recife e movimento Ocupe Estelita, que devem participar do processo de elaboração do novo projeto imobiliário para a área.

Na ocasião, foi combinada a convocação de uma audiência pública pela Prefeitura do Recife após o estabelecimento dessas diretrizes. O Consórcio Novo Recife terá, então, mais trinta dias para realizar o redesenho do projeto. Depois disso, o acordo é realizar uma nova audiência pública para que novas contribuições sejam feitas pelos envolvidos, mediante aprovação da prefeitura.

Em relação à reintegração de posse do terreno, o prefeito Geraldo Julio disse que o assunto não foi tratado na reunião, mas que deve ser realizado em um acordo entre o movimento e as construturas.

Assinaram o documento representantes do CAU, IAB, Crea, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), UFPE, Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Centro Dom Helder Câmara de Estudos e Ação Social (Cendhec), Observatório do Recife e Fórum Estadual de Reforma Urbana (Feru).

Entenda o caso - A área do cais foi ocupada em 21 de maio por manifestantes contrários ao projeto Novo Recife, plano imobiliário de um grupo de construtoras que prevê a construção de torres residenciais e comerciais num terreno de 10 hectares, no Centro Histórico do Recife. Eles pedem a nulidade do processo administrativo que aprovou o projeto, que hoje é objeto de ações judiciais questionando sua legalidade.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) concedeu a reintegração de posse da área, atendendo a um pedido feito por advogados do Consórcio Novo Recife. O DU e o Ministério Público recorreram da decisão, que ainda não foi analisada pela Justiça estadual. No dia 3, a Prefeitura do Recife anunciou a suspensão da licença que permitia a demolição de galpões da área do cais.

No dia 5, o engenheiro Eduardo Moura, representante da Moura Dubeux Engenharia, afirmou que o Consórcio Novo Recife concorda em produzir um novo projeto para o terreno.

A polêmica - Em 2013, a Prefeitura do Recife aprovou novas medidas referentes ao polêmico projeto imobiliário, exigindo novas ações mitigadoras - tomadas para compensar os possíveis danos causados pela construção. O valor da compensação subiu de R$ 32 milhões para R$ 62,7 milhões, com a inclusão de biblioteca, túnel e um parque linear, entre outros itens.

Um termo de compromisso entre a gestão municipal e consórcio de construtoras responsável pelo Projeto Novo Recife foi assinado na ocasião.

Desde que foi criado, em 2012, o projeto é alvo de polêmicas. Cinco ações questionam o Novo Recife: uma civil pública do Ministério Público estadual, uma do Ministério Público federal e três ações populares. As ações populares pedem a nulidade do ato administrativo do Conselho de Desenvolvimento Urbano (CDU) que aprovou a proposta imobiliária no fim de 2012.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

VAMOS FAZER O SEGUINTE: QUEM É A FAVOR DESSA ESCULHAMBAÇÃO DE INVADIR O QUE É DOS OUTROS, ENTÃO BOTE O DINHEIRO PARA PAGAR OS PREJUÍZOS, PORQUE DE BOCA EU SOU LEONARDO DI CAPRIO, O REI DO SIÃO, É MUITO FÁCIL FALAR.

aurilio florido da paixao

tem de ver se o procurador pode ser advogado deste assunto,a OAB esta ai para se pronuciar,tem de ser justo

araceli carneiro

Primo ou não tiago noroes, escrevam ai, é procurador geral do estado e advogado da moura dubeux. ele come de todo lado, entendeu? e a oab nada faz?

Renato Santos

Só por hoje vou sair do meu normal e vou me utilizar do veneno dos habituais comentaristas daqui mas a verdade é que estes filhotes de pomba precisam seguir direitinho a cartilha do coronel. É mesmo todos uns FILHOS DA PUTA.

Saulo Alves

Uma cambada de vagabundo e isso que é esse invasores, tem mais é que arrumar uma trouxa de roupas para lavar!!!


Cabo - Pavimentação e Drenagem

Confira os últimos posts



29/09


2014

Marina hoje no Recife e Caruaru: intensificar campanha

Marina Silva em caminhada na Zona Norte do Recife (Foto: Luna Markman/G1)

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva (PSB), estará em Pernambuco hoje, para uma agende intensa da campanha, destinada a segurar seus índices nas pesquisas no Estado  e alavancar ainda mais seu candidato ao governo Paulo Câmara(PSB), que avança para ganhar a eleição, segundo as últimas pesquisas. Na programação estão comícios em Caruaru, onde ela faz seu primeiro ato político nesta campanha, e no Recife.

Em Caruaru está programado que Paulo Câmara fará uma  carreata no início da tarde, terminando num comício no marco zero da cidade, no qual, por volta de 17h, estará Marina Silva, após se encontrar com caravana de Paulo Câmara na praça Coronel Porto. Após o comício de Caruaru, Marina volta ao Recife, onde comandará um grande comício no Paço da Alfândega, no Recife Antigo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

djane

NORDESTE

josenildo de lima cordeiro

A onda Marina acabou, pode não ir nem para o segundo turno.

Vital Cordeiro

Marina vem aqui e ficará sabendo que esta´perdendo também. Por enquanto 43% a 40. Dilma na frente e Nordeste fechado com ela.


Petrolina setembro 2

29/09


2014

PT solta nota repudiando racha no partido em Pernambuco

 O PT de Pernambuco distribuiu nota na noite de ontem atacando o grupo do partido que decidiu bandear-se para a candidatura do pessebista Paulo Câmara, abandonando o palanque do candidato Armando Monteiro(PTB) ao governo do Estado, e da presidente Dilma Rousseff à Presidência da República. Os dissidentes que deixaram a campanha petebista pertencem à tendência PTLM (PT de Lutas e Massas).

Abaixo, na íntegra, a nota do PT pernambucano, presidido pela deputada Teresa Leitão: 

''''PT/PE - NOTA DA COORDENAÇÃO POLÍTICA

A coordenação política do PT-PE nas campanhas majoritárias em Pernambuco (Dilma, Armando e João Paulo) torna públicas as seguintes posições:

1.    De firme repúdio à posição anunciada pela tendência PTLM (PT de Lutas e Massas) de declarar apoio aos adversários do PT, de Dilma e dos nossos candidatos majoritários;

2.    Essa posição é inaceitável e inadmissível, rompendo com a democracia petista e afrontando decisões legítimas das instâncias do PT-PE que aprovaram a candidatura de Armando Monteiro a governador e de João Paulo a senador, após debates e deliberações com a participação ampla de todos(as) os(as) petistas;

3.    Essa posição trai a candidatura Dilma ao decidir apoiar os seus principais adversários em Pernambuco e no Brasil;

4.    Minoritário no partido, esse grupo escolheu fazer o jogo dos nossos adversários e se excluiu do PT com essa atitude apequenada, típica dos que priorizam seus interesses em detrimento do projeto de mudanças que o PT lidera;

5.    Convocamos a nossa militância a prosseguir nas ruas para consolidar as grandes vitórias de Dilma, de Armando e de João Paulo, aprofundando as mudanças e transformações promovidas pelos governos petistas em nosso Estado e no País.

Recife, 28 de setembro de 2014

COORDENAÇÃO POLÍTICA DO PT-PE ''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

djane

CHEGUE MEU FILHO, QUANTO MAIS MELHOR.

aurilio florido da paixao

eita já estão brigando e? cuidado quando tem isso vem derrota, isto e normal no PT, a culpa da derota vai ser esta briga ou racha. vão botar pra fora, não precisa a derota esta pertinho calma

adilson jose da silva

Esses que ,agora, reclamam da posição desses dissidentes, fizeram a mesma coisa com o João da Bosta, digo Costa.

antonio silva

É preciso fazer uma faxina geral no partido.Fora os Gilsons da vida. Oscar e companhia.Tenham vergonha na cara.

antonio silva

Todos sabiam que mais cedo, ou mais tarde o pseudo capa preta dessa corrente,iria debandar-se para o apoio aos nossos adversário. Até porque ele pleiteou a suplência na chapa para o senado,e lhe foi negado.É um oportunista de carteirinha,visa exclusivamente beneficiar-se com cargos.Expulsão já .


Sindicontas

29/09


2014

Corrupção: PT admite que chegou quebrado à eleição

 Apesar da recuperação de Dilma Rousseff na reta final do primeiro turno, dirigentes do PT já consideram que o partido chegará às urnas em seu momento de maior desgaste. avalia Bernardo Mello Franco, na Folha de S.Paulo desta segunda-feira.

Diz o colunista que em conversa na semana passada, Lula concordou ao ouvir de um ministro que o partido ficou ''refém'' de escândalos de corrupção e permitiu que sua imagem fosse manchada de maneira quase indelével. Para os petistas, a sucessão de denúncias fulminou a sigla em Estados como São Paulo, Rio e Paraná.

''O PT detectou que os eleitores comparam a corrupção na Petrobras ao mensalão. A reação é negativa, mas os grupos monitorados não têm ''paciência'' para interpretar o escândalo.''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

djane

DEPOIS......... SE RECUPERA TUDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO.

ObservatorioDoPovo

Filósofo é bom



29/09


2014

Marina mente sobre CPMF, diz comercial de Dilma na TV

Blog de Fernando Rodrigues

A campanha de Dilma Rousseff (PT) colocou ontem no ar um comercial de 30 segundos no qual afirma que Marina Silva (PSB) mentiu sobre como foi seu voto no Senado a respeito da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

Vários veículos da mídia já haviam registrado essa contradição na fala da candidata do PSB, repetida em alguns eventos de campanha. Ela afirmou em 26.ago.2014, durante o debate entre presidenciáveis na TV Bandeirantes, que seu voto foi a favor da CPMF durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Ocorre que os registros do site do Senado indicam que Marina votou contra a CPMF em 1995 e em 1999.

O comercial de Dilma Rousseff é duríssimo contra Marina. Faz parte da estratégia conduzida pelo marqueteiro João Santana de desconstruir a imagem da candidata do PSB. Eis o roteiro integral da propaganda:

[Imagem de Marina Silva - Locutor inicia narração]: Marina diz que não quer ser eleita em cima de uma mentira.

[Imagem de Marina falando no debate da Band, em 26.ago.2014]: Quando foi a votação da CPMF, ainda que o meu partido fosse contra, em nome da saúde, em nome de respeitar os interesses dos brasileiros, eu votei favorável, mesmo sendo do seu governo, o PSDB [era uma resposta ao tucano Aécio Neves].

[Locutor narra sobre imagens de arquivos oficiais de votações do Senado]: Os documentos do Senado registram a verdade. Marina fez duas vezes o contrário do que diz. Mudar de opinião, ainda vá lá… Agora, falar que fez o que não fez, isso tem outro nome”.

[Fim do comercial de 30 segundos].


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

djane

SE É PRA FALAR DE MENTIROSO, POR ONDE EU COMEÇO. ORA VAI CONVERSAR M. LÁ NA TUA CASA.

ANTONIO JOSE DE ASSIS JUNIOR

O comercial do PT apenas afirma o que os documentos do senado confirmam. A bláblárina mentiu no debate da Band e confirmou ontem no debate da Record. Mentiu e insistiu na mentira. É muito cara de pau!!!

jota

Marina Mente Sobre CPMF,Vários Veículos da Mídia Já Haviam Registrado Essa Mentira na Fala da Marina, Repetida em Eventos de Campanha.Ela Afirmou em 26.Ago.2014,Durante o Debate na TV BAND,Que Seu Voto Foi a Favor da CPMF Durante o Governo FHC (PSDB)Marina Estar Mentido Votou Contra é Mentirosa;

Costa/PE

PELO VISTO TEM GENTE QUE SE BENEFICIOU DA INCLUSÃO DIGITAL DO PT, MAS NÃO CONSEGUIU SE LIBERTAR DA IMBECILIZAÇÃO POLITICA, É CLARO QUE MARINA MENTE ATE CEGOS SABE, USEM OS OUVIDOS E OUÇAM. MARINA SEMPRE MENTE, POR ISSO O APELIDO DE BLABLABLA, FALA MUITO PARA ENGANAR QUEM ESCUTA. DILMA 2014.LULA 2018

adilson jose da silva

A hipocrisia é tão grande que os PTRALHAS, para tentar prejudicar a Marina, confessam que votaram contra a CPMF, assim como votaram contra o plano de estabilização econômica de Fernando Henrique, que criou o real.


Ipojuca - Microempreendedores

29/09


2014

Dilma intensifica ataques a Marina em debate na TV

 No quarto e penúltimo debate entre os candidatos à Presidência antes do primeiro turno, a presidente Dilma Rousseff (PT) intensificou na noite deste domingo (28) a estratégia de campanha do PT de tentar colar na rival a imagem de uma política não confiável e que muda de posição ao sabor das circunstâncias.

De acordo com a última pesquisa do Datafolha, Dilma (40% das intenções de voto) e Marina (27%) disputariam o segundo turno caso as eleições fossem hoje.

Seguindo a mesma linha de uma propaganda que sua campanha levou ao ar neste domingo, a petista acusou a pessebista, no debate promovido pela TV Record, de ter mentido sobre a posição que ela adotou, no Senado, durante as votações relacionadas à CPMF.

O chamado ''imposto do cheque'', que retinha parte da movimentação bancária da população, vigorou no país até 2007.

A CPMF foi criada em 1996 por uma lei que destinou seus recursos ao Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza. Anos depois, o fundo foi incorporado junto com o tributo ao texto da Constituição, para garantir a vinculação de seus recursos à saúde e tornar mais difícil qualquer tentativa de acabar com ele.

Como o objetivo de dizer que não faz ''oposição por oposição'', Marina vinha afirmando que votou a favor da criação da CPMF apesar de seu partido na ocasião, o PT, ter sido contra o tributo.

''Não entendo como a senhora pode esquecer que votou quatro vezes contra a criação da CPMF. Atitudes como essa demonstram insegurança. Me estarrece como a senhora não lembra disso'', afirmou Dilma logo na abertura do debate.

A pessebista rebateu afirmando que é alvo de uma onda de ''calúnias e boatos''. E lembrou que a votação da CPMF passou por várias etapas. Segundo ela, na discussão do fundo de combate à pobreza, votou a favor.

''Eu tenho total coerência com as posições que defendo e foi por isso exatamente que eu disse que não faço oposição por oposição, que eu sei o que é melhor para o Brasil.''

Em 26 de agosto, no debate na TV Bandeirantes, Marina afirmou: ''Quando foi a votação da CPMF, ainda que o meu partido fosse contra, em nome da saúde, em nome de respeitar o interesse dos brasileiros, eu votei favorável mesmo [a proposta] sendo do seu governo, o PSDB''.

Nesta segunda, a campanha de Marina irá soltar nota dizendo que a então senadora, no começo da discussão, votou contra a CPMF, mas que depois defendeu dentro do PT uma mudança de posição como forma de aumentar os recursos do combate à fome.

MARKETING

Os ataques a Marina seguem a estratégia adotada pela campanha petista desde que a pessebista colou em Dilma e passou a derrotá-la nas pesquisas que simularam a disputa no segundo turno.

Entre outros pontos, a propaganda petista acusou a rival de representar uma ameaça aos programas sociais e a desprezar os recursos do pré-sal. Depois do início dessa artilharia, Dilma voltou a superar Marina no primeiro turno e, segundo o Datafolha, está numericamente à frente da oponente na simulação de segundo turno, embora no limite da margem de erro.

A campanha do PT atribui aos ataques a melhora de Dilma nas pesquisas

No debate deste domingo, a presidente da República voltou a martelar um dos pontos da artilharia, que é acusar Marina de ameaçar a continuidade dos programas sociais ao defende uma revisão da política de subsídios dos bancos públicos.

Marina voltou a repetir que caso eleita não irá interromper nenhum dos programas sociais do governo federal.

''A senhora mudou de partido quatro vezes [na verdade foram duas] nesses três anos. Mudou de posição de um dia para outro em termos, em problemas de extrema importância, como a CLT [Consolidação das Leis do Trabalho], a homofobia e o pré''''sal'', atacou Dilma.

A petista se referia a recuo de Marina em seu programa de governo na proposta à comunidade gay e à menção lateral ao pré-sal. Sobre a CLT, o PT divulga a versão de que Marina pretende tirar direito dos trabalhadores, o que a candidata do PSB nega com veemência.

No debate, Aécio Neves (PSDB) tentou manter a polarização com Dilma Rousseff como forma de sinalizar que ainda está vivo na disputa. Segundo o Datafolha, ele está com 18% das intenções de voto, nove atrás de Marina.

O quinto e último debate entre os candidatos à Presidência será realizado na quinta-feira (2), na TV Globo, três dias antes da realização do primeiro turno das eleições.(Da Folha de S.Paulo - Andréia Sadi, Catia Seabra, Daniela Lima, Marina Dias, Natuza Nery e Ranier Bragon) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

djane

COMO EDUARDO ESTÁ FAZENDO FALTA, PARA CADA MENTIRA UMA RESPOSTA.

jota

Marina Mente Sobre CPMF,Vários Veículos da Mídia Já Haviam Registrado Essa Mentira na Fala da Marina, Repetida em Eventos de Campanha.Ela Afirmou em 26.Ago.2014,Durante o Debate na TV BAND,Que Seu Voto Foi a Favor da CPMF Durante o Governo FHC (PSDB)Marina Estar Mentido Votou Contra é Mentirosa;

Costa/PE

MARINA MENTE, MARINA CHORA, MARINA VOLTA ATRAS SEMPRE, MARINA NÃO AGUENTA PRESSÃO, E AI? MARINA NÃO PODE SER PRESIDENTE. DILMA 2014 - LULA 2018 FIRME E FORTE DE NOVO COM A VONTADE DO POVO.


Caruaru volta as aulas 2021

29/09


2014

Raspando o tacho: presidenciáveis em busca de grana

 A campanha petista avisou a dirigentes que vai segurar o repasse de dinheiro aos comitês estaduais esta semana. A justificativa é que Dilma determinou uma poupança maior para o segundo turno.

Com estrutura mais modesta, a equipe de Marina já gastou boa parte do que arrecadou, mas confia que o empresariado estará disposto a doar mais para derrotar Dilma.

A campanha de Marina vai reforçar o discurso contra o PT para isolar Aécio. Os pessebistas dirão que a reeleição de Dilma levará ao ''retrocesso'' de conquistas dos últimos anos. As informações são de Bernardo Mello Franco, na Folha de S.Paulo desta segunda-feira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

29/09


2014

PSB pede ao MPF apuração sobre ''espionagem'' a Marina

:

Embora o Ministério da Justiça tenha emitido nota oficial no sábado (27) negando ''perseguição'' à candidata do PSB à presidência da República, Marina Silva, o partido promete acionar o Ministério Público Federal para pedir apuração sobre suposto o uso da estrutura da pasta para ''espionar'' a socialista.

''Houve uma intervenção não republicana do Estado para fins eleitorais e partidários'', disse o deputado Walter Feldman(foto), coordenador da campanha de Marina, ao comentar as informações de que o secretário nacional de Justiça, Paulo Abrão, visitou no dia 5 de setembro, à noite, o diretor da Polícia Federal, Leandro Daiello, para se informar sobre um inquérito que corria em segredo de Justiça e investigava supostas irregularidades cometidas no Ministério de Meio Ambiente na gestão de Marina.

Segundo a revista Veja, o encontro não constava da agenda oficial de Abrão e teria ocorrido a pedido do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. O inquérito investigaria suspeita de corrupção em benefícios que teriam sido concedidos à empresa de cosméticos americana Natural Source International Ltda. Entre os nomes citados na investigação estaria o do empresário Guilherme Leal, dono da Natura e ligado a Marina. Abrão justificou que buscava informações para uma revista. Mas não disse qual.

''Isso que ocorreu foi muito grave e compromete todas as instituições democráticas. Nosso departamento jurídico já foi acionado. É a inversão deslavada do uso da estrutura do Estado, o que nos leva a perder a credibilidade nas instituições'', disse Feldman.(Do Portal BR 247)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jota

Marina Mente Sobre CPMF,Vários Veículos da Mídia Já Haviam Registrado Essa Mentira na Fala da Marina, Repetida em Eventos de Campanha.Ela Afirmou em 26.Ago.2014,Durante o Debate na TV BAND,Que Seu Voto Foi a Favor da CPMF Durante o Governo FHC (PSDB)Marina Estar Mentido Votou Contra é Mentirosa;


Pousada da Paixão

29/09


2014

TSE manda Dilma retirar sua propaganda de prédios

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Tarcísio Vieira de Carvalho determinou que a coligação ''Com a Força do Povo'', da presidente Dilma Rousseff, que tenta se reeleger, suspenda ''imediatamente'' projeções com propaganda eleitoral feitas em prédios e monumentos de sete cidades do País.

O TSE concedeu medida liminar em favor da coligação do candidato do PSDB, Aécio Neves, a ''Muda Brasil'', para interromper propaganda em ''outdoors eletrônicos'' veiculadas em São Paulo (SP), Guarulhos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS) e Vitória (ES).  Os advogados da coligação de Aécio alegam que as propagandas ocorrem em pontos turísticos de fluxo intenso de pessoas e têm forte apelo visual.

Para o ministro Tarcísio Vieira, a utilização da fachada de prédios, bens públicos e particulares, para a projeção cinematográfica de propagandas eleitorais típicas, sobretudo em tamanho superior a quatro metros quadrados e impacto visual significativo, ''além de aparentemente violar a legislação eleitoral, atenta contra o equilíbrio e a igualdade entre candidatos na disputa eleitoral''.  (Portal BR 247)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC Agosto 2021

29/09


2014

Ninguém pensa no futuro

Carlos Chagas

 Dentro de uma semana, precisamente, estará sendo escolhido o novo Congresso. Dizia o dr.Ulysses, com humor, que pior do que o atual, só o próximo. A pergunta que se faz é sobre os limites da renovação, em especial na Câmara dos Deputados. É possível que não chegue a 50%. Nos principais partidos, os caciques deverão conservar suas cadeiras, exceção dos candidatos a governador ou ao Senado, aliás, poucos. Indaga-se da hipótese de, desta vez, ser aprovada a reforma política, mas as chances são poucas. Talvez a proibição de doações pelas empresas nas campanhas eleitorais, com o financiamento público ainda indefinido. Jamais a cláusula de  barreira para limitar o número de partidos políticos, muito menos o voto distrital e a votação para deputado federal em listas partidárias. Nem a revogação do princípio da reeleição.

O novo Congresso continuará dando sustentação ao palácio do Planalto,  qualquer que venha a ser a  presidente da República, Dilma ou Marina.  A conclusão é  de que o  governo permanecerá em condomínio com os partidos, funcionando o PMDB como tijolo de  sustentação tanto de uma quanto de outra das candidatas. Neste  caso, com o PT ao lado e o PSDB na oposição. Naquele, invertendo-se a equação, ou seja, os companheiros na oposição e os tucanos no governo.

Mudará alguma coisa?  Nem pensar. Dos programas de assistência social ao  orçamento insuficiente,   da ineficiência administrativa à insegurança nas ruas, da farra das empreiteiras à indigência dos municípios – o país será o mesmo. Tanto o Congresso quanto o Executivo continuarão olhando para o próprio  umbigo, pensando nos próximos quatro anos. Ninguém, em funções de relevo, cogita do que será o Brasil dentro de vinte,   trinta ou cinqüenta anos. O futuro não faz parte das preocupações nacionais, até porque os políticos de hoje não estarão mais aqui. Não é problema deles.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Agosto 2021

29/09


2014

O Ibope do debate da Record

Um debate sem novidades

Um debate morno, exceto pelo histriônico Levy Fidelix

 A primeira hora de debate entre os presidenciáveis na Record registrou nove pontos de audiência, de acordo com dados prévios do Ibope para a Grande São Paulo (no mesmo horários, ou seja, entre 22h30 e 23h30, a Globo cravou dezessete pontos e o SBT, onze pontos).

Esses nove pontos significam mais que a soma dos debates da Band e SBT. Mas de agora até o final, a tendência é naturalmente cair o número de telespectadores.

(Atualização, às 00h49:  até o final, o debate rendeu à Record nove pontos de audiência, muito bom quando se considera a emissora e o horário em que foi exibido.  Surpreendentemente, manteve até o fim o ibope da primeira hora de transmissão. No mesmo horário, a Globo registrou quatorze pontos, o SBT, nove; e a Band quatro pontos.)   (Lauro Jardim - Portal da Veja) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jota

Marina Mente Sobre CPMF,Vários Veículos da Mídia Já Haviam Registrado Essa Mentira na Fala da Marina, Repetida em Eventos de Campanha.Ela Afirmou em 26.Ago.2014,Durante o Debate na TV BAND,Que Seu Voto Foi a Favor da CPMF Durante o Governo FHC (PSDB)Marina Estar Mentido Votou Contra é Mentirosa;