''''Minha idade de mentir já passou'''', diz ministro acusado

O ministro das Cidades, Mário Negromonte, em audiência no Senado (Foto: Reprodução / TV Globo)O ministro das Cidades, Mário Negromonte, em audiência no Senado (Foto: Reprodução / TV Globo)

O ministro das Cidades, Mário Negromonte, voltou a negar nesta nesta quinta-feira (8), em audiência pública no Senado, as denúncias de que o ministério teria forjado um parecer de obra de mobilidade urbana para a Copa de 2014 em Cuiabá (MT).

"Minha idade de mentir já passou. Se tiver qualquer Bíblia para fazer juramento, eu farei", disse o ministro.Reportagem de "O Estado de S.Paulo" publicada há duas semanas acusou servidores da pasta de forjar documento que autorizou mudanças em projeto, ampliando o custo da obra para R$ 1,2 bilhão - R$ 700 milhões a mais do que o previsto na proposta original. Conforme o jornal, a diretora de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Luiza Gomide Vianna, teria participado da fraude.

"Eu não determinei à diretora, não pedi ao chefe de gabinete [que alterasse o parecer]. Eles têm autonomia, são técnicos. Houve um impasse, o técnico deu um parece e ela, como diretora, deu outro parecer", afirmou Negromonte.(Portal G1)

Publicado em: 08/12/2011