PSB dá prazo a PT: se unir até março ou aceitar Coelho

DO DIARIO DE PERNAMBUCO - ROSÁLIA RANGEL

 Março de 2012. Esse é o prazo dado pelos socialistas para o PT resolver suas questões internas e bater o martelo sobre o candidato do partido para disputar a Prefeitura do Recife no próximo ano. O ultimato dado aos petistas é uma prova que o PSB não quer ficar refém do PT. Muito pelo contrário. Vencido o prazo limite, a disposição dos socialistas é de voltar com força total ao projeto de lançar candidatura própria. O nome escolhido para concorrer à sucessão do prefeito João da Costa é o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), que transferiu o domicílio eleitoral de Petrolina para o Recife.

Ao cobrar clareza do aliado, o PSB acredita que, ao postergar a decisão, os petistas alimentam uma situação que é ruim para o próprio partido. “É difícil construir a unidade em torno de alguém que não consegue a unidade em torno de si mesmo”, disse outro socialista referindo-se às dificuldades políticas e administrativas enfrentadas pelo prefeito João da Costa.

Publicado em: 08/12/2011