Ex-prefeito de Surubim denunciado por improbidade tenta voltar

Prefeito de Surubim entre 2005 e 2012, Flávio Nóbrega (Republicanos) quer voltar a gerir a cidade nestas eleições. Em 2010, no entanto, a Justiça determinou o bloqueio de bens dele por improbidade administrativa, conforme o blog noticiou à época. A possibilidade de Flávio retornar à Prefeitura tem causado apreensão nos surubinenses.

Um morador de Surubim, que optou por preservar sua identidade, entrou em contato com a reportagem do blog para relembrar as investigações feitas pelo Ministério Público, que apontou irregularidades no primeiro mandato de Nóbrega. Segundo os promotores Rinaldo Jorge da Silva e Carla Verônica Fernandes, entre 2005 a 2007 e parte de 2008, foram abertas duas empresas para execução de serviços de engenharia visando a beneficiar correligionários e parentes do prefeito.

Todo o material de construção usado nas obras foi comprado no Armazém Nóbrega, de propriedade da família do petista sem nenhuma nota fiscal. Alvo de investigação, o armazém foi demolido, de acordo com uma fonte, "para cair no esquecimento".

Além disso, em 2004, então candidato pelo PT, Flávio Nóbrega declarou ao Tribunal Superior Eleitoral não possuir bens. Quatro anos depois, seu patrimônio saltou de R$ 0 para R$ 590.121,89, como é possível ver nas imagens.

Publicado em: 23/09/2020