Evangélicos precisam acordar para momento do País

Por Edson Alves

Em que mundo a Igreja Evangélica está vivendo? Essa é a pergunta que não quer calar. Vemos líderes das nossas igrejas estendendo as mãos para "abençoar" um presidente que não respeita a Constituição do país do qual ele foi eleito para cumprir; despreza as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), zomba das famílias e das milhares de mortes de Covid-19, como ele mesmo disse: "E daí?". Ridiculariza o STF, que é o guardião da Carta Magna da Nação.

Além disso, em seu discurso, defende e apoia abertamente o fechamento do Congresso Nacional, seus filhos não são bons exemplos para o país, é a favor de armar a população e do desmatamento. Apesar de tudo isso, tem o apoio daqueles que deveriam tratar com seriedade e autoridade o que receberam de Deus, e não serem complacentes.

"E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia", diz o trecho bíblico do livro de Daniel, capítulo 1, versículo 8.

Com certeza, nossos líderes evangélicos precisam deixar de se ofuscar com as "luzes" do Palácio do Planalto, e olhar para Cristo Jesus, que o motivo da nosso viver. 

"Que a Igreja de Cristo não deve se acomodar com as coisas desse mundo, mas ter o entendimento da Palavra de Cristo", Romanos 12:2. 

Também acho importante ressaltamos outro versículo para seguirmos a palavra.

"Que a verdade de Cristo Jesus é que nos liberta, e não a filosofia humana", João 8:32. Salmo 1. 

Temos o dever de orar pelas autoridades, mas nunca compactuar e chancelar seus desmandos e loucuras. Acorda, Igreja de Cristo Jesus, enquanto é tempo!

*Radialista e Assistente Social

Publicado em: 06/06/2020