"Quem não reza com o PSB é perseguido", diz Rodolfo

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL) fez duras críticas ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). Em seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, ele bateu na gestão socialista, em entrevista ao programa "Cidade em Foco", da Rede Agreste de Rádios. 

Com suas bases eleitorais presentes no interior do Estado, Rodolfo repudiou o fechamento de agências bancárias nas pequenas e médias cidades e responsabilizou Paulo Câmara pelo aumento de crimes patrimoniais. "Se o Governo quisesse realmente combater essas quadrilhas, faria uma ação específica de enfrentamento a elas, que agem pela madrugada”, declarou. 

As ações do governador no combate ao novo coronavírus também foram detonadas pelo parlamentar. "O que me chama atenção é o Governo do Estado ter contratado algumas empresas para fornecer equipamentos de proteção individual para preso. Ora, se quer fornecer para presidiário, já que o Governo do PSB gosta tanto de cuidar dos bandidos, faça, mas faça depois que atender os profissionais de saúde”, disparou. 

"Aqui em Pernambuco, quem não reza a cartilha do PSB é perseguido. Muitos têm medo dessa perseguição do PSB e acabam ficando calados, ou então começam a rezar pela cartilha do Governo. Não tenho medo do PSB, não tenho medo de governador, não tenho medo de ninguém", concluiu.

Publicado em: 06/06/2020