A geração candanga que incentivei

Feliz ao saber que o jornalista pernambucano Leandro Magalhães, ex-repórter do meu blog, estreia na primeira equipe da CNN no Brasil, sucursal de Brasília, televisão que se instala em território nacional para disputar o mercado do telejornalismo com a poderosa Globo.

Leandro chegou à redação do blog, na verdade, indicado pela vereadora Aline Mariano, mãe dos meus filhos Magno Martins Filho e João Pedro. Mais tarde, desembarcou em Brasília, por mim estimulado, para emprestar o seu talento ao meu blog e depois a veículos nacionais, como a TV Cultura, pela qual chegou através da TV Nova, do meu amigo Pedro Paulo.

Leandro Magalhães perfila nos tapetes dos salões verde e azul do Congresso emprestando  o seu talento ao bom jornalismo político. Não tenho dúvida de que será uma das estrelas da equipe da CNN, ao lado da também talentosa Julliana Lopes, ex-SBT, na foto.

Recifense, Leandro é parte de um grupo da nova safra de jornalistas que incentivei a trocar as redações de Pernambuco pelas de Brasília. Além dele, puxei para a corte Hylda Cavalcanti e Rosean Kennedy, a primeira repórter da minha equipe na sucursal do DP em Brasília, enquanto a segunda foi integrante da primeira equipe da Agência Nordeste. 

Ambas, como Leandro, criaram asas e voaram como águia em Brasília. Já o jornalista global Gerson Camarotti, repórter da Globo News no Congresso, não chegou diretamente a Brasília por empurrão meu, mas foi meu foca no Diário de Pernambuco, no Recife, quando ocupei a função de diretor de Redação.

Ao meu amigo Leandro Magalhães, muito sucesso. A CNN estreia no Brasil em março com uma equipe formada basicamente por jornalistas que atuaram na TV Globo Brasília.

Publicado em: 19/02/2020