Informe Comunicação rebate informação

Boa noite, Sr Oswaldo Eustáquio

A Informe não é responsável pela comunicação da Secretaria Especial da Cultura (Secult). Ao transferir a Secult para o Ministério do Turismo, o decreto presidencial definiu que o Ministério da Cidadania dará apoio técnico para atividades do órgão até que haja sua completa estruturação. Atualmente, apenas dois profissionais de imagem (fotografia) ficam à disposição na Secult para atendimento diário das agendas do titular da secretaria.

Portanto, não houve qualquer participação de profissionais da Informe Comunicação na concepção criativa do vídeo da Secretaria Especial de Cultura. A Secult é a única responsável pela formulação de sua própria estratégia de comunicação.

No caso do vídeo citado, foi solicitada exclusivamente a gravação. Roteiro, trilha sonora, cenário e enquadramento foram definidos pela Secult. Trata-se, assim, de prestação de um serviço técnico, no qual a Informe não teve qualquer interferência de criação ou de estratégia.

Esclarecemos que a Informe Comunicação desde setembro de 2018 só tem uma única sócia-administradora, a jornalista Alba Chacon, conforme ata registrada em 20 de setembro de 2018, que resultou em alteração no contrato social.

Sobre imagem de um suposto contrato assinado por Rebeca Scatrut, que circula nas redes sociais, alertamos que se trata de montagem, o que configura uma fraude. A jornalista jamais, quando sócia até 2018, foi responsável por firmar contratos da empresa com os clientes.

Atenciosamente,
Alba Chacon

Publicado em: 25/01/2020