Coluna desta quarta na Folha

Edinho detona Câmara e Geraldo Júlio

Os recados que o publicitário Edson Barbosa mandou, ontem, em entrevista ao Frente a Frente direto de Salvador, são de gente do ramo da engenharia política. Edinho, como é mais conhecido, talvez tenha sido o profissional de comunicação mais próximo ao ex-governador Eduardo Campos, a quem foi apresentado pelo também célebre Duda Mendonça.

Não há sentimento de rancor de sua parte por não integrar mais o pool de agências que servem ao Governo do Estado e ao PSB, até porque sua influência e seu poder extrapolam as fronteiras de Pernambuco e da Bahia, onde mora, sendo uma voz das mais sensatas ouvidas por grandes lideranças políticas do País.

O que há nele, de verdade, é um sentimento de frustração com Paulo Câmara, por este ter jogado fora a oportunidade dada por Eduardo para se transformar numa grande liderança e por Geraldo Júlio insistir numa gestão cosmética à frente da Prefeitura do Recife.

Venda casada – A presidente do Procon Recife, Ana Paula Jardim, fiscaliza com rigor as denúncias que chegaram ao seu conhecimento de venda casada de barracas ao longo da praia de Boa Viagem. Como isso se daria? O comerciante alugaria a cadeira para o consumidor e o condicionaria a consumir na barraca dele a venda do balde de cerveja ao invés da unidade da cerveja.

Caindo fora – O presidente do PSD, André de Paula, retorna ao Recife na próxima sexta-feira depois de refrescar a cuca no recesso parlamentar nos Estados Unidos por 15 dias. Deve ter aproveitado a distância para amadurecer a ideia de se afastar, definitivamente, das bases que do Governo Paulo Câmara. Entre ele e Rodrigo Novaes, sabe que Câmara optou pelo desafeto.

Convenções – Ao ler, ontem, aqui, que Salvador está inaugurando um novo Centro de Convenções, o deputado Alberto Feitosa (SD) lamentou que o prefeito Geraldo Júlio não transforme a extensa área desocupada no Aeroclube, no Pina, num equipamento semelhante. “A Prefeitura quer construir casas populares, o que não cai bem para aquela área tão privilegiada”, afirmou.

Mau pagador – O prefeito de São José da Coroa Grande, Pell Lajes (PEN), já fechou praticamente a grade das atrações do Carnaval, mas esqueceu um detalhe: não pagou ainda os cachês dos artistas que se apresentaram na festa do momo, ano passado. Os convidados estão desconfiados de calote.

Carnaval – O maestro Edson Rodrigues e o Bloco das Flores foram escolhidos pelo prefeito Geraldo Júlio para serem homenageados no carnaval deste ano, que ele já profetiza o maior da história. Em Salvador, a rede hoteleira já está praticamente reservada para os quatro dias de folia. A cidade tem 37 mil leitos.

SAÚDE – O governador Paulo Câmara nomeou, ontem, mais 389 concursados da última seleção da área de saúde. São médicos de diversas especialidades, além de biomédicos, farmacêuticos e 112 profissionais de nível técnico. Desde 2015, quando começaram as nomeações, são 7,9 mil contratados.

Perguntar não ofende: Até quando Sérgio Moro resiste as conspirações do presidente Bolsonaro?

Publicado em: 15/01/2020