PolĂ­ticos sentem perda de Inaldo Sampaio

“Com consternação e pesar, recebemos a triste notícia do falecimento do jornalista político Inaldo Sampaio, hoje. A morte tirou um dos melhores jornalistas da atualidade, cuja responsabilidade e apuro com os princípios do bom jornalismo eram marcas registradas da sua profícua trajetória profissional. Inaldo era um profundo conhecedor da política pernambucana.

Sua capacidade analítica e seriedade cativaram seus leitores e ouvintes. Seu legado de trabalho, certamente, será lembrado ainda por muitas gerações e merece o nosso respeito e admiração.

Solidarizamo-nos com a família, amigos e colegas de trabalho por esta perda irreparável”. – José Humberto Cavalcanti, presidente estadual do PTB.

“O jornalismo perde, hoje, um grande profissional. Inaldo Sampaio foi exemplo de exercício da profissão com ética e respeito. Nunca deixou de dar suas opiniões, mas sempre respaldado nos princípios do bom jornalismo. Além de mestre na arte de escrever, era talentoso músico e se apresentou várias vezes no São João de Caruaru com a sua banda Pingo Fogo. À família e amigos, deixo meu abraço solidário”. – José Queiroz, deputado estadual pelo PDT.

“O jornalismo pernambucano está de luto com a partida precoce do colunista e músico Inaldo Sampaio, uma referência da imprensa do nosso Estado. Expresso as minhas condolências à família de Inaldo, a Ivanildo Sampaio, seu irmão, e ao povo de São José do Egito que, neste momento, chora a morte do seu filho ilustre”. – Tadeu Alencar, deputado federal e líder do PSB na Câmara.

Publicado em: 11/11/2019