Coluna desta quinta na Folha

Advogados pagos pelo contribuinte

O Congresso não carrega por acaso a pecha histórica de coçar para dentro, esquecendo seus eleitores que outorgam nas urnas o mandato de senadores e deputados. Na última terça-feira, trabalhando de noite sem os holofotes da mídia, suas excelências na Câmara aprovaram, por 263 votos a 144, projeto embutido ao valor do fundo eleitoral que permite que políticos envolvidos em escândalos passem a ter advogados financiados pelo mesmo fundo público.

Nunca se viu tamanha desfaçatez. O partido, na prática, vai filiar o picareta e ele próprio patrocinará a corrupção e pagará o advogado. Sem consenso, a votação do fundo eleitoral estava na pauta de ontem da Câmara, com a indefinição se seria recheado com R$ 2,5 bilhões ou R$ 3,7 bilhões do contribuinte sacrificado.

Quando presidente da Câmara e ouvia choros de colegas reclamando da qualidade do parlamento brasileiro, Ulysses Guimarães dizia: “Está achando ruim? Espere o próximo! ”

Chances de Marília – Se o PT se curvar à tendência majoritária do seu comando nacional, o partido terá candidato próprio a prefeito nas capitais e nos municípios acima de 200 mil eleitores. É o que dizem os principais líderes no Congresso. Prevalecendo a tese, no Recife o diretório nacional terá força e poderes para exigir dos seus dirigentes estaduais que banquem a candidatura de Marília Arraes.

Protestos – Tão logo tomou conhecimento pelo meu blog do projeto do Governo Federal, através do seu líder no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), de instalar em Itacuruba uma usina nuclear semelhante à de Angra dos Reis, o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio (PSD), mandou mensagem ao governador Paulo Câmara pedindo que reprovasse a ideia. A população já planeja um protesto.

Bota frias – Na condição de ex-deputado estadual, o prefeito de Carpina, Manoel Botafogo (PDT), também entrou na lista dos 20 parlamentares investigados pelo Ministério Público estadual pelo uso indecente da verba indenizatória. Na época, cobriu despesas coma verba que recebeu para despesas extras e de manutenção do seu gabinete usando notas fiscais frias.

Vão destituir? – O líder do PSB na Câmara, Tadeu Alencar, ainda está inseguro quanto à suspensão das atividades dos nove infiéis punidos pelo partido. O presidente da Comissão de Meio Ambiente, Rodrigo Agostinho (SP), por exemplo, não foi indicado pelo PSB, mas eleito por voto direto. E agora?

Dinheiro – O Governo Bolsonaro mandou incluir uma emenda da ordem de R$ 304 milhões para as obras do Ramal do Agreste, parte da Integração do São Francisco que viabilizará a Adutora do Agreste. Na verdade, o presidente se curvou às pressões da bancada federal do Estado.

POLITICAGEM – Em Cumaru, por picuinha política, quatro vereadores votaram contra a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2020 e um se absteve. Mesmo assim, a matéria foi aprovada pelos cinco parlamentares da base da prefeita Mariana Medeiros (PP), segundo o vereador Gilvan da Malhadinha.

Perguntar não ofende: Qual o partido vai emprestar o ombro amigo para Felipe Carreras sossegar?

Publicado em: 04/09/2019