IncĂȘndios: limpeza de pasto e desmatamento

VERGONHA MUNDIAL

Queimadas na Amazônia têm duas origens: limpeza de pasto e desmatamento. "É preciso separar a máfia que desmata dos produtores que agem dentro da lei".

Foto da Amazônia em 23 de agosto de 2019 | CARL DE SOUZA/AFP

O Globo - Da Coluna de Ancelmo Gois

Por Beto Verissímo, pesquisador associado do Imazon

 

“As queimadas na Amazônia têm duas origens: limpeza de pasto (pecuária extensiva para criação de gado bovino) e desmatamento. Porém, a fumaça que sai da queimada oriunda de desmatamento é muito mais intensa e mais difícil de combater. 

Motivo: há pelo menos 20 vezes mais biomassa (material seco) em um hectare de floresta derrubado do que em uma área de pasto sujo. Difícil de combater com aeronaves? Sim. A extensão das queimadas é continental: desde o Acre, passando por Rondônia e entrando no Sul do Amazonas. Depois, segue cortando o Mato Grosso e chegando ao Sul do Pará.

Como referência, Portugal (três vezes menor do que Rondônia) penou para apagar incêndios florestais. Apesar da tragédia das queimadas e do desmatamento, a Amazônia tem solução. Precisamos separar o joio do trigo. De um lado, estão os produtores rurais que operam dentro da lei e estão comprometidos com a sustentabilidade. Do outro, os criminosos e as máfias que invadem as florestas públicas, desmatam e põem fogo na Amazônia”.

Publicado em: 24/08/2019