O Jornal do Poder


24/11


2015

Coluna da terça-feira

   Mordendo a folha

Havia uma torcida no mercado, especialmente entre os servidores públicos, de que a Caixa Econômica Federal ganharia o leilão da administração da folha de pessoal do Estado, mas o Bradesco, que ofereceu R$ 696 milhões, saiu na frente, arrematou e vai continuar administrando o pagamento. O maior rival da instituição, entretanto, não foi a CEF, mas foi o banco Santander. 

"O Bradesco sempre acreditou muito em Pernambuco e não investimos apenas pela compra da folha de pagamento, mas pelo desenvolvimento do Estado. E o banco está preparado para atender todos os municípios. Vale ressaltar que o Bradesco acredita também na gestão pública de Pernambuco", disse o diretor departamental do Bradesco, Fernando Tenório. O Bradesco já administrava a folha estadual desde 2010.

O Governo do Estado incluiu no certame uma cláusula que determina que o vencedor do leilão realize o recadastramento dos aposentados e pensionistas do regime próprio do Estado, que deve ser efetuado no mês de aniversário do servidor, seja ele da ativa, aposentado ou pensionista. Este custo não foi computado no preço de venda, o que torna o valor obtido pelo Estado ainda mais expressivo.

O lance inicial previsto pelo leilão era da ordem de R$ 497 milhões por um período de gerenciamento de cinco anos. A conta, em pode novamente do Bradesco, envolve aproximadamente 215 mil funcionários ativos, aposentados e pensionistas do Estado. A movimentação financeira da folha, atualmente, chega a R$ 6,2 bilhões por ano.

O governador Paulo Câmara (PSB) esteve em Brasília, no início do mês, para uma reunião com a presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Miriam Belchior durante a qual "ofereceu" a folha de pagamento estadual ao banco. A intenção do governador foi no sentido que a CEF participasse do leilão da folha, o que gerou expectativas entre os servidores.

O "road show" promovido pelo Governo incluiu conversas com o Santander, Itaú e o próprio Bradesco, que arrematou, mas quer agora um contrato diferente do modelo atual, já que as atuais condições não são favoráveis à instituição financeira. Desde 2012, os funcionários públicos podem escolher o banco de sua preferência para receber o salário graças à chamada "portabilidade de conta".

REGIME FECHADO-  O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, determinou que o ex-deputado Pedro Corrêa (PP) passe a cumprir em regime fechado a condenação no processo do mensalão. O ex-parlamentar está preso preventivamente desde abril em função das investigações da Operação Lava Jato. O ministro atendeu ao pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que o ex-deputado passe a cumprir pena em regime fechado, por voltar a cometer crimes após a condenação.

Teste político– Um dos jornalistas mais competentes da nova safra em atuação no mercado pernambucano, Arthur Cunha passa a ter a primeira experiência no campo administrativo e político com a nomeação, ontem, pelo interventor de Gravatá, Mário Cavalcanti, para a Secretaria de Governo, acumulada com a de Comunicação. Ex-Folha e ex-JC, Arthur Cunha vem de uma boa experiência pública no Governo de Eduardo Campos e também em sua campanha de reeleição, em 2012.

 

 

 

No pé do Instituto FHC– O vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, Sílvio Costa (PSC), cobrou explicações ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e também da oposição sobre as doações feitas pela empreiteira Odebrecht ao Instituto FHC. "A Polícia Federal já colocou o Instituto FHC nas investigações da Lava jato. Tem e-mails de funcionários do Instituto acertando como justificar o parcelamento em 12 vezes de R$ 975 mil, se seria palestra ou outra coisa, em uma espécie de mensalão de R$ 75 mil ao longo de 12 meses para FHC”, disse.

Ações para deter microcefalia – Na reunião de coordenação política, ontem, a presidente Dilma Rousseff demonstrou preocupação com o aumento de casos de microcefalia que está ocorrendo no Nordeste. Durante boa parte da reunião, ela fez perguntas detalhadas sobre o tema, algumas que nem mesmo o ministro da Saúde, Marcelo Castro, soube responder. Castro chegou a consultar por telefone assessores do Ministério. Até o chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, telefonou para o seu ex-secretário de Saúde no Governo da Bahia, o deputado Federal Jorge Solla (PT-BA).

Água a preço de ouro – Em Riacho das Almas, água virou artigo de luxo, que só os ricos têm acesso. Segundo o prefeito Mário da Mota (PSB), os comerciantes da área do jeans estão pagando R$ 300 por um carro pipa. “O mais grave é que tentamos abrir poços em várias áreas do município, mas deram uma vazão muito pequena”, relata, adiantando que, mesmo a um valor tão exorbitante, está sendo obrigado a fazer um esforço descomunal para não deixar faltar água nas regiões mais afetadas.

 

 

 

 

 

CURTAS 

INCONFORMISMO– O Palácio do Planalto tenta conter uma insatisfação da bancada do PT por causa da disposição recente do governo em ajudar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), alvo de processo de quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética. Parlamentares petistas que entraram em confronto com Cunha nos últimos meses estão inconformados com essa reaproximação do Planalto com o presidente da Câmara.

ALÔ, IPOJUCA E RIACHO DAS ALMAS! – Depois de Timbaúba, onde estive ontem, hoje é a vez de lançar meus livros e fazer palestra em Ipojuca. O evento está marcado para às 10 horas, na Câmara. De lá, sigo para Riacho das Almas. Ali, a noite de autógrafos será no auditório da escola Mário da Mota, antecedida de uma palestra minha sobre a conjuntura nacional.

Perguntar não ofende: Aécio Neves virá mesmo ao Recife na próxima sexta-feira? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ramilson Correia de Carvalho

Ganhou o pior banco do Estado de Pernambuco. Pior para nós servidores que teremos que continuar penando para recebermos nossos proventos.


Potencial Pesquisa & Informação


23/11


2015

Coluna da segunda-feira

   Quanto vai custar seu voto impresso

Contrário à adoção do voto impresso, o Tribunal Superior Eleitoral prevê uma série de dificuldades para implementar o novo sistema no país. Aprovada pelo Congresso na minirreforma eleitoral, a impressão foi vetada pela presidente Dilma Rousseff em setembro. O veto, porém, foi derrubado na última quarta (18) e o novo sistema será usado nas eleições de 2018.

Num documento, a área técnica da Corte detalha os gastos de R$ 1,8 bilhão previstos para a compra, manutenção e transporte das impressoras, entre outros gastos. Seria necessário, por exemplo, comprar 833.036 impressoras (uma para cada urna) de um modelo cujo tamanho é semelhante ao que é usado para emitir notas fiscais.

A quantidade inclui também a aquisição de mais urnas eletrônicas – atualmente existem 451 mil –, já que, segundo tribunal, seria necessário abrir mais locais de votação para compensar o tempo maior previsto para cada voto e assim evitar atrasos. Apesar dos gastos extras, especialistas veem avanço no novo modelo, pela possibilidade de fazer uma conferência do resultado eletrônico a partir de uma pequena amostra do registro físico.

Eles consideram o atual sistema eletrônico "inauditável" e alegam que obstáculos na implantação podem ser superados, principalmente pela melhora nos procedimentos para organizar as eleições. Secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino discorda. Considera o voto impresso "ineficiente", "ineficaz para auditoria" e "prejudicial para o processo".

Ele argumenta que hoje o tribunal já submete as urnas e o software usado nelas para consultas e testes pelos partidos, e que o voto impresso traria de volta a "intervenção humana" na apuração. "Onde há intervenção humana, há lentidão, prática de erros e possibilidade de fraudes. A impressão traz, em síntese, a volta das mesas apuradoras", diz o secretário, que também alerta para a possível demora na divulgação dos resultados.

"Certamente não teremos mais o resultado no mesmo dia, vamos ter esse resultado em talvez um ou dias depois, considerando essa interferência manual no processo", acrescenta. Outro problema, segundo ele, é o tempo maior para cada eleitor votar. Pelo novo modelo, após digitar na urna eletrônica, o eleitor vai conferir sua escolha no registro impresso, que depois será depositado numa urna física de forma automática e sem contato manual.

PROTESTO EM MARCHA -  Depois de o governador Paulo Câmara (PSB) cobrar à presidente Dilma, na reunião da última sexta-feira, no Planalto, ontem foi a vez da Fetape protestar nas ruas pedindo a retomada do projeto. O ato foi na cidade de Tupanatinga, onde 400 trabalhadores encerraram a marcha de 100 km que saiu na quinta-feira de Águas Belas e Itaíba. “Quem tem sede, tem pressa”, gritavam os camponeses.

Cobranças ao Dnocs– Já em Afogados da Ingazeira, na sexta-feira passada, mais de 200 manifestantes fecharam, por duas horas, a estrada que dá acesso ao Recife em protesto contra a paralisação das obras do Adutora do Pajeú. Embora o Dnocs tenha garantido a uma comissão responsável pelo movimento que não há descontinuidade, o ato foi feito impedindo o tráfego de uma grande quantidade de automóveis. O movimento, entretanto, apesar de barulhento, foi pacífico.

Desarmamento ameaçado– O ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, e o secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, são esperados, hoje, no Recife, para um ato público, no Palácio do Campo das Princesas, contra mudanças no Estatuto do Desarmamento. Para o governador Paulo Câmara, que estará à frente, há riscos de um grande retrocesso nas políticas de controles da violência no País pela chamada “bancada da bala” no Congresso.

Rompendo o mundo das trevas– Em Serrita, o prefeito Carlos Cecílio reuniu, na sexta-feira passada, um grande grupo de professores e alunos da rede municipal para comemorar a alfabetização de mais 500 adultos e jovens através do programa que usa o método Paulo Freire. “Já tiramos das trevas da escuridão 3,5 mil pessoas em sete anos de gestão”, disse o socialista, que fez a entrega de todos os certificados aos participantes.

Transparência sertaneja premiada – O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), está rindo à toa. Seu Portal da Transparência alcançou a nota máxima no índice nacional da EBT, isto é, 10 (DEZ). E coloca Serra na primeira posição no ranking nacional e estadual em termo de transparência pública. “A notícia coroa todo o esforço da gestão em deixar tudo às claras e ao alcance do povo. Nosso compromisso com a transparência, a publicidade e o acesso à informação foram metas fixadas desde o início do Governo que agora recebe a chancela de um dos órgãos mais respeitados do Brasil”, afirmou. Apenas 29 municípios brasileiros obtiveram a nota máxima (10), dividindo a primeira colocação no ranking, sendo três pernambucanos, ficando Serra Talhada em primeiro lugar.

CURTAS 

JOGO SUJO– A ordem no Palácio do Planalto é não fazer nada para prejudicar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Toda vez que enfrentamos Eduardo Cunha, tivemos problema”, reconheceu um auxiliar da presidente Dilma Rousseff. De forma pragmática, o governo mandou um recado para o grupo de Cunha: no que for possível, vai ajudar.

ALÔ, TIMBAÚBA! – Começo a semana de lançamentos e palestras, hoje, depois de uma incursão pelo Sertão, pela Zona da Mata. A primeira parada é Timbaúba, às 19 horas, na Câmara de Vereadores. Antes, apresento o programa Frente a Frente, com o companheiro Adriano Roberto, dos estúdios da Nova Timbaúba FM. Amanhã, estarei em Ipojuca, às 10 horas, numa escola, e às 19 horas em Riacho das Almas, na Câmara de Vereadores.

Perguntar não ofende: O que Dilma pretende fazer em Floresta na próxima sexta-feira? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

ESTADOS APROVAM PACOTE DE IMPOSTOS CONTRA CRISE - Projeções dos governos apontam que os contribuintes pagarão ao menos R$ 8,58 bilhões a mais em 2016 por novos tributos em itens como cosméticos, carros de luxo, bebidas alcoólicas e herança para driblar a crise; em Sergipe, os aumentos incidiram até sobre artigos de sex shop e pranchas de surfe; em São Paulo, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) elevou as alíquotas de ICMS da cerveja e do fumo

Nehemias Fernandes Jaques

Desnacionalização da publicidade ou da mídia?

Nehemias Fernandes Jaques

Lula, o mito!

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

O TAL DO LADRÃO ADORA GASTAR O DINHEIRO DOS OUTROS E NÃO CONFIA NEM NA PRÓPRIA SOMBRA. ESSES FILHOS DA PUTA SÃO TÃO BURROS QUE ACHAM QUE CONSEGUEM ELIMINAR A FALCATRUA COM VOTO FÍSICO. ÔÔ JUMENTOS LADRÕES NO BRASIL SÓ SE ELIMINA CORRUPÇÃO E FALCATRUAS PRENDENDO OU MATANDO VOCÊS E SEUS ASSECLAS, NÃO TEM OUTRA MANEIRA, MAIS GOSTAM E SÃO CONTUMAZ DE METER A MÃO NO QUE É DOS OUTROS AÍ FICAM INVENTANDO PIADA. VÃO TRABALHAR DE VERDADE SEM ATRAPALHAR O BRASIL SEUS VAGABUNDOS !!!!

Josadaque Vieira

esse recado pra Cunha é a maior barriga,não diz quem disse, e só otários acredita, e quem disse que governo deve intervir em outro poder,deixa Cunha pra Jarbas e Mendonça da COGRANJAS que elegeram resolver


Banco de Alimentos


21/11


2015

Coluna do sabadão

   Crise de grana e de água

Nos últimos dias, nas andanças pelo Interior com meus livros debaixo do braço para apresentar aos meus leitores e ouvintes, constatei que o Estado voltou a conviver com uma gravíssima seca, que esturricou praticamente todos os principais reservatórios entre o Agreste e Sertão. Em Toritama, onde água nas torneiras é objeto de luxo, chegando apenas duas vezes por mês, um empresário fez um desabafo comovente.

Disse que está lavando o tecido para produção das roupas jeans com água reciclada de esgotos, saída encontrada por ele e uma dezena de microempresários da sulanca entre Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. “Só não queremos que um dia seja obrigados a matar a nossa sede com essa mesma água”, provocou. Ele se referia ao grave quadro da barragem de Jucazinho, em Surubim, que abastece toda aquela região, cujo chamado volume morto, de apenas 1,5% das suas reservas, está sendo consumido até a última gota pela população.

Em Salgueiro, onde estive na última quinta-feira, o prefeito Marcones Libório Sá (PSB), contou que todos os reservatórios que abasteciam a cidade e zona rural entraram em colapso. Não fosse uma adutora, feita na época do Governo Roberto Magalhães, Salgueiro, segundo ele, estaria hoje mergulhada num caos. Carlos Cecílio, prefeito de Serrita, bem próximo a Salgueiro, está sofrendo muito mais.

Segundo ele, um defeito na adutora de Salgueiro, que puxou um ramal para abastecer Serrita, deixou a cidade sem água por mais de 30 dias. Os açudes, barreiros e barragens também secaram todos. E ali, os pipeiros que garantem a oferta de água remunerados pelo Governo do Estado estão sem receber seus pagamentos há mais de seis meses, o que só contribui para agravar a situação.

Os pipeiros, aliás, estão programando uma manifestação para os próximos no sentido de pressionar o Governo. Em Serrita, a Secretaria de Agricultura, através do IPA, mobiliza 30 carros-pipas e o Exército também reforça o abastecimento com outra frota, mas esta está com seus pagamentos em dia.

O cenário da crise hídrica agrava nas regiões mais difusas onde o homem do campo precisa percorrer quilômetros em busca da pouca água que tem. Em Poção, a luta por um pouco que seja de água começa nas primeiras horas do dia. Os moradores já saem de casa carregando baldes. O abastecimento depende de quatro caminhões-pipa que circulam diariamente para atender uma população de quase 12 mil pessoas.

Esperar por água é a sina dos moradores da região desde que os reservatórios do município secaram. Sem cisternas para captar água da chuva ou até mesmo para armazenar o que vem do carro-pipa, crianças, adultos e idosos precisam sentir o peso dos baldes durante todo dia para tentar levar água pra casa. O recurso é tão valioso que quem tem uma cisterna cuida como se fosse um tesouro no fundo do quintal.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, Pernambuco foi beneficiado com mais de 100 mil cisternas de polietileno e placa para amenizar o reflexo da estiagem, dentro do programa Água Para Todos.

ADUTORA DO AGRESTE – Sobre o encontro com a presidente Dilma, no qual foram acertadas ações emergenciais de combate à seca, o governador Paulo Câmara priorizou o andamento da Adutora do Agreste. Ressaltou que as ações da União serão acompanhadas por uma sequência de programas necessários ao estabelecimento de uma convivência mais harmoniosa com a estiagem. "É muito importante que seja aprovado o plano emergencial que nós apresentamos de já utilizar o que está feito na Adutora do Agreste, a partir de água que viria da Mata Sul - através das barragens já construídas”, afirmou.

Sinalização para pagamento – Em audiência com o secretário estadual de Agricultura, Nilton Mota, o prefeito de Serrita, Carlos Cecílio (PSD), na foto ao lado, cobrou o atraso no pagamento das faturas dos pipeiros que abastecem o município através do IPA. Segundo ele, desde junho o Estado não paga os mais de 30 donos de pipas que trabalham no município. “Recebi a sinalização de que pelo menos dois meses serão pagos devido à crise”, disse Cecílio.

 

A bola com Moro - O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), decidiu, por maioria, negar os embargos infringentes e de nulidade feitos pelos acusados de envolvimento nas irregularidades identificadas nos contratos referentes a construção e implantação da Refinaria Abreu e Lima, no Município do Cabo de Santo Agostinho. A defesa alegou ausência de conexões das investigações em Pernambuco com os processos da operação Lava Jato que correm na Justiça Federal do Paraná. Com a decisão, os casos investigados em Pernambuco passam aos cuidados do juiz federal do Paraná Sérgio Moro.

Mais desemprego – As demissões superaram as contratações em 169 mil vagas em outubro, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgadas ontem pelo Ministério do Trabalho. Este foi o sétimo mês seguido de fechamento de vagas formais. O resultado de outubro foi o pior para este mês desde o início da série histórica, em 1992. Até então, o pior resultado para meses de setembro havia sido registrado em 1998 – com 64.093 vagas fechadas.

Ilhas de exceção no SertãoUma das ilhas de exceção no Sertão, Petrolândia, no Sertão de Itaparica, já garantiu o 13º salário dos servidores da Prefeitura. Segundo o prefeito Lourival Simões (PR), na foto ao lado, a primeira parcela do benefício já foi efetuada em julho e a segunda sai até o dia 10 de dezembro. “Os recursos já estão assegurados”, diz. Em Salgueiro, o prefeito Marcones Libório Sá (PSB) está na mesma situação. Pagou metade do 13º salário no meio do ano e já tem o dinheiro contabilizado para efetuar o restante até 20 de dezembro.

 

CURTAS

TIRO NO PÉ– Até mesmo o grupo mais próximo do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), avalia que a série de manobras para retardar o processo no Conselho de Ética por quebra de decoro foi um tiro no pé. Cunha ganhou mais uma semana no processo. Mas, pela primeira vez, ele teve sua autoridade questionada pelo plenário e demonstrou dificuldade operacional para comandar a casa.

ALÔ, FLORES! – Hoje, chegou a vez de Flores, no Sertão do Pajeú, receber meus livros Perto do coração e Reféns da seca. A noite de autógrafos será na Câmara de Vereadores, às 19 horas. Na próxima segunda-feira estarei em Timbaúba, também na Câmara de Vereadores, no mesmo horário. Em ambas as etapas, faço antes uma palestra sobre a conjuntura nacional.

Perguntar não ofende – Lula não sabia de nada sobre a roubalheira na Petrobras, como disse na Globo News? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Josadaque Vieira

Mas Barusco disse que roubava desde 94, e Mesa disse que roubava desde 78,mas só descobriram depois da leis feita nos governos progressista

Rafael C.Soares Quintas

Nos meus 58 anos de vida, nunca vi um político tão cínico e cara de pau feito LULA.

Nehemias Fernandes Jaques

Governadores prometem empenho pela recriação da CPMF - A partir deste final de semana, os governadores do Nordeste, atendendo a um pedido da presidente Dilma Rousseff, vão começar a pressionar suas bancadas federais em defesa da recriação da CPMF. Dilma fez este apelo aos governadores ao se reunir com eles na última quinta-feira (19) para avaliar o agravamento dos efeitos da seca na região. O pernambucano Paulo Câmara foi um dos participantes da reunião. Segundo a presidente, a volta do “imposto do cheque” é o único caminho curto e viável para que o governo federal reequilibre as suas contas. Esta tese tem o apoio do ex-ministro da Fazenda Mailson da Nóbrega. Segundo ele, “ruim com a CPMF e pior sem ela”. Por isso defende que a oposição dê apoio a esse projeto sob pena de encontrar o país destroçado do ponto de vista fiscal em 2019, caso vença a eleição presidencial.

Nehemias Fernandes Jaques

O MEDO QUE ELES TÊM DO LULA - Luiz Inácio Lula da Silva é hoje a maior ameaça ao projeto conservador e regressista, o retorno ao “Brasil simples” (e injusto) de que fala Fernando Henrique Cardoso. A força de Lula, como síntese pessoal e política de um projeto de transformação social, é o verdadeiro motivo da ofensiva midiática contra o ex-presidente. É por medo de Lula que precisam interditá-lo e até prendê-lo, como sugere Merval Pereira em sua coluna no Globo. Conjecturas, ilações e mentiras servem para caluniar. No estado de direito, não formam um processo. Por mais estranhos que sejam os tempos, ainda há ritos a serem observados antes que se possa conjecturar sobre a prisão de alguém, como faz Merval sofregamente. É preciso, antes de tudo, que haja um crime a ser investigado, para que se abra um inquérito, haja o indiciamento, a denúncia, a defesa, o julgamento e a sentença. Lula é culpado, sim, de ter promovido a maior ascensão social na história País. É culpado por ter tirado o Brasil do vergonhoso Mapa da Fome. É culpado por abrir as portas da Universidade aos pobres e aos pretos. Por ter aberto oportunidades que a maioria dos brasileiros nunca teve. É culpado de ter feito o melhor governo desse País em que os doutores sempre governaram. De ter mostrado que o Brasil pode ter o tamanho dos nossos sonhos.

Nehemias Fernandes Jaques

PF abre investigação sobre a relação Odebrecht-iFHC - O Instituto FHC passará a ser investigado pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato. A suspeita é de que tenha havido desvios de finalidade ou ocultação de origem em pagamentos feitos pelas empreiteiras Odebrecht e Braskem à entidade, que nega qualquer irregularidade.




20/11


2015

Coluna da sexta-feira

  Rio também não paga fornecedores

Pernambuco não é uma ilha isolada nem também o único que não vem pagando em dia os fornecedores do Estado em razão do prolongamento da crise econômica, a maior dos últimos 50 anos, que paralisou completamente o País, atingindo setores que nunca antes haviam sofrido os efeitos da brutal recessão. Uma situação me chamou atenção, ontem, no Bom dia, Brasil, da TV-Globo.

Foi a situação do Rio de Janeiro, que suspendeu, ontem, o pagamento de todos os fornecedores do Estado. De acordo com a Secretaria de Estado de Fazenda, o objetivo é que os pagamentos sejam integralmente efetuados até o final de novembro e a medida se faz necessária para que pensionistas e aposentados possam receber em dezembro.

A Secretaria de Fazenda atribuiu o não pagamento dos servidores a forte retração da economia brasileira. Segundo a Secretaria da Fazenda, no caso do Rio de Janeiro, a situação é ainda mais grave por causa do forte peso do petróleo na economia do Estado.

“Em outubro, a arrecadação de tributos do estado do Rio de Janeiro caiu, em termos reais, 16% em relação a igual mês do ano passado. Inúmeras medidas têm sido tomadas para reduzir os efeitos da crise sobre as finanças fluminenses. Foram aprovados 11 projetos de lei na Alerj em nove meses, garantindo que os pagamentos dos servidores do Estado tenham ocorrido, até o momento, rigorosamente em dia, incluindo a primeira parcela do 13º salário”, disse em nota a Secretaria da Fazenda.

Em um comunicado aos alunos, a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) afirmou que essa situação atinge bolsistas e residentes, além de empresas que prestam serviços à universidade. A direção disse que está tentando rever a decisão, mas as expectativas são muito pequenas.

O Hospital Universitário da Uerj, o Pedro Ernesto, suspendeu as internações que não são de emergência por falta de funcionários de limpeza. A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação disse que vai pedir que as empresas não suspendam o serviço às universidades. A dívida chega a R$ 380 milhões. O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) ainda não sabe quando os pagamentos em atraso serão feitos.

CASSAÇÃO – Ao ser homenageado na Assembleia Legislativa, o ex-deputado Inocêncio Oliveira (PR) defendeu a cassação de todos os deputados e senadores envolvidos nos casos de corrupção e desvios na Petrobras. "Qualquer um sobre o qual haja prova deve ser cassado", afirmou. Inocêncio disse acreditar que o impeachment da presidente Dilma deverá acontecer até março ou abril do próximo ano. “Até agora não se chegou diretamente (denúncias) a ela, e não se pode fazer impeachment por mau governo, mas há muitos erros (de gestão) em julgamento”, afirmou.

Líder com ibope em alta – Pré-candidato do PTB a prefeito do Recife, o deputado Silvio Costa Filho tem sido elogiado por onde passa, seja na capital, região metropolitana ou no interior, pela forma segura e competente que vem exercendo a liderança de oposição na Assembleia Legislativa. Silvinho, como é tratado, é vocacionado para a vida pública, que começou bem jovem, aos 22 anos, como um dos vereadores mais votados do Recife.

Prisão do amigão - Foco da Operação Zelotes, o empresário José Carlos Bumlai já preocupa o núcleo mais próximo do ex-presidente Lula depois de também ter entrado na mira da Operação Lava Jato. Alguns petistas temem a decretação de prisão de Bumlai em uma das próximas fases da operação. Para esses petistas que acompanham os desdobramentos da investigação do esquema de corrupção na Petrobras, o nome de Bumlai passou a ser citado nas delações premiadas mais recentes, como a do empresário Salim Schahin, do grupo Shachin, que revelou que, em 2004, emprestou R$ 12 mi ao pecuarista.

Vale um puxão de orelha – O governador Paulo Câmara (PSB) precisa dar um puxão de orelhas no secretário da Controladoria Geral do Estado, Rodrigo Amaro. Na relação com gestores, ele tem sido arrogante e insensível, insistindo em prevalecer a sua palavra e determinação, mesmo estando errado na forma e no conceito. Deveria pegar umas aulinhas com o ex-controlador Djalmo Leão, que, além de competente, era extremamente educado no trato com as pessoas.

PR estimula candidaturasO secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, comanda amanhã, em Serra Talhada, no distrito de Bernardo Vieira, encontro regional do Partido Republicano. O mote passa pela discussão da legenda lançar o maior número de candidatos próprios a prefeitos, com prioridade para Serra Talhada, onde o prefeito Luciano Duque (PT) vai para reeleição.

 

 

 

 

CURTAS

CASSAÇÃO– O senador Fernando Bezerra Coelho e o seu filho, o deputado federal Fernando Filho, líder do PSB na Câmara, assumiram uma posição mais frontal em defesa do impeachment de Dilma. Da tribuna do Senado, FBC fez um duro e corajoso discurso cobrando a abertura do processo, enquanto na Câmara o filho assinou uma nota sinalizando pela cassação, primeiro, do presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

ALÔ, SERRA TALHADA! – Hoje, chegou a vez de Serra Talhada, segundo maior colégio eleitoral do Sertão, receber meus livros Perto do coração e Reféns da seca. A noite de autógrafos será na Câmara de Vereadores, às 19 horas. Amanhã, estarei em Flores, também na Câmara de Vereadores, no mesmo horário. Em todas essas etapas, faço antes uma palestra sobre a conjuntura nacional.

Perguntar não ofende – Ao adiar o start do impeachment de Dilma para 2016, o presidente moribundo da Câmara, Eduardo Cunha, também recebeu a garantia de votos do Governo para evitar sua degola? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

PERCENTUAL DE JOVENS NEGROS NO ENSINO MÉDIO DOBRA EM 13 ANOS - Levantamento feito pelo Instituto Unibanco com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) aponta que mais da metade dos brasileiros de 15 a 17 anos que se autodeclaram pretos ou pardos estavam no ensino médio (51%) em 2014; em 2001, esse percentual era de 25%; no mesmo período, a proporção de jovens brancos no ensino médio cresceu 14 pontos percentuais, chegando a 65% Governo do PT!




19/11


2015

Coluna da quinta-feira

   Secretário também pode dançar

Priorizado como obra referencial da gestão Eduardo Campos, o Pacto pela Vida sofreu um abalo profundo nos últimos meses com o aumento da violência, tirando o sono do governador Paulo Câmara (PSB), que resolveu agir. A reação começou, ontem, com a mudança do comando da Polícia Militar, antecipada com exclusividade por este blog.

O governador afastou o comandante Pereira Neto e para seu lugar nomeou o coronel Carlos Alberto D´a Albuquerque. Mudou também a Chefia Maior do Estado, entregue agora ao coronel André Cavalcanti. Aos novos responsáveis pela gestão da PM, o governador fez um discurso na linha de busca de resultados, para evitar que a violência despenque de vez.

Só nos três primeiros meses deste ano, houve 982 homicídios em Pernambuco. Esses números confirmam que a taxa de criminalidade vem aumentando desde 2014. O fato é inédito e vai na contramão do programa Pacto Pela Vida, criado em 2007 com o objetivo de reduzir a violência e o número de mortes no Estado.

No início do Pacto pela Vida, eram registrados cerca de 4,5 mil assassinatos anualmente. Em 2013, essa taxa caiu para 3, 1 mil. A partir de 2014, os números se inverteram. Neste ano, até agora a média é de 10,9 homicídios por dia. Se comparado ao mesmo período do ano passado, houve um aumento de 18,9%, isto é, 154 mortes a mais. 

Para quem trabalha diariamente no combate à criminalidade, os altos índices de violência podem ser atribuídos à falta de investimento nas polícias. De acordo com Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol), há um déficit de 5, 5 mil policiais no Estado e muitas delegacias funcionam sem estrutura, sobretudo as do Interior.

Preocupado com as estatísticas criminais, que só crescem, o governador aguarda que haja, a partir de agora, uma relação mais harmônica e exitosa da PM com a Polícia Civil, o que considerado vital para a sobrevivência do Pacto. Se isso não ocorrer, as mudanças poderão continuar, não estando afastada a possibilidade do secretário da Defesa, Alexandre Carvalho, vir a ser substituído também.

ROMBO DE GRAVATÁ -  No primeiro dia de trabalho, ontem, em Gravatá, o interventor Mário Cavalcanti, coronel da PM, vasculhou as contas da Prefeitura, foi aos bancos oficiais, aos representantes do Ministério Público e demitiu todos os secretários e auxiliares do prefeito afastado Bruno Martiniano. Em entrevista ao Frente a Frente, ele disse que só terá uma noção exata do tamanho do rombo em 10 dias.

Dupla imbatível– Em Itapetim, pesquisa do Opinião em poder deste blog, aponta que o prefeito Arquimedes Machado e o ex-prefeito Adelmo Moura, ambos do PSB, seriam imbatíveis, qualquer um deles que venha a entrar na disputa. Arquimedes deu continuidade a uma gestão exitosa de Moura e seu Governo é aprovado por 72% da população, segundo o mesmo levantamento. Itapetim, a 400 km do Recife, é o berço da poesia, pátria mãe dos maiores cantadores e repentistas da região.

 

Distância de Nilton– No comentário desta coluna de ontem, no qual faço alusões à simpatia do grupo do ex-prefeito Nilton Carneiro pela candidatura do deputado Anderson Ferreira (PR), o republicano não gostou. Disse que nunca foi procurado por ninguém de Nilton e que seu projeto para Jaboatão é olhar para a frente, não sendo, portanto, o ex-prefeito referência do passado que tenha dado certo no município.

Mudança de última hora– O governador Paulo Câmara havia escolhido o coronel Carlos Alberto D’Albuquerque, na noite da última terça-feira, para chefiar a Casa Militar, mas ontem acabou mudando de opinião e o escolheu para comandar a Polícia Militar. Carlos Alberto é ligado ao interventor de Gravatá, coronel Mário Cavalcanti, ex-chefe da Casa Militar e deve passar por ele a indicação do sucessor.

Revoada em Jaboatão – Apelidado de "Pombo de igreja", por ter o triste hábito de fazer cocô na cabeça dos fiéis, o prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), não consegue segurar mais ninguém na sua base. Preterida pelo tucano, a secretária de Finanças e Planejamento, Mirtes Cordeiro, se lançará na corrida pela Prefeitura pelo PPS, que já anda, aliás, distribuindo o convite do "aniversário" da aliada como se fosse a festa de lançamento da sua pré-candidatura. Certamente, Mirtes também desistiu de ser molestada pelo pombo. 

 

CURTAS 

CANDIDATO– O ex-prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro (PSB), já comunicou ao governador Paulo Câmara que será candidato a prefeito. Ele tem ainda duas contas de sua gestão de oito anos pendentes no Tribunal de Contas que podem complicar seu projeto político, mas está convencido de que ambas serão aprovadas. “Sou candidatíssimo”, diz ele, estufando o peito.

ALÔ, SALGUEIRO! – Volto hoje ao Sertão Central e em Salgueiro faço uma noite de autógrafos dos meus livros Perto do coração e Reféns da seca na Câmara de Vereadores, a partir das 19 horas. Amanhã, estarei em Serra Talhada, também às 19 horas, na Câmara. E, finalmente, no sábado, também às 19 horas, em Flores, na Câmara de Vereadores.

Perguntar não ofende: Qual o tamanho do rombo que o interventor Mário Cavalcanti encontrará em Gravatá? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JSobreira

Com referência ao Rombo de Gravatá é de bom alvitre lembrar que Bruno Martiniano foi eleito com o apoio incondicional e explícito do então Prefeito Joaquim Neto a quem sucedeu, exatamente para esconder a roubalheira que o mesmo perpetuou na Prefeitura. Bruno Martiniano foi discípulo de Joaquim Neto e jamais poderia negar as suas origens. A política de Gravatá, com exceções claro, é um ajuntamento de bandidos que visam exclusivamente furtar o erário público, em detrimento do povo que mais necessita.




18/11


2015

Coluna da quarta-feira

   Quadro confuso em Jaboatão 

Faltando menos de um ano para as eleições, em Jaboatão dos Guararapes, segundo maior colégio eleitoral do Estado, a lista de pré-candidatos se alongou e já chega a 15. Sem um nome natural, o prefeito Elias Gomes (PSDB) tenta emplacar a secretária de Mobilização e Articulação Política, Conceição Nascimento, que tem uma ramificação de parentesco muito próxima: sua ex-mulher.

Se não der certo, o tucano tem outras alternativas. Fala-se que uma delas seria o secretário estadual do Trabalho, Evandro Avelar, ex-secretário de Elias, tendo atuado toda a primeira gestão e parte da segunda numa pasta estratégia, a de Infraestrutura. Avelar é um excelente técnico, ex-presidente estadual do PSDB e recentemente transferiu seu domicilio eleitoral do Recife para Jaboatão.

Outro nome cogitado é o da secretaria de Finanças, Mirtes Cordeiro, mas sem muitas chances, tendo em vista que o próprio prefeito deixa escapar suas preferências por Conceição e Evandro, nesta ordem. Ainda numa posição bem mais difícil o vice-prefeito Heraldo Selva (PSB) alimenta uma expectativa de contar com o apoio do prefeito e se não for possível irá bater chapa na convenção socialista com o deputado João Fernando Coutinho, que já botou o bloco na rua.

No bloco da oposição, além de João Fernando, o que se apresenta com mais gordura para queimar é o deputado federal Anderson Ferreira (PR), com o apoio do segmento evangélico e de lideranças conservadoras, como o grupo do ex-prefeito Nilton Carneiro. Dentro do segmento religioso Ferreira teria um adversário de peso, o Pastor Cleiton Collins, deputado estadual mais votado no município.

Mas o que se diz nos bastidores é que Collins já se aliou ao prefeito, tendo declarado, recentemente, que só entraria na disputa se contasse com o apoio de Elias. Dizem as más línguas que Collins tem cargos na gestão atual e que por isso vem batalhando para sair candidato num cenário em que o prefeito pudesse assumir de fato a sua candidatura, o que parece improvável.

Correndo por fora aparecem os pré-candidatos Edmar de Oliveira (SD), vereador no Recife mas com atuação e eleitorado cativo em Jaboatão; o vereador Manoel Neco, pelo PDT; o ex-prefeito Humberto Barradas pelo PSL e Adelson Veras pelo PCB. De partidos nanicos se fala ainda na candidatura de Cesar Ramos, pelo Psol e José Carlos Campos, ex-secretário municipal, pelo PRTB.

O movimento “A Jaboatão que queremos”, criado pelo ex-vereador Fernando Gordinho e que abriga algumas lideranças, como o ex-vereador Joaquim Barreto, deve também lançar candidato próprio, tendo encomendado uma pesquisa para identificar a realidade do cenário político e eleitoral do município, assim como uma radiografia dos oito anos do prefeito Elias Gomes.

PMDB VIROU UM CALO – Existe de fato um certo desconforto no Planalto com o palanque que será dado aos oposicionistas do PMDB e ao discurso mais crítico contra o governo no Congresso. Tudo porque a reforma ministerial deixou muita gente magoada. Em tom de ironia, um auxiliar de Dilma chegou a lamentar a decisão da presidente de não manter no primeiro escalão o ex-ministro Moreira Franco, que está na presidência da Fundação Ulysses Guimarães. “Fora do governo, Moreira passou a atirar. Era melhor ele ter ficado com alguma ocupação para não fazer tanto barulho”, comentou.

Jarbas em campanha – Em campanha para presidente da Câmara, o deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB) ocupou, ontem, um importante espaço de visibilidade: foi entrevistado no programa de Jô Soares, quando repetiu o tom contundente em relação ao presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que, no seu entender, deve ser cassado. A metralhadora giratória de Jarbas pegou de proa a presidente Dilma, que, segundo ele, perdeu todas as condições de se manter no cargo.

 

Sobradinho está secando - Maior reservatório do Nordeste, a Barragem de Sobradinho passa por uma das piores secas da história, que afeta a geração de energia elétrica, o abastecimento dos municípios da região e preocupa agricultores que dependem da água da barragem para a irrigação da produção de frutas. O seu nível atingiu 2,5% do volume útil, o mais baixo da história. Esse número vem caindo dia a dia. No dia 10 deste mês, por exemplo, estava em 2,9%. O nível mais baixo havia sido registrado em novembro de 2001 (5,46%).

Triste realidade - A cada ano, cerca de 45 mil pessoas perdem suas vidas em acidentes de trânsito no Brasil. A violência envolvendo particularmente motociclistas está se tornando uma epidemia no País. Dados preliminares do Ministério da Saúde apontam que, em 2013, os acidentes com motos resultaram em 12.040 mortes, o que corresponde a 28% dos mortos no transporte terrestre. Nos últimos seis anos, as internações hospitalares no Sistema Único de Saúde (SUS) envolvendo motociclistas tiveram um crescimento de 115% e o custo com o atendimento a esses pacientes de 170,8%.

Um belo exemploO prefeito de Panelas, Sérgio Miranda (PSB), que está deixando a vida pública ao encerrar seu quarto mandato em dezembro do ano que vem, dá um belo exemplo aos gestores que andam choramingando: dia 10, paga o 13º salário, 10 dias após o salário de dezembro e novembro paga dia 20, injetando na economia mais de R$ 5 milhões. Os efeitos da sua boa gestão não param ai: o município virou um canteiro de obras e ali não existe, como nos demais, atraso no pagamento das faturas mês a mês dos fornecedores.

 

CURTAS

CORREÇÃO – A manifestação que o Sertão do Pajeú fará, na próxima sexta-feira, contra a paralisação das obras da adutora do Pajeú, não tem o dedo da Fetape, como noticiei nem tampouco a obra é de responsabilidade da Compesa. O movimento, na verdade, é liderado pela Copap, entidade que agrega os vereadores da região, presidida por Augusto Martins, de Afogados da Ingazeira. Quanto ao projeto, é de responsabilidade do DNOCS.

ALÔ, SALGUEIRO! – Depois de Lajedo, onde fui recebido, ontem, com muito carinho e distinção, amanhã será a vez de pisar o solo sertanejo, mais uma vez. Lanço Perto do Coração e Reféns da Seca na Câmara de Vereadores de Salgueiro, às 19 horas. Na sexta-feira, será a vez de Serra Talhada, também na Câmara e no mesmo horário, e no sábado, enfim, em Flores, na Câmara.

Perguntar não ofende – O vice-prefeito de Gravatá ganha na justiça o direito de assumir no lugar do interventor? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

RENAN

NEHEMIAS, PARASITA E DESQUALIFICADO, QUERO PRIMEIRAMENTE AVISAR QUE NÃO COSTUMO QUERER NADA COM VEADO, MEU NEGÓCIO É MULHER, DEPOIS QUERO AVISAR QUE SE VC TIVER SEM TOMAR DIARIAMENTE O GARDENAL PORQUE O SUS NÃO TÁ MAIS FORNECENDO, VAI NUM PROGRAMA DE RÁDIO QUE TALVEZ QUEM SABE APAREÇA ALGUÉM QUE TE TIRE DESSE BURACO, SE NÃO CONSEGUIR, VAI PRA PORTA DA SUDENE EM RECIFE ESPERAR O CUMPANHEIRO JP CHEGAR (SE É QUE ELE DÁ EXPEDIENTE) OU ENTÃO VAI PRA PORTA DO AP DO SENADORZINHO HUMBERTO COSTA NA 6a FEIRA, OU QUEM SABE ALGUM PETISTA SAFADO DESSES AI QUE IGUALMENTE À LULA FICOU RICO MUITO RAPIDAMENTE... ACHO UM POUCO DIFÍCIL ALGUÉM QUERER BANCAR GARDENAL PRA TU, MAS JÁ QUE NO SUS NÃO TEM E SE VC NÃO TOMAR DIARIAMENTE FICA DESSE JEITO, MAIS NERVOSO E APERRIADO DO QUE JÁ É (KKKKK)!!! AINDA MAIS SABENDO QUE TEU BOLSA FAMÍLIA TEM PRAZO DE VALIDADE: DEZEMBRO DE 2015... SEI NÃO!!

marcos

Dilma comenta com assessor, Lula é mesmo um Merda!

Nehemias Fernandes Jaques

Cadê o Renan chimbinha? Tá preocupado, será que ainda está CC?

Nehemias Fernandes Jaques

Tem gente que diz que dá nojo e, vai vomitar, será hein?

Nehemias Fernandes Jaques

Isso é só jogo de cena, o marajarbas votou em Eduardo Cunha, depois fica dando uma de arrependido puro migué. Quem não se lembra do famoso caso Queiroz Galvão - Escândalo político e notoriedade O advogado Alexandre Jorge Wanderley Pessoa de Melo ganhou notoriedade no início da década de 1990, ao trabalhar num caso de grande repercussão no Estado. Tratava-se do processo envolvendo a ex-tesoureira da construtora Queiroz Galvão, Maria de Fátima Costa do Nascimento, que denunciou a existência de um caixa 2 na empresa para pagar propinas e financiar políticos nordestinos. Entre os políticos acusados de receber dinheiro ilegalmente da construtora estavam o atual governador e então prefeito do Recife Jarbas Vasconcelos (PMDB) e os deputados federais Joaquim Francisco (PFL) e Luiz Piauhylino (à época no PSB e, atualmente, PSDB). De acordo com a ex-tesoureira, tais políticos receberiam doações periódicas da Queiroz Galvão, através do suposto caixa 2. A denúncia acabou virando livro. A Única Vítima - A Verdadeira História do Escândalo do Caixa II da Empreiteira, publicado por uma desconhecida editora de nome Quipá, com 71 páginas, narrava na primeira pessoa e em detalhes a movimentação do dinheiro não declarado pela construtora. Havia informações de que Alexandre Wanderley teria sido pivô numa negociação financeira com a Queiroz Galvão. O escândalo, que começou como um processo trabalhista, onde Maria de Fátima Costa do Nascimento cobrava comissões de 1% a 3% sobre a movimentação do caixa 2, ganhou contornos políticos nas eleições de 1998, quando Jarbas Vasconcelos disputou o governo pela primeira vez. O livro foi distribuído anonimamente nas redações dos jornais, enquanto Jarbas tentava na Justiça Eleitoral proibir a divulgação do conteúdo da publicação. A concessão de uma liminar neste sentido foi criticada duramente por várias entidades, inclusive o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco, que qualificou a decisão como \"volta à censura\".




17/11


2015

Coluna da terça-feira

   A intervenção e o direito do vice

Por unanimidade, o Tribunal de Justiça de Pernambuco aprovou, ontem, a intervenção na Prefeitura de Gravatá, a 82 km do Recife. Os desembargadores seguiram o relator Eurico Barros, que assinou seu parecer favorável com base num calhamaço de documentos parte do processo encaminhado ao TJ pelo Ministério Público. São as provas dos crimes cometidos pelo prefeito Bruno Martiniano (sem partido).

O processo do MP foi baseado na recomendação do Tribunal de Contas do Estado. O Ministério Público de Contas (MPC) citou 14 diferentes tipos de irregularidades detectadas nas contas do gestor. Entre os pontos detectados pela equipe técnica do Tribunal de Contas, superfaturamento no contrato de recolhimento do lixo, perda do certificado do aterro sanitário, favorecimento de empresas em contratos, falsificação de processo licitatório, ausência de recolhimentos previdenciários e obstrução aos trabalhos dos auditores do TCE.

Além disso, há indícios de crimes contra a lei de licitações, indícios de corrupção e improbidade administrativa. Quando um processo dessa envergadura não tem um só voto contrário no Tribunal de Justiça evidencia que as denúncias são procedentes e irrespondíveis. Tanto que o prefeito teve todo o direito de defesa e não convenceu, nem no Ministério Público nem no Tribunal de Justiça.

O processo cabe recurso ao prefeito, que deve recorrer ao Superior Tribunal de Justiça. Mas juristas renomados ouvidos pelo blog asseguram que as chances de Bruno reverter são mínimas não pelas provas levantadas pela justiça, mas pelo fato de que o TJ ter aprovado o pedido de intervenção por unanimidade.

O governador só pode nomear o interventor após a decisão do Tribunal de Justiça ser publicada no Diário Oficial, o que deve ocorrer hoje. Mas que ele se prepare também para enfrentar um outro recurso: do vice-prefeito Rafael Prequé (PSB). Como não foi atingido pelo processo, Prequé pode requerer o direito de assumir o cargo, afastando a intervenção.

Pelo visto, um novo duelo na justiça promete, até porque não há nada que abone a conduta do vice-prefeito, aliás rompido com o prefeito e pré-candidato do PSB a prefeito. Nos próximos dias, Gravatá terá, certamente, muitas emoções pela frente, com resultados imprevisíveis.

GREVE NA CONSTRUÇÃO -  Os operários da construção civil entraram em greve, ontem, no Estado. Segundo o Sindicato da Construção Civil e Pesada, a adesão da categoria atinge 85% dos cerca de 120 mil operários em atividade em Pernambuco. Os trabalhadores pleiteiam reajuste salarial de 20%, tíquete-alimentação no valor de R$ 200,00, melhorias no café da manhã e no almoço servidos aos funcionários, além de melhores condições de trabalho. A decisão foi tomada após o sindicato patronal faltar a três audiências para discutir a pauta de reivindicações da categoria.

Prefeito ficha suja– A Câmara de Vereadores de Águas Belas, em sessão realizada, ontem, aprovou a recomendação do Tribunal de Contas do Estado pela rejeição das contas do prefeito de Águas Belas, Genivaldo Menezes (PT), referentes ao exercício de 2013. Foi uma dupla derrota para o petista, porque na semana passada a Câmara já havia rejeitado as contas de 2011. Águas Belas fica a 273 km do Recife e diante deste novo cenário o prefeito tende a entrar na lista dos chamados fichas sujas.

 

 

 

 

Uchoa no ataque– O presidente da Alepe, Guilherme Uchôa, bateu duro, ontem, no suplente de vereador Jayme Asfora: “Asfora é correligionário do deputado federal Eduardo Cunha. Ao sonhar com o mandato eletivo, ele poderia disputar a eleição pedindo voto ao povo. Nas eleições da OAB, deveria discutir as propostas e os temas que realmente interessam à advocacia, Mas ele antecipa a campanha para vereador de 2016. Usa o palanque da OAB em causa própria como sempre fez, o que é vergonhoso”.

Reação em Água Preta–Sobre a nota de ontem nesta coluna, de que estaria propenso a desistir da reeleição, o prefeito de Água Preta, Armando Souto (PDT), esclarece que recebeu uma enxurrada de manifestações de que não poderia tomar igual decisão de forma isolada. “Primeiro, porque represento um grupo político e como tal tem que ser ouvido e respeitado. E, segundo, esta decisão não será minha, mas da população quando vier a se manifestar em pesquisas sobre a minha gestão, voltada para os mais necessitados, àqueles que dependem da ação pública com justiça social”, disse.

Pombo de igreja – O prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), ganhou um apelido novo dado pelos seus próprios aliados: “Pombo de igreja”, porque faz cocô na cabeça dos fiéis. Tudo porque tem ignorado aqueles que vestem verdadeiramente a sua camisa, dando o sangue em favor da sua gestão. Dizem por lá, aliás, que o primeiro fiel a bater asas será o vice-prefeito Heraldo Selva, que cansou de ser molestado, politicamente, e buscará consolidar sua candidatura no campo da oposição.

 

 

CURTAS 

TÉCNICO– O empresário João Machado, de Gravatá, espera que o governador Paulo Câmara (PSB) faça opção por um técnico para interventor, no lugar do prefeito Bruno Martiniano (sem partido), que perdeu a batalha no Tribunal de Justiça. “Um técnico sem linhagem política, porque o município não merece ser politizado e precisa de uma obra moralizadora para se recuperar”, diz Machado.

ALÔ, LAJEDO! – Retomo, hoje, por Lajedo, no Agreste Meridional, a agenda de lançamentos dos livros Perto do Coração e Reféns da Seca, às 19 horas, na Câmara de Vereadores. Na quinta-feira, será a vez de Salgueiro, no mesmo horário, também na Câmara, na sexta-feira em Serra Talhada, de 19 horas, na Câmara, e no sábado em Flores, igualmente às 19 horas, na Câmara.

Perguntar não ofende: O governador vai optar por um militar ou um civil como interventor de Gravatá? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcondes vinnicius rodrigues silva

Eu fico estarrecido com o Prefeito da Água Preta, vir nas redes sociais de forma indireta desmentir o Jornalista Magno Martins pela informação de que não era mais candidato a reeleição. Joga uma nota qeu diga-se de passagem digno de sua gestão, fraca, e que me parece que foi feito as pressas para tentar acalmar a população que estava vibrando com a sua não reeleição. Só para deixar informado Magno Martins, o Prefeito goza de uma rejeição que beira a casa do 70%, fruto da sua má administração, sem falar que o Prefeito é prepotente, arrogante, ignorante, não sabe escutar a população nem tão pouco seus auxiliares. Espero que da próxima vez, o Senhor Prefeito, tenha mais respeito com esse Jornalista que possui credibilidade na cena política do Brasil e dos seus leitores diários como eu sou.

marcos

Comentário do Pastor Rosalvo Dias: Lula o Mito de Merda!!!

Jáder de Albuquerque Cordeiro

Pombo de Igreja!!! Ahahaha

Jáder de Albuquerque Cordeiro

Uchoa está correto, é o que mais se ver nesta campanha.

Nehemias Fernandes Jaques

Aécio Neves apresenta proposta que permite ampliar cargos comissionados. O país não está em crise? Uma proposta de emenda constitucional de autoria do senador Aécio Neves (PSDB-MG), já aprovada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, pode, na prática, ter efeito contrário do anunciado: em vez de reduzir o número de cargos comissionados, vai permitir a multiplicação dessas vagas nos governos federal e nos principais Estados.




16/11


2015

Coluna da segunda-feira

   FHC elogia Arraes, Osvaldo e Inocêncio

Na leitura inicial de Diários da Presidência, anos 1995-96, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, (PSDB), encontrei um relato em que ele elogia o ex-governador Miguel Arraes, a quem negou pão e água, e os aliados Osvaldo Coelho, recentemente falecido, e Inocêncio Oliveira, que pendurou as chuteiras da vida partidária. Trata-se de viagem ao Nordeste em março de 96, que começou em Petrolina e acabou no Crato (CE), passando antes no Sertão do Apodi, no Rio Grande do Norte.

“Hoje é sábado, 30 de março de 1996, onze horas da noite, estou voltando do Nordeste. A viagem foi muito boa. Ontem saímos daqui e paramos em Petrolina, onde encontrei os Coelho, Osvaldo Coelho à frente. Ele fez um primoroso discurso, me chamando de “inimigo número um da fome” e, no fim, de “libertador da pobreza”, por causa do Real. Nós demos um apoio necessário ao polo da irrigação no São Francisco”, diz FHC, para acrescentar:

“De lá para Serra Talhada. Não entramos na cidade. Fomos ao reservatório de Serrinha, que vai dar vida ao rio Pajeú, rio cantado pelo Luiz Gonzaga, que pedia exatamente esse reservatório. Nós implementamos. Arraes fez um belo discurso testemunhando a ação do Governo, elogiou o Serra e disse que com a ação do Governo há possibilidade agora de uma coisa séria, honesta”.

Fernando Henrique contou em seguida: “O discurso de Inocêncio Oliveira foi empolgado, citou Hamlet, Shakespeare, fez uma poesia, estava o dono da festa, feliz da vida. Havia um pequeno grupo de sem-terra e quando me dirigi ao povo, eles estavam ali perto, eu queria falar com eles, foram embora, ficaram desconcertados”.

O volume número um do livro de FHC tem 931 páginas, nas quais ele reproduz o que gravou no dia a dia em gravadores sem muito recurso, segundo ele, o que dificultou a transcrição, porque os auxiliares que desgravaram não entenderam, em muitas ocasiões, o que quis dizer nem interpretar aquele exato momento. Por isso, a narração é na primeira pessoa, como se fosse um longo depoimento.  

No trecho que encontrei sobre sua experiência numa das viagens ao Nordeste, ele encerra assim: “No Crato, outra etapa da viagem, encontrei Miguel Arraes, Violeta Arraes, o governador Mão Santa(PI) e o Tasso Jereissati (CE). Ai foi um programa ambiental, uma coisa mais sofisticada, toda a população na rua, a não ser um grupo numa esquina, me disse o prefeito de lá, gente da universidade que gritava, xingava e tal. Tasso até me disse que parecia o Sarney na época do Cruzado”.

E conclui, reportando-se à sua experiência no Governo Sarney: “Eu viajei com o Sarney na época do Cruzado, fomos para Aparecida, era assim. Só que o Cruzado durou pouco, o Real está durando já dois anos. Espero que dure o resto do tempo”. Ainda sobre Pernambuco, ele conta como se deu o encontro em que o então jovem deputado Mendonça Filho (DEM), no seu primeiro mandato federal, o procurou para apresentar a emenda que permitiu a aprovação, pelo Congresso, da emenda da reeleição. Depois, eu conto.

DELAÇÕES - Por meio de advogados, dois dos seis presos da Operação Zelotes procuraram investigadores da Força Tarefa para aderir ao instituto de delação premiada, negociação que foi iniciada: Alexandre Paes dos Santos, o APS, e Mauro Marcondes, relacionados na investigação como envolvidos na suposta fraude de decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), ligado ao Ministério da Fazenda. Além das suspeitas de que Santos e Marcondes negociavam decisões no Carf, os investigadores apontam que os dois acusados atuariam em pagamentos de propina em troca de medidas provisórias para beneficiar o setor automotivo.

Degolado da Globo News – Meu amigo Sidney Rezende, parceiro no blog, foi demitido da Globo News, onde estava desde 1997. Um dos fundadores da rádio CBN, um dia antes do cartão vermelho, ele fez críticas ao jornalismo praticado no Brasil. Em um texto intitulado “Chega de notícias ruins”, publicado no seu blog, Rezende argumentou que notícias positivas estão fora da pauta da mídia e lamentou: “Se pesquisarmos a quantidade de boçalidades escritas por jornalistas e ‘soluções’ que quando adotadas deram errado daria para construir um monumento maior do que as pirâmides do Egito. Nós erramos. E não é pouco. Erramos muito.”

O forasteiro está chegando! - Embora o prefeito de Bonito, Rui Barbosa (PSB), negue, o deputado estadual Clodoaldo Magalhães (PSB) transferiu seu domicílio eleitoral de Palmares para aquele município e deve ser o candidato a prefeito apoiado pelas forças governistas. Barbosa está animado, mas receoso de que, ao longo da campanha, o seu candidato oficial, que ali está caindo de paraquedas, seja identificado, apontado e tratado de forasteiro, como de fato tem todas as características.

É cria de casa - Em Caruaru, depois da rasteira que a direção estadual deu no vice-prefeito Jorge Gomes, ninguém tem mais dúvidas de que o prefeito José Queiroz (PDT), que se sentiu apunhalado, apoie efetivamente o candidato que sempre esteve na sua cabeça: o senador Douglas Cintra (PTB). Quanto ao fato do trabalhista ser ligado ao ministro Armando Monteiro, Queiroz já o discurso da resistência dialética na ponta da língua: Douglas é cria política dele, histórico integrante do seu grupo.

O segundo a correr da reeleição - Depois de Severino Otávio (PSB), de Bezerros, assumir que não deseja disputar a reeleição, desiludido com a crise que arrasta os municípios para o fundo do poço, agora é a vez de Armando Souto (PDT), prefeito de Água Preta, também admitir que a reeleição não está em seus planos. “Hoje, não sou candidato. Posso até mudar de opinião, mas não desejo mais. Os municípios brasileiros, quase sem exceção, viraram massas falidas”, diz ele.

 

CURTAS

PROTESTO – Na próxima sexta-feira, o Sertão do Pajeú vai às ruas protestar contra a paralisação das obras da Adutora do Pajeú, tocadas pela Compesa e suspensas sem a menor satisfação. O ato, que reunirá lideranças políticas e do movimento dos camponeses ligados à Fetape – Federação dos Trabalhadores na Agricultura – será realizado em Afogados da Ingazeira, cidade sede da região.

ALÔ, ANGELIM – Minha agenda de lançamentos desta semana dos livros Perto do Coração e Reféns da Seca começa amanhã pela cidade de Angelim, a 199 km do Recife, no Agreste Meridional. Na quarta, estaria em São Caetano, mas foi cancelado. Quinta é a vez de Salgueiro, sexta-feira Serra Talhada e sábado, Flores. Em todas essas paradas, na Câmara de Vereadores, às 19 horas.

Perguntar não ofende – Com um Executivo criminalizado, um Legislativo judicializado e um Judiciário politizado, o Brasil ainda tem saída?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Domitila Dalia

Essa gestão desse prefeito de Água Preta eu já previa , só não imaginava que fosse bem pior do que a gestão anterior ( vaqueiro ). Mas tentar descredibilizar um grande reporte que alem de sério ético, essa foi demais. Isso mostra o que ele é capaz de fazer para conseguir seus objetivos. Ele desmentiu tudo na sua pagina do Facebook .

JSobreira

Elogiar Miguel Arraes e Oswaldo Coelho tudo bem. Incluir Inocêncio Oliveira é cegueira total.

marcos

Intervenção já! Civil ou Militar. Pior do que está, não fica!




14/11


2015

Coluna do sabadão

    O Brasil é online

A internet bombou no País: 95,4 milhões de pessoas acessaram a internet em todo o território nacional em 2014, crescimento de 11,4% em relação a 2013. Os números são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Brasil, segundo o levantamento, tem 200,5 milhões de habitantes, dos quais 54,4% acessam a rede de dados.

Com isso, a proporção de internautas no Brasil entre a população total residente passou de 49,4%, em 2013, para 54,4%, em 2014. Mais da metade dos internautas, 51,5%, tem idades entre 10 e 29 anos. Mulheres também são maioria, representando 52,2% dos números.

As regiões que apresentaram proporções acima da média nacional foram a Sudeste (61,8%), a Sul (58,2%) e a Centro-Oeste (60%). Abaixo da média ficaram Norte (45,2%) e Nordeste (42,1%). Também há grande distinção de proporções entre as faixas etárias. Mais de 81% das pessoas de 15 a 19 anos acessaram a internet em 2014. Já o grupo de 50 anos ou mais é o que menos acessa: apenas 24,3%.

O número de pessoas com aparelhos celulares para uso pessoal também aumentou em 2014. Eram 136,6 milhões de pessoas de 10 anos ou mais com um aparelho. Houve um crescimento de 6,4 milhões de pessoas em relação a 2013, o que representou um aumento de 4,9%. Com isso, 77,9% da população brasileira tem um celular.

Entre as regiões, a Sudeste foi a com maior crescimento absoluto, de 2,4 milhões de pessoas. Já a região Nordeste foi a maior em proporção, com aumento de 7%. Sudeste (81,9%), Sul (82,2%) e Centro-Oeste (86%) são as regiões com proporção de pessoas acima da média nacional. Norte (69,4%) e Nordeste (69,9%) ficam abaixo.

Em 2014, a faixa etária com maior proporção de usuários passou a ser a de 20 a 24 anos, com 89,4% dos representantes. Em 2013, esse status pertencia ao grupo de 25 a 29 anos, que no ano passado ficou com 89,2%. Em proporção, as mulheres são um grupo maior que os homens. 78,6% delas têm aparelhos, e 77,3% deles possuem celulares.

PAPEL DO JUDICIÁRIO -  O ex-presidente do Supremo Tribunal federa, Joaquim Barbosa, disse, durante sua palestra no Recife, que o Judiciário não é remédio contra as escolhas políticas ruins feitas pelos cidadãos ou pelos seus representantes no Congresso. “Não faz parte do papel do Judiciário corrigir políticas públicas nas quais não concordamos, ainda que elas sejam ruins", afirmou. Segundo ele, a competência do STF está no combate aos excessos e ilegalidades cometidos pelos gestores públicos, mas não na correção de políticas públicas equivocadas.

Abuso de poder– O líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho, está engajado na mobilização nacional dos caminhoneiros contra ao aumento nos preços dos combustíveis e da alta de impostos. Ele condena a Medida Provisória 699, que aumenta as punições contra os motoristas que realizarem bloqueios nas rodovias do País. O líder está entrando com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra a MP junto ao STF. "É abuso de poder, de autoridade, numa tentativa de anular o direto da livre manifestação", afirmou. Nas manifestações, os caminhoneiros têm defendido o impeachment de Dilma, o que, segundo Mendonça, tem o respaldo de 66% da população.

A visão de Marina– Marina Silva considera catastrófica a tragédia causada pelo rompimento das barragens da mineradora Samarco, em Mariana (MG). Segundo ela, a negligência, a ser investigada, gerou um "dano incalculável”. "É um dano incalculável porque, por mais que você consiga precificar os danos econômicos, do patrimônio histórico, você jamais vai conseguir calcular as vidas que se perderam, as histórias que desapareceram, as relações que as pessoas estabeleceram com aquilo que produziram e acumularam. Isso não tem preço”.

Na poeira e na buraqueira–O prefeito de Brejo da Madre de Deus, Edson Souza (PTB), mais conhecido como Doutor Edson, pediu ao secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, para retomar o projeto de pavimentação da estrada que liga a sede do município ao distrito de São Domingos. Trata-se de um trecho de 60 km em péssimas condições de tráfego e que representa um sonho antigo da população, que pena no dia a dia comendo poeira e enfrentando uma buraqueira infernal.

Durma com uma bronca dessa!Ex-prefeito de Arcoverde, o deputado Zeca Cavalcanti (PTB) está respondendo a três ações distintas de improbidade administrativa, que já estão tramitando na 2ª Vara Cível de Arcoverde, na Procuradoria Geral da República, em Brasília, e no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco – TCE/PE. Os processos apontam desvio de valores que atingem R$ 350 mil reais.

 

 

CURTAS 

SETÚBAL– O vereador Wanderson Florêncio, da bancada do PSDB na Câmara do Recife, deu entrada em um requerimento solicitando ao prefeito Geraldo Júlio (PSB) que reconheça como bairro a área conhecida como Setúbal, localizada no bairro de Boa Viagem. O parlamentar, que afirmou atuar principalmente nas causas ambientais da região, disse que a comunidade já possui características próprias.

AGENDÃO Na próxima semana cumpro mais uma extensa agenda de lançamentos dos livros Perto do Coração e Reféns da Seca. Começa na terça-feira por Lajedo, no Agreste Meridional, às 19 horas, na Câmara de Vereadores e acaba no sábado em Flores, no Sertão do Pajeú.

Perguntar não ofende: Lula vai conseguir derrubar Levy?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula está fazendo de tudo para desviar o foco da Lava Jato, mas tem jeito não o seu dia de prestar contas a nação e dos seus filhinhos bandidos estão chegando, CABRA SAFADO!!!!

Nehemias Fernandes Jaques

Fala verdade? Dá inveja, não? Lula ganha estátua em Bronze ao lado da Casa Branca - Estátua de bronze de Lula foi instalada no National Mall, parque ao lado da Casa Branca, em Washington. Junto ao ex-presidente estão figuras ilustres como Abraham Lincoln, Simon Bolívar o recém-falecido Gabriel García Márquez

Jáder de Albuquerque Cordeiro

Lula tá feito aquele cara que a mulher deixa e ele só quer está dentro de casa. É um empata f..

Nehemias Fernandes Jaques

A classe media tem ódio do PT e ao governo - Toda conquista social incomoda uma elite perversa.

Nehemias Fernandes Jaques

Codigo do Moro. Todos os processos contra Aécio como o aécioporto, desvio da saúde em minas, Furnas, nunca foram sequer investigado!




13/11


2015

Coluna da sexta-feira

  A polêmica do direito de resposta

A presidente Dilma Rousseff sancionou, ontem, com apenas um veto, o projeto de lei aprovado pelo Congresso que regulamenta o direito de resposta a quem se sentir ofendido por algum veículo de imprensa. Dilma vetou, no texto enviado pelo Congresso, o trecho que previa que a pessoa ofendida pudesse "dar a resposta ou fazer a retificação pessoalmente" no rádio ou na TV.

Na justificativa para o veto, a presidente disse que “ao não definir critérios para a participação pessoal do ofendido, o dispositivo poderia desvirtuar o exercício do direito de resposta ou retificação". Na tramitação do projeto no Congresso, o trecho que previa a retratação feita pessoalmente foi incluído pelos senadores, depois retirado pelos deputados, na Câmara, e por fim reinserido no Senado.

Pela nova lei, o direito de resposta será garantido quando uma reportagem atentar, “ainda que por equívoco de informação, contra a honra, a intimidade, a reputação, o conceito, o nome, a marca ou a imagem de pessoa física ou jurídica identificada ou passível de identificação”.

Pelo projeto aprovado, o reclamante tem 60 dias a partir da veiculação da reportagem para solicitar o direito de resposta diretamente ao órgão de imprensa ou à pessoa jurídica responsável. Caso a resposta não seja publicada sete dias após o pedido, o reclamante poderá recorrer à Justiça.

A partir do ajuizamento da ação, o juiz terá 30 dias para proferir a sentença. Nesse período, vai citar o órgão de imprensa para que explique as razões pelas quais não veiculou a resposta e para que seja apresentada a contestação à reclamação.

Ao ofendido, é garantido direito de publicação da resposta com os mesmos “destaque, publicidade, periodicidade e dimensão” da reportagem, tanto no veículo que originalmente divulgou a reportagem quanto em outros que a tenham replicado. O texto não assegura resposta a comentários feitos por leitores, como os que são publicados por internautas.

REPATRIAÇÃO -  O deputado Raul Jungmann (PPS) voltou a criticar a proposta do Governo de repatriação dos recursos enviados ao exterior. Para ele, a aprovação da matéria beneficiaria o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, acusado de possuir contas na Suíça sem declaração dos bens à Receita Federal. “É preciso dizer que, votado e aprovado este relatório, este plenário estará anistiando o seu presidente, pois este projeto repatria recursos lícitos e ilícitos”, alertou.

O amigo de Lula na CPI– O ex-presidente Lula sofreu uma derrota, ontem, na CPI do BNDES, que investiga operações envolvendo o banco de fomento: foi aprovada a convocação do empresário e pecuarista José Carlos Bumlai, para prestar esclarecimentos sobre suspeitas de tráfico de influência e favorecimento em contratos firmados pelo banco. Sob protestos de deputados governistas, a convocação de Bumlai foi aprovada por 13 votos favoráveis e três contrários.

Crise chega ao TJ– Depois de eleger hoje a sua nova mesa diretora, o pleno do Tribunal de Justiça deve aprovar, hoje, corte de despesas com gratificações, além da reorganização e criação de unidades judiciais. Se aprovadas, as medidas representarão uma redução das despesas com pessoal da ordem de R$ 9 milhões. Trata-se de conjunto de ações propostas pelo desembargador Frederico Neves, preocupado com o cenário fiscal adverso. Entre as propostas, restrições no pagamento de gratificação para substitutos de servidores ocupantes de cargos comissionados ou funções gratificadas e a redução de R$ 2.112,48 para R$ 800 do valor do teto definido para a Gratificação de Incentivo à Produtividade atribuída aos servidores à disposição do TJPE.

Intervenção em Gravatá–O Fórum Permanente de Combate à Corrupção em Pernambuco (FOCCO-PE) divulgou nota em apoio ao Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público sobre o pedido de intervenção em Gravatá. Ressaltando que são graves as acusações que pesam contra o prefeito Bruno Martiniano (PTB), a nota pede que os desembargadores do Tribunal de Justiça autorizem a intervenção, devido à “sistemática” obstrução aos trabalhos de investigação do TCE. “Neste momento em que a sociedade repudia com veemência a “corrupção e a improbidade”, é inadmissível que uma gestão pública municipal não venha a respeitar a transparência e publicidade”, acrescenta a nota.

Câmara tenta animar Branquinho – O governador Paulo Câmara (PSB) não perdeu as esperanças de convencer o prefeito de Bezerros, Severino Otávio, o Branquinho, também socialista, a rever a sua decisão de não disputar a reeleição. Desencantado com o quadro adverso que os municípios enfrentam, Branquinho anunciou que encerrará sua carreira pública sem disputar a reeleição, em 2016. Imediatamente, o governador apelou, num telefonema ao prefeito, mas ontem Branquinho, que é conselheiro aposentado do Tribunal de Contas, reafirmou ao blog que está sem a mínima disposição para o embate.

CURTAS 

INVESTIGAÇÃO– A Procuradoria Geral da República enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um novo pedido de investigação sobre o senador Fernando Collor (PTB). O pedido foi encaminhado diretamente ao gabinete do ministro Teori Zavascki, por ligação com as investigações da Operação Lava Jato, da qual ele é relator do STF.

ALÔ, CARUARU! Encerrando a maratona da semana de lançamentos dos meus livros Perto do coração e Reféns da seca em Caruaru. A partir das 19 horas, farei uma noite de autógrafos na livraria Nobel, no Shopping Caruaru. Antes, entretanto, apresento o programa Frente a Frente direto dos estúdios da Rádio Cultura, nossa parceira no município. Na semana que vem, a incursão será ao Sertão.

Perguntar não ofende: Quantos prefeitos em Pernambuco ficarão sem poder pagar o 13º salário? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

RENAN

NEHEMIAS VEADINHO DESQUALIFICADO, TENHO QUERER PQ MANDO EM MIM, NÃO SOU TU QUE ÉS MANDADO PELO PT EM TROCA DE CENTO E POUCOS REAIS MENSAIS DE UM BOLSA ESMOLA E PRESTES À SER CORTADO!!! O TEU APERREIO É JUSTAMENTE ESSE (KKKKK)!!!!!

Nehemias Fernandes Jaques

Renan xirimbaba, tu tem querer? Tu é CC, só vai passar o cartão no final do mês.

RENAN

NEHEMIAS VEADINHO APERRIADO, EU QUERO QUE PT, PSDB, PMDB, PSB, PP, TUDO QUE É PARTIDO NESSE PAIS SE DANE, SÃO TODOS IGUAIS! NÃO TÔ PREOCUPADO COM PORRA DE PARTIDO NEM DE POLÍTICO NENHUM, SÓ PRA VCS QUE GANHAM ESSA MERDA DE BOLSA ESMOLA É QUE TEM QUE DIZER O CONTRÁRIO, DEFENDER ARDOROSAMENTE QUEM PAGA ESMOLA À VCS. EU QUERO É QUE SÉRGIO MORO JUNTO COM TODO PODER JUDICIÁRIO, MINISTÉRIO PÚBLICO E A POLÍCIA FEDERAL CONTINUEM TRABALHANDO FIRMES PRA PRENDER QUEM QUER QUE TENHA ROUBADO!!! DEIXA DE SER IMBECIL, NEHEMIAS PARASITA, EU NÃO TENHO OBRIGAÇÃO DE DEFENDER NINGUÉM, MAS NÃO VOU ACEITAR QUE AFUNDEM MAIS AINDA ESSE PAÍS, QUE SERVIRÁ PARA AS PRÓXIMAS GERAÇÕES, INFELIZMENTE COMO VC NÃO SABE NEM O QUE É FILHOS, NETOS, JÁ QUE ÉS UM PELEGO CIGANO QUE VIVE SÓ NO MUNDO, UM DESQUALIFICADO, CHORA PELO TEU PT NOJENTO QUE EU TÔ SÓ ESPERANDO CHEGAR TEU DIA E DE MUITO VAGABUNDO QUE ANDA PERAMBULANDO POR AI AFORA!!!

Nehemias Fernandes Jaques

PRA TU RENAN XIRIMBABA: LAVA JATO PODE ESMIUÇAR RELAÇÕES ENTRE ANDRADE GUTIERREZ E PSDB - Colunista Mônica Bergamo informa que \"integrantes da força-tarefa, que tem procuradores do Paraná e de Brasília, já revelaram ainda a interlocutores que têm interesse também em esmiuçar as relações da empreiteira com o PSDB\"; mensagens de executivos da empreiteira, que era comandada por Otávio Azevedo, preso na operação, revelaram torcida por Aécio Neves na disputa presidencial de 2014; nas gestões tucanas em Minas, Andrade também assumiu posição no bloco de controle da Cemig - A merda vai virar boné!

Nehemias Fernandes Jaques

GLOBO RETIRA DO AR TODAS AS MATÉRIAS CONTRA LULINHA - Depois de se retratar, na primeira página, pelo erro cometido pelo colunista Lauro Jardim contra Fabio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, o jornal O Globo também retirou da internet seis publicações da repercussão sobre o caso; Jardim havia dito, equivocadamente, que Fabio teria sido citado na delação de Fernando Baiano como beneficiário de pagamentos de R$ 2 milhões; como a informação é falsa, Fabio processa O Globo, que tenta se resguardar




12/11


2015

Coluna da quinta-feira

    No sufoco financeiro, vale tudo! 

Em meio a uma crise de liquidez nunca vista na história do Estado, devido ao agravamento do quadro nacional, o governado Paulo Câmara (PSB) passou a usar de todos os meios para rechear o tesouro. E ontem obteve o aval da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para usar até 70% dos depósitos administrativos e judiciais – tributários ou não – recolhidos em processos que tenham o Estado de Pernambuco como parte. 

O projeto, aprovado em regime de urgência-urgentíssima por uma ampla maioria da Casa, estabelece, também, que os 30% restantes sejam destinados a um fundo de reserva para assegurar o pagamento da parte contrária caso esta venha a ganhar o processo na justiça. O fundo de reserva está previsto pela Lei federal nº 151, que autoriza o Poder Executivo dos Estados a utilizar os depósitos litigiosos como fonte de recursos.

O fundo de reserva será constituído pela parcela (mínimo de 30%) dos depósitos judiciais e administrativos não repassados à conta única do Tesouro. O Estado terá de aportar recursos para recomposição do fundo, em até 48 horas, após comunicação do banco oficial, sempre que o saldo estiver abaixo do limite estabelecido.

Os depósitos judiciais e administrativos em dinheiro referente a processos em tramitação devem ser realizados em bancos públicos que destinarão 70% dos valores atualizados para a conta única da Fazenda Pública que for parte no litígio. Os recursos poderão ser empregados para o pagamento de precatórios, dívida pública fundada, despesas de capital e também na recomposição dos fluxos de pagamento e do equilíbrio atuarial do fundo de previdência estadual.

Trata-se de mais uma fonte de receita para o Estado suportar os reflexos da crise econômica do País. A possibilidade de uso dos recursos dos depósitos judiciais vinha sofrendo a objeção do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), tendo o presidente Frederico Neves se manifestado contrariamente à medida por entender que causaria “insegurança jurídica”.

“Ganhamos uma importante fonte de recursos para Pernambuco, da qual pode se valer para honrar compromissos com as instituições, as políticas públicas em execução e, em última instância, os anseios e necessidades da população”, disse o governador, acrescentando que os recursos serão um instrumento para “conter os efeitos negativos” do cenário econômico do País no Estado.

PELO FÍGADO -  A campanha contra as medidas econômicas imprescindíveis ao País e, especialmente contra seu condutor, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, pode devolver ao ex-presidente Lula o comando do Brasil sem que ele tenha sido eleito, ou reeleito, ou convocado, ou aprovado. Lula já falou publicamente sobre seu desejo de ver Levy longe do Governo. Agora ele só esbraveja contra o ministro em encontros particulares. Quem conhece o ex-presidente sabe que, quando está contrariado, é seu fígado quem “fala” por ele.

Água cara em Limoeiro– Diante do agravamento da seca, em Limoeiro, tradicional bacia leiteira do Agreste Setentrional, um caminhão pipa com água está sendo comercializado a R$ 180. Segundo o prefeito Thiago Cavalcanti, a frota de pipas do Exército não está atendendo toda a demanda da população. “Estamos enfrentando a maior seca dos últimos 50 anos em nossa região e ter acesso à agua é algo desesperado”, admite.

 

Pulga atrás da orelha– Acusado pela Força-Tarefa da Lava Jato de ser "operador do PMDB" no esquema de corrupção que atuava na Petrobras, o lobista Fernando Soares, conhecido como "Fernando Baiano", fez, ontem, o seu primeiro depoimento após aderir ao instituto da delação premiada. Ele responde pelos crimes de pertencer a organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro nacional e internacional. A expectativa é que envolva mais figurões dentro e fora do PMDB na ladroagem.

PT vai para o ataque– Uma cartilha de 34 páginas, que será divulgada, ontem, pelo PT, acusa os integrantes da força-tarefa da Lava Jato, assim como o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, de trabalhar em sintonia com setores da imprensa para “eliminar o partido da vida política brasileira”. Intitulado “Em defesa do PT, da verdade e da democracia”, o documento destaca até iniciativas do partido na área do combate à corrupção” e condena o que chama de campanha de criminalização do partido.

Sem projeto de viceEm entrevista ao Frente a Frente, a coordenadora estadual do Prodetur, Isabel Urquisa, que se revelou na grata surpresa das eleições passadas em Olinda, nega, categoricamente, que tenha qualquer projeto ou intenção de, filiada agora ao PSDB, saindo do PMDB, compor uma chapa com PSB, tendo na cabeça o advogado Antônio Campos. “Estou chegando ao PSDB com o aval do partido para ser protagonista da eleição em Olinda”, ressalta, referindo-se ao desejo de disputar, mais uma vez, a Prefeitura.

CURTAS 

CRISE BRABA– Pelo menos 80% dos prefeitos pernambucanos não têm, ainda, de onde tirar o dinheiro para honrar o pagamento do 13º salário dos servidores. O cenário não é diferente no restante do Nordeste nem tampouco do País. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios, nem 10% dos prefeitos têm caixa para quitar o 13º.

ALÔ, BREJO DA MADRE DE DEUS! Estarei hoje em Brejo da Madre de Deus, no Agreste Setentrional, para o lançamento dos meus livros Perto do coração e Reféns da seca. A noite de autógrafos será na Câmara de Vereadores, às 19 horas. Amanhã, será a vez de Caruaru, na livraria Nobel, no Shopping Caruaru, também às 19 horas. Semana que vem a agenda será no Sertão, com uma paradinha, antes, em São Caetano.

Perguntar não ofende: Joaquim Levy não tem semancol? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

GLOBO ENQUADRA AÉCIO E MANDA PSDB BAIXAR A BOLA - Finalmente algo sensato na mídia. Dilma é imbatíve, só sai em 2018, preparem-se e ganhem no VOTO!!

Nehemias Fernandes Jaques

Fernando Henrique Cardoso defende fim do reajuste real do salário mínimo - Em entrevista ao \"É Notícia\", o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que a atual fórmula do salário mínimo \"tem que ser revista\". \"Chegou um momento que você tem que olhar a produtividade. Quando o salário está muito acima da produtividade, cria problema\", declarou. Ele disse ainda que o candidato tucano nas eleições de 2014, Aécio Neves, foi contra (a revisão da fórmula) \"porque estava na eleição, mas tem que ser revista\". Hoje, o salário mínimo é reajustado com base na inflação do ano anterior e no crescimento (PIB) de dois anos antes, o que normalmente garante um aumento acima da inflação. Só os governos do PT estão ao lado do POVO! Esses tucanoides ficam mistificando.

Nehemias Fernandes Jaques

Fernando Henrique Cardoso defende fim do reajuste real do salário mínimo - Em entrevista ao \"É Notícia\", o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que a atual fórmula do salário mínimo \"tem que ser revista\". \"Chegou um momento que você tem que olhar a produtividade. Quando o salário está muito acima da produtividade, cria problema\", declarou. Ele disse ainda que o candidato tucano nas eleições de 2014, Aécio Neves, foi contra (a revisão da fórmula) \"porque estava na eleição, mas tem que ser revista\". Hoje, o salário mínimo é reajustado com base na inflação do ano anterior e no crescimento (PIB) de dois anos antes, o que normalmente garante um aumento acima da inflação. Só os governos do PT estão ao do POVO!

Nehemias Fernandes Jaques

Nunca antes na história deste País, um politico, mito Lula, tem empatia com o seu POVO!

Nehemias Fernandes Jaques

Vocês vão acabar morrendo de tão profunda inveja! VIVA LULA DO BRASIL! VIVA DILMA DO BRASIL! Vocês têm produzido mesmo é muito e descabido ódio!




11/11


2015

Coluna da quarta-feira

    Temendo Cunha, PT sobe no muro

O PT não sabe o que quer, nem mesmo em relação à cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O líder na Câmara, Sibá Machado (AC), disse, ontem, que os integrantes petistas no Conselho de Ética não terão que seguir orientação do partido no processo por quebra de decoro parlamentar que investiga Cunha. De acordo com Sibá, não haverá “enquadramento” da legenda aos deputados que fazem parte do colegiado.

“Os membros do Conselho de Ética têm mandato e não podem trabalhar sob pressão nem da bancada nem de ninguém. Eles têm que ir lá e cumprir a sua tarefa”, disse o parlamentar, após reunião de coordenação da bancada do PT na Câmara. Em reunião do Diretório do PT, no dia 29 de outubro, o presidente nacional do partido, Rui Falcão, havia dito que os três membros indicados pela legenda para cadeiras no Conselho de Ética votariam no processo de Cunha conforme orientação da Executiva Nacional.

“Lá [no Conselho de Ética] a bancada do PT votará unitariamente, sob orientação da Executiva Nacional”, disse Rui Falcão. Oficialmente, o PT não divulgou o posicionamento que defende. Segundo o blog apurou, orientação da sigla na Câmara é de não se posicionar de forma contundente até a votação do parecer do relator do processo no Conselho de Ética. "Temos que ficar apáticos", disse uma liderança petista.

O partido teme que ataques a Cunha prejudiquem a votação de projetos considerados essenciais para o ajuste fiscal do Governo, como a proposta de repatriação de recursos enviados ao exterior e o Orçamento de 2016. Outro temor é de que o presidente da Câmara decida autorizar a abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, em retaliação a uma eventual defesa pelo PT do afastamento do peemedebista.

Enquanto isso, defensores da saída de Cunha temem que o presidente da Câmara e o partido da presidente Dilma entrem em acordo pela preservação do mandato dos dois. Questionado sobre a posição de Falcão divulgada em outubro, Sibá Machado reforçou que os deputados petistas terão autonomia para votar a favor ou contra punições a Eduardo Cunha. “Não há enquadramento. Temos que saber que há uma forte pressão. Quem está lá sabe que vai trabalhar sob pressão. Mas não haverá enquadramento”, disse.

O Conselho de Ética da Câmara é formado por 38 parlamentares, entre os quais 21 titulares e 17 suplentes. Pela composição atual, o PT conta com três deputados titulares no conselho – Léo de Brito (AC), Valmir Prascidelli (SP) e Zé Geraldo (PA) – e dois suplentes – Assis Carvalho (PI) e Odorico Monteiro (CE). Os suplentes só têm direito a voto se os titulares estiverem ausentes.

A ILUSÃO DE JORGE -  Socialista e arraesista histórico, o vice-prefeito de Caruaru, Jorge Gomes, que perdeu o controle do PSB no município para o grupo do ex-governador João Lyra Neto, está inconsolável. Mas ainda alimenta a ilusão de que a direção estadual recue da decisão. “O presidente Sileno Guedes me disse que não existe nenhuma garantia de que Raquel será a candidata pelo PSB. E se em abril o partido decidir que a candidata não seja ela? Se a aliança com o PDT for mantida, ela fica no partido? São perguntas que precisam ser respondidas”, afirmou.

Batendo no próprio presidente– Ao participar de uma audiência pública na Assembleia e defenestrar um programa do Governo Paulo Câmara, o deputado Daniel Coelho deu uma tremenda pisada de bola, batendo fortemente no presidente estadual da sua legenda, Antônio Moraes, pai da ideia. Ao ser advertido por um aliado de que a proposta seria tucana, o desinformado deputado ficou numa saia justa, sem saber o que dizer.

 

 

Montanha de dinheiro– Responsável pela mobilização dos prefeitos para o protesto da última segunda-feira, o presidente da Amupe, José Patriota (PSB), assegura que os 184 municípios pernambucanos perderam mais de R$ 6 bilhões por conta das desonerações incidentes sobre a arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), como a do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e da queda na arrecadação do Imposto de Renda. Os dois tributos são os maiores componentes do FPM.

Campeão em rejeição– Em Carpina, o deputado federal Ricardo Teobaldo (PTB) aposta todas as fichas na candidatura a prefeito de Joaquim Lapa (PTB), ex-prefeito do município. Segundo ele, pesquisa em seu poder aponta que o pedetista seria eleito numa disputa polarizada com o deputado Manoel Botafogo (PDT). “Com rejeição beirando a casa dos 80%, o prefeito Carlinhos do Moinho (PSB) é carta fora do baralho”, provoca o parlamentar, que vem fazendo o excelente trabalho no Congresso como relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

Tony Gel quer rezaAos que tinham dúvida da candidatura do deputado Tony Gel (PMDB) a prefeito de Caruaru: ele já está agendando a confraternização de fim de ano antecipada com os seus aliados numa festa com todas as características para ser interpretada como o start do seu projeto de tentar voltar a governar a capital do forró mais uma vez. Será numa churrascaria de Caruaru com a presença do presidente estadual do PMDB, Raul Henry, e o deputado Jarbas Vasconcelos.

 

CURTAS 

CULPA DA CRISE– Ao justificou os atrasos nos repasses do FEM aos municípios, o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que o País atravessa a pior crise dos últimos 80 anos, mas assegurou que não haverá fechamento de unidades de saúde e que irá pedir à bancada federal pernambucana o direcionamento de emendas parlamentares para solucionar a crise hídrica. Ele também afirmou que a liberação dos R$ 30 milhões referentes ao FEM acontecerá até o dia 25 deste mês.

ALÔ, BONITO! Estarei hoje em Bonito, no Agreste Setentrional, para o lançamento dos meus livros Perto do coração e Reféns da seca. A noite de autógrafos será na Câmara de Vereadores, às 19 horas. Amanhã, será a vez de Brejo da Madre de Deus, no mesmo horário, na Câmara de Vereadores e na sexta-feira Caruaru, na livraria Nobel, no Shopping Caruaru, também às 19 horas.

Perguntar não ofende: O PT está mancomunado com Eduardo Cunha?  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Um passarinho soprou no ouvido de Humberto que Palocci vai morar em Curitiba, sem pagar aluguel Te cuida Dilma da Mandioca. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

marcos

Mas esse PT é um partido muito cabra safado, só ele que defende Eduardo Cunha.Conclusão Bandido protege Bandido

Nehemias Fernandes Jaques

MICHEL ZAIDAN - Cientista político da UFPE - A liberdade da opinião ameaçada - 10 de Novembro de 2015 Estamos vivendo no país aquilo que muito apropriadamente a professora Liana Lins, da Faculdade de Direito do Recife, denominou de \"Estado de Exceção Episódico\" (EEE). Não é uma Estado de exceção típico, com a supressão das liberdades civis e o precário funcionamento das instituições democráticas (Justiça, Legislativo). O EEE se expressa através de intervenções seletivas contra determinados públicos-alvo e certas ações, atitudes ou ideias professadas e manifestas pela sociedade civil. Há uma lei a ser sancionada pela Presidente da República, sobre o combate ao terrorismo; há um projeto de lei que proíbe críticas aos parlamentares; há outro contra o debate político-ideológico nas escolas. E há uma gama de projetos – oriundos da bancada evangélica – contra o direito das minorias. As pessoas estão sendo atacadas e desrespeitadas em ambientes públicos por hordas de criminosos, apenas por esposarem esta ou aquela ideia, concepção ou visão de mundo. Por vestirem vermelho, verde ou encarnado. Por andarem de calças ou saiotes. Esse é o país legado pelas eleições de 2014 em que nos cabe viver. Fala-se na introdução do ensino obrigatório das religiões na escolas públicas e o ensino do criacionismo como teoria científica. Nunca foi tão oportuna a frase de um certo pensador alemão que diz ser \"A religião o ópio do povo\". Pastores e ministros, travestidos de benfeitores da humanidade, à cata do voto de um eleitorado crédulo e ingênuo, transformado em mera massa de manobra para políticas obscurantistas, reacionárias, num claro atentado contra a laicidade do Estado Brasileiro. Tempos de intolerância e ódio! Não menos grave é o atentado que vem sendo perpetrado contra os \"democratas de ocasião\" contra as liberdades civis, entre elas: a liberdade de opinião. São os hipócritas que defendem a liberdade de um seminário francês atacar a religião muçulmana, mas criminalizam os que defendem uma administração republicana da cidade ou do Estado. Será que é preciso dizer mil vezes que um mandato popular/eletivo/representativo não é semelhante a uma prebenda, um presente, um cheque em branco, que o gestor adquire por tantos reais e o utiliza ao seu bel-prazer, sem dar ou prestar satisfação à sociedade, aos eleitores e aos contribuintes, do que é feito (e porque é feito) com o mandato. O dever da transparência, da publicidade, da moralidade está insculpido na Constituição de 1988. O cargo não é propriedade (patrimonium) do gestor, é uma incumbência pública, que lhe é confiada pela sociedade, e sobre a qual ele deve satisfações. Quando se acumulam brumas e mais brumas sobre os negócios públicos, é obrigação do gestor prestar esclarecimentos (não à polícia ou a Justiça), mas à sociedade, aos contribuintes, aos eleitores. Crime é a propaganda enganosa, falsa, feita com muito dinheiro, para a promoção institucional da imagem dos governantes. A cobrança, a fiscalização, a responsabilização administrativa de um administrador é um direito sagrado dos cidadãos e cidadãs. Não é um beneplácito da autoridade dado aos bajuladores, apaniguados e favorecidos pelo gestor. O espaço público, onde as autoridades têm que se explicar (convincentemente) não é a corte exígua e melíflua dos marqueteiros-empresários, dos advogados-empresários, dos jornalistas-de contracheque, das viúvas e órfãos ou dos primeiros cunhados. É o povo da cidade ou do estado. Pelo visto, o espaço público dos liberticidas é o cárcere ou o tribunal. Eles pensam que podem ficar impunes e a salvo das críticas, intimidando os cidadãos e cidadãos de bem (não de bens), com o cargo, a entourage ou os publicistas de plantão, pagos a peso de ouro para detratarem os críticos e adversários. A propósito, sabem os leitores o que se passou na Câmara Municipal do Recife, em relação à defesa da liberdade de opinião? – Foi aprovado pela maioria que só se pode falar em nosso estado a favor das autoridades. Foi extinto, pelos áulicos, o direito ao contraditório e a liberdade de opinião. Estaríamos, por acaso, no Egito?

Nehemias Fernandes Jaques

Os prefeito enchem as prefeituras de apadrinhados para convescote, depois ficam choramigando que não tem dinheiro, bando de irresponsáveis. Dilmais já liberou verbas.

sonia

O Juiz Sérgio Moro esvazia cela da Polícia em Curutiba, hummm.... Mais fácil de ser dito do que qualquer outra coisa. Vai ser uma grande quantidade de foguetes estourados simultaneamente em todo país. Dr. vai ser o presente de natal mais lindo, mais perfeito... vamos ficar muito felizes.




10/11


2015

Coluna da terça-feira

   O pau vai cantar em Palmares

Enfrentando um quadro de muitas dificuldades na sua gestão, o prefeito de Palmares, João Bezerra (PSB), já conta com pelo menos cinco pré-candidaturas da oposição no seu pé. Os adversários mais poderosos hoje são, pela ordem, o ex-prefeito Beto da Usina (PDT) e o ex-deputado e também ex-prefeito Enoelino Magalhães (DEM), por serem mais conhecidos e estaremos mais presentes.

Se até lá o prefeito continuar patinando administrativamente, ele tende a se isolar, perdendo apoios e aliados. Hoje ainda na base governista, o presidente da Câmara de Vereadores, Luciano Júnior (PV), está contando os dias para assumir uma postura mais independente, derivando consequentemente para um voo solo de pré-candidato a prefeito.

Trata-se de um político jovem, vocacionado e com boa imagem. Chegou-se a cogitar o seu nome como candidato a vice-prefeito na chapa de João Bezerra, que está à procura de um companheiro de chapa diante do rompimento da sua vice Carol Magalhães, filha de Enoelino. Luciano, entretanto, já deixou vazar que não tem projeto para ser vice de nenhum dos candidatos.

Outro nome que chega com a promessa de renovação em Palmares é o do empresário Altair Júnior (PMDB), ligado ao grupo do vice-governador Raul Henry. Altair já avançou muito mais do que Luciano, recebendo a sinalização de apoios de outras legendas, como PSD, liderada no Estado pelo deputado federal licenciado André de Paula, secretário estadual de Cidades.

Altair é um empresário extremamente bem-sucedido, com serviços prestados ao município e à região. “É o melhor nome para Palmares”, diz o deputado Jarbas Vasconcelos, que recentemente o recebeu para tratar da sucessão naquele município. Correndo por fora aparecem ainda o empresário José Otávio (PHS) e o vereador Ironildo Areia, do PSDB.

Com uma população acima de 70 mil habitantes, Palmares tem, hoje, mais de 45 mil eleitores e promete realizar uma das eleições mais disputadas da sua história. Beto da Usina e Enoelino são protagonistas hoje de uma forte oposição ao que classificam da “gestão mais desastrosa do município”, numa referência ao Governo do socialista João Bezerra.

Altair e Luciano, porém, prometem enveredar pela mesma linha. O primeiro culpou o prefeito, recentemente, de não ter liderança para atrair a Unilever, um dos maiores investimentos na área privada na Mata Sul, levada para o município de Escada. “Palmares precisa retomar seu protagonismo de município polo influente da Mata Sul”, afirma Altair.

SEM BARRIGA -  Para o marqueteiro Marcelo Teixeira, da Makplan, ao entregar o comando do PSB de Caruaru à deputada Raquel Lyra, o partido evitou que o prefeito José Queiroz viesse a usar a legenda como “barriga de aluguel”. “Se Queiroz tem mesmo desejo de escolher o seu vice Jorge Gomes como candidato, por que não o filia ao PDT?” Teixeira disse que de sua parte não foi surpresa alguma o PSB optar por Raquel, primeiro porque é a única parlamentar com mandato em Caruaru e segundo o seu pai, o ex-governador João Lyra, integra o diretório nacional e conduziu a eleição de Paulo Câmara de forma harmônica.

O mico da Prefeitura– Os moradores da rua Jader de Andrade, em Casa Forte, estão extremamente desapontados com o prefeito Geraldo Júlio (PSB). Sem dar explicações, a Prefeitura suspendeu as obras de pavimentação da rua, hoje em paralelepípedos, quando a primeira camada do asfalto já estava posta. O que se diz por lá é que alguém influente na área jurídica não quer a mudança do paralelepípedo para o asfalto e barrou o andamento da obra, sob a alegação de tratar-se de uma área tombada.

Conto da carochinha– Outra notícia que não pegou Marcelo Teixeira de calças curtas foi o adiamento da Hub da Tam. “Os governadores de Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará caíram numa grande perua, pois nem projeto a Tam apresentou”, disse, adiantando que a companhia aérea está igualmente falida. “No mais, se o mercado aqui fosse tão atrativo para voos internacionais outras empresas de aviação estariam na disputa”, assinalou.

No canto da parede– O vice-líder do governo na Câmara, Sílvio Costa (PSC), anunciou que irá "cobrar explicações" do PSDB e de outros partidos da oposição sobre os pagamentos identificados que foram feitos pela empreiteira Odebrecht ao Instituto FHC, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) que somam R$ 975 mil. Sílvio diz que irá "pra cima" do líder do DEM, Mendonça Filho (PE), além do líder da Minoria, Bruno Araújo (PSDB), e que eles devem se preparar para os questionamentos.

Cadê o cachê do São João?A fina-flor dos forrozeiros contratados oficialmente para a grade do São João, de responsabilidade do Governo do Estado, ainda não viu a cor do dinheiro. Lá já se vão cinco meses de atraso sem perspectiva de recebimento dos cachês. O mais grave disso tudo é que o Governo ignora as cobranças, sem a mínima satisfação. Soube, entretanto, que as grandes estrelas da constelação forrozeira vão abrir o bico.

 

CURTAS 

CORTES NO FEM– O secretário de Planejamento, Danilo Cabral, explicou, ontem, aos prefeitos que estiveram em Palácio no ato promovido pela Amupe, que algumas parcelas do FEM foram retidas por causa do fluxo financeiro prejudicado nos meses de julho, agosto e setembro pela queda de arrecadação. Em 2013 estavam previstos o repasse de R$ 228 milhões e em 2014, que teve a participação de 183 municípios, R$ 241 milhões.

ALÔ, BOM CONSELHO! Estarei hoje em Bom Conselho para o lançamento dos meus livros Perto do coração e Reféns da seca. A noite de autógrafos será na Câmara de Vereadores, às 19 horas. Amanhã, será a vez de Bonito, na quinta Brejo da Madre de Deus e na sexta-feira Caruaru, novamente, desta feita na livraria Nobel, no Shopping Caruaru, também às 19 horas.

Perguntar não ofende: Não seria melhor a Amupe ter levado os prefeitos para um protesto em Brasília? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Com a delação da andrade gutierres primeiro cai o filho do alcoólatra e depois cai o Mito de Merda

Nehemias Fernandes Jaques

Grande medo da oposição é que eu volte em 2018, diz o mito Lula

Nehemias Fernandes Jaques

Mamai-vos uns aos outros, tucanoides!

Nehemias Fernandes Jaques

Toda conquista social incomoda uma elite perversa. VIVA O MITO LULA! VIVA DILMA! VIVA O BRASIL!

marcos

FHC boca de tronbone, Lula o Mito de Merda!




09/11


2015

Coluna da segunda-feira

   Lóssio quer adotar Lucas

Numa entrevista, ontem, a este blogueiro, que passou o fim de semana no Vale do São Francisco, o prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), disse que, pelo conjunto da sua obra de oito anos, não tem a menor dúvida de que elegerá o sucessor. Sem um candidato natural, embora tenha bons quadros no secretariado, Lóssio deixa escapar uma nítida preferência pelo deputado estadual Lucas Ramos, do PSB, partido de oposição ao seu Governo.

E, pela primeira vez, incluiu também o nome do deputado Odacy Amorim, hoje filiado ao PT, mas em processo de desligamento do partido. O que se diz no município é que Amorim, que já governou Petrolina num mandato-tampão de dois anos, quando Fernando renunciou para assumir uma secretaria no Governo Eduardo Campos, estaria negociando sua volta ao PSB, para disputar a Prefeitura como candidato do grupo do senador.

“Quero e vou ganhar a eleição, seja com um nome do meu grupo ou um quadro de fora, como Lucas ou Odacy”, disse Lóssio. Perguntado como seu eleitorado iria reagir ao nome de Lucas Ramos, por ser filho de um adversário histórico, o atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Ranilson Ramos, o prefeito não fez arrodeios: “Lucas é Lucas. Ranilson é Ranilson. Minha relação, portanto, será com Lucas. Aliás, seu tio Murilo Cavalcanti já integrou a minha equipe no primeiro escalão”.

Lóssio admite que o cenário é de incertezas e ressalta que não clareia porque não depende dele, mas de fatores externos. Sem citar o PSB, ele se refere, evidentemente, ao impasse criado na legenda socialista com o alijamento do deputado Lucas Ramos pelo grupo de Fernando, que assumiu o controle da comissão provisória do partido no município, agora presidida pelo filho Miguel Coelho.

Na última sexta-feira, inclusive, foi realizada mais uma Agenda 40 no município sem a participação de Lucas, que estava na cidade, mas se ausentou. Na entrevista, Lóssio deu a entender que gostaria de apoiar Lucas no PSB, sugerindo que o comando do partido pertence à executiva estadual. “Não quero entrar na seara dos outros partidos, mas espero apoiar Lucas no PSB, como percebo que este é o desejo do governador Paulo Câmara.

Se isso não for possível, segundo ele, Lucas pode fazer uma nova opção partidária. Fala-se na cidade que a melhor alternativa para o parlamentar, que está sendo excomungado pelo PSB, seria o PSDB, controlado no município por um aliado do prefeito, o vice-prefeito Guilherme Coelho, filho do ex-deputado Osvaldo Coelho, que morreu há 10 dias, deixando um grande vácuo político na região.

Na hipótese de ter que se costurar com suas próprias linhas, Lóssio tem quadros técnicos com vocação política qualificados, como o secretário de Educação, Coronel Heitor Leite, que deu a Petrolina o melhor Ideb do Estado; o secretário de Governo, Orlando Tolentino; a secretária de Saúde, Lúcia Giesta, e o secretário de Habitação, Ednaldo Lima. Mas pelo que entusiasmo que demonstrou na entrevista pelo nome de Lucas Ramos, ele torce até pela possibilidade de a direção estadual do PSB interferir na comissão provisória do município, tirando das mãos de Fernando Bezerra o comando da legenda.

“DEI VOTOS, SIM” -  Ao longo da entrevista, na qual faz uma apaixonante defesa pelo nome de Lucas Ramos como seu candidato a prefeito, Júlio Lóssio revelou que ajudou – e muito – na eleição do aliado para Assembleia Legislativa. “O PSB aqui em Petrolina não transferiu votos para Lucas. Quem deu votos a ele fui eu, quando liberei vereadores e secretários para votar nele”, afirmou, para acrescentar: “Se Lucas viesse a depender do PSB local estaria frito”.

Cínico e cara-de-pau – Na entrevista cara-de-pau que deu para justificar as contas na Suíça, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deu respostas que lembram João Alves, o deputado baiano que dizia ter ficado rico porque ganhou várias vezes na loteria. Cunha disse que o que ele tem na Suíça não é dinheiro. "Dinheiro, não. São ativos, são ações, cotas de fundo." Alguns minutos depois, os repórteres repetiram a pergunta. Em um lapso de sinceridade, o entrevistado mudou a resposta: "O dinheiro era meu". O peemedebista admitiu que seus bens no exterior "nunca foram declarados". Mas a lei não manda declarar? "Se havia obrigação, ela se exauriu no tempo", ele respondeu. É muito cinismo!

O grito dos prefeitos– “Está faltando dinheiro “para tudo” e os municípios são os mais afetados. Junte-se a nós neste dia de luta em defesa dos municípios”, diz o slogan dos prefeitos pernambucanos que farão um ato, hoje, em frente à Assembleia Legislativa. Logo após o protesto, irão até o Palácio das Princesas para uma audiência com o governador Paulo Câmara. Na pauta, as dificuldades para enfrentar a crise econômica e a recriação da CPMF.

Perdão comunista– A presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, deixou escapar, durante o cozido na casa de praia do deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB), que o partido irá arquivar o processo aberto contra o deputado Roberto Freire (PPS), que num momento impensado e de fúria agrediu fisicamente em plenário a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), pegando-a pelo braço e empurrando-a, durante a votação de uma Medida Provisória. Ele já conseguiu apagar o incêndio provocado dentro da legenda.

Durma com uma bronca dessa!Embora integrante do Conselho de Ética da Câmara, o deputado Betinho Gomes (PSDB), filho do prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), está com uma bronca federal que pode o deixar inelegível para a disputa no Cabo, onde pretende sair candidato a prefeito: no STF corre um processo de contas de campanha no qual pode até ser preso: um empréstimo pessoal, de R$ 365 mil, no qual deu como garantia um cheque voador.

 

CURTAS 

GESTO LOUVÁVEL– Dos 18 deputados federais que compareceram ao cozido de Jarbas, o que fez mais esforço para não faltar foi Fernando Bezerra Filho (PSB). Na sexta-feira, já em Petrolina para a missa de sétimo dia pela alma de Osvaldo Coelho, teve que voltar ao Recife. Ainda no sábado, após o almoço, foi a Serrita, a 540 km da capital, para o casamento da filha do prefeito Carlos Cecílio.

ALÔ, LIMOEIRO! – Estarei hoje em Limoeiro para o lançamento dos meus livros Perto do coração e Reféns da seca na Câmara de Vereadores, às 19 horas. Amanhã, será a vez de Bom Conselho, na quarta Bonito, na quinta Brejo da Madre de Deus e na sexta-feira Caruaru, novamente, desta feita na livraria Nobel, no Shopping Caruaru, também às 19 horas.

Perguntar não ofende: O prefeito José Queiroz vai engolir secamente o que o PSB fez com ele? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Exemplo PTista......“Professor reprova a turma inteira” Um professor de economia em uma universidade americana disse que nunca havia reprovado um só aluno, até que certa vez reprovou uma classe inteira. Essa classe em particular havia insistido que o socialismo realmente funcionava: com um governo assistencialista intermediando a riqueza ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e justo. O professor então disse, “Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas. “Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam ‘justas’. Todos receberão as mesmas notas, o que significa que em teoria, ninguém será reprovado, assim como também ninguém receberá um “10”. Após calculada a média da primeira prova todos receberam “7”. Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado. Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos – eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Já aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. Como resultado, a segunda média das provas foi “4”. Ninguém gostou. Depois da terceira prova, a média geral foi um “1”. As notas não voltaram a patamares mais altos mas, as desavenças entre os alunos, a busca por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela classe. A busca por ‘justiça’ dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala. Portanto, todos os alunos repetiram aquela disciplina… Para sua total surpresa. O professor explicou: “O experimento socialista falhou porque quando a recompensa é grande o esforço pelo sucesso individual é grande”. Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros para dar aos que não batalharam por elas, então ninguém mais vai tentar ou querer fazer seu melhor. Tão simples quanto o exemplo de Cuba, Coréia do Norte, Venezuela. E o Brasil e a Argentina, que estão chegando lá..” 1. Você não pode levar o mais pobre à prosperidade apenas tirando a prosperidade do mais rico; 2. Para cada um recebendo sem ter que trabalhar, há uma pessoa trabalhando sem receber; 3. O governo não consegue dar nada a ninguém sem que tenha tomado de outra pessoa; 4. Ao contrário do conhecimento, é impossível multiplicar a riqueza tentando dividi-la; 5. Quando metade da população entende a ideia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação. É o mais puro retrato do Brasil .Não acabe com o nosso pais. Faça sua parte, repasse a informação. Ensine os ignorantes o que realmente é o socialismo…Um buraco sem volta.(True story). É preciso que se divulgue isso por todos os meios para que ninguém caia nessa enganação satânica.

marcos

O prefeito José Queiros lança Jorge Gomes candidato a Prefeito de Caruaru pelo seu partido PDT. Resolvido o problema, Simples Assim! Vai Zé..........................

marcos

PRENDAM O AMIGO DE LULA....... José Carlos Bumlai, o operador de Lula, reuniu-se sete vezes com Marcelo Odebrecht, o empregador de Lula. Os encontros, informa O Globo, \"foram mapeados pela PF na agenda do celular de Marcelo Odebrecht\", e ocorreram entre 2010 e 2013. O agendamento das reuniões com o \"pecuarista\" José Carlos Bumlai, segundo a PF, não segue o padrão de outros compromissos marcados na agenda pessoal de Marcelo Odebrecht. Marcelo Odebrecht orientou Alexandrino Alencar a \"não deixar o pecuarista solto\" em sua viagem com Lula, para a Guiné. NÃO deixe o pecuarista solto, PF.

marcos

LULA NÃO SABE DE NADA......A Lava Jato “reuniu indícios de que pagamentos feitos pela Petrobras à agência de publicidade Muranno - suspeita de ter sido usada para lavagem de dinheiro - foram autorizados por José Sergio Gabrielli”, informa o Valor. O caso pode parecer menor, considerando o volume de dinheiro roubado da Petrobras. Mas ele atinge diretamente LULA, O MITO DE MERDA!!!

Nehemias Fernandes Jaques

Não esqueçamos: Michel Zaidan critica José Adalberto Ribeiro, assessor de Inocêncio - Quem sobreviver, há de lembrar…. Quando o atual líder do Partido Republicano (PR) em Pernambuco, o deputado Inocêncio de Oliveira se bandou para o lado do governador e do governo Lula, incumbiu ao seu assessor de imprensa, um antigo colunista do Diario de Pernambuco, de contactar os intelecutais e analistas políticos da cidade, para uma reunião social num restaurante do Paço da Alfândega. O assessor, depois de ter perseguido pela sua coluna vários dos convidados, se viu na contingência de ter que convidá-los para o convescote, onde o ilustre deputado de Serra Talhada, iria anunciar as razões de sua mudança de orientação política.




07/11


2015

Coluna do sabadão

    PSB afronta José Queiroz

A direção estadual do PSB resolveu, ontem, entregar à comissão provisória do PSB em Caruaru à deputada Raquel Lyra, filha do ex-governador João Lyra Neto e pré-candidata a prefeita do município. Mas estranhamente informa que não existe compromisso velado do partido com o projeto eleitoral dela.

Das duas, uma: ou o partido está mentindo e escondendo o jogo, para não criar animosidade com o prefeito José Queiroz (PDT), que passaria a perder o apoio do partido, a quem entregou a vice, ou Raquel caiu num grande conto da carochinha se mais tarde, quando o processo se afunilar, for obrigada a deixar o partido porque o seu comando resolveu continuar aliado a Queiroz.

Nenhuma voz ativa no PSB estadual, seja o governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, ou o presidente estadual, Sileno Guedes, desconhece a briga do prefeito com o grupo João Lyra, sem caminho de volta. Se até as paredes do Palácio sabem disso, por que então afrontar José Queiroz agora, que já sinalizou que pode apoiar um candidato do PSB, no caso o vice-prefeito Jorge Gomes?

Essa história de que candidaturas só serão discutidas em abril é uma grande mentira. A candidata do PSB a prefeita de Caruaru atende pelo nome de Raquel e tem sobrenome Lyra. Amigo da parlamentar, o governador Paulo Câmara já deixou isso muito claro. Raposa criada, José Queiroz fica agora muito à vontade para escolher o seu candidato excluindo quadros do PSB.

O confronto está criado. O Palácio e o PSB, que juntos são a mesma coisa, têm que assumir o ônus da decisão, porque quebraram um preceito elementar em política, que Marco Maciel usava muito: quem tem prazo não tem pressa. Se o PSB poderia muito bem deixar essa encrenca para abril, por que antecipou para agora? Queiroz entendeu o recado e vai cuidar de escolher um candidato que possa enfrentar a adversária socialista.

DOUGLAS NA CABEÇA– Diante do novo cenário criado pelo PSB em Caruaru, o prefeito José Queiroz pode até tomar uma decisão corajosa: aliar-se ao ministro Armando Monteiro Neto apoiando a candidatura do senador Douglas Cintra, com quem mantém uma relação histórica de aliado político. Neste caso, o rompimento com as forças governistas seria natural. Alguém pode achar até esdrúxula essa saída, mas a vida é um assunto local, como dizia Chaplin.  

Tiroteio implacável – Por falar no senador Douglas Cintra, não lhe faltaram coragem e disposição para enfrentar a metralhadora giratória do marqueteiro José Nivaldo Júnior contra o Governo Dilma em debate promovido, quinta-feira passada, em Caruaru, pela Associação Comercial e Empresarial – ACIC – com a mediação deste blogueiro. Enquanto o senador dizia que nunca houve tanta transparência neste País e que não há motivação para impeachment, o publicitário segurava que Dilma cairia por incompetência e por levar o País à ingovernabilidade.

 

 

 

 

 

O candidato da direita– O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) disse, ontem, no Recife, que pretende ser uma opção nas eleições presidenciais de 2018. "Não devo a partido nenhum. Estou analisando possível partida para o PSC, estamos namorando. Espero ser uma opção para 2018″, afirmou, depois de um debate na Assembleia Legislativa. Bolsonaro, que integra a chamada bancada BB (boi, bíblia e bala) no Congresso, também voltou a defender o porte e a posse de armas de fogo.

A mesma que arquivou– O presidente do TSE, Dias Toffoli, indicou a ministra Maria Thereza de Assis Moura para a função de relatora da ação do PSDB que pede a cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer. Relatora original do caso, Maria Thereza pediu, no início de outubro, para deixar a condução do processo, sugerindo que o ministro Gilmar Mendes passasse a relatar o processo. A ministra justificou a decisão pelo fato de ter sido vencida, no mês passado, na votação que decidiu reabrir a ação de cassação.

O candidato da bancadaDe olho na presidência da Câmara dos Deputados, Jarbas Vasconcelos (PMDB) quer o apoio fechado da bancada pernambucana se entrar na disputa com a já certa cassação do mandato do presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Isso ficará evidenciado, mais uma vez, no cozido que oferece, hoje, aos 25 deputados em sua casa de praia, no Janga.

 

CURTAS 

HOMENAGEM– Em Petrolina, vivi, ontem, uma noite de muita emoção com a entrega da medalha Dom Malan, a mais alta comenda da Câmara de Vereadores, a qual recebi das mãos dos vereadores Ailton Guimarães e Betão, durante o lançamento dos meus livros Reféns da seca e Perto do coração no restaurante Davila. Na ocasião, sugeri que a Câmara também aprovasse a medalha Osvaldo Coelho, em homenagem ao grande guerreiro da prosperidade sertaneja. 

ALÔ, LIMOEIRO! – Na próxima segunda-feira, estarei em Limoeiro para o lançamento do meu livro na Câmara de Vereadores, às 19 horas. Na terça-feira, será a vez de Bom Conselho, na quarta Bonito, na quinta Brejo da Madre de Deus na sexta-feira Caruaru, novamente, desta feita na livraria Nobel, no Shopping Caruaru, também às 19 horas.

Perguntar não ofende: Jorge Gomes foi abandonado em Caruaru pela direção estadual do PSB? 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

politica com respeito

MAGNO! Faz a seguinte pergunta? Já que Jorge era o candidato dos sonhos de Queiroz, com o partido nas mãos de Raquel Lyra, Jorge vai para o PDT de Queiroz ? Para ser o candidato dele? Ou era só enrolada e mais uma vez Queiroz ia apoiar veladamente Douglas? Armando? Admiramos seu blog! Porém esta tendencioso demais! Inverta a situação ao condutor do processo municipal! Porque não levar Jorge para o PDT? E dar a caruaru outra opção ???

ingrid vier

Mais uma vez dr Jorge paga pela lealdade que sempre devotou ao partido, e essa é a recompensa que recebe, ver um candidato que não é do PSB está no PSB ganhar a preferência do partido. Acho que o PSB não merecem mais ter nos seus quadros pessoas do calibre e honradez dos Gomes. O PSB após a morte de Eduardo é outro partido, são outras ideias que rondam as cabeças pensantes do PSB.

Nehemias Fernandes Jaques

PF: INSTITUTO FHC RECEBEU R$ 975 MIL DA ODEBRECHT - Relatório da Polícia Federal, na Operação Lava Jato, revela que a Odebrecht pagou R$ 975 mil ao Instituto Fernando Henrique Cardoso, entre dezembro de 2011 e dezembro de 2012; foram 11 pagamentos mensais de R$ 75 mil e um de R$ 150 mil; o documento de 26 de outubro de 2015 analisou contas da construtora Norberto Odebrecht que ‘possibilitaram identificar registros contábeis indicativos de pagamentos feitos a ex-agentes políticos ou instituições e empresas a ele vinculados’; a PF analisou no laudo e-mails trocados entre a secretaria da presidência do iFHC, um representante de uma entidade identificada como ‘APLA’ e um executivo da área cultural; eles conversavam sobre uma possível palestra do ex-presidente, que acabou não ocorrendo