FMO janeiro 2020

22/08


2013

MPPE acata denúncia de vereador contra o Porto de Suape












O promotor do Meio Ambiente do Ministério Público de Pernambuco, Ricardo Coelho, aceitou o pedido de inquérito civil público contra o Porto de Suape encaminhado pelo vereador Raul Jungmann (PPS). Em seu pedido, o pós-socialista afirma que o porto vem promovendo sérios danos ambientais e, por isso, deve compensá-los com a destinação de recursos para um fundo exclusivo para o meio ambiente.

De acordo com o parlamentar, após o surgimento do Porto de Suape, o habitat dos tubarões foi alterado e isso teria provocado a migração dos animais para a praia de Boa Viagem.

“Há vinte anos não existe nenhuma política eficiente para combater esse problema dos tubarões. Vários especialistas atribuem a principal responsabilidade desses ataques ao Complexo Portuário de Suape. Então, a Lei da Ação Civil Pública prevê a compensação por danos ambientais, inclusive, com a criação de um fundo para a compensação dos danos provocados”, argumenta o vereador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos Siqueira Diniz

Fundo disso, fundo daquilo. Fundo pra esse vereador é sinônimo de dinheiro. Quando foi ministro também criou um fundo em benefício próprio.


Detra maio 2020 CRLV

22/08


2013

Ex-prefeito de Jaboatão é condenado por improbidade
















O juiz titular da 1ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco (JFPE), Roberto Wanderley Nogueira, condenou o ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Newton Carneiro, por improbidade administrativa. Condenado ontem (21) pela má execução de convênio realizado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) em 2008, o ex-prefeito terá que ressarcir a instituição em R$ 2.340 milhões, acrescidos de juros e correção monetária.

O ex-gestor celebrou em 2008 o convênio com o FNDE com o fim de repassar a quantia acima citada para o município de Jaboatão dos Guararapes, para promover ações educacionais. Com o fim da vigência do contrato, em 21 de dezembro de 2009, Newton Carneiro deveria prestar contas em até 60 dias após o término do acordo. O prazo para prestação de contas foi prorrogado para junho de 2010, tendo sido acatado, mas apesar do prolongamento, nada foi informado sobre o convênio.

“Decorrido o prazo final para o adimplemento do dever de prestar contas, o devedor não cumpriu a sua obrigação, embora devidamente notificado para que solucionasse a mora. Portanto, seria presumível a ocorrência de dano ao patrimônio público, ante a inexistência de prestação de contas. Só a ausência de prestação de contas dos recursos advindos de convênio já seria causa suficiente para o nascimento da obrigação de ressarcir o erário. Mas outros ilícitos foram encontrados em relatório, como ausência de identificação nas notas fiscais e apresentação de notas fiscais sem registro de atestados de recebimento dos materiais adquiridos e dos serviços prestados”, explicou o juiz.

Ainda na decisão, o magistrado determinou que os direitos políticos do ex-prefeito sejam suspensos por três anos e o pagamento de multa no valor de vinte vezes o valor da remuneração que recebia quando realizou o ato de improbidade. Como o processo corre em segredo de justiça, devido à juntada de informações fiscais do réu, o número da ação não poderá ser divulgada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Maio

22/08


2013

Isso não é protesto, é vandalismo!

quatro gde

No último mês de junho, a capital pernambucana deu um show em diversas outras cidades brasileiras ao promover um protesto de grandes proporções e permeado por um clima pacífico e democrático. Cerca de cem mil pessoas lotaram as principais ruas do centro para reivindicar direitos e exigir melhorias dos governantes. O Recife figurou nos grandes noticiários não apenas como mais uma localidade a aderir à onda de manifestações; ganhou destaque por ter sido um dos poucos lugares a promover um ato pacífico.

Apenas dois meses se passaram, tempo suficiente para a lição ser esquecida.

Ontem a cidade dormiu vandalizada e acordou estampada nas capas dos principais jornais do país. Uma pequena parcela da população, que insiste em viver à margem da sociedade, mostrou que acha pouco a falta de projetos eficientes por parte do poder público, incompetência que deixa a cidade imersa em sujeira, buracos e seus moradores reféns da violência, e decidiu contribuir para o desgoverno da capital pernambucana promovendo atos de puro vandalismo.

tres gde

A polícia recifense, repreendida tanto pela sociedade quanto pelo poder público, deu uma aula de como ser ineficiente: ônibus foram incendiados, pedras atiradas, o patrimônio público destruído... e ninguém foi preso.

O prefeito Geraldo Julio (PSB), no auge da sua sabedoria, permitiu que a cidade que ele deveria governar fosse vitimada pela vagabundagem de uma minoria asquerosa que insiste em organizar badernas e disfarçar seus crimes sob o pretexto de estarem exercendo seu direito de protestar.

um gde

O Recife não precisa de atos como o da noite de ontem. A cidade, do jeito que está sendo administrada, é autossuficiente em produzir histórias negativas. Os moradores conseguiram se acostumar com a falta de cuidado e, anestesiados, parecem ter encontrado uma forma menos dolorosa de lidar com as perdas que a incompetência do alto escalão municipal lhes impõe.

Quem quer reinvindicar direitos e age de conforme a lei não precisa esconder o rosto com máscaras e lenços. Quem esconde o rosto é bandido, criminoso, ladrão, e a polícia parece ter desaprendido a lidar com esse tipo de gente.

dois gde

O recifense quer uma resposta para a passividade da polícia e das autoridades. O patrimônio público não pode ser destruído e os criminosos saírem impunes. Se a prefeitura decide fechar os olhos e entregar os pontos, o Governo do Estado precisa agir. Alguma coisa está errada e a população, mais uma vez, é quem paga o pato.

Fotos: G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSE PINTO DA SILVA

almentou em mais de 6 anos de seu goveno mim parece que foram 5 por cento e divido em parcelas quanto vale um servidor publico asalariado para o governador ou povo sem valor e o servidor publico do estado de pernambuco mais os cargos comissionados a coisa e outra principalmente familias do rei.

JOSE PINTO DA SILVA

do seu governo depois de mais de 6 anos no reinado ele sirmou de endividar o estado com altos emprestimos porque ninguem sabe 6 anos o estado nao devia nada a ninguem no exterior agora vem ai altos deptos para os pernambucanos pagarem ate quando nao sabemos e o salario do servidor sabe quanto.

JOSE PINTO DA SILVA

ruim nos aconteceu mais o que vemos e que o nosso governador nao esta nem um pouco preocupado com nada do que vem ocorendo pos contimua fazendo suas reunioes pelo pais afora fazendo suas palestra mostrando o milagre que o pt lula e dilma ajudou ele a fazer em pernambuco e de se lamentar que no final

JOSE PINTO DA SILVA

destruir o pais desorganisalos para depois vir como se fosem o salvador da patria e preciso que o povo brasileiro fique bem atento a isto pos o caso e muito serio aqui em pernambuco durante todo o periodo de intranquilidade que vem atravesando o apis desde de o inicio das primeiras passeatas nada de

JOSE PINTO DA SILVA

governando o pais ate hoje como eles iriam ajir desta maneira destruir o que foi construido com tanto sacrificio de muitas pessoas principalmente a democracia em que vivemos hoje tem alguem muito experto criando toda esta trama para poder tentar chegar quem sabe ao poder mais para isto querer.


Prefeitura do Ipojuca

22/08


2013

Câmara de Juazeiro do Norte promove farra com dinheiro público


















A Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, no Ceará, é alvo de uma investigação por causa de um compra pra lá de extravagante. O Ministério Público descobriu que foram adquiridos produtos como sabão e vassouras em uma quantidade inacreditável. Essa é a mesma cidade que, no começou do ano, tentou reduzir o salário dos professores da rede municipal de ensino.

A lista de compras surpreende pelo exagero: 1,2 mil quilos de açúcar, 2,5 mil quilos de sabão, 1,4 mil litros de água sanitária, 4,2 mil vassouras. Tudo isso apenas para a Câmara de Juazeiro do Norte, que tem 21 vereadores. “Não precisa de vassoura para varrer? Então, se precisa de vassoura é para ser comprado”, justifica o presidente da Casa, Antônio de Lunga (PSC).

A oposição pediu uma investigação do Ministério Público. “Na Câmara Municipal só existe uma cantina, nós só temos duas sessões ordinárias por semana. Então, eu não vejo o porquê dessas compras absurdas”, diz o vereador Danty Benedito (PMN).

De acordo com o autor da denúncia, o material, comprado entre março e junho, nunca entrou na Câmara Municipal. O presidente da Casa rebate as acusações: “As notas fiscais das compras estão aqui na Câmara, as originais, à disposição de quem quiser ver as notas fiscais”.

Todo o material está guardado em um prédio particular, ou seja, não pertence à Câmara de Vereadores e fica a cerca de quatro quilômetros da sede do legislativo de Juazeiro do Norte.

Além dos itens citados na reportagem, a Câmara exagerou também na compra de outros materiais: 2,5 mil caixas de fósforos, 33 mil esponjas de aço e 312 mil unidades de óleo de peroba.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

ESSE HOSPITA FOI INAUGURADO EM SEXTA FEIRA, A NOIE, NO SABADO não tinha nem enfermeiro nem medico, o pior, na segunda feira, parte do hospital caiu, e ele continua no governo. então......

ernande francisco da silva filho

312 mil unidades de Olho de Peroba? kkkkkk esse item acho que ainda foi pouco pra passar na cara de pau dos ordenadores de despesa! Um verdadeiro absurdo.

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

ainda querem que o povo não se revolte,não vai dar em nada como sempre, ai, so tem um jeito partir para isto que estar acontecendo, infelizmente. CID GOMES, 3.5MIL E MEIO A UMA CASA DE EVENTO PARA COMES E BEBES, nada foi feito, CID GOMES, 600 mil a IVETE SANGALO para inaugurar um hospital em SOBRAL.



22/08


2013

Lossio recebe homenagem do Governo do Piauí

O prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PMDB), foi convidado a receber, do Governo do Piauí, a Ordem Estadual Valério Coelho Rodrigues, medalha conferida a pessoas com relevantes serviços prestados ao estado.

A cerimônia acontece no próximo dia primeiro, às 10h, na cidade piauiense de Paulistana.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

22/08


2013

Estudo comprova que Bolsa Família reduz mortalidade infantil
















Os números divulgados pelo Relatório Mundial da Saúde sobre a redução da mortalidade infantil no Brasil foram o tema do discurso do senador Humberto Costa, ontem (21), no Senado. O documento elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que, de 2004 a 2009, o Programa Bolsa Família reduziu em até 17% a morte de crianças de até cinco anos de idade nas 2.853 cidades pesquisadas.

“É fundamental registrar esses dados para podermos aqui fazer justiça ao alcance da visão político-estratégica do presidente Lula, que criou o Programa Bolsa Família. É importante salientar a adesão da sociedade brasileira ao programa e também a falha daqueles que previam que esse programa não teria sucesso e a dos que acham que tem um caráter assistencialista”, afirmou o senador.

O relatório, apresentado pela OMS na semana passada, também afirma que o programa foi responsável direto pela diminuição de 65% das mortes causadas por desnutrição e de 53% dos óbitos causados por diarreia em crianças menores de cinco anos de idade. “Nos faltava um estudo científico que mostrasse repercussão direta do Bolsa Família nos indicadores de saúde. E esse documento faz isso”, assegurou Humberto.

“Todos nós sabemos o quanto Brasil sofria com essa verdadeira chaga, que é a mortalidade infantil, e que isso acontecia devido a um somatório de causas: desnutrição, doenças infectocontagiosas adquiridas nesse período, má atenção à saúde da gestante e à do recém-nascido. Mas o que vemos agora é que a taxa de mortalidade infantil saiu em 2004 de 26,1 óbitos para 15,7 óbitos em 2011. Isso significa que em quatro anos o Brasil conseguiu atingir uma das mais importantes metas de Desenvolvimento do Milênio”, completou o senador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

QUEM QUISER Q ACREDITE NESTE ASQUEROSO.

suricato

Em contrapartida a Funase e o anibal Bruno estão superlotados com delinquentes fruto de gravidez não planejada.Ouvi de algumas pessoas o seguinte:"vou fazer minino prá ganhar dinheiro do bolsa família".

Wellington Jorge Pires Pereira

E cria uma legião zumbis e que votam também!!!


Prefeitura de Serra Talhada

22/08


2013

Recife adere ao Programa Prefeito Amigo da Criança
















O Recife é um dos cerca de 70 municípios nordestinos que já aderiram ao Programa Prefeito Amigo da Criança, iniciativa desenvolvida desde 1996 pela Fundação Abrinq – Save The Children. O vice-prefeito Luciano Siqueira (PCdoB) representou o prefeito Geraldo Julio (PSB) no lançamento do projeto, realizado ontem (21), durante seminário na Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

As prefeituras que aderem ao programa assumem compromissos ligados às áreas de saúde, educação, proteção social e orçamento. As ações, que devem ser implementadas ao longo do mandato, serão medidas por indicadores elencados pelo programa. As gestões que cumprem as metas ganham o selo de qualidade da Fundação Abrinq.

Em seu discurso, Luciano Siqueira reafirmou o compromisso do governo com ações que promovam melhoria na qualidade de vida das crianças e adolescentes. “Instituições como a Fundação Abrinq e programas como o Prefeito Amigo da Criança têm sido sempre acolhidos pelo prefeito e pela nossa equipe de governo como um estímulo a mais, uma provocação saudável que nos chega da sociedade civil e de outras instituições atuantes no país e em nossa cidade, no sentido de reforçar compromissos, propósitos, itens programáticos com os quais nós já estamos comprometidos”, destacou.

O vice-prefeito enalteceu a troca de experiência entre gestores, possível a partir do seminário de apresentação do programa. “A troca de experiência é um elemento da maior importância para quem governa. Um elemento decisivo para quem se ocupa de políticas públicas. Nunca nos consideramos detentores de todo o conhecimento, mesmo quando se trata da troca de experiências entre municípios de regiões tão díspares, tão diferentes.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

22/08


2013

Câmara do Cabo aprova projeto "Professor Nota 10"














A Câmara dos Vereadores do Cabo de Santo Agostinho aprovou por unanimidade o projeto de lei que premia os professores da rede municipal de ensino, popularmente conhecido por “Professor Nota 10”. De acordo com o autor do projeto, vereador Abel Neto (PSB), a premiação será dada aos docentes que se destacarem a cada ano na educação infantil e ensino fundamental.

O projeto segue agora para sanção do prefeito Vado da Farmácia (PSB). Caso seja aprovado, a Secretaria de Educação será a responsável pela implantação da comissão avaliadora e sua execução.

“Este prêmio tem o objetivo de incentivar cada vez mais o corpo docente da rede pública do Cabo. É mais um estímulo para melhorar a educação do município. Além de elevar a autoestima do professor e colaborar com o aumento do índice do município no Ideb”, disse o vereador.

Quanto à regulamentação e premiação, o parlamentar explica que poderá ser de assinatura de revistas e periódicos que colaborem com as pesquisas do docente, pacote anual de internet banda larga a ser implantado na casa do professor, férias extra, equipamentos eletrônicos ou até mesmo  o pagamento de um 14° salário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Shopping Aragão

22/08


2013

Buíque: chuvas tiram Barragem do Mulungu do colapso

A população da cidade de Buíque, no Agreste de Pernambuco, já pode começar a respirar mais aliviada devido às chuvas que caíram na região nos últimos dias. O volume foi suficiente para deixar a Barragem do Mulungu com 20% da sua capacidade em reserva, o que permitiu que a Compesa pudesse reativar a captação, tratamento e distribuição de água.

Com isso, a companhia suspendeu a distribuição precária que vinha sendo feita através de carros pipas, num rodízio de três dias com água e dez dias sem. Em paralelo, as obras de ativação dos poços do Vale do Catimbau continuam em andamento, agora com o objetivo de ampliar a oferta de água em 30% a mais do que é oferecido atualmente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/08


2013

Fenam acusa Mais Médicos de promover trabalho escravo


















Diante de confirmação da vinda de médicos cubanos ao país, o presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Geraldo Ferreira, lembrou a experiência de contratos entre países da América Latina com Cuba, a exemplo da Venezuela e Bolívia, os quais possuem, segundo ele, características de trabalho escravo e servem para financiar o governo cubano.

Dentre outros pontos, sua afirmação é baseada no montante em que o país recebe por cada médico, em torno de dez mil dólares, e o que na verdade repassa para o profissional, apenas trezentos dólares. “De acordo com depoimentos de autoridades médicas da Bolívia e Venezuela, foi mostrada uma qualidade extremamente duvidosa dos médicos e um sistema de atuação muito próximo ao de uma brigada militar, ao invés de profissionais de saúde”, explicou.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, informou, ontem (21), que o pagamento de dez mil reais será feito ao regime cubano e o governo brasileiro desconhece o valor que o médico receberá. Na opinião de Geraldo Ferreira, isso mostra que os contratos no Brasil provavelmente guardarão as mesmas características irregulares.

Além da remuneração, existe a questão da ausência de direitos trabalhistas do programa e a falta de liberdade no país de destino, já que os profissionais continuam submetidos às regras cubanas. Caso essa relação de trabalho vier a se comprovar em território brasileiro, o líder, que fala em nome de todos os sindicatos médicos do país, promete recorrer à Organização Internacional do Trabalho (OIT), onde essa situação se enquadra em convenção como trabalho escravo ou forçado.

A Fenam disse ainda que não abre mão da luta para que esses médicos estrangeiros se submetam ao Revalida e a um exame de proficiência na língua portuguesa. “Somente assim, se ofertará à população um serviço de qualidade e se garantirá tanto a sua segurança como a do trabalhador médico”, concluiu Geraldo Ferreira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores