FMO janeiro 2020

22/08


2013

Câmara do Cabo aprova projeto "Professor Nota 10"














A Câmara dos Vereadores do Cabo de Santo Agostinho aprovou por unanimidade o projeto de lei que premia os professores da rede municipal de ensino, popularmente conhecido por “Professor Nota 10”. De acordo com o autor do projeto, vereador Abel Neto (PSB), a premiação será dada aos docentes que se destacarem a cada ano na educação infantil e ensino fundamental.

O projeto segue agora para sanção do prefeito Vado da Farmácia (PSB). Caso seja aprovado, a Secretaria de Educação será a responsável pela implantação da comissão avaliadora e sua execução.

“Este prêmio tem o objetivo de incentivar cada vez mais o corpo docente da rede pública do Cabo. É mais um estímulo para melhorar a educação do município. Além de elevar a autoestima do professor e colaborar com o aumento do índice do município no Ideb”, disse o vereador.

Quanto à regulamentação e premiação, o parlamentar explica que poderá ser de assinatura de revistas e periódicos que colaborem com as pesquisas do docente, pacote anual de internet banda larga a ser implantado na casa do professor, férias extra, equipamentos eletrônicos ou até mesmo  o pagamento de um 14° salário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Detra maio 2020 CNH

22/08


2013

Buíque: chuvas tiram Barragem do Mulungu do colapso

A população da cidade de Buíque, no Agreste de Pernambuco, já pode começar a respirar mais aliviada devido às chuvas que caíram na região nos últimos dias. O volume foi suficiente para deixar a Barragem do Mulungu com 20% da sua capacidade em reserva, o que permitiu que a Compesa pudesse reativar a captação, tratamento e distribuição de água.

Com isso, a companhia suspendeu a distribuição precária que vinha sendo feita através de carros pipas, num rodízio de três dias com água e dez dias sem. Em paralelo, as obras de ativação dos poços do Vale do Catimbau continuam em andamento, agora com o objetivo de ampliar a oferta de água em 30% a mais do que é oferecido atualmente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu e Lima - Maio

22/08


2013

Fenam acusa Mais Médicos de promover trabalho escravo


















Diante de confirmação da vinda de médicos cubanos ao país, o presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Geraldo Ferreira, lembrou a experiência de contratos entre países da América Latina com Cuba, a exemplo da Venezuela e Bolívia, os quais possuem, segundo ele, características de trabalho escravo e servem para financiar o governo cubano.

Dentre outros pontos, sua afirmação é baseada no montante em que o país recebe por cada médico, em torno de dez mil dólares, e o que na verdade repassa para o profissional, apenas trezentos dólares. “De acordo com depoimentos de autoridades médicas da Bolívia e Venezuela, foi mostrada uma qualidade extremamente duvidosa dos médicos e um sistema de atuação muito próximo ao de uma brigada militar, ao invés de profissionais de saúde”, explicou.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, informou, ontem (21), que o pagamento de dez mil reais será feito ao regime cubano e o governo brasileiro desconhece o valor que o médico receberá. Na opinião de Geraldo Ferreira, isso mostra que os contratos no Brasil provavelmente guardarão as mesmas características irregulares.

Além da remuneração, existe a questão da ausência de direitos trabalhistas do programa e a falta de liberdade no país de destino, já que os profissionais continuam submetidos às regras cubanas. Caso essa relação de trabalho vier a se comprovar em território brasileiro, o líder, que fala em nome de todos os sindicatos médicos do país, promete recorrer à Organização Internacional do Trabalho (OIT), onde essa situação se enquadra em convenção como trabalho escravo ou forçado.

A Fenam disse ainda que não abre mão da luta para que esses médicos estrangeiros se submetam ao Revalida e a um exame de proficiência na língua portuguesa. “Somente assim, se ofertará à população um serviço de qualidade e se garantirá tanto a sua segurança como a do trabalhador médico”, concluiu Geraldo Ferreira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura do Ipojuca

22/08


2013

Estado promete identificar e prender autores de vandalismo














A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco promete endurecer contra manifestantes que insistem em ir para as ruas praticar atos de vandalismo. Em entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta quinta-feira (22), o secretário Wilson Damázio disse que a polícia não vai mais permitir que mascarados participem de protestos e garantiu que as pessoas que promoveram quebra-quebra em lojas, destruíram uma estação de aluguel de bicicletas e incendiaram um ônibus serão identificadas. ''Mais que isso. Vou solicitar que todos tenham a prisão preventiva decretada'', informou.

O secretário disse que não será difícil identificar os vândalos que espalharam o terror pelas ruas da cidade. ''Temos um setor de inteligência em nossa polícia que vai permitir identificar quem promoveu os atos de vandalismo. Além disso, vamos utilizar imagens das câmeras da Secretaria de Defesa Social. Apesar de muitos deles estarem mascarados, em alguns momentos eles tiram as máscaras. Além disso, podemos identificar pelas roupas que eles usavam'', completou.

Damázio reconheceu que a situação do protesto de ontem fugiu do controle e que a polícia foi pega de surpresa. ''As manifestações aqui no Recife não tinham sido dessa forma. Fomos pegos de surpresa. O Batalhão de Choque demorou a chegar por conta disso. Mas já dei uma nova orientação à minha tropa: qualquer forma de vandalismo será punida. Os vândalos serão presos. Também não vamos mais permitir que os manifestantes estejam com os rostos cobertos e usando escudos. Vamos usar a força de forma progressiva. Isso não significa que o policial vai sair por ai com o cacetete, mas vamos agir de forma mais enérgica.''

Com informações do JC Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Emanuel Gonzaga Cursino Leite

Desde as primeiras badernas, que a polícia devia ter agido. Não só em Pernambuco, mas em todo o país. O problema é que precisa esperar que os Cézares governamentais abaixem as mãos; mas como eles precisam aparecer como autênticos democratas,faltam-lhes coragem.



22/08


2013

Governo libera mais R$ 790 milhões para Projeto São Francisco
















O Ministério da Integração Nacional assinou, neste mês de agosto, três novas ordens de serviço para o Projeto de Integração do Rio São Francisco, autorizando a aplicação de mais de R$ 790 milhões no empreendimento. Do total, R$ 347,9 milhões serão destinados para a construção de canais, estações de bombeamento, reservatórios e pontes no Eixo Leste (Meta 1L e 2L). Os outros R$ 442,7 milhões serão investidos nas construções de novos reservatórios no Eixo Norte (Meta 2N).

De acordo com a pasta, a aplicação dos recursos criará mais de mil postos de trabalhos. As contrações vão intensificar as atividades nas obras que passam ao longo do município de Jati, no Ceará, e das cidades pernambucanas de Betânia, Custódia, Floresta, Petrolândia e Sertânia.

Ainda segundo o ministério, com mais de 1.800 equipamentos em operação, o número de trabalhadores empregados pelo projeto ultrapassou os seis mil. A maior obra de infraestrutura hídrica do país também conta com atividades 24 horas por dia em quatro trechos: Jati (CE), Salgueiro (PE), Cabrobó (PE) e São José de Piranhas (PB).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

22/08


2013

Depois do Mais Médicos, vem aí o Mais Professores
















O Ministério da Educação (MEC) quer levar professores a escolas onde faltam docentes em ação semelhante ao Programa Mais Médicos. O Mais Professores faz parte do Compromisso Nacional pelo Ensino Médio, apresentado ontem (21) pelo ministro Aloizio Mercadante (PT) na Câmara dos Deputados. A criação do programa já havia sido comentada antes pelo próprio ministro, mas é a primeira vez que é apresentado em detalhes.

Segundo Mercadante, o compromisso ainda está em fase de desenvolvimento e depende do orçamento disponível. Entre as ações do programa, está a proposta de levar professores a escolas de municípios com índices de desenvolvimento humano baixos ou muito baixos e que tenham um baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) - número calculado a partir do fluxo escolar e o desempenhos dos estudantes em avaliações nacionais.

A intenção é que, mediante o pagamento de uma bolsa, professores se disponham a reforçar o quadro dessas escolas. Para as escolas com baixo rendimento, a pasta quer atrair bons professores para melhorar o ambiente acadêmico. Caso não haja professores disponíveis na rede, o MEC cogita a participação de professores aposentados que queiram voltar às salas de aula.

Além de atrair professores para áreas carentes, o compromisso propõe o aperfeiçoamento da formação continuada dos docentes, com o desenvolvimento de material didático específico e a criação da Universidade do Professor, uma rede que vai concentrar todas as iniciativas voltadas para a formação docente.

O compromisso prevê também um redesenho curricular do ensino médio, para que as disciplinas ensinadas tenham uma maior integração entre si. Para que o ensino seja melhorado, a pasta aposta na educação integral. Para 2013, segundo o ministro, está prevista a adesão de cinco mil escolas no ensino de dois turnos. No ano que vem, serão dez mil centros de ensino.

Faz parte do compromisso a ação Quero ser Professor, Quero ser Cientista, com a oferta de 100 mil bolsas de estudo para jovens que queiram ingressar na área de exatas. Além disso, o ministério desenvolveu, em conjunto com pesquisadores, um kit para estimular o interesse pelas ciências. "Vamos distribuir os kits de ciências para alunos de toda a rede. Ele vai poder manipular, usar. É inspirado em alguns brinquedos, mas mais sofisticado e barato", explicou Mercadante.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Wellington Jorge Pires Pereira

Esse governo é de uma hipocrisia desmedida!!!

Rafael C.Soares Quintas

Com esse piso de R$ 1.500,00 não vai ninguém.

jose tadeu de goes

E quado será lançado o programa Venham políticos com vergonha na cara? Ele poderão vir daqui e de alhueres.

jose tadeu de goes

E quado será lançado o programa Venham políticos com vergonha na cara? Ele poderão vir daqui e de alhueres.

jose tadeu de goes

E quado será lançado o programa Venham políticos com vergonha na cara? Ele poderão vir daqui e de alhueres.


Prefeitura de Serra Talhada

22/08


2013

Manifestantes paralisam trânsito no Cabo de Santo Agostinho

Funcionários da empresa Multitec, que presta serviço para a Petroquímica Suape, realizam, na manhã desta quinta-feira (22), protesto nas mediações do Shopping Costa Dourada, no Cabo de Santo Agostinho, Litoral Sul do Estado. Os trabalhadores reivindicam o pagamento das verbas rescisórias, salário do mês e a Participação nos Lucros e Resultado (PLR).

O coordenador de fiscalização do Sintepav, Elodelson Bastos, explica que a Multitec demitiu todos os trabalhadores da empresa, cerca de 500, no último dia nove deste mês. Mas, segundo ele, até o momento, não realizou o pagamento aos trabalhadores. “A CLT estabelece que, após a rescisão contratual, a empresa efetue o pagamento aos trabalhadores com dez dias, mas isso não aconteceu.”

A Multitec não informou previsão de pagamento, postura que levou o sindicato a entrar com ação na Justiça do Trabalho contra a empresa.

No momento, os trabalhadores liberaram uma das vias no sentido Cabo-Suape. A manifestação teve início por volta das 5h30 da manhã.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

22/08


2013

STF reabre julgamento com críticas ao destempero de Barbosa















Hylda Cavalcanti
Da Rede Brasil Atual

O ministro Celso de Mello abriu a sessão do Supremo Tribunal Federal de ontem (21), que dá sequência ao julgamento dos recursos apresentados pelos condenados na Ação Penal 470, com uma defesa da “democracia, da liberdade e da soberania”, bem como do direito à opinião e à divergência entre os membros da Corte.

A fala de Celso de Mello serviu como uma espécie de desagravo do tribunal ao ministro Ricardo Lewandowski – que na sessão anterior foi ofendido pelo presidente Joaquim Barbosa e impedido de ler seu voto numa questão em que discordava do próprio Barbosa. Na ocasião, este acusou Lewandowski de fazer “chicanas”.

“O propósito maior do Supremo Tribunal Federal é servir com dignidade e respeito as leis da República. E, nesse contexto, torna-se imperioso lembrar a alta significação política, jurídica e social desta instituição no processo de edificação da República, de construção da Federação, e de consolidação da prática dos direitos fundamentais”, disse Celso de Mello.

Numa defesa do direito dos ministros de expressarem suas opiniões, o decano do STF enfatizou que “os votos vencidos trazem lições que iluminam nossos caminhos para a consciência superior da democracia da liberdade e da soberania”.

“Aquele que profere um voto vencido não deve ser visto como uma alma rebelde, pois muitas vezes, como já mostrou a própria historia da nação, tem direito ao seguimento de justiça. Aquele que vota vencido, por isso mesmo, longe de sofrer injusto estigma por haver exercido legitimamente o direito ao dissenso, muitas vezes são os que residem na seara das grandes transformações. O voto vencido é o voto da coragem de quem não teme ficar ao sol”, reiterou.

Sobre o tribunal em si, Mello acentuou ainda: “É preciso que fique claro sempre que o STF é mais importante do que todos e cada um de seus ministros. Cabe a cada um de nós enquanto juiz da Suprema Corte zelar pela integridade dessa instituição, por isso que jamais devemos transigir em torno de valores como o respeito à dignidade constitucional, funcional e a integridade dessa corte suprema”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Shopping Aragão

22/08


2013

Tribuna do leitor: Petrolina aprova projeto de iniciativa popular

“Caro Magno.

Sou ouvinte do seu programa, o qual escuto diariamente através da Ponte FM, aqui, em Petrolina, e leitor assíduo do blog.

Gostaria de levar ao seu conhecimento e de todo o país o nosso projeto de iniciativa popular, que fixa os gastos com a contratação de artistas da música nacional nos eventos culturais do município.

Será assegurado no orçamento o valor de cinco reais por habitante para despesas com recursos próprios. Ou seja, o munícipio que gastou mais de quatro milhões de reais, gastaria hoje, com a fonte, o valor de um milhão e quinhentos mil reais, pois Petrolina, segundo o censo, tem cerca de trezentos mil habitantes.
Um abraço,

Pedro Caldas
Presidente da Associação de Moradores da Vila Eulália.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


22/08


2013

Humberto atribui manutenção de vetos ao diálogo
















O senador Humberto Costa (PT) avalia que foi a disposição do Governo Federal em dialogar com a base aliada que garantiu a manutenção dos quatro vetos da presidente Dilma Rousseff (PT) apreciados na última terça-feira (20) pelo Congresso Nacional. A votação, feita em sessão conjunta entre o Senado e a Câmara dos Deputados, só teve o resultado divulgado na madrugada de ontem (21).

“Eu entendo que essa capacidade que nós tivemos de manter os vetos dependeu e muito da negociação, do debate, do diálogo. Se nós continuarmos com o mesmo tipo de postura, eu não tenho dúvida de que a base vai se fortalecer, vai se consolidar e vai continuar dando ao governo a governabilidade que ele precisa”, afirmou o senador.

Entre os vetos apreciados está o Ato Médico, que disciplina a profissão da medicina. A proposta centralizou o debate terça-feira no Congresso Nacional. “Esse projeto deixa muito mais clara a divisão de trabalho entre os médicos e outras profissões; garante questões que são importantes serem exclusivas entre os médicos e outras profissões; garante questões que são importantes serem exclusiva do médico e abre o espaço especialmente para ações dos demais profissionais, quando vinculadas a protocolos do Sistema Único de Saúde”, disse.

Humberto ainda frisou que o Ato Médico deverá ser tema de um debate mais amplo. “No mesmo momento em que o veto foi mantido, o governo apresentou uma proposta que servirá para negociação. Então vamos poder conversar ainda mais com todos os setores”, lembrou o petista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Vital Cordeiro

O Congresso sabe que estas medidas seriam benefíca ou equilibrada para todos. Dilma está correta em manter estes vetos.

José Pereira da Silva

Tá conversando merda... Vampiro do inferno... Isso foi conseguido através de distribuição de dinheiro dos miseráveis contribuintes.

Pádua

Senador Fala Fino: Diga-se por diálogo, a liberação das emendas! A nova forma de mensalão do desgoverno Dilma..


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores