Governo de PE

17/09


2014

Humberto defende que sessão com delator seja aberta



O líder do PT no Senado, Humberto Costa, defendeu, hoje, que o ex-diretor da Petrobras e delator de um suposto esquema de pagamento de propinas na estatal, Paulo Roberto Costa, seja ouvido em sessão aberta hoje na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Congresso Nacional. Costa avaliou que uma reunião reservada – em que apenas os parlamentares ouviriam o depoimento de Paulo Roberto – poderia passar a imagem de que o governo não quer apurar as denúncias de irregularidades na estatal.

"Se apoiarmos uma sessão fechada a leitura é que não queremos que as pessoas tomem conhecimento do que vai ser discutido", afirmou há pouco ao Broadcast Político o petista. "Não temos nada que esconder nessa história". A CPI mista da Petrobras tentará ouvir Paulo Roberto a partir das 14h30 de hoje.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Saulo Alves

Senador fala fina! Kkkkk

Ivan Barros

Esse energúmeno sabe que o cara vai ficar calado, por isso solta essa pala. Quem não te conhece, que te compre, bandido descarado.


Faculdade de Medicina de Olinda

17/09


2014

Em ato falho, Erundina diz que faz campanha para Dilma



A deputada federal e candidata à reeleição Luiza Erundina (PSB-SP) cometeu um ato falho ontem e disse que está fazendo a “campanha da Dilma”. Erundina, que é coordenadora-geral da candidatura de Marina Silva (PSB) ao Palácio do Planalto, fez confusão com o nome da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT).

“Tenho feito campanha da Dilma na periferia de São Paulo”, disse Erundina. Questionada sobre o erro que acabara de cometer, a deputada inicialmente negou que tivesse pronunciado “Dilma” para, então, admitir: “Foi ato falho”. As declarações foram dadas antes do debate entre os presidenciáveis promovido pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Aparecida, no interior de São Paulo.

Erundina é uma das fundadoras do PT e foi prefeita de São Paulo de 1989 a 1992, mas deixou o partido em 1998 para se filiar ao PSB. Em 2012, chegou a ser anunciada como vice na chapa de Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo, mas deixou a candidatura dias depois, quando o PT se aliou a Paulo Maluf (PP), seu adversário histórico, para ter mais tempo de TV no horário eleitoral.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jota

Repetidas Vezes,Marina Afirmou Hoje no Rio para Uma Elite Carioca que Vai Acabar por Serem Eleitoreiros e da Minoria Com os Programas,Entre Eles o Bolsa Família,o ProUni, o Fies,o Mais Médicos e o Ciências sem Fronteiras.Disse Ainda que Estudar é pra Rico como Minha Amiga Neca do ITAU;Não Pobre;

Erivaldo Melo

Erundina está certa entre Marina e Dilma a segunda é melhor.

José Pereira da Silva

Terrorismos de 5ª categoria, defendido e repetido por analfabetos...foi por isso que a DILLMA "subiu" 3 pontos na pesquisa. hahahahahahahahahahhahahahhahaha

José Pereira da Silva

Terrorismos de 5ª categoria, defendido e repetido por analfabetos...foi por isso que a DILLMA "subiu" 3 pontos na pesquisa. hahahahahahahahahahhahahahhahaha

Severino Aparecido

Se Armando Monteiro souber disso ele se vira pro lado de Marina hoje kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Governo de PE

17/09


2014

Renan recebe hoje Procurador-Geral da República

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), vai receber em seu gabinete, hoje, o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot.

Renan foi um dos citados pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa no processo de delação premiada que está fazendo com a Justiça Federal do Paraná.

Costa depõe na tarde desta quarta-feira à CPI mista da Petrobras. Governistas esperam que ele fique em silêncio e não detalhe as acusações de que dezenas de políticos, inclusive do PMDB de Renan, tenham recebido propina em contratos da estatal durante a passagem dele pela estatal, entre 2004 e 2012.

Na única manifestação pública sobre o caso, o presidente do Senado negou em nota à imprensa as "especulações" de que teria recebido recursos do esquema de Costa. "As relações do senador Renan Calheiros com todos os diretores da estatal nunca passaram os limites institucionais", afirma. "É dever do Supremo Tribunal Federal e do Ministério Público apurar a veracidade das declarações do ex-servidor a fim de esclarecer se o mesmo merecerá ou não o benefício da delação premiada", completa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/09


2014

Temer diz que irá buscar PSDB no 2º turno

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) afirmou que irá atrás do PSDB no segundo turno das eleições em busca de neutralidade, caso a disputa fique entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e a ex-senadora Marina Silva (PSB).

"Tenho muitos vínculos entre os dirigentes do PSDB e posso ajudar neste sentido", afirmou o vice em entrevista ao site do Valor.

Ele prevê ainda que o desempenho de seu partido nas eleições para governador será o instrumento para uma eventual aproximação com os tucanos. "Todos estão alinhados conosco e dispostos a entrar na campanha presidencial", afirmou.

Ele citou o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, que disputa o governo do Ceará. "Eunício já está presente na nossa campanha e o ''Aezão'' é um fenômeno que se esgota no primeiro turno", disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/09


2014

Ex-diretor da Petrobras chega para depoimento na CPI

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa chegou a Brasília por volta das 11h40 de hoje. Ele vai prestar depoimento na Comissão Parlamentar Inquérito (CPI) que investiga denúncias de corrupção na estatal.

A operação de deslocamento de Costa, que está preso no Paraná, começou às 8h, quando ele saiu da sede paranaense da Polícia Federal. A instituição, por motivos de segurança, não divulga detalhes da operação. Sabe-se que Costa viajou escoltado por policiais federais, que vão acompanhá-lo até o Senado.

Ao desembarcar em ao final do processo, ele deve voltar para a cela em Curitiba.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Abreu e Lima

17/09


2014

Com medo de desgaste, PT e PSDB adiam plano

As polêmicas em torno do programa de governo da candidata do PSB ao Planalto, Marina Silva, fizeram seus adversários reavaliarem a conveniência de lançarem seus planos no mesmo modelo, com um grande caderno que assuma, por escrito, os compromissos de campanha.

A avaliação é a de que Marina entrou em uma agenda negativa após o lançamento de seu texto, em 29 de agosto. Virou alvo de ataques em razão das erratas que teve de divulgar – a principal delas retirava do plano causas caras ao movimento gay.

A campanha da presidente Dilma Rousseff adotou a estratégia de não publicar um documento semelhante e de “dosar” na TV a apresentação das suas propostas. A avaliação do comitê é de que apresentar neste momento um texto justificando as políticas dotadas nos últimos anos e apresentando um plano para os próximo mandato poderia dar munição aos adversários e abrir um flanco sobre o qual eles se debruçariam pelos próximos 20 dias.

Na campanha do tucano Aécio Neves a avaliação é semelhante. O programa de governo ainda não foi apresentado por questões estratégicas de marketing. Entre tucanos próximos ao candidato, uma frase virou consenso: programa de governo hoje tem potencial mínimo de angariar votos e chances máximas de fazer perder eleitor. A avaliação é de que apresentar o plano agora é expor o candidato à linha de tiro de adversários, como ocorreu com Marina.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ANTENOR

Mais uma jabuticaba: A candidata que apresenta um programa de governo recebe críticas daqueles que não apresentaram, a menos de 3 semanas das eleições, seus respectivos programas. Só em Pindorama.

Nehemias Fernandes Jaques

Eduardo Giannetti - economista de Marina Silva - quer acabar com o FGTS, 13º, férias e horas-extras

araceli carneiro

Esse programa de governo ferrou Marina. Também, feito por uma banqueira e por Mauricio Rands direto da ratoeira do PT, não poderia dar certo!


Magno coloca pimenta folha

17/09


2014

Assista ao programa de Dilma no guia eleitoral


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nehemias Fernandes Jaques

Eduardo Giannetti - economista de Marina Silva - quer acabar com o FGTS, 13º, férias e horas-extras


Prefeitura de Limoeiro

17/09


2014

Assista ao programa de Aécio no guia eleitoral


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde
Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores