Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

26/09


2006

Costa: João Paulo construiu mais casas que o governo

O candidato do PT Humberto Costa acusou o governo Mendonça Filho de não dar nenhuma prioridade à questão da habitação no Estado. Citou que o prefeito do Recife, João Paulo, em cinco anos e nove meses de governo construiu mais casas populares do que os oito anos do governo Jarbas/Mendonça.

Num tom de provocação, ao responder a uma pergunta sobre o tema, do candidato Rivaldo Soares, o petista afirmou que o governo atual, "governa para os ricos", privilegiando uma minoria em detrimento da maioria.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

O pior é que é verdade..


O Jornal do Poder

26/09


2006

Candidato do PSOL tira argumentos de Eduardo

Na primeira intervenção no debate, do candidato Eduardo Campos, ao responder a uma pegunta do candidato Edilson Silva (PSOL), sobre investimentos, ele aproveitou para acusar o Governo de Pernambuco de ter aplicado mal o dinheiro da privatização da Celpe. Disse que o governo Mendonça Filho/Jarbas, ao invés de priorizar o Social, com obras de saneamento, gastou cerca de R$ 60 milhões em publicidade.

Mas se Eduardo imaginava que iria ter uma réplica que pudesse continuar batendo no Governo Mendonça, se deu mal. O candidato do PSOL disse que Eduardo fazia demagogia no seu programa eleitoral, na televisão, ao prometer criar três hospitais. Disse que o povo de Pernambuco não acreditava nisso, porque ele já participou de um grupo político que ficou à frente do governo do Estado mais de 30 anos e nada fez nesta área.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

26/09


2006

Mendonça: Corrupção no Governo Lula revolta o país

O candidato Mendonça Filho sorteado para perguntar sobre o tema Corrupção indagou do candidato do Prona, Clóvis Correia, o que ele achava sobre os escândalos que atingem o PT e o Governo Lula. Na réplica, Clóvis se disse indignado com o que está ocorrendo no país. Mendonça, em seguida, disse que a população  também estava indignada com o que vem ocorrendo no Governo Lula, do qual Humberto Costa e Eduardo Campos, seus adversários, fizeram parte como ministros.

Neste momento Eduardo Campos tentou fazer um protesto dizendo que foi ofendido e que tinha direito de resposta, porque foi citado duas vezes pelo candidado Mendonça Filho. O jornalista Fracisco José negou o pedido e disse que ele não havia sido sido ofendido. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/09


2006

Mendonça na ofensiva contra Humberto e Eduardo

O candidato Mendonça Filho já partiu para a ofensiva e fez a primeira provocação no debate, ao afirmar que o ex-ministro Humberto Costa foi demitido do governo Lula por incompetência. Também acusou Humberto e o candidato Eduardo Campos, de terem participado do governo anterior à Jarbas Vasconcelos, e teriam deixado uma ''herança maldita'' na área de Saúde.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Quando?



26/09


2006

Começa o debate entre os candidatos a governador

Começou neste momento o debate entre os cadidatos ao Governo de Pernambuco, promovido pela TV Globo, mediado pelo jornalista Francisco José. O debate está ocorrendo no Centro de Convenções. Participam os candidatos Mendonça Filho, Humberto Costa, Eduardo Campos, Clóvis Correa, Rivaldo Soares e Edilson Silva.

O jornalista Francisco José fez logo na abertura uma advertência, de que não permitirá baixarias e nem provocações entre os debatedores, porque deseja que o debate transcorra em alto nível, porque esta é uma exigência do eleitorado de Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

26/09


2006

Debate na Globo começa em instantes

Os candidatos a Governador de Pernambuco participam, daqui a pouco, do debate promovido pela Globo Nordeste, tendo como mediador o jornalista Francisco José. Já se encontram nos estúdios improvisados da emissora no Centro de Convenções, em Olinda, Mendonça Filho, Humberto Costa, Eduardo Campos, Clóvis Correa, Rivaldo Soares e Edilson Silva, candidatos convidados pela emissora.

Ao todo, 60 pessoas trabalham na montagem do cenário no Centro de Convenções, onde o debate será realizado. Onze câmeras serão usadas na transmissão.O debate terá duas horas de duração, com perguntas e respostas entre os seis candidatos convidados. A posição de cada um deles no cenário será definida minutos antes do início da transmissão, em sorteio. O debate será transmitido ao vivo, logo depois da novela Páginas da Vida.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/09


2006

Preliminares do debate

Está esquentando o entorno do Centro de Convenções, onde daqui a pouco mais de uma hora se dará o debate promovido pela TV Globo com os candidatos a governador de Pernambuco. O primeiro candidato a chegar, há alguns minutos, foi Clovis Correa, do Prona, acompanhado de sua assessoria e simpatizantes, sendo saudado na entrada do Centro pela sua ''torcida organizada''.

Bandeiras, faixas, muita animação, aplausos e vaias à mensão  dos nomes de quaisquer dos candidatos é o panorama visto no local. O blog  vai acompanhar todo o debate,  marcado para as 22h30, envolvendo os candidatos Mendonça Filho(PFL), Clovis Correa(Prona), Humberto Costa(PT), Eduardo Campos(PSB), Rivaldo Soares(PSL) e Edilson Silva(PSOL). 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

paulo

Rapaz Dudu 10% podia aproveitar o debate para dizer onde enfiou os quase 700 milhoes de Dolares dos precatorios. Pq ate os funcionarios do estado ele naun pagou. E 700 milhoes de dolares ao cambio de hoje daria quase 1 bilhao e 700 milhoes de reais quase uma Celpe.

Ronaldo Carvalho

Acho que esse tema das pesquisas poderia ser citado no debate. Do que tem medo a União? da queda de Mendocinha? da aproximação dos candidatos de oposição? Dos números do segundo turno que mostram seu candidato em desvantagem? Ou até mesmo a possibilidade de ficar fora do segundo turno?


Jornao O Poder

26/09


2006

Candidatos admitem jogo pesado no debate

 Apesar de esperarem um encontro propositivo – reforçando os discursos veiculados nos quase 45 dias de guia eleitoral no rádio e na televisão – os candidatos ao Governo de Pernambuco não descartam usar denúncias contra os adversários no último debate na TV antes do dia da votação, hoje à noite, na Rede Globo Nordeste. Assim como fez no primeiro debate televisivo em agosto, transmitido pela TV Clube (afiliada da Rede Bandeirantes), o candidato Edílson Silva (PSol) declarou há pouco estar analisando “vários dossiês” contra os três principais candidatos: Humberto Costa (PT), Eduardo Campos (PSB) e o governador-candidato Mendonça Filho (PFL), que deve ser o centro dos ataques por parte dos adversários.

 

Os dois candidatos de oposição melhor colocados nas últimas pesquisas, o petista Humberto Costa e o socialista Eduardo Campos, traçaram a mesma estratégia para tentar angariar mais votos com o debate de hoje: confrontar as suas propostas com a da atual gestão e mostrarem-se como os mais preparados para governar que Mendonça Filho. “Humberto está pronto para debater e irá se apresentar como alternativa a Mendonça Filho”, informou Márcio Markman, assessor de comunicação petista. “Vamos mostrar quem é o mais preparado. Vamos estabelecer o contraste entre Eduardo e Mendonça Filho”, disse Evaldo Costa, assessor de comunicação do PSB.

 

Os assessores dos dois candidatos negam o uso de denúncias durante o debate. Mas admitem que elas podem aparecer no decorrer do programa e que não vão se esquivar de analisá-las.

 

Da mesma forma, Mendonça Filho promete centrar sua palavras nas propostas. No entanto, seu coordenador de campanha, Charles Ribeiro, deixou entender que as denúncias envolvendo os dois principais postulantes de oposição – a denúncia de Humberto Costa pelo Ministério Público Federal por suposto envolvimento na máfia dos vampiros e a acusação de arrecadação irregular de dinheiro para a campanha pelo presidente afastado do PSB, Milton Coelho – terão repercussão logo mais à noite. “Penso que ele (Mendonça Filho) não vai usar (as denúncias). Vai apenas apresentar as propostas para o Estado”, declarou.

 

Em estratégia oposta, Edílson Silva (PSol) promete levar “novas” denúncias contra seus oponentes e apimentar o encontro. Ele informou que recebeu “vários dossiês” contra os adversários e adiantou que a maioria implica o governador Mendonça Filho. “Tenho indícios fortes contra todos. Recebo denúncias todo dia. Esse material está sendo analisado pela equipe jurídica do partido para saber se levo ou não ao debate”, informou, sem adiantar o conteúdo dos dossiês. Edílson justifica sua atitude como forma de colocar ao público “quem são, de verdade, os políticos pernambucanos”.

 

O debate será realizado no Centro de Convenções, a partir das 22h30. Foram convidados Mendonça Filho, Humberto Costa, Eduardo Campos, Edilson Silva, Rivaldo Soares (PSL) e Clóvis Corrêa (Prona). Ficaram de fora os postulantes Luiz Vidal (PSDC), Kátia Teles (PSTU), Oswaldo Alves (PCO). A emissora usou como critério de participação a representatividade de cada partido no Congresso Nacional.

 

O encontro, mediado pelo jornalista Francisco José, terá duas horas de duração, dividido em cinco blocos, com transmissão ao vivo. Em todos, os candidatos farão perguntas entre si, tanto de temas livres como de assuntos pré-estabelecidos. O debate terá dois blocos de perguntas, que serão formuladas a partir de temas determinados pela emissora, outros dois de questões sobre assuntos a critério dos candidatos e o último para considerações finais. A posição de cada um deles no cenário será definida por sorteio minutos antes do início da transmissão. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

José Carlos presume que ser de Serra Talhada o faz mais homem, um homem é feito de cárater e só, o resto é basófia matuta!

José Rodrigues da Silva

José Carlos presume que ser de Serra Talhada o faz mais homem, um homem é feito de cárater e só, o resto é basófia matuta!

José Carlos-Serra Talhada

Allan, cacete neles, mais com cuidado pensaram ontem que estavamos com ameaça, mais as ameaças foi só argumentos, como tem gente que não tem, ai se ofende de graça

paulo

Rapaz Dudu 10% podia aproveitar o debate para dizer onde enfiou os quase 700 milhoes de Dolares dos precatorios. Pq ate os funcionarios do estado ele naun pagou. E 700 milhoes de dolares ao cambio de hoje daria quase 1 bilhao e 700 milhoes de reais quase uma Celpe.

paulo

Engraçado quando a justiça absolveu Dudu dos Precatorios ela ta correta quando impugna um apesquisa fajuta nao presta. Ta vendo que ningem que a volta do atraso.



26/09


2006

Propaganda na rua pode ser feita até sábado

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco distribuiu, há pouco, a seguinte nota oficial sobre a propaganda de rua: "A Comissão de Fiscalização da Propaganda Eleitoral no Recife, atendendo a solicitação formalizada pelas Coligações União Por Pernambuco, União pelo Avanço de Pernambuco e União Parlamentar Pró-Pernambuco, ratificando disposição contida na Nota oficial, divulgada no dia 20/09/2006, esclarece que as propagandas eleitorais através de faixas, cartazes, bandeiras, placas, bonecos e cavaletes poderão ser realizadas até o sábado, dia 30 de setembro de 2006, véspera do pleito eleitoral.
A comissão de propaganda do Recife é formada pelos juízes Sérgio Marinho Falcão (coordenador), Eurico Barros e Antônio Carlos Silva.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

kkkkkkkkkk

augusto carvalho jatoba

Só pode o que interessar a mendoncinha, fiilho de mendonção, aquele...

José Carlos-Serra Talhada

Com certeza

E o forró do Humberto pode ir até o São João?

José Carlos-Serra Talhada

Se mendoncinha deixar, agora é o que ele quizer, até pesquisas só se ele quize r