Cabo Agosto 2021

19/09


2006

Lula diz que elaboração de dossiê é abominável

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva questionou, durante entrevista nos bastidores do lançamento da Central Internacional de Compra de Medicamento da ONU, a quem interessa atrapalhar o processo eleitoral brasileiro. Lula classificou de abominável o processo de elaboração de dossiês.

"Eu já participei de muitas eleições e estive em situações altamente desfavoráveis. Em nenhum momento eu utilizei qualquer tipo de denúncia contra qualquer candidato, mesmo quando tinha gente achando que a gente deveria fazer. O ultimo caso foi o das Ilhas Cayman quando eu preferi entregar aos acusados o chamado dossiê.", afirmou o presidente.

"Por que alguém iria querer me ajudar a fazer um ato insano destes?", perguntou. "É importante lembrar que aqueles que estão me acusando agora queriam que eu não participasse da reeleição. Faz dois anos que eles dizem que vão criar todo tipo de confusão para evitar que nosso governo tenha o resultado que está tendo."

"A mim, como presidente da República, cabe investigar a fundo quem tiver envolvido, doa a quem doer. Todo mundo que conhece meu comportamento sabe que eu acho abominável este tipo de comportamento na política", acrescentou. "Vou fazer a Policia Federal ir a fundo para saber o que aconteceu. Não posso permitir ou aceitar que façam qualquer insinuação contra o governo", disse. As informações são do Portal da TV Globo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Julho 2

19/09


2006

CPI pode convocar Bargas e Berzoini

A CPI dos Sanguessugas pode convocar Oswaldo Bargas, ex-secretário do Ministério do Trabalho e um dos coordenadores da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva à reeleição, para prestar esclarecimentos sobre a compra do dossiê contra candidatos tucanos. O vice-presidente da CPI, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), apresentou hoje requerimento de convocação de Bargas à CPI depois que a revista ''Época'' divulgou que o ex-secretário teria lhe oferecido denúncias contra o candidato tucano ao governo de São Paulo, José Serra.

''Já tivemos conhecimento das denúncias e decidi incluir o requerimento entre os demais que pedem a convocação de envolvidos na compra do dossiê'', disse Jungmann.

O vice-presidente da CPI não descarta apresentar requerimento de convocação do presidente do PT, Ricardo Berzoini. Segundo a revista ''Época'', Berzoini foi avisado do encontro que Bargas e Jorge Lorenzetti --analista de risco e mídia da campanha de Lula-- mantiveram com o repórter da revista para apresentar o dossiê.

Jungmann, no entanto, disse que vai esperar os esclarecimentos de Berzoini sobre a acusação antes de apresentar o requerimento de convocação. ''Se as explicações do Berzoini não forem suficientes, amanhã apresento um novo requerimento à CPI'', disse.

Mesmo com o novo pedido apresentado por Jungmann, os dirigentes da CPI decidiram votar os requerimentos de convocação dos envolvidos no dossiê somente depois das eleições. A cúpula da comissão avaliou, durante reunião, que não haverá quórum suficiente de parlamentares no Congresso para votar as convocações --que precisam ser aprovadas em reunião conjunta da CPI. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

19/09


2006

Delegado pede a prisão de Palocci

O delegado seccional de Ribeirão Preto, Benedito Antônio Valencise, divulgou o relatório final do inquérito do lixo, nesta terça-feira, 19. No documento, ele pede à Justiça as prisões preventivas de dez pessoas. O primeiro nome citado é o do ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci Filho (PT).

Valencise justificou que, como as provas de fraudes no contrato do lixo e de varrição pública são incontestáveis, e para garantir a ordem pública e pela repercussão negativa do caso, pediu as prisões. O relatório será encaminhado nesta quarta-feira, 20, para o juiz da 1ª Vara Criminal local, Guaracy Sibille Leite, que pedirá um parecer aos promotores do Ministério Público Estadual (MPE).

Valencise citou que Palocci coordenou o esquema de fraude entre 2001 e 2004, que teria desviado R$ 30,7 milhões dos cofres públicos, segundo apurou a investigação. O delegado destacou o trabalho ''claro e transparente'' da Polícia Civil e não quis comentar o argumento do advogado de Palocci, José Roberto Batochio, que, pouco antes, encaminhou uma petição ao juiz Leite para solicitar a decretação de segredo de Justiça sobre o inquérito até a data da eleição, já que seu cliente é candidato a deputado federal.

''Se ele pedir a prisão preventiva de Palocci é pirotecnia para a televisão'', disse Batochio, uma hora antes. Após saber da divulgação do pedido de prisão de seu cliente, manteve o seu argumento: ''É pirotecnia.'' Mesmo que a Justiça determine a prisão de Palocci, ele não pode ser preso até 48 horas depois do pleito de 1º de outubro - só seria preso em caso de flagrante ou condenação.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

A EMPRESA DE LIXO VIACOM DE SERRA TALHADA PERTENCE A UM LARANJA DE INOCÊNCIO OLIVEIRA.

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

SE INVESTIGASSEM TODAS AS EMPRESAS DE LIXO DESSE PAÍS INTEIRO, CERTAMENTE FALTARIA CADEIA PRA PREFEITOS. PALOCCI INVENTOU DE SER MINISTRO, VIROU ÚNICO FOCO. TODO PREFEITO TRABALHA COM LARANJA. A EMPRESA DE SERRA TALHADA É DE INOCÊNCIO, E CONTÉM UM ADESIVO; "XÔ FOFOQUEIRO" PRA O POVO CALAR.

Roberto Santos

Jaboatão Pegou fogo a sessão da Câmara de Jaboatão, ontem, tendo com foco a suspensão da licitação do lixo. O vice-presidente Luiz Carlos Matos (PV) chegou a dizer que o prefeito Nilton Carneiro (PSB) admitiu “maracutaia”. O presidente Paulo Mendes (PTdoB) sugeriu uma CPI.


Ipojuca - Muro de Arrimo

19/09


2006

Dossiê Serra: "Responsabilidade é de Lula", Guerra

 Em discurso, há pouco, da tribuna do Senado, o senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), coordenador nacional da campanha de Alckmin ao Planalto, afirmou não ter a menor dúvida de que o presidente do PT, Ricardo Berzoini, está envolvido no escândalo da compra de um dossiê para atrapalhar a vitória de Serra em São Paulo.

''Berzoini tem as mãos sujas neste episódio'', desabafou Guerra, prevendo, em seguida, que surgirá mais gente graúda envolvida no episódio. ''Aparecerá mais gente de peso. Mas sabem para que? Para encobrir o presidente Lula, que é o principal responsável pela operação montada pelo PT para compra do dossiê contra Serra'', afirmou.

Para Guerra, a ''responsabilidade pela compra do dossiê, ao custo de R$ 1,7 milhão, é do Planalto e do presidente Lula, que já se ausentou do País, depois de afirmar, num jantar com empresários, que seu desejo era fechar o Congresso Nacional''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Sérgio, vá criar seus cavalos de raça porque a eleição para deputado (para senador você não se elege) é só daquia a 4 anos!

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

S BENEDITO DO SUL, ELE É CONHECIDO COMO SERGINHO BOM BOLSO

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

ESTE É BOM DE BOLSO, EM 2002 PAGOU VOTOS ATÉ PRA DEP ESTADUAL. HOOO ANÃO BOM DA BIXIGA

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

parlamentarismo já.

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

e quem se responsabizou pela sua absolvição da CPI dos anões? Foi os éticos da pefelãndia. Tu eras anão sergio Guerra. Não tem Moral pra falar de corrupção. pq vcs são do mesmo sa de gato do PT



19/09


2006

Lula está angustiado e triste, diz Tarso

O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, afirmou nesta terça-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está perplexo, angustiado e triste com a divulgação das notícias envolvendo Freud Godoy, ex-assessor especial da Secretaria Particular da Presidência em um esquema de compra de dossiê contra candidatos tucanos.

Tarso Genro contou que conversou sobre os últimos episódios com o Lula, que, conforme seu relato, tem repetido que se alguém tomou atitude ilegal tem que ser responsabilizado penal e criminalmente. O ministro disse que a divulgação de documentos e dossiês não ajudam o presidente. "Pelo contrário", afirmou. Ele defendeu a idéia de que o PT trate com mais radicalismo estes casos. "Dizer que isso pode inviabilizar a candidatura do presidente é uma bobagem golpista, sem fundamento, um oportunismo delirante. O presidente que for eleito, seja Lula ou Alckmin, vai ser eleito e vai governar", afirmou .

Em entrevista no Palácio do Planalto, Tarso disse que se nada for comprovado contra Freud Godoy, a situação dele, cuja exoneração já foi publicada no Diário Oficial desta terça, poderá ser reexaminada.

Na sua opinião, se for comprovada a participação de integrantes do partido no episódio do dossiê, "a pena tem que ser o dobro". Ele afirmou que é favorável ao afastamento do PT de Jorge Lorenzetti, apontado como um intermediador na negociação do dossiê contra tucanos. Informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Essa Irania ensinou Português para o Lulla no primário. Pena que o mesmo não aprendeu Ética.

José Carlos-Serra Talhada

Pessoal, deixem os comentaristas se expressarem ou não com erros gramaticais,pois de uma forma ou de outra estão dando suas opiniões, ou só quem pode está habilitado para escrever para blog é quem tem doutorado?

Paulin de Caruarú voce está certo! Esses lideres sindicais estão todos comprados. Lamento que a UNE também. Nem na revolução os lideres estudantis tiveram esse comportamento. O PT de Lulla "calou" os jovens.Isso é lamentável.

irania Olivia Benicio

Indignada fico eu ao vê-lo escrever "sinismo" e ter a ousadia de assinar o próprio nome!

paulo

Ele ta é virando garrafas de vinho de milhares de dolares em Nova York agora. Triste e eu feliz aqui por ter meu país dirigido por ele, um motorista embriagado.


Caruaru Novas Creches

19/09


2006

Revista divulga nota que compromete Berzoini

A revista Época fez, há pouco, os seguintes esclarecimentos sobre a crise do dossiê Serra em Brasília, em nota postada na sua página na internet com o título Esclarecimento:

''Em depoimento à Polícia Federal, o advogado Gedimar Pereira Passos - que afirma ter sido contratado pelo PT para negociar um dossiê com denúncias contra o candidato José Serra - citou a revista ÉPOCA. Diante dessa citação, ÉPOCA gostaria de esclarecer que:

1) Oswaldo Bargas, ex-secretário do Ministério do Trabalho, atual responsável pelo capítulo de Trabalho e Emprego do programa de governo de Lula, procurou há duas semanas o jornalista Ricardo Mendonça, de ÉPOCA. Ele pediu um encontro com o repórter.

2) O encontro foi marcado para uma suíte do hotel Crowne Plaza, em São Paulo, no final da tarde do dia 6 de setembro. Nessa reunião estava presente também Jorge Lorenzetti, analista de risco e mídia da campanha de Lula. Bargas afirmou ter sido procurado por alguém que tinha denúncias sérias contra políticos de renome. As acusações, segundo ele, poderiam ser comprovadas por meio de fotos, vídeos e de uma ''farta documentação''. Bargas perguntou se havia interesse da revista em publicá-las.

3) O repórter de ÉPOCA disse que tinha interesse em conhecer o teor das denúncias, mas não se comprometeria a publicá-las. Isso dependeria de uma investigação sobre a relevância e a consistência das acusações.

4) Bargas afirmou não ter nada para mostrar naquele momento. Disse que não podia especificar quais eram as denúncias nem quem era o denunciante. Diante da insistência do repórter, ele disse apenas que as denúncias seriam fortes o suficiente para desmoralizar o candidato do PSDB ao governo do Estado de São Paulo, José Serra, e o ex-ministro da Saúde Barjas Negri.

5) Durante o encontro, Bargas e Lorenzetti disseram várias vezes que aquela reunião nada tinha a ver com o PT nem com o governo. Aquele encontro, segundo eles, servia apenas para sondar o interesse de ÉPOCA. Bargas afirmou que Aloizio Mercadante, concorrente de Serra na disputa pelo governo de São Paulo, não sabia das denúncias nem da reunião. Disse ainda que, no PT, apenas o presidente do partido, Ricardo Berzoini, havia sido avisado do encontro com o repórter para passar informações de interesse da campanha. Berzoini, segundo Bargas, não tinha conhecimento do conteúdo do material.

6) No final da reunião, que durou cerca de 30 minutos, Bargas disse que voltaria a falar com o denunciante e depois entraria em contato com o repórter.

7) Naquela mesma noite, Bargas telefonou para avisar que o denunciante voltara atrás e não queria mais apresentar o material, nem dar entrevista. Uma semana depois, a revista Istoé publicou a entrevista em que Darci e Luiz Antonio Vedoin, os donos da Planan, acusavam Serra e Barjas Negri.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

O PT que abrigou, em passado recente, homens que gostariam de mudar o rumo da economia desse país,fazendo as mudanças necessárias, hoje abriga uma verdadeira "gang" cujos membros se acham que estão acima da lei.

prudencio godoy de melo galvao

cont. o Berzoine fora, informado pelo dirigente do Pe, q tinha alguém com farto material contra o zé Serra, onde tá o crime aí, claro, q como presidente do Pt, ele tem obrigação de saber de tudo q ocorre, com o partido, mas, o denunciante, não tá afirmando, q ele ENCOMENDARA, O DOSSIÊ, o r. é DELIRI

prudencio godoy de melo galvao

Meus amigos, ja li, reli, essa nota da revista Época, e sinceramente, acho que sou de fato um analfabeto, ta bem claro ai, alguém disse q tinha um dossíe, que, pderia prejudicar a cand. do Serra, foi oferecido o material, a Revista, o denunciante, diz q o Mercadante ñ sabi, e o BERZOINE,fora inform.

LandRover

As eleições de 1º de outubro devem ser suspensas até a prisão dos responsáveis pelo dossiê. A candidatura de Lula tem de ser cassada. Eleições limpas, sem roubo e sem safadezas do Planalto.

LandRover

A oposição tem que acabar com essa coisa de passar maquiagem no rosto do presidente Lula e de trocar as fraldas dele. A hora é de derrubá-lo, pois não se pode esperar nada da nossa justiça. Se para Marco Aurélio isso levaria um ano para ser apurado, então a derrubada é mais rápido.


CABO

19/09


2006

Dólares que pagariam dossiê devem ser rastreados

 A Polícia Federal deve rastrear os dólares que supostamente seriam usados pelo PT para comprar um dossiê contra políticos do PSDB. O dinheiro --US$ 248 mil-- está seriado, o que torna possível identificar sua origem, revala a repórter Andreza Matais, da Folha Online.

Segundo fontes da PF, o valor em real --R$ 1,168 milhão-- não poderá ser rastreado porque não há seqüência nas notas. O rastreamento dos dólares deve ser rápido, pois a PF já pediu ajuda da polícia americana em outra operação para o mesmo procedimento e conseguiu agilidade no processo.

Os valores, num total de R$ 1,7 milhão, foram encontrados com Gedimar Pereira Passos, advogado e ex-policial federal, e Valdebran Padilha da Silva, filiado ao PT do Mato Grosso, na última sexta-feira.

Os dois estavam no hotel Ibis, em São Paulo, e aguardavam por um emissário do empresário Luiz Antônio Trevisan Vedoin, dono da Planam, que levaria um dossiê contra os tucanos José Serra e Geraldo Alckmin. O PT nega que o dinheiro seja do partido.

A PF também deve pedir as fitas de vídeo do hotel e a quebra dos sigilos telefônicos de Gedimar, Valdebran, Luiz Antônio e de seu tio, Paulo Roberto Dalcol Trevisan. A pedido do empresário, o tio entregaria em São Paulo o documento a Valdebran e Gedimar. Os quatro envolvidos estão presos em Cuiabá (MT).

Em depoimento à Polícia Federal, Gedimar apontou "Freud" como a pessoa que repassou os recursos para a compra do dossiê. Após a denúncia, o assessor pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Freud Godoy, pediu afastamento do cargo. Ele nega as acusações.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Tiago

Tem que investigar sério pq esse dinheiro com certeza não era de um simples homem, tem que aparecer o mandante, o peixe grande. Motivo temos para acreditar que foi do PT, pois nunca um partido teve tanta cede de poder, a qualquer custo, como esse.

renata lima

ÉPOCA envolve Berzoini no escândalo do dossiê Acaba de ser postado no blog da revista ÉPOCA a seguinte nota sob o título "Esclarecimento": "Em depoimento à Polícia Federal, o advogado Gedimar Pereira Passos - que afirma ter sido contratado pelo PT para negociar um dossiê com denúncias contra o can

LandRover

A oposição tem que acabar com essa coisa de passar maquiagem no rosto do presidente Lula e de trocar as fraldas dele. A hora é de derrubá-lo, pois não se pode esperar nada da nossa justiça. Se para Marco Aurélio isso levaria um ano para ser apurado, então a derrubada é mais rápido.


Serra Talhada 2021

19/09


2006

Fala de Jarbas em favor de Henry gera ciumeira

 As aparições do ex-governador de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos (PMDB), no guia proporcional da tevê pedindo voto para o candidato a deputado federal, ex-secretário Raul Henry, provocou uma grande ciumeira na coligação que dá sustentação ao candidato do PFL a governador do Estado, Mendonça Filho.

Muitos outros candidatos gostariam de contar com um depoimento de Jarbas, mas não conseguiram. Se os candidatos a federal não gostaram do tratamento vip dado a Henry, os estaduais certamente torceram o nariz para uma outra cena em que o ex-governador aparece elogiando a ex-secretária Terezinha Nunes, candidata a deputada estadual pelo PSDB.

Por que Jarbas gravou para reforçar a imagem de Henry? É fácil entender: o ex-secretário de Planejamento e deputado estadual quer sair das urnas como um dos mais votados, porque tem projeto para disputar a Prefeitura do Recife, daqui a dois anos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Mariana

Sou eleitora de Jarbas e voto em Raul em 2008 para prefeito, mas não achei certo o unico candidato a senador da aliança pedir votos abertamente para Raul e os outros candidatos a federal ??? Jarbas abril um precedente...

Todo Pernambucano sabe que o candidato a Dep. Federal de Jarbas é Raul Henry, e o estadual deverá ser João Negromonte, seu cunhado, nada mais justo.

renata lima

ÉPOCA envolve Berzoini no escândalo do dossiê Acaba de ser postado no blog da revista ÉPOCA a seguinte nota sob o título "Esclarecimento": "Em depoimento à Polícia Federal, o advogado Gedimar Pereira Passos - que afirma ter sido contratado pelo PT para negociar um dossiê com denúncias contra o can



19/09


2006

Alckmin confirma comício em Carpina no dia 24

 Na tentativa de mostrar que não está isolado na Região Nordeste, onde possui os mais baixos índices eleitorais, segundo as últimas pesquisas, o candidato à Presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, cumpre agenda na Paraíba e em Pernambuco no próximo domingo.

Alckmin começa sua jornada pela capital paraibana, João Pessoa, onde fará uma carreata que deve contar com a presença do governador e candidato à reeleição, Cássio Cunha Lima (PSDB). De lá, o tucano segue para Campina Grande, onde também fará uma carreata.

O presidenciável tucano viaja no início da noite para o Recife, onde participará de eventos políticos. Está agendado também um comício no município de Carpina, na Zona da Mata de Pernambuco, ao lado do governador e candidato à reeleição, Mendonça Filho (PFL), e do ex-governador e postulante ao Senado, Jarbas Vasconcelos. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nathália antes "chuchuzinho" do que "51"

Nathália Hozzi

Fala-se que o prefeito de Caruaru Tony Shampoo, (OPS!) Tony Gel, convidou o presidenciável para aparecer por lá mas o chuchuzinho se recusou. Também pudera, depois de 2 meses de campanha e agora é q começam a aparecer as primeiras fotos de Alckimin por lá...

renata lima

ÉPOCA envolve Berzoini no escândalo do dossiê Acaba de ser postado no blog da revista ÉPOCA a seguinte nota sob o título "Esclarecimento": "Em depoimento à Polícia Federal, o advogado Gedimar Pereira Passos - que afirma ter sido contratado pelo PT para negociar um dossiê com denúncias contra o can

LandRover

A oposição tem que acabar com essa coisa de passar maquiagem no rosto do presidente Lula e de trocar as fraldas dele. A hora é de derrubá-lo, pois não se pode esperar nada da nossa justiça. Se para Marco Aurélio isso levaria um ano para ser apurado, então a derrubada é mais rápido.



19/09


2006

CPI vai ouvir envolvidos no dossiê depois das eleições

A CPI dos Sanguessugas decidiu deixar para depois das eleições a votação dos requerimentos de convocação dos envolvidos na compra do dossiê contra candidatos tucanos. A cúpula da comissão avaliou hoje, durante reunião, que não haverá quórum suficiente de parlamentares no Congresso para votar as convocações --que precisam ser aprovadas em reunião conjunta da CPI.

"Não haverá quórum antes das eleições para votar nenhum requerimento", disse o presidente da CPI, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ).

A direção da CPI vai solicitar formalmente ao Ministério Público do Mato Grosso, à Polícia Federal e à Procuradoria Geral da República todas as informações e documentos já reunidos sobre o episódio.

O vice-presidente da CPI, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), defendeu a realização de reunião extraordinária para a votação dos requerimentos antes das eleições. Mas diante do argumento de que não haverá parlamentares suficientes na CPI, disse que vai defender a votação dos requerimentos na primeira reunião depois das eleições, marcada para o dia 4 de outubro.

Segundo Biscaia, a CPI vai abrir duas frentes de investigações para apurar todos os fatos relacionados ao dossiê. A primeira frente vai investigar o teor do dossiê contra os candidatos José Serra e Geraldo Alckmin, que teria sido elaborado por Vedoin. A outra linha investigativa vai apurar se realmente houve a tentativa de compra do dossiê por membros do PT. "A linha de investigação será ampla para apurar essa criminosa ação com o Vedoin", disse Biscaia. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

A oposição tem que acabar com essa coisa de passar maquiagem no rosto do presidente Lula e de trocar as fraldas dele. A hora é de derrubá-lo, pois não se pode esperar nada da nossa justiça. Se para Marco Aurélio isso levaria um ano para ser apurado, então a derrubada é mais rápido.


Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores