22/09


2006

Ibope: filho de Montenegro ganha incentivos fiscais

A Dotcom Group Comércio de Presentes Ltda, que tem como sócio Carlos André Montenegro, filho do dono do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, ganhou benefícios fiscais do Governo do Estado do Tocantins em maio deste ano, dois meses antes de começarem as eleições de 2006. É o que diz matéria postada no site da Secretaria Estadual Indústria e Comércio (Sictur) daquele Estado.

Segundo a matéria, a Dotcom foi uma das cinco empresas acrescentadas ao Prosperar e Proindústria pelo Conselho Deliberativo desses programas de benefícios fiscais, no dia 3 de maio deste ano. O prosperar concede benefícios que vão da isenção total até reduções que ultrapassam os 50% do ICMS. O programa de Industrialização Direcionada (Proindústria) também concede isenção de ICMS e outros benefícios ligados a esse imposto.

A Dotcom é dona da perfumaria Sack`s, a maior loja virtual de perfumes e comésticos do Brasil, segundo a empresa diz em sua página na internet. André tem como sócios na empresa Marcelo Guimarães Franco e Eduardo Castro. Outra matéria da Sictur diz que a Dotcom pretendia transferir para Palmas a central de distribuição de produtos da Sack`s. André e seu sócios estiveram com o governador Marcelo Miranda (PMDB) no dia 7 de fevereiro para comunicá-lo da decisão.

Segundo essa matéria da Sictur, a empresa pretendia iniciar a implantação da central de distribuição em abril. O Boletim de Informações Cadastrais (BIC) da Secretaria Estadual de Fazenda mostra que a Dotcom foi ativada no Tocantins no dia 4 de abril deste ano. As informações são do blog do jornalista Cléber Toledo, do Tocantins.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

As pesquisas do Ibope são dirigidas. Vale apenas a de boca de urna e da véspera do pleito.

milton tenorio pinto junior

Tem muito marqueteiro rico e cheio de influência nesse Pais,não?!Alias,esse é o Pais do faz de conta. Faz de conta que não tem picareta no Legislativo,no Judiciario,no Executivo,na iniciativa Privada.O Pais tá cheio de Picaretas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Soraya da Cruz Plácido

Isso demonstra apenas mais um DESESPERO dos Petitas... Por isso que vi que havia algo realmente de ERRADO nesta pesquisa do IBOPE... Abs


Jaboatão Habitacional Suassuna

22/09


2006

Lula: "Envolvidos na compra do dossiê são bandidos"

Em um ato político com cerca de 300 prefeitos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à reeleição, considerou ''deplorável'' a negociação de membros do PT para a compra de um dossiê contra políticos tucanos. Segundo Lula, os envolvidos na compra do material ''são tão bandidos quanto quem queria vender''.

O presidente reiterou que é o maior interessado em apurar o episódio. ''Eu quero saber de onde veio o dinheiro sim. Eu quero saber toda a tramóia que houve. Mas, sobretudo, eu quero saber que diabo de conteúdo tinha neste dossiê para as pessoas cometerem a enrascada que cometeram.''

Lula disse que se o conteúdo não for divulgado ''vai ficar tudo muito difícil''. Ele também disparou críticas contra o serviço de inteligência do PT, que seria responsável pela compra do material. ''Se não tiver nada, quem fez isso não era de inteligência coisa nenhuma.''

Em vários momentos do discurso, o presidente disse que vai se manter tranqüilo na reta final da campanha. ''Quanto mais eles [a oposição] baixarem o nível, mais eu vou elevar o nível.''

Lula, no entanto, disse, ao se referir à oposição, que ''tem gente neste país que ainda não aprendeu a viver em democracia''.

O presidente também afirmou que o discurso dos oposicionistas é o de tirar o operário do poder para voltarem a governar o país. ''Eles estão ansiosos com outros meios, que não têm relação com o sistema democrático, para evitar que continuemos a dirigir o país.'' Informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Além de incompetente o Lulla é um grande mentiroso. Sabia de tudo.

Paulin de Caruaru.

Todos do PT e íntimos do presidente desde o tempo que desviavam dinheiro das prefeituras de São Paulo para o partido.É a freira cercada de gaviões...

É isso aí Lula, mais importante do que o dinheiro, é o conteúdo, até porque se pagou caro porque? O crime em quakquer circunstância terá que ser investigado, e punir os culpados, para ser justo inclusive com objetivo neste segundo mandato, punir tos os envolvidos em tramóia tem que punir os de casa.

LandRover

Oxente! E é? Então, tu, meu presidente, tu é o quê mesmo? Ali-Babá, não?


Pousada da Paixão

22/09


2006

A ansiedade de Humberto

O candidato do PT a governador de Pernambuco, ex-ministro Humberto Costa, que nesta campanha virou uma espécie de promotor dos grandes investimentos atraídos para o Estado, aguarda, com ansiedade, um grande empreendimento para o porto de Suape, no município do Cabo, litoral sul de Pernambuco. Dizem por aí que o negócio passa pela Petrobras e envolve milhões de dólares. Um conselho ao petista: recorrer ao implacável Lexotan.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Miltom voce que estacionar em cima de calçada, passar em sinal vermelho, etc... e jogar a culpa no Detran? Mas a ansiedade do Humberto é outra, é querer saber se a Policia Federal vai acelerar ou não o processo. O unico investimento que ele fez para o Estado foi comprar ambulancias super-faturada

milton tenorio pinto junior

Gostaria mais uma vez de ressaltar a falta de compromisso do Governador atual e do anterior e dos candidatos com relação aos abusos que o Detran comete com os Pernambucanos.Taxas abusivas,pior que assalto a mão armada.É preciso que algum Politico tome a frente desse roubo descarado do Detran!!!!!!!!



22/09


2006

Lula admite que eleição pode ir ao segundo turno

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) admitiu pela primeira vez publicamente, nesta sexta-feira, a possibilidade de as eleições serem decididas no segundo turno. - Se tiver segundo turno, a vida é assim mesmo, e é por isso que é bom que tenha dois turnos. Que vamos ganhar não tenho dúvida, só é preciso aferir corretamente o tempo - afirmou o presidente durante discurso em um ato político de prefeitos a favor de sua candidatura à reeleição. Informações do JB Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

É bem provável que não tenha segundo turno, a turbulência que assola a campanha do Lula é normal, pois, a oposição que não tem escrúpulo, que dar uma de boazinha, mais o povo já decidiu, É Lula lá e Eduardo cá.

Hélio noronha

Não vai ter segundo turno. Segunda-feira, lá pelas duas da manhã já saberemos isso.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Não vai ter 2º turno, vai ter é tentativa de golpe da direitona (PSDB-PFL). Se liga Lula! Cuidado com seus "companheiros" infiltrados no governo. Tem gente que veio de lá e continua a serviço deles e vão dar tua cabeça numa bandeja. Eles serão derrotados, mas vão para o golpismo.



22/09


2006

Proibida divulgação de pesquisa na Paraíba

 

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE) determinou há pouco que todos os veículos de comunicação paraibanos cumpram a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que proibiu a divulgação da pesquisa de opinião pública realizada pelo Instituto Databrain, contratado pela revista IstoÉ. Os dados divulgados ontem no site do periódico foram reproduzidos na íntegra pelo jornal Correio da Paraíba, pelos portais de notícias, rádios e TVs do Estado.

 

A pesquisa mostra vantagem do senador José Maranhão (PMDB), com 46,3%, contra 43,3% do governador Cássio Cunha Lima (PSDB) na disputa pelo Governo do Estado. O instituto havia sido proibido de divulgar a pesquisa na semana passada, devido a ação movida pela coligação ‘Por amor à Paraíba”, que apontou irregularidades na consulta. A publicação foi liberada ontem pelo TRE, porém, a coligação recorreu ao TSE, que determinou a impugnação da pesquisa.

 

Apesar da proibição, a pesquisa foi divulgada na edição de hoje do Correio da Paraíba. Após tomar conhecimento da publicação, o presidente do TRE, Abrahan Lincoln, enviou ofício a todas as rádios, portais e TVs paraibanas, proibindo a divulgação da pesquisa, suspensa liminarmente pelo ministro Carlos Ayres Brito, do TSE. A coligação “Por amor à Paraíba” entrou com representação no TRE hoje pela manhã, solicitando o recolhimento de todos os jornais Correio da Paraíba nas bancas e gazeteiros. A decisão vai depender do juiz Carlos Eduardo Lisboa.

 

Para o Senado, o senador Ney Suassuna (PMDB) aparece em primeiro lugar, segundo o levantamento da Databrain, com 26,6%, contra 23,3% do segundo colocado, o ex-prefeito de João Pessoa Cícero Lucena (PSDB). A coligação “Por amor à Paraíba” tem como candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB), que é o atual líder do Executivo Estadual. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

SE O TRE DE PE, FOSSE SÉRIO FARIA O MESMO, POIS A ESCULHAMBAÇÃO AQUI É MAIOR, SÓ EXISTE UNIFORMIDADE PARA O SENADO.


Petrolina abril 2021

22/09


2006

Alencar: "Lula é vítima de ações insanas"

O vice-presidente José Alencar saiu nesta sexta-feira em defesa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e disse que o petista não tem nenhuma relação com a suposta tentativa de compra de um dossiê contra o ex-ministro tucano José Serra. "Temos assistido o presidente Lula, que é fundador do PT, e visto ele como vítima de ações insanas" , disse o vice de Lula ao chegar hoje no Palácio do Planalto para um encontro com 300 prefeitos.

Segundo Alencar, os petistas supostamente envolvidos no episódio deveriam achar que estariam ajudando Lula com o dossiê. "Até acredito que as pessoas que fizeram isso [se envolveram com o dossiê], pensassem que o estivessem ajudando. Mas são pessoas que fizeram errado."Para o vice-presidente --candidato à reeleição na chapa de Lula--, o presidente já tomou as providências cabíveis ao punir e afastar todos os envolvidos nesse episódio. "Ele colocou lá [no PT] o pessoal de sua confiança. Houve descuido e problemas, mas eles foram punidos com o afastamento." .

Ele negou que Lula não tenha controle sobre a campanha, já que os petistas envolvidos na suposta tentativa de compra de dossiê disseram que o presidente não sabia de nada. Alencar disse que o partido tem autonomia para tomar as suas próprias decisões na disputa. "Estamos tranqüilos porque jamais alguém poderia imaginar que uma ação dessa natureza pudesse partir do presidente Lula."  Informações do Correioweb.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Insano é o Lulla que te escolheu para vice e os Raimundos que dão um aval a corrupção do país.

Raimundo Eleno dos Santos

bau de lojas nas favelas e arrabaldes mais distantes dos centros. É por isso que o índice de aprovação do Lula é de bom para ótimo chega aos 80%! É exagero? Não. É a aclamação do povo (da maioria)satisfeito com o seu Líder, assim mesmo, com letra maiúscula. Aqui para nós, eu o considero o Condor d

Raimundo Eleno dos Santos

Quando a oposição critica Lula, diz que ele é incompetente, etc. e tal. Diz isso para o povo,que em outros governos(os oposicionistas de hoje) nada fez por eles.Sim.Lula fala a lingua do povo.Ele tem a alma do povo.Trabalha para o povo.Não trabalha para os potentados da Av.Paulista. De certa forma

Raimundo Eleno dos Santos

De certa forma os da Av. Paulista estão sendo beneficiados.O povo que não consumia passou a consumir os produtos por eles fabricados. É uma evidência natural. Eles, os potentados de 500 anos, estão reclamando de que. Reclamam de barriga cheia. Suas indústrias não vendiam tanto a tanto tempo. Consumo

Raimundo Eleno dos Santos

Quando a oposição critica Lula, diz que ele é incompetente, etc. e tal. Diz isso para o povo,que em outros governos(os oposicionistas de hoje) nada fez por eles.Sim.Lula fala a lingua do povo.Ele tem a alma do povo.Trabalha para o povo.Não trabalha para os potentados da Av.Paulista. De certa forma


Ipojuca 2021

22/09


2006

Jarbas: "Alckmin não conseguiu mobilizar a população"

O ex-governador de Pernambuco e candidato ao Senado, Jarbas Vasconcelos (PMDB), “lavou as mãos” em relação à campanha do seu aliado Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência da República. Segundo ele, o tucano “não deslanchou”. “O candidato tinha uma boa avaliação em São Paulo, é um homem correto, um trabalhador, mas a campanha, infelizmente, não deslanchou. Ela não conseguiu mobilizar a população”, avaliou. Segundo ele, faltou “agressividade” a Alckmin. “Acho que o Alckmin deveria ser mais agressivo, não no palavreado. Mais agressivo nas propostas, mais agressivo na televisão. O programa muitas vezes me pareceu burocrático”, disse.

 

Apesar de definir a compra de um dossiê contra o candidato ao Governo de São Paulo, José Serra (PSDB), como “o mais grave escândalo” que atingiu o PT, Jarbas não acredita que o episódio surtirá grande efeito político nestas eleições. “Não creio que faltando oito dias, nove dias para a eleição a gente vai ter mudanças substanciais no quadro eleitoral”, afirmou o peemedebista durante entrevista à Rádio Folha 96,7 FM.

 

Afirmando que o momento é semelhante ao que fez “Vargas dar um tiro no peito”, Jarbas, no entanto, ponderou que o fato poderá ainda trazer “conseqüências” ao presidente Lula. “O presidente pode ganhar, mas isso terá desdobramentos”, afirmou. O ex-presidente Getúlio Vargas se suicidou após ver um dos seus homens de confiança envolvidos em um atentado contra o seu maior adversário político, Carlos Lacerda.

 

Para ele, o “grande mérito” do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi ter se desvinculado do seu partido. “Lula conseguiu com competência se desvincular do PT. Ele é uma figura desvinculada do PT desde o episódio do mensalão, ou seja, desde maio do ano passado”, analisou.

 

Questionado se iria pedir “voto casado” para o seu nome e para, Jarbas se esquivou. “Estou no guia dele. Ontem eu me vi na televisão pedindo votos para ele”, declarou. O candidato também confirmou que foi procurado por Lula e por ministros ligados a ele para assumir a vaga de vice em sua candidatura à reeleição, mas que recusou o convite. “A minha formação não casa com o PT”, disse, completando: “Não ia agregar para eles”. Informações da Agência Nordeste.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

2) Hoje, Jarbas está no palanque dos inimigos de outrora, até de quem ele chamou de Dedo Duro e Filhote da Ditadura e de Cara dura(Joaquim Francisco e Roberto Magalhães. Sei que políticos muitos são cínicos, mas Jarbolas extrapolou.Traindo Alquimin em plena Lua de Mel.

Raimundo Eleno dos Santos

Estará condenado quem tiver um amigo feito Jarbolas.Aliás cesteiro que faz um cesto faz um cento. Lembro-me bem. Eu já votei em Jarbas para o senado. Arena 1 e Arena 2(sub-legendados) derrotaram Jarbas. Nilo Coelho e Cid Sampaio.Jarbas ganhou isoladamente e perdeu para os dois.Nilo levou a melhor.

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

JARBAS, ASSUME TUA TRAIRAGEM, AQUI EM SERRA TALHADA NO TEU COMITÊ NÃO TEM NEM MATERIAL DE ALCKIMIM, NEM UMA FOTO, PARECE UMA CENA SURREALISTA, FALTA ATÉ DEPUTADO. JÁ ESTÁ SENDO CHAMADO; OCOMITÊ DOS TRAIRAS

Votando em Lulla o povo brasiileiro estará dando aval a corrupção no país.

prudencio godoy de melo galvao

Esqutei atentamente a entrevista, o candidato estava nitidamente nervoso, atacando sem parar, Eduardo Campos, e o Humberto Costa, chegou inclusive a usar a expressão "LOKA", inacreditvel, alguém q a pouco tempo atráz foi governador, de Pe, está completamente desesperado, A DERROTA É INEVITAVEL


Caruaru Campanha São João 2

22/09


2006

Ministro diz que caso dossiê está quase esclarecido

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, afirmou nesta sexta-feira que considera praticamente esclarecido o caso da tentativa de venda de um dossiê que pretendia envolver políticos do PSDB na compra superfaturada de ambulâncias com recursos do Orçamento.

Segundo o ministro, a autoria já foi desvendada. - Se não fosse o trabalho da Policia Federal, abortando a compra do dossiê, o episódio teria ficado sem explicação o resto da vida.

Bastos disse que não é possível afirmar se o caso será encerrado antes das eleições. - Não se pode condicionar o tempo de uma investigação policial à lógica e ao tempo de uma campanha eleitoral. Sobre o indiciamento dos responsáveis, o ministro afirmou que eles, provavelmente, serão enquadrados no crime de lavagem de dinheiro. Bastos lembrou que três dos acusados estão prestando depoimento na Polícia Federal e no Ministério Público em Brasília.

O ministro reafirmou que, para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o esclarecimento dos fatos é uma questão de honra.

Bastos participou, no Rio, do encerramento da 65ª Assembléia Geral da Interpol. Infornações do JB Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Mais uma vez o Ministro Thomas Bastos , com a clara intenção de salvar o Lulla, falta com a verdade em caso de tamanha gravidade. Vampiros, assassinatos, corrupção, mensalão e outros nunca foram esclarecidos por ordem do Ministro cuja tarefa maior é "blindar" o Presidente.

Paulin de Caruaru.

Logo Sr.ministro,esperamos que se revele com urgência o nome dos sacadores do dinheiro nas agências e a conta no exterior de onde vieram os dólares ok?

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Infelizmente não vou poder ler suar respostas senhor Land, vou trabalhar! Desculpe minha sinceridade! Mas já sei sua resposta, que esse pessoal do PT é corruPTo, mas o seu também é seu Land. Convide ACM e o presidiário Hildebrando Pascoal para a deposição de Lula!

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Os neonazistas estão chegando... estão chegando os neonazistas... Falando em deposição.... E o povo não quer não... Falando em ética (de encobrir as safadezas)... mas o povo não quer não quer essa ética não!!!

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Lula beneficiou os ricos, mas governou para os pobres. Só com ele os pobres e pretos puderam chegar à universidade. É isso que os Landrovers pseudo-éticos não querem que continue. Afinal pra que preto e pobre estudar? Como escravos e mão de obra barata é melhor!


CABO

22/09


2006

Lorenzetti admite tentativa de obter dossiê

O ex-analista de mídia e risco da campanha do PT à Presidência, Jorge Lorenzetti, admitiu hoje que tentou obter o dossiê que supostamente incriminaria políticos tucanos, mas negou que tenha negociado valores financeiros para conseguir o material. Em depoimento à Polícia Federal, Lorenzetti também isentou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente do PT, Ricardo Berzoini, de envolvimento no episódio.

Também conhecido como o churrasqueiro do presidente, Lorenzetti se retirou da superintendência da PF em Brasília sem falar com a imprensa. Ele depôs como testemunha e não foi indiciado. As informações sobre seu depoimento foram repassadas por seu advogado, Aldo de Campos Costa.

"Basicamente, Lorenzetti confirmou durante seu depoimento que o dossiê seria entregue para um contato, que foi declinado, ao Hamilton [Lacerda]". Lacerda era coordenador de comunicação da campanha de Aloizio Mercadante, candidato do PT ao governo de São Paulo. Ele foi afastado do cargo após ter admitido que articulou uma reportagem contra políticos tucanos.

Ainda segundo seu advogado, Lorenzetti também admitiu que pediu a Expedito Afonso Veloso e a Gedimar Passos para que verificassem a autenticidade e o conteúdo do material. Afonso Veloso era diretor de Gestão de Riscos do Banco do Brasil e foi afastado após surgir suspeitas de seu envolvimento no episódio do dossiê. Gedimar Passos foi preso pela PF em São Paulo com R$ 1,7 milhão, dinheiro que seria usado para comprar o material contra os tucanos.

Em seu depoimento, Lorenzetti negou, no entanto, saber de qualquer oferta financeira para comprar o dossiê. Ainda conforme seu advogado, ele achou que o dossiê pudesse ser obtido sem custo para o partido.

"Meu cliente repudiou e condenou qualquer envolvimento [para compra do dossiê] por conta de uma orientação do próprio partido. E também por convicção pessoal de que a obtenção desse documento não poderia se dar através de negociação de valores", afirmou o advogado.

Durante depoimento, Lorenzetti afirmou que "se sentiu chocado" quando soube pela imprensa de que Gedimar teria sido preso com R$ 1,7 milhão.

"Desde o primeiro momento havia orientação do partido, principalmente pelo momento eleitoral, de que não poderia qualquer negociação [financeira]", disse Aldo de Campos Costa.

Dossiê

A Polícia Federal apreendeu na semana passada DVD e fotos que mostram os tucanos José Serra (candidato ao governo de São Paulo) e Geraldo Alckmin (candidato à Presidência) na entrega de ambulâncias da máfia dos sanguessugas.

A quadrilha desmontada pela Polícia Federal, que fraudava a venda de ambulâncias para prefeituras de diversos Estados do país, era chefiada pela família Trevisan Vedoin, no Mato Grosso.

O material, supostamente comprado pelo PT e conhecido como
dossiê, seria entregue pelo empresário Luiz Antônio Vedoin, chefe dos sanguessugas e sócio da Planam, a integrantes do PT, que o usariam durante a campanha contra os adversários tucanos.

Confira o DVD, de 23 minutos, veiculado no
Olhar Direto. O vídeo compõe o dossiê, orçado em R$ 1,7 milhão.

No DVD, Serra, então ministro da Saúde, aparece com alguns parlamentares, hoje acusados de envolvimento com o esquema dos sanguessugas, numa solenidade realizada em um galpão da Planam, em 2001, em Cuiabá.

Em trechos do vídeo, aparecem Luiz Antônio Vedoin e seu pai, Darci Vedoin. O tucano chegou ao local acompanhado de Dante de Oliveira (PSDB), então governador do Mato Grosso. Dante morreu em julho deste ano.

Alckmin não aparece no DVD. Segundo o
blog do Josias, o tucano, conforme informações da Polícia Federal, é visto apenas em uma foto do dossiê.

Petistas e tucanos já declararam que o DVD não vale R$ 1,7 milhão. Eles vem defendendo que o conteúdo do dossiê seja investigado.(Informações da Folha Online.)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

22/09


2006

Major Feitosa diz que sua candidatura é legal

O major Alberto Feitosa, candidato do PL a deputado estadual, disse, há pouco, que não tem nenhum processo que possa torná-lo inelegível impetrado pela Associação dos Oficiais, Subtenentes e Sargentos de Pernambuco(AOSS), como afirmou hoje o capitão Vlademir Assis, presidente da entidade. 

Segundo o major Feitosa, o presidente da AOSS, capitão Assis,  que é candidato a deputado federal, tenta criar um fato político sem nenhuma consistência jurídica. Feitosa disse que se ausentou do cargo no prazo legal, cumprindo o que manda a legislação eleitoral, acrescentando que o capitão está querendo gerar um fato negativo em torno de sua candidatura, a qual, segundo ele, vai muito bem, e, por isso mesmo, preocupando setores ligados ao presidente da Associação.

O major Alberto Feitosa esclareceu ainda que o capitão Vlademir Assis foi eleito presidente da AOSS usando todo tipo de artifício ilegal, e tanto é assim que permanece na presidência mas em situação sub judice, e ele, Assis, sim, é que está, na prática, impedido de disputar um mandato eletivo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Vlademir Assis

Inclusive seguindo que reza o Estatuto da AOSS desde o dia 22/08/06, renunciei minha candidatura a Deputado Federal, para assumir a Presidencia da AOSS. Tudo protocolado no TRE-PE. Com a palavra Feitosa...

Vlademir Assis

...da mesma forma, o Ministério Publico o investiga através do processo 01/2006 e recebeu também cópia da "NOTICIA INELEGIBILIDADE", onde denunciamos desrespeito a lei Eleitoral (LEI COMPLEMENTAR Nº 64, DE 18 DE MAIO DE 1990).

Vlademir Assis

o Major Alberto Feitosa (PL) fala muito, age e prova nada, ele deve estar realmente muito mal assessorado, pois corre na Justiça Eleitoral e no Ministério Público Eleitoral, uma "NOTICIA INELEGIBILIDADE" o número de protocolo no TRE/PE é 017547, ajuizada ontem às 16h58min do dia 21/9/06, da mesma f


Serra Talhada 2021