24/09


2006

O estigma da traição

 Leitor fiel deste blog, Júlio Ferreira fez as seguintes observações sobre a crise nacional: ''O presidente Lula nasceu com o estigma da traição. Em apenas quatro anos de governo descobriu que diversos amigos, nos quais confiava plenamente, não eram dignos dessa confiança.

A lista começa com Delúbio Soares, Silvio Pereira e José Genoino, respectivamente tesoureiro, secretário-geral e presidente do PT, que foram flagrados cometendo ilícitos financeiros, no episódio que ficou conhecido como Escândalo do Caixa 2.

Logo depois, foi traído por José Dirceu, seu ministro-chefe da Casa Civil, que havia montado um sórdido esquema de pagamento de suborno a deputados, em troca de apoio aos projetos do governo, fato que foi denominado de Escândalo do Mensalão.

Depois foi ''apunhalado pelas costas'' por Antonio Palocci, seu ministro da economia, e por Luiz Gushiken, então ministro chefe da Secretaria de Comunicação.

Agora, no episódio da compra do dossiê contra José Serra, descobre-se que foi novamente traído, tanto por Freud Godoy, o amigo a quem confiou a segurança da primeira-dama, como por Jorge Lorenzetti, seu velho companheiro de churrascadas domésticas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Valeu Lula você é uma das poucas reservas morais desse país. Vamos elegè-lo no primeiro turno, e pedir para fazer a limpeza nesses canalhas. Estamos com você. É Lula lá e Eduardo cá.

Cada vez mais essa oposição suja, corrobora com a descência do Lula, pois nos governos anteriores teve tudoi isso e ninguém puniu ninguém, agora o importante é solicitar que sejam rastreados e indiciados mesmo, todos esses canalhas para mostrar que foi no governo de vergonha que tudo foi esclarecido

Tiago

Realmente ele deve a esses caras e tem medo de falar.Culpa no cartório, rabo preso

adriano da mota silveira

Discordo que houve traição. Os caras estavam a serviço do PT e foram pegos com a mão na botija. O problema nao é fazer safadeza, é ser flagrado fazendo safadeza. Lula é devedor de serviços prestados por Delubio, Dirceu, Genoino, Valerio e demais da gang. Ainda hoje sao fieis e nao entregaram o chefe

Drácula

APOSTAR NESSA TESE MAGNO.... É QUERER ACREDITAR QUE ESSE SENHOR NÃO SABIA DE NADA... MESMO TENDO À SUA DISPOSIÇÃO UM GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL...QUE SÓ EXISTE PARA GARANTIR A SEGURANÇA DO PRESIDENTE... SEJA FÍSICA, SEJA MORAL....LULA SABIA SIM...ELE NÃO FOI TRAÍDO.. É UM TRAÍRA... DA NAÇÃO


Jaboatão Habitacional Suassuna

24/09


2006

Frases de campanha

 "Numa mesa de 12 pessoas, Cristo foi traído por um, mas mesmo assim ele não perdeu sua importância" - Presidente Lula num comício em Sorocaba (SP), se comparando a Jesus.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

LULA SOFRE DE ABSTINÊNCIA... NÃO DE CACHAÇA PORQUE ISSO ELE NÃO ABANDONA... É ABSTINÊNCIA DE VERGONHA NA CARA ......CHEIA DE BOTOX......

Carlos Eduardo Vilar

Satanás sempre com essa mania de ser Cristo!

Lulla está é para Ali_Babá.... Ha, ha ,ha, ha....

Sueli Marques dos Santos

Ainda bem que Cristo é honesto, disse que tinha um traidor entre eles, Lula nega até hoje.

Querer se comparado a Cristo... Ora Lula, no mínimo já estava cheio de "51".


Pousada da Paixão

24/09


2006

La Nación: Política externa de Lula é um fracasso

 O tradicional e centenário jornal portenho ''La Nación'' definiu neste domingo a política externa do governo do presidente Luis Inácio da Silva como um ''fracasso''. Segundo uma ampla análise publicada no caderno dominical ''Enfoques'', dedicado principalmente à análise política, ''a política externa de Lula passou por dois momentos: começou como o maior de seus sucessos e acabou sendo qualificada, de forma quase unânime, como um fracasso''.

O ''La Nación'' indica que ao tomar posse, Lula tinha dois grandes objetivos: consolidar uma liderança natural na América do Sul e obter uma vaga permanente no Conselho de Segurança da ONU. ''Nenhum dos dois objetivos foi alcançado''.

O jornal faz uma lista dos fracassos de Lula na região. ''Até o presidente boliviano, Evo Morales, apadrinhado por Lula durante sua campanha, está causando dores de cabeça com seu confronto com a estatal Petrobras. E o venezuelano Hugo Chávez já não considera Lula como seu líder, mas sim, mantém com ele uma relação de amor e recriminações''.

No que concerne à Argentina, afirma o ''La Nación'', a relação teve altos e baixos. ''Atualmente atravessa bons momentos, mas passou por crises diplomáticas e comerciais profundas, geradas pelo afã de protagonismo mundial do Brasil, que acabou deixando de lado ações concretas no Mercosul''.

Segundo o jornal, uma frase do presidente Néstor Kirchner resume bem o caso: ''se existe uma vaga na OMC, o Brasil a quer. Se existe um lugar na ONU, também o quer; se existe uma vaga na FAP, também...se até querem eleger o papa!''.

Além disso, o ''La Nación'' indica que as declarações do presidente Lula tem costumeiramente a característica da megalomania. ''Em seus discursos repete que ´nunca neste país´ as coisas funcionaram tão bem''.

A menos de uma semana das eleições presidenciais brasileiras, os argentinos estão de olho na campanha política no país vizinho. Motivos não faltam, já que o Brasil é o maior parceiro comercial e político da Argentina. A cobertura do movimento dos candidatos é intensa, e aumenta enquanto aproxima-se o dia decisivo de ir às urnas. (Agência Estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

o Lula não tem capacidade nem de ser síndico de edifício,quanto mais presidente e quanto mais entendendo de política externa.É um escroque.

´Nossa politica externa é um fracasso. Até Evo Morales deita e rola com o Brasil.

Drácula

ahhh PEIDÊNCIO... se o Lula não dá conta nem do Evo Morales... vc acha que alguém pensaria que ele é o culpado pela crise do Oriente Médio???? Teu presidente é bom de cachaça......mas não tem peito nem para enfrentar a Bolívia...hahahahahaha

Madison Luis Canejo da Silva

Utilizando as palavras do próprio presidente e completando-a, "nunca neste país" tivemos um presidente como o pior exemplo a ser seguido em todas as esferas da sociedade, é uma pena, e o pior é que ele acaba contribuindo com o aumento do preconceito contra nordestinos, até nisso ele é péssimo.

prudencio godoy de melo galvao

Só ta faltando esse blog dizer, q o Lula, é o culpado pelo confronto no oriente médio, isso aquim é um verdadeiro veículo, a disposição do PFL/PMDB/PSDB,não resta mais duvida nenhuma, a cada momento, fica mais escancarado, onde fica, a imparcialidade do siglnatário do blog?, lamentável e triste cons



24/09


2006

Lula diz que vencerá no 1º turno apesar de escândalos

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à reeleição, deixou a modéstia de lado neste domingo e disse que vai vencer a eleição no primeiro turno. Lula minimizou a crise deflagrada pela tentativa de compra de um suposto dossiê por petistas contra tucanos e disse que com ou sem denúncia vai vencer a eleição no primeiro turno.

"Podem fazer denúncia. Façam o que quiser. Podem até mandar fazer exame para saber o que eu fazia de mal quando eu era certo. Não tem problema. Nós vamos ganhar com a cara limpa", disse Lula hoje durante comício em Sorocaba (SP).

Até então, somente os ministros petistas vinham declarando a possibilidade de Lula faturar o pleito num único turno. "Eu nunca falei que iria ganhar a eleição no primeiro turno. Por modéstia, eu nunca falei. Nunca falei por respeito. Mas quero dizer para vocês: nós vamos vencer essas eleições domingo", disse Lula.

Pesquisa Ibope divulgada ontem mostra que a taxa de intenção de voto de Lula oscilou de 49% para 47%, dentro da margem de erro de dois pontos para mais ou para menos. A taxa de intenção de voto do tucano Geraldo Alckmin subiu de 30% para 33%. Heloísa Helena (PSOL) oscilou de 9% para 8%. Na nova pesquisa, a diferença entre os votos do presidente e dos demais adversários --que era de sete pontos-- recuou para três pontos.

Para analistas de pesquisas, a chance de Lula vencer no primeiro turno ficou mais apertada: ele tem 52% dos votos válidos e todos os adversários juntos somam 48%. No limite da margem de erro, pode haver um empate técnico.

Mas Lula descartou hoje esse cenário de empate técnico. "Se alguém achar que a eleição presidencial vai para o segundo turno, vai ter que esperar para concorrer em 2010. Porque esta eleição nós matamos no dia 1º de outubro."

O presidente afirmou ainda que o próximo domingo será dia da "onça beber água". "Dia 1º de outubro é dia da onça beber água. Essa oncinha está com sede."

Lula ainda alfinetou a oposição e avisou que irá desmoralizar os adversários no seu eventual segunda mandato. "E eles [oposição] sabem que mais quatro anos meus, eu vou desmoralizar muitos que governaram esse país", disse se referindo aos tucanos. (Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

É isso aí presidente Lula, vamos continuar com a auto-estima elevada, a confiança que a grande maioria dos brasileiros tem na vossa pessoa, não pode ser colocada por água abaixo, levante a cabeça e dê a volta por cima, tenha a certeza de ter feito a maior distribuição de renda da história do país,

Paulin de Caruaru.

Todo cuidado é pouco nesta semana decisiva.Caso seja confirmada a tendência de segundo turno,essa máfia do PT é capaz de tudo.Todo cuidado é pouco.

Drácula

E AÍ VAI DAR EMPREGO PARA O PEIDÊNCIO... QUE ANDA DESOCUPAAADOOOOO...HAHAHAHAHA

prudencio godoy de melo galvao

Vai vencer sim, contra a vontade de Magno martins, Jarbas vasconcelos, Mendonça filho, Mendonça MEIO BI, antonio Lavareda, Edgar Moury, CADOCA, JOÃO NEGROMONTE, BRUNOS(ARAUJO E RODRIGUES),RAULS(HENRY E JUGMAN), TEREZINHA NULA, TONY GEL, MIRIAM GEL, ROBERTO LIBERATO, SILVINO DUARTE, MAJOR FERREIRA

prudencio godoy de melo galvao

Quero ver o q esse blog, vai publicar na segunda feira, dia 02 de outubro, com a vitória retumbante do LULA, poís o mesmo, é desqualificado o dia e o tempo todo, aqui neste blog, parece até implicancia, aqui, as notas favoravéis são:JARBAS, MENDONÇA, ANDRÉ DE PAULA, RAUL JUGMAN(Q 2º M era INELEGIVEL



24/09


2006

Alckmin e Serra farão "ato por decência na política"

 Os candidatos do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, e ao governo do Estado de São Paulo, José Serra, incluíram em suas agendas de fim de campanha um ato público para atacar o PT e o candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva.

No rastro dos episódios envolvendo petistas na compra de um dossiê contra os candidatos tucanos, as cúpulas das campanhas do PSDB marcaram para esta segunda-feira o ''Ato por um Brasil Decente''.

A intenção dos organizadores é reunir 3.000 pessoas no Clube Espéria, na zona norte de São Paulo.

Segundo os organizadores do evento, o protesto contará com a participação de lideranças políticas que ''apostam numa forma diferente de fazer política, sem o aparelhamento da máquina do Estado por um determinado grupo político''. (Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

de saber quem é o Serra, para depois não se arrepender, O Mercadante em relação a ele não tem comparação, dêm uma oportunidade a ele. Vamos à vitória. É Lula lá e Eduardo cá.

Descência, vocês sabem lá o que é isso, a hora de vocês vai chegar e não está muito longe, Vamos passa um pente fino no ex governador de São Paulo para mostrar quem é esse Alckmin, quanto ao Serra, as privatizações e o Ministério da Saúde, vai mostrar. Eleitores de São Paulo ainda é tempo de

O Lulla tentou chamar uns companheiros para uma passeata denominada "ética na politica". Foi um fracasso pois nenhim assessor seu reunia as mínimas exigencias.

Drácula

VAMPIRADA?.... VCS NÃO DEVIAM ESTAR NA RUA VAMPIRANDO VOTOS PARA O VAMPIRO-CHEFE? OU ESTÃO COM VERGONHA DE IR ÀS RUAS DEFENDER O VAMPIRÃO HEIM?

yuri henrique nunes dias

esão chama o ACM ,para este evento


Petrolina abril 2021

24/09


2006

Alckmin sente-se mal após carreata em João Pessoa

 O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, sentiu-se mal ao final de uma mega carreata que participou em João Pessoa (PB). Segundo uma fonte ouvida pelo Blog, Alckmin teve uma forte queda de pressão e foi atendido por uma equipe médica no hotel Tambaú. Mas seu quadro clínico não inspira maiores cuidados. Foi apenas um susto provocado pelo forte calor que faz na capital paraibana.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Não. Não sou do ramo. Mas desconfio de quem disso cuida, disso usa. FHC do PSDB é mestre em engavetar, e fez escola.

Drácula

RAIMUNDO? FUMOU ORÉGANO?

Raimundo Eleno dos Santos

votação foi “surpreendente”. “Achei que a comissão seria aprovada. Alguns vereadores nos garantiram que aprovariam, mas na hora votaram contra. A pressão deve ter sido muito grande”, disse. “O problema é que agora a população nos cobra uma atitude e estamos de mãos atadas”, disse.

Raimundo Eleno dos Santos

Ao Jornal de Piracicaba, o presidente da Câmara, Gustavo Herrmann (PSB), disse que o resultado da votação foi “surpreendente”. “Achei que a comissão seria aprovada. Alguns vereadores nos garantiram que aprovariam, mas na hora votaram contra. A pressão deve ter sido muito grande”, disse. “O problema

Raimundo Eleno dos Santos

fizeram 40% das obras na cidade em 2005 e 2006. Vereadores da oposição acreditam que o próprio prefeito ligou, antes da votação, para pedir que a comissão não fosse aprovada, de acordo com a Folha de S.Paulo. Ao Jornal de Piracicaba, o presidente da Câmara, Gustavo Herrmann (PSB), disse que o resul


Ipojuca 2021

24/09


2006

Cenário político não favorece reformas no Congresso

 A piora na situação política não será suficiente para detonar uma crise econômica no ano que vem, mas vai comprometer a capacidade de o governo aprovar as reformas das quais o país precisa para ter crescimento maior. Esse cenário, partilhado hoje por autoridades do governo e por economistas do mercado financeiro, significa que o Brasil continuará numa trajetória de crescimento inferior aos dos demais países emergentes.

A premissa para esse diagnóstico é que o escândalo envolvendo a compra de dossiê contra tucanos pode até não comprometer a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas, se reeleito, ele terá muito menos força política para negociar com o Congresso.

Para o governo, a principal fonte de turbulência será a investigação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre a participação da campanha de Lula no caso do dossiê. Se for considerado culpado, o presidente pode ter seu diploma cassado e ser obrigado a deixar o cargo.

Entre as autoridades, há esperanças de que projetos importantes sejam aprovados. Contam com modificações no quadro partidário como resultado da aplicação da cláusula de barreira. A nova regra determina que os partidos tenham ao menos 5% dos votos nacionais para ter direito a tempo na TV e recursos do fundo partidário. Senão, o funcionamento do partido fica inviabilizado, o que deve levar à fusão de siglas menores em 2007 e a chance de fortalecer a base do governo.

A outra aposta é o apoio dos tucanos ligados ao governador de Minas Gerais, Aécio Neves, e do próprio José Serra, com grandes chances de se eleger governador paulista. Como as chances de Lula, se reeleito, fazer seu sucessor são consideradas pequenas, os estrategistas do governo crêem que a oposição terá interesse em aprovar projetos que também beneficiem o presidente seguinte.

Sem reformas

Não há dúvidas entre os analistas de que o próximo presidente, seja Lula ou qualquer outro, manterá intactos os pilares da política econômica, como o superávit primário, o câmbio flutuante e a inflação sob controle. O que anda em baixa entre os analistas é a possibilidade de reformas na Previdência e nas leis tributárias.

As primeiras batalhas do governo na área econômica após a eleição serão a prorrogação da CPMF, que termina no fim de 2007, e da DRU (Desvinculação de Receitas da União), mecanismo que permite ao governo usar livremente 20% da receita. As medidas devem ser aprovadas, mas desidratadas em relação ao que o governo queria.

''Um eventual segundo mandato será muito mais difícil do que seria até estourar esse escândalo. A aprovação da DRU e da CPMF já vai exaurir a parca energia de um segundo mandato. Vão ser quatro anos modorrentos'', acredita Caio Megale, da Mauá Investimentos.

Há também a possibilidade de o governo continuar fazendo mudanças pontuais por meio de medidas provisórias. É o que já vem sendo feito nos pacotes anunciados pelo ministro Guido Mantega (Fazenda) para reduzir os juros nos empréstimos e estimular a economia.

O problema é que essas mudanças não são suficientes para elevar o potencial de crescimento. Para economistas, é preciso reduzir o déficit da Previdência para poder abrir mão de receitas e diminuir a carga tributária. Só assim a economia terá como crescer mais.

''A falta de reformas não é um gatilho para piorar a situação econômica, mas faz com que o crescimento continue baixo. É mais do mesmo'', avalia Zeina Latif, economista-chefe do banco ABN Amro. (Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Campanha São João 2

24/09


2006

Veja deu uma "barriga", diz Humberto

 A assessoria de Imprensa do candidato a governador pelo PT de Pernambuco, Humberto Costa, garante que a Veja deu uma tremenda ''barriga '' ao noticiar na coluna ''Radar'', na edição desta semana, que o jornalista Marcelo Netto, ex-assessor de Imprensa de Antônio Palocci, na Fazenda, estaria trabalhando na campanha do petista. ''Nunca Humberto teve qualquer contato com Marcelo. Não sei onde a revista foi inventar essa estória'', diz Gilvandro Filho, da equipe de Imprensa de Humberto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ivan Câmara de Andrade

Veja é podre.

Drácula

EU JURO QUE ACHEI ESTRANHO ESSA NOTA DA VEJA........O NEGÓCIO DO VAMPIRO PERNAMBUCANO É BANCO DE SANGUE... E NÃO BANCO OFICIAL......


CABO

24/09


2006

Eduardo também faz grande carreata em Paulista

No último domingo de campanha em Pernambuco, o candidato do PSB a governador, Eduardo Campos, que, no domingo também fez uma grande carreata em Boa Viagem, preferiu fazer, hoje, uma outra carreata, mas em Paulista, Região Metropolitana. Aliados seus acabaram de ligar de lá para o blog informando que o evento está um sucesso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

paulo

Quando escuto o è Eduardo me vem na cabeça: percatorios, mensalao, roubo, dudu 10%, frangos mauriceia, Milton Coelho, Sanguessugas, o ultimo governo Arraes( que ele dismandava), Severino Cavalcanti, Pedro Correia, Inocencio etc.... Os pernambucanos tem tudo para votar num homem destes, naum acham?

Quem financiou a carreata? Com certeza a Petrobrás.

Drácula

HAHAHAHAHAHA.......DUDU FLEX.... NÃO GANHA NEM MAIS RIFA DE FEIRA....HAHAHAHAHAH

Cuidado magno, tu pode ser demitido por jarbas!

prudencio godoy de melo galvao

Cuidado com essa notas favoraveís ao Eduardo campos, pode ser o DETRATOR JARBAS, não goste.


Bandeirantes Junho 2021

24/09


2006

Lessa prevê segundo turno para governo de Alagoas

O deputado federal João Lyra (PTB) está liderando a pesquisa para o governo de Alagoas. Obteve, na do Instituto Gape, 24% das indicações. Mesmo assim, para o ex-governador Ronaldo Lessa, esse é um indicativo de que haverá segundo turno no Estado. Lessa, que está atrás nas pesquisas para o Senado, perdendo para o ex-presidente Collor, apóia Teotonio Vilela Filho (PSDB).  Declarou que a campanha do candidato tucano cresceu muito nos últimos dias.  Com relação a estratégia que utilizará nessa última semana de campanha, Lessa afirmou que irá concentrar seus comícios nas maiores cidades, fazendo carreatas nas cidades de menor porte.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021