Cabo Agosto 2021

07/10


2006

Bornhausen: "Saída de Berzoini é uma farsa"

O presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), publicou, nesta sexta-feira, no site do partido, que o afastamento do cargo do presidente do PT, Ricardo Berzoini, é uma farsa para enganar a sociedade.

Bornhausen afirmou que as decisões da cúpula petista a respeito dos envolvidos no caso do dossiê são "fajutas", já que têm como objetivo passar para o eleitor a falsa idéia de que o governo Lula está tomando alguma providência a respeito do escândalo. Para o senador, o que interessa à sociedade é saber a verdade, e não a encenação do afastamento do presidente do PT. (Estadão.com)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

HHAHAHAHAHA... RAIMUNDO EU VOU ACABAR ACREDITAND QUE VC ACREDITA MESMO NISSO HAHAHAHAHA;;;;;;

Raimundo Eleno dos Santos

Lula está exorcizando o PT. Tá tirando todos os demônios da mão boba e de cabeça de bagre. É isso Lula, faz a limpeza total. Justiça boa começa de casa. Limpa tudo, tudo....Não aceite os escamoteios do passado FHcistas. Detone os safardanas. O Brasil de 500anos estava precisado disso.


Petrolina Julho 2

07/10


2006

PE: Redução de ICMS às vésperas do guia eleitoral

Outra reportagem negativa para a campanha da reeleição do governador Mendonça Filho, publicada pela Agência Estado:

Às vésperas do início da propaganda eleitoral gratuita, o governador-candidato Mendonça Filho (PFL) determinou, através de decreto, a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da conta da energia elétrica no Estado. Um milhão e 200 mil pessoas que consomem entre 30kw e 50kw terão isenção total, engrossando o grupo dos que já eram isentos - consumo até 30kw.

A medida abafa a insatisfação e reclamações da população, das quais o seu adversário no segundo turno das eleições, Eduardo Campos (PSB), vinha sendo porta-voz, além de crítico da privatização da companhia estadual de eletrificação (Celpe). A venda seria, segundo ele, responsável pela elevação das tarifas.

O governador negou que a medida tenha caráter eleitoreiro. "Ela integra o rol de prioridades da atual gestão no que diz respeito à redução da carga tributária sobre produtos e serviços de consumo popular", afirmou ao exemplificar com a redução do ICMS sobre o combustível para o transporte público (de 17% para 8,5%) e sobre a carne bovina - ambas realizadas no governo Jarbas Vasconcelos (PMDB) de quem foi vice.

O governador também encaminhou projeto de lei para a Assembléia Legislativa propondo o redução de 25% para 20% da alíquota de imposto estadual para os consumidores da faixa entre 51 e 120 kw, o que beneficiará, se aprovado, outras 2,2 milhões de pessoas. E pedirá ao presidente Lula, através de carta, que reduza os impostos federais que incidem sobre a conta de luz para o consumidor final. Em 2004, segundo ele, essa carga subiu de 6% para 9%.

De acordo com a secretária da Fazenda, Maria José Briano, o governo deixará de arrecadar R$ 1,3 milhão por mês e R$ 16 milhões anualmente. O impacto no orçamento é viável e sustentável, segundo ela, devido ao equilíbrio financeiro e fiscal das contas públicas do Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

cristiano lins de amorim

o mendonça acaba de cometer um crime eleitoral. Em plena campanha baixou o icms da celpe, só porque precisa desesperadamente reverter o quadro para o governo de pernambuco. Ora, se ele não fez isso em oito anos por que agora ?? olha depois da eleição volta tudo como era antes.

pedro

Merdoncinha cara de choquito pensa que engana o povo pernambucano. Filhote da Ditadura

LandRover

Que vergonha é essa! Não existe justiça em Pernambuco, não? O Filhote de Camundongo está rifando o Estado para ganhar as eleições de qualquedr jeito e a justiça, pacificamente, aceita? Isso é imoral e vergonhoso! Isso é inaceitável!

Raimundo Eleno dos Santos

É atitude eleitoreira.Partindo a ação de quem parte. Mão-de-onça está na frigideira.Deve voltar para Belo Jardim para cuidar do que resta da granja.Amealhar dinheiro para pagar o calote do BNB.50KW é para quem tem um bico de luz.Não tem geladeira,ventilador ou liquidificador.É RIDÍCULO.É IMORAL.


Caruaru Novas Creches

07/10


2006

Folha repercute redução de ICMS em Pernambuco

O governador de Pernambuco e candidato à reeleição, Mendonça Filho (PFL), decretou ontem a redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) cobrado sobre o consumo de energia elétrica no Estado. O pefelista também ampliou a isenção do imposto - que antes era apenas para quem usa até 30 kW- para o limite de 50 kW.
Com o decreto se beneficiam os consumidores que usam entre 51 a 120 kW. Agora, eles pagarão de 25% a 20% a menos do tributo. De acordo com as contas do governo, no total, cerca de 5 milhões de pessoas devem ganhar com a redução.
Eduardo Campos (PSB), concorrente de Mendonça no segundo turno, qualificou a medida de "eleitoreira" e "oportunista". Por meio de sua assessoria, afirmou que o que Mendonça está fazendo é antecipar o que seu governo fará caso seja eleito e que a medida estava em seu plano de governo.
A redução do imposto anunciada ontem alimenta ainda mais a questão sobre o ICMS recolhido na conta de luz, uma das principais discussões entre os candidatos.
Campos acusa o ex-governador Jarbas Vasconcelos (PMDB), que se afastou do cargo para concorrer ao Senado e cedeu lugar a Mendonça, de, ao aumentar o imposto em 2003, sacrificar a população de baixa renda. Na época, o tributo, que era cobrado com três percentuais diferentes, foi nivelado para 25%.
A secretária da Fazenda de Pernambuco, Maria José Briano, disse que a diminuição do imposto já era prevista e que o Estado tem um programa de desencargo fiscal. (Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

Que vergonha é essa! Não existe justiça em Pernambuco, não? O Filhote de Camundongo está rifando o Estado para ganhar as eleições de qualquedr jeito e a justiça, pacificamente, aceita? Isso é imoral e vergonhoso! Isso é inaceitável!

Raimundo Eleno dos Santos

A medida eleitoreira deveria atingir aos que consomem até 120Kw. para quem consome até 50Kw é uma atitude cretina, cínica e oportunista. Quem consome até 50Kw não tem geladeira, ventilador ou liquidificador. Mendoncinha, velhaco é o teu nome. Pague o dinheiro do BNB! Malandro...


Serra Talhada 2021

07/10


2006

PF vai ouvir presidente licenciado do PT

A Polícia Federal decidiu ontem que ouvirá o presidente licenciado do PT, Ricardo Berzoini, sobre o caso do dossiê contra tucanos. Não foi definida a data do depoimento. Deputado federal, Berzoini tem prerrogativa para decidir em que local será ouvido.
Berzoini se afastou ontem do cargo de presidente do partido. Em nota, negou envolvimento com o dossiê oferecido a petistas pelo empresário Luiz Antonio Vedoin, chefe da máfia dos sanguessugas (...). (Folha de São Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/10


2006

Na Bahia, Lula também parte para o ataque

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem em Salvador que a loucura do PSDB e do PFL é "vender o patrimônio público". Em comício no Farol da Barra, Lula cobrou de seus adversários explicações sobre os gastos com as privatizações do governo FHC.
"Onde está o dinheiro da Vale do Rio Doce? Onde está o dinheiro dos bancos estaduais? Onde está o dinheiro das telecomunicações? Se a gente não ficar esperto, eles vão querer privatizar a Petrobras, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal", disse Lula.
O presidente disse que Geraldo Alckmin (PSDB) vai demitir servidores públicos e congelar salários caso seja eleito. "É só olhar o programa partidário dele e comprovar que estou certo", disse Lula.
Lula disse também que seus adversários vão aproveitar os debates para mostrar o preconceito em relação aos nordestinos. "Eles acham que o nordestino só pode ser servente, mas acho que os nordestinos também podem ser engenheiros."
O presidente atacou o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL). "Cale a boca, mal-educado, porque você não representa o povo da Bahia."
Do outro lado da rua, a 80 metros de distância do palanque oficial, o publicitário Duda Mendonça acompanhou todo o discurso do presidente, na sacada de seu escritório.
Marqueteiro da campanha de Lula em 2002, Duda Mendonça protagonizou no ano passado o ápice da crise do mensalão ao revelar que recebeu cerca de R$ 10 milhões do caixa dois do PT em uma conta no exterior. Com isso, ele não pôde repetir a função na campanha de Lula neste ano, mas foi substituído por João Santana, próximo a ele. Duda mantém, porém, a conta publicitária da Petrobras.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

O povo gosta mesmo é de privatização.O que o povo não gosta de saber é que existe um bando de parasitas ganhando dinheiro às nossas custas e estatal servindo de aparelhamento dos governos.


Pousada da Paixão

07/10


2006

Lula: "Não pensem que vou me curvar"

O presidente Lula abriu ontem sua campanha para o segundo turno com ataques ao PFL e ao PSDB, em discursos nas cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE). Em Juazeiro, disse que "PFL e PSDB não têm moral para discutir ética com quem quer que seja neste país". Depois, em Petrolina, afirmou que não evitará debater ética. "Não pensem que vou me curvar." No palanque, Lula mostrou um panfleto com seu rosto e o número de Geraldo Alckmin (PSDB). O PT-PE enviou cópias à Direção Nacional do partido para apuração. (Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Drácula

ENQUANTO UM PRIVATIZA...O OUTRO ASSALTA....NÃO SEI MAIS EM QUEM ACREDITAR....O CERTO É QUE NESSES DOIS BOSTAS....NEM PENSAR... DE BANDIDO JÁ CHEGA OS QUE DEFENDEM LULA NESTE BLOG...

cristiano lins de amorim

olha que o PFL - o - PSDB - e o - PMDB vão tentar privatizar o exército a marinha a petrobras etc. vamos ficar de sobreaviso as privatisações que já fizeram ficou sobre o controle deles. preste atenção.


Bandeirantes Junho 2021

07/10


2006

Publicitário de Lula recupera os seus bens

O Tribunal de Justiça da Paraíba suspendeu ontem a liminar que bloqueava os bens e as contas correntes da agência CEP Comunicação e Estratégia Política, do publicitário Duda Mendonça e da sócia Zilmar Fernandes.

O desembargador José di Lorenzo Serpa suspendeu os efeitos da liminar concedida em abril pelo juiz Valério Porto, da 5ª Vara Cível de Campina Grande.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, a suspensão ocorreu porque as investigações já estão avançadas e porque os sócios continuam a responder processo por improbidade administrativa.

A liminar (decisão provisória) bloqueava as contas correntes da agência em até R$ 800 mil.

No início deste ano, o Ministério Público Federal na Paraíba elaborou ação para investigar suposto contrato informal de R$ 800 mil entre a ex-prefeita de Campina Grande Cozete Barbosa (PT) e a agência de Duda. Segundo a ação, o dinheiro foi transferido dos cofres municipais à agência de propaganda, de março de 2003 a abril de 2004, sem que houvesse contrato formal.

A denúncia foi feita no ano passado pela ex-secretária das Finanças de Campina Grande Aleni Rodrigues de Oliveira. Segundo sua versão, esse contrato foi acertado no início de 2003 para serviços de mudança do logotipo da prefeitura e de assessoria para melhoria da imagem da prefeita.

Segundo a denunciante, o dinheiro para o pagamento saía dos cofres da prefeitura, em parcelas de R$ 80 mil.

Na ocasião, a prefeita Cozete Barbosa declarou à Folha que ''tudo foi pago dentro da legalidade''. Segundo ela, ''a história é falsa, a agência de Duda fez uma consultoria à empresa Criare [Propaganda] que era a empresa de comunicação da prefeitura''.

A reportagem tentou contato com os advogados do publicitário na agência Duda Mendonça e Associados Ltda., mas não obteve resposta até o fechamento desta edição.
(Folha Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/10


2006

Dois ícones, duas histórias de vida

São dois os ícones políticos de Pernambuco. Eles sensibilizaram o país inteiro sinalizando, cada um em seu tempo, com a inserção de conceitos rapidamente absorvidos pela nação brasileira. Agamenon Magalhães e Miguel Arraes. Agamenon pôs a carteira profissional do Ministério do Trabalho no bolso de cada operário brasileiro, estabelecendo um vínculo de responsabilidade social inédito na América Latina. Era um homem polêmico.

Mais perto dos nossos dias, Miguel Arraes foi  um revolucionário. O movimento de cultura popular, a grandiosa inserção dos métodos de Paulo Freire na alfabetização de Pernambuco e do resto do mundo, a ruptura da escravidão explícita na zona canavieira, as políticas que legitimaram os direitos humanos são algumas das suas referências'', diz o jornalista Angelo Castelo Branco, em artigo que acabo de postar em Opinião. Boa leitura! 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

continuando: passemos uma borracha no governo Arraes, pois não?

...o governo Arraes ficou marcado por biirras, futricas , falta de ações nunca se aliou aos governos federais. ...Arraes promoveu a maior favelização jamais vista na estória deste estado ,é só olharmos os morros do ibura ,curado .... passemos um

milton tenorio pinto junior

Belo artigo Ângelo,valeu a leitura!!!!!!!!!!!!!



07/10


2006

Apoio de Sérgio Cabral para Lula pode ser decisivo

O candidato do PMDB ao governo do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, lidera a primeira pesquisa Datafolha de intenções de votos para o segundo turno com 53%. A candidata Denise Frossard (PPS) tem 34%.

Se a eleição fosse hoje, Cabral teria 61% dos votos válidos, excluindo votos brancos e nulos, e Frossard 39%.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Datafolha ouviu 1.709 eleitores em 39 cidades entre ontem e hoje. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 73022/2006. (Folha Online)

Comentário: Com a provável vitória de Cabral, o presidente Lula poderá neutralizar o crescimento de Alckmin no Rio de Janeiro, em cima dos votos de Heloisa Helena e de Cristovam Buarque.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/10


2006

Manchetes dos principais jornais do país

- Folha de S.Paulo: Lula sai na frente no segundo turno

- Estado de S.Paulo: Pesquisa: Lula, 54%; Alckmin, 46%

- Jornal do Brasil: Fantasma do dossiê derruba Berzoini

- O Globo: Lula sai na frente de Alckmin; Cabral se distancia de Frossard

- Correio Braziliense: Berzoini cai e o PT expulsa ''aloprados''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Cesar Augusto R. Cavalcanti

Enquanto isso, o Diário De Pernambuco, não deu sequer uma linha na primeira página, sobre a primeira pesquisa do segundo turno. Limitou-se esse jornal reacionário, a umas linhazinhas bem escondidas no caderno de política, sem nenhuma manchete.

milton tenorio pinto junior

Sem emoção,aposto uma garrafa de cavalo branco,o Presidente será reeleito!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores