Ipojuca 2021

01/10


2006

Desastre do boeing da Gol e 2º turno dividem jornais

Divididos em duas grandes chamadas de capa, a maioria dos jornais deu destaque para o acidente com o Boeing da Gol e para as eleições que se realizam hoje em todo o país. Na manchete política, a maioria também optou pelos últimos resultados das pesquisas Ibope e Datafolha, que indicam a possibilidade de segundo turno:

- Folha de S.Paulo: Lula perde vantagem, e 2° turno está indefinido

- Estado de S.Paulo: Dividido, Brasil decide se eleição de presidente vai para o 2° turno

- O Globo: Eleição decide hoje o futuro de Lula e do PT

-Jornal do Brasil: Pesquisas indicam segundo turno

- Correio Braziliense: Brasil vai às urnas


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Lula ainda é o canditato que levará o Brasil ao 1º Mundo. Oas organizações internacionais copiam suas idéias para implantá-las nos países de populações necessitadas. Lula é exemplo de estadista. A revista Times o notabilizou entre os 10 líderes mundiais. Ela tem credibilidade. É lula.

paulo

Dudu 10%, o neto que matou Dr Arraes nun vai arrumar uma boquinha pra roubar em Pe. E vai ter que deixar de trambicar tambem no MCT, pois vamos limpar o pais. Fora sanguessugas, precatorios, atraso, vampiros, mensalao sanguessugas, delubios, sacolinha...... e naun acaba mais nunca vimos tanta sujeir


Petrolina abril 2021

01/10


2006

A fotografia mudou

 Ulysses Guimarães gostava de lembrar que pesquisa eleitoral é como uma fotografia: registra apenas aquele exato momento. Na corrida presidencial, a imagem captada ao longo de toda a campanha pode ser bem diferente do resultado final que sairá hoje das urnas em todo País.

Ibope e Datafolha apontam uma mudança radical do quadro, sinalizando para uma disputa em segundo turno entre Lula, o então todo favorito, e o tucano Geraldo Alckmin. Ambos os institutos divulgaram suas projeções ontem no Jornal Nacional.

O que teria mudado o quadro? O dossiê escandaloso em que foi desbaratada mais uma quadrilha do PT? As fotos da montanha de dinheiro ilegal? A ausência de Lula no debate da Globo? Esses três fatores pesaram muito para despertar aquele eleitorado que dormia em berço esplêndido. Mas, o próprio presidente, com sua áurea de arrogante, tropeçou na casca de banana jogada por ele próprio. O Brasil não é um curral eleitoral.

Em Pernambuco, a fotografia também mudou radicalmente. Eduardo Campos, candidato do PSB a governador, não passou apenas seu principal concorrente na oposição, o ex-ministro Humberto Costa. Pelas projeções da pesquisa que o Diário de Pernambuco publica hoje, ele já colocou oito pontos na frente do governador Mendonça Filho (PFL) no cenário de segundo turno.

Temos pela frente, portanto, duas grandes disputas: a de segundo turno em Pernambuco, que será um clássico, e, provavelmente, a briga presidencial entre Lula e Alckmin. Isso é muito bom para a democracia. Segundo turno, aliás, foi criado para aperfeiçoar o jogo democrático.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Notícias inexplicadas de última hora é como jogar água em formigueiro. É como jogar uma pedra num cardume. Mas tem gente que, perdido, tolda a água e põe-se a pescar. Qualquer peixe, inda que seja um lambari, faz disso uma grande pescaria. É uma lástima.Como tem pescadores de águas turvas!É Lula!

paulo

Dudu 10%, o neto que matou Dr Arraes nun vai arrumar uma boquinha pra roubar em Pe. E vai ter que deixar de trambicar tambem no MCT, pois vamos limpar o pais. Fora sanguessugas, precatorios, atraso, vampiros, mensalao sanguessugas, delubios, sacolinha...... e naun acaba mais nunca vimos tanta sujeir

julio de adelaide b. de hollanda

Com a retumbante vitória do neto do DR ARRAES, o comprador de Miss, DETRATOR MOR DA POLITICA PERNAMBUCANA, SR:JARBAS DAS ESTRADAS VASCONCELOS,ta que não conssegue nem respirar de raiva, pois, o mesmo ja tava com passagem comprada pra Portugal(hotel tivoli), com a companhia do RAUL NULIDADE HENRY,é d

julio de adelaide b. de hollanda

E a festa da vitória da união por Pe, que tava marcada pra 17.00hrs, lá no segundo jardim, com a presença da baianada e inclusive o signatário deste blog, ta confirmada?hem?e agora com O NETO DO DR ARRAES, ja botando uma frente pra arrombar no 2°turno, como dve ta a cara do COMPRADOR DE MISS?


ALEPE

01/10


2006

Em Pernambuco, cerca de seis milhões irão às urnas

 Hoje, quase 126 milhões de brasileiros irão às urnas para escolher o presidente da República, 27 governadores, um terço do Senado e renovar a Câmara dos Deputados e as respectivas 27 Assembléias Estaduais. Na cabine eletrônica, o eleitor votará cinco vezes.

Em Pernambuco, 5.834.512 pessoas estão aptas a votar. O eleitorado está distribuído em 151 zonas eleitorais em 185 municípios. Serão utilizadas aproximadamente 18 mil urnas e 70 mil pessoas, entre mesários, fiscais e funcionários da Justiça Eleitoral.  No Estado, disputam as eleições 764 candidatos, dos quais nove brigam pela vaga de governador, oito disputam a única vaga do Senado, 231 uma das 25 vagas na Câmara Federal e 516 os 49 assentos na Assembléia Legislativa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

70% vota em Lula. Para presidente em Pernambuco não haverá 2º Turno. Haverá segundo terno.

paulo

Dudu 10%, o neto que matou Dr Arraes nun vai arrumar uma boquinha pra roubar em Pe. E vai ter que deixar de trambicar tambem no MCT, pois vamos limpar o pais. Fora sanguessugas, precatorios, atraso, vampiros, mensalao sanguessugas, delubios, sacolinha...... e naun acaba mais nunca vimos tanta sujeir

Drácula

E PELO VISTO.... METADE É IMBECIL...PORQUE VOTA EM VAMPIRO E PRECATÓRIO.. É UM POVINHO FERRADO MESMO E MEIA DÚZIA DE INTELECTUAIS SAFADOS QUE SEMPRE SE APROVEITARAM DO PODER......SE GANHAR O DUDU PETROBRÁS....ESSE ESTADO MERECE MESMO SER ROUBADO E CONTINUAR NO ATRASO..PERDENDO PRA BAHIA E O CEARÁ...


Bandeirantes 2021

01/10


2006

Presidente do TSE adverte para o voto consciente

 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, fez um pronunciamento em rede nacional para convocar os eleitores a votar em 1º de outubro, ''a se manifestar sobre o destino do Brasil, neste sábado, às vésperas da eleição."

Na linha da campanha ''Vota Brasil'' feita pelo próprio TSE durante a campanha eleitoral, Mello fez um apelo para que os eleitores não anulem e não desperdicem seu voto. ''O que está em jogo é seu dia-a-dia, o dia-a-dia de todos os brasileiros. O preço do pão, dos remédios'', disse.

O presidente pediu ainda aos eleitores que examinem com muita atenção o perfil de seus candidatos e desconfie daqueles que desrespeitam a lei e daqueles que tentam convencê-los a qualquer custo. ''Não eleja para o Brasil aquele que você não contrataria para cuidar de sua casa. Uma escolha errada repercutirá nos próximos anos'', declarou. As informações são da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2006

Decisão sai no primeiro turno em 21 Estados

 Na reta final da disputa eleitoral, cresceu o número de estados em que o futuro governador pode ser definido no dia 1º, sem a necessidade de um segundo turno. As últimas pesquisas de intenção de voto do Ibope apontam que em 21 das 27 unidades da federação a disputa deve ser definida em apenas um turno.

Até uma semana atrás, 17 Estados estavam nessa situação. Há ainda os casos do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Norte, onde os líderes na disputa estão no limite para decidi-la.

No Rio, o candidato Sérgio Cabral (PMDB) lidera com 42% das intenções de voto, enquanto o segundo e o terceiro colocados têm 17% cada. Na contagem dos votos válidos, Cabral tem 50% da preferência - para definir a eleição no primeiro turno precisa alcançar 50% mais 1 voto.

No Rio Grande do Norte, a situação é a mesma. O candidato Garibaldi Alves (PMDB), que liderava com folga, agora detém 46% das intenções de voto contra 42% da governadora Wilma de Faria (PSB), que tenta a reeleição. Nos votos válidos, Garibaldi tem 50%, índice que não permite apontar se haverá ou não segundo turno.

Os últimos resultados das pesquisas Ibope consolidam um cenário de alto índice de governadores reeleitos, numa tendência de continuísmo de gestões. Ao todo, 15 governadores devem ser reconduzidos ao cargo - incluindo os casos de Santa Catarina, onde o governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) renunciou para fazer a campanha, e Pernambuco, onde o governador Mendonça Filho (PFL) assumiu o cargo no início do ano, após Jarbas Vasconcelos (PMDB) se desincompatibilizar para disputar uma vaga no Senado.

Os governadores de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), e do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), são os dois com maior índice de aprovação de suas administrações e que devem ser reeleitos com as maiores taxas. Aécio tem 80% dos votos válidos, e Hartung, 77%.

Na configuração partidária dos estados, o cenário permanece praticamente estável. Dos cinco maiores colégios eleitorais do País, os principais partidos da oposição - PSDB e PFL - estão no comando em três e devem ser reconduzidos no primeiro turno: São Paulo, com a vitória de José Serra (PSDB); Minas, com a reeleição de Aécio; e Bahia, onde o governador, Paulo Souto (PFL), tem 57% dos votos válidos.

O PMDB deve continuar no comando dos outros dois maiores colégios: Rio, com o favoritismo de Cabral, e Rio Grande do Sul, onde o governador Germano Rigotto, não tem força suficiente para definir a disputa no primeiro turno, mas nos cenários de segundo turno é vitorioso. O PMDB será o maior vitorioso. O partido está à frente em dez estados. E ainda deve manter o comando político em Pernambuco, onde quem lidera a corrida é Mendonça Filho, que apesar de ser do PFL, é do grupo político de Jarbas, do PMDB.

Só o PSDB chega próximo, com vitória prevista em seis unidades da federação. O PT, do presidente Lula, continua com o governo em apenas três estados: vence no Acre, no Piauí e em Sergipe. As informações são da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

01/10


2006

Lula culpa PT pelas chances de segundo turno

 Do blog de Josias de Souza, da Folha de S. Paulo: ''Um auxiliar de Lula discou para o apartamento dele em São Bernardo na noite passada. Veio ao telefone um presidente irascível. Acabara de assistir ao Jornal Nacional. Mostrava inconformidade com o resultado das pesquisas Ibope e Datafolha. Culpou o PT pelas adversidades que arrosta nesta fase final da eleição.

Como de hábito, Lula expressou-se por metáforas. Inovou. Em vez das translações futebolísticas, que costuma preferir, recorreu a imagens automobilísticas. “A gente dá 50 voltas no autódromo, conduz o carro com todo o cuidado, abre uma enorme vantagem sobre os adversários e, na última curva, vem o nosso próprio pessoal e joga óleo na pista. Isso tem nome. É sabotagem.”

Referia-se ao caso do dossiêgate. Atribui ao episódio a derrapagem temporã nas sondagens eleitorais. A hipótese de a eleição escorregar para o segundo turno, esboçada nos números das pesquisas, deixou Lula inconformado. As expressões de calão raso que utilizou no diálogo da noite passada não deixaram dúvidas quanto ao grau de irritação do presidente.

Referiu-se de forma desairosa às genitoras dos “aloprados”, como se refere aos petistas que arrastaram o comitê reeleitoral para o submundo da compra do dossiê contra políticos tucanos. Mostra-se convencido de que “tem dedo de tucano” por trás de Luiz Antonio Vedoin, o chefão da máfia das sanguessugas, homem que levou o dossiê ao balcão.

Para Lula, a equipe de “inteligência” de sua campanha, por “burra”, caiu numa armadilha montada por emissários do tucanato. O presidente menciona, não se sabe se baseado em informação privilegiada ou em intuição pessoal, o nome de Abel Pereira. Trata-se de um empresário ligado a Barjas Negri, prefeito de Piracicaba (SP) e sucessor de José Serra no Ministério da Saúde, sob FHC. Diz que foi Abel, em conluio com Vedoin, quem “armou a cama para o PT deitar”.

O interlocutor de Lula pediu calma ao presidente. Disse que “pesquisa não é urna”. Tentou infundir confiança na alma do chefe. Afirmou que, a despeito da quadra adversa, pressentia o triunfo em primeiro turno. “Deus te ouça”, reagiu Lula. “Com os aliados que temos, só mesmo apelando para Deus.”

Antes de repor o telefone no gancho, o presidente deu mostras de que não entregou os pontos. Pediu “empenho à tropa.” E disse que não pretende dar a “essa gente”, como se referiu ao tucanato, “esse gostinho [da vitória].” Comparou-se a uma planta resistente e espinhenta, encontradiça no sertão nordestino: “Eles estão lidando com um cáctus”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

paulo

Dudu 10%, o neto que matou Dr Arraes nun vai arrumar uma boquinha pra roubar em Pe. E vai ter que deixar de trambicar tambem no MCT, pois vamos limpar o pais. Fora sanguessugas, precatorios, atraso, vampiros, mensalao sanguessugas, delubios, sacolinha...... e naun acaba mais nunca vimos tanta sujeir

Drácula

PAULIM.. QUE MANIA QUE VCS TEM DE "PALAVREADO CHULO"....ESSE CACHACEIRO NUNCA TEVE OUTRO PALAVREADO DO QUE O DE UM ANALFABETO....QUE PEIDA NA SALA E DIZ QUE FOI O COMPANHEIRO DO LADO....HAHAHAHA.... VAI FICAR APOSENTADO DE VEZ....JÁ QUE NUNCA GOSTOU DE TRABALHAR....HAHAHAHAHA

Paulin de Caruaru.

Esse cara com seu palavreado chulo tem que voltar para os botequins de São Bernardo.Não tem postura nem cabedal para ser presidente de um país continental como o nosso.


Anuncie Aqui - Blog do Magno

01/10


2006

Votação já começou, mas foi no Japão

 As eleições brasileiras, que começam apenas às 8h de hoje (horário de Brasília) em território brasileiro, já começaram em solo japonês, onde 558 eleitores estão registrados e aptos a votar para o presidente da República. As urnas foram abertas às 20h de sábado (8h de domingo em território japonês). Estão em condições de votar 201 brasileiros em Nagoya e 357 em Tóquio.

O número de eleitores no Japão poderia ser muito maior, não fosse um problema de documentação. Mais de mil brasileiros que vivem no país solicitaram alistamento ou transferência do título dentro do prazo estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas pediram registro utilizando um documento que não tem valor legal desde 2003 e que é disponibilizado na Internet pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), órgão responsável por tratar de questões eleitorais para estrangeiros. Por isso, ficarão impedidos de votar.

Ao todo, existem 86,6 mil brasileiros aptos a votar fora do território nacional. Na cidade japonesa de Nagoya, são 531 pessoas impedidas de votar e, em Tóquio, são 481. O número de eleitores aptos a votar nessas cidades é menor do que a quantidade de solicitações de alistamento e transferência recebidos de lá pela Justiça Eleitoral neste ano. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

01/10


2006

Deputado custa caro. Escolha bem!

 Ainda da coluna de Cláudio Humberto: ''Ao escolher seu deputado federal neste domingo, lembre-se de que ele vai custar ao seu bolso mais de R$ 100 mil por mês, entre vencimentos, verba de gabinete e “verba indenizatória”, auxílio-moradia, passagens aéreas... Telefone e a conta do jornaleiro também são nossas. Detalhe: deputado estadual custa dois terços desse valor''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2006

Um fabricante de dossiês

 O candidato a deputado estadual Horácio Neto (PSOL-SP) conhece bem Hamilton Lacerda, o “homem da mala” petista. Eram companheiros no PT quando, segundo ele, Hamilton Lacerda montou um dossiê denunciando a própria mulher. O objetivo era atribuir a “baixaria” aos oponentes, na disputa pelo diretório do PT em São Caetano do Sul, em 2005. Horácio registrou o episódio na polícia. Lacerda pertence à turma de Delúbio Soares, no PT. A informação está na manchete da coluna de Cláudio Humberto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/10


2006

Alckmin já empata com Lula no segundo turno

 Artigo do jornalista Gilberto Dimenstein, da Folha de S. Paulo: ''Se Lula for para o segundo turno, tendência provável captada pelo Datafolha, a culpa é exclusivamente de Lula e do PT --e de ninguém mais. Ou seja, Lula é vítima de Lula e de seu partido.

O que explica essa tendência é muitíssimo menos o melhor desempenho dos candidatos do que o escândalo do dossiê, provocado pelo PT, apimentado com a foto das notas. E, em segundo lugar, o fato de Lula não ter ido ao debate na TV Globo, o que, certamente, custou-lhe alguns pontos.

Isso é apenas a confirmação de algo que ocorreu em todo o mandato de Lula. As chamadas elites não lhe criaram maiores problemas, a economia mundial cresceu, subiram os preços dos produtos brasileiros exportados. A inflação já tinha uma tendência de baixa. A crise foi provocada pelo próprio Lula e seu partido, com as descobertas de desvios de dinheiro, com os mensalões.

Ninguém atrapalhou mais o presidente do que ele próprio e seus principais aliados. Um fato que, nesse final de campanha, ficou mais visível do que nunca.

O que piora sua situação é que, segundo o Datafolha, ele já estaria praticamente empatado, num eventual segundo turno, com Geraldo Alckmin, do PSDB.''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha