29/10


2006

Aécio dá largada a sucessão de Lula em 2010

Da coluna de Cláudio Humberto: "O fechamento das urnas, hoje, será a largada da campanha presidencial do governador tucano de Minas, Aécio Neves, em 2010. Ele já marcou visitas a vários estados, a pretexto de “analisar” o resultado das urnas".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Antonio Pereira

Claudio Humberto faz parte dos jornalista que vão hoje dormir derrotados. Com êle passarão hoje uma noite muito triste, Reinaldo Azevedo, Diogo Mainardi, Clóvis Rossi, Dora Kramer e muitos outros que não vale citar os nomes, porque o blog não tem espaço. A IMPRENSA ESTA DE LUTO.

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Daqui pra lá, muita água vai rolar. E a estrada de Aécio para chegar à presidência precisa ser pavimentada, porque todo mundo sabe que o pó (da poeira) faz mal em todos os sentidos.

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Claudio Humberto faz o jornalismo sensacionalista-político. O pior daquele senhor é que sua parcialidade leva a mentir de forma leviana. Anti-Lula e anti-democrático, será mais um cão raivoso que vai dormir mais cedo com o peso da derrota. Falar de 2010 é um desserviço ao país.


Jaboatão Habitacional Suassuna

29/10


2006

Presidente do TSE pede para eleitor exercitar democracia

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Marco Aurélio Mello, disse, ontem, em pronunciamento oficial em cadeia de rádio e TV para os eleitores a comparecerem às urnas e participarem do segundo turno das eleições para presidente da República e para o governo de dez Estados.

"Compareça, participe. Não se omita, não transfira a outros uma escolha que é sua. Pense e vote com a firmeza de quem sabe o que está fazendo, com a responsabilidade de quem realmente compreende a importância de sua atitude para o progresso da nação brasileira. Esta é a melhor contribuição que você poderá dar a sua Pátria", disse o presidente do TSE em pronunciamento que foi ao ar às 20h no rádio e às 20h30 na televisão.

Ele afirmou que a campanha política "mobilizou vivamente os brasileiros" nos últimos meses e citou as "marcas extraordinárias" alcançadas no primeiro turno das eleições, realizado no dia 1º de outubro: o alto índice de comparecimento às urnas, a votação ocorrida de forma tranqüila e organizada e a apuração dos resultados rápida e segura.

Mello voltou a falar sobre a importância do voto de todos os cidadãos. "Quanto mais fiel você for no exercício do direito de definir os representantes, mais sólidas serão as bases da nossa democracia. Por isso, é essencial que você valorize essa escolha, elegendo, de modo consciente, o candidato que julgar com mais condições para conduzir os destinos do País e de seu Estado."

Veja abaixo a íntegra do pronunciamento de Marco Aurélio:

"Caro eleitor,

Você está sendo convocado a atender a mais um chamamento da democracia, agora para finalizar, com o seu voto, com a sua escolha, o processo eleitoral deste ano.

Nos últimos meses, a campanha política mobilizou vivamente os brasileiros. No primeiro turno, foram alcançadas marcas extraordinárias: além do alto índice de comparecimento às urnas e de uma irrepreensível votação, em que tudo aconteceu de forma tranqüila e organizada, a apuração dos resultados foi rápida e segura, o que coloca o Brasil como modelo nessa área.

Amanhã serão definidos os nomes do Presidente da República e dos governadores de alguns Estados. O País, mais do que nunca, conta com você.

Democracia é algo que lhe diz respeito e que se aperfeiçoa no dia-a-dia. É como uma construção bem preparada, erguida sobre fortes alicerces. Esses alicerces são exatamente os votos de todos os cidadãos. Quanto mais fiel você for no exercício do direito de definir os representantes, mais sólidas serão as bases da nossa democracia. Por isso, é essencial que você valorize essa escolha, elegendo, de modo consciente, o candidato que julgar com mais condições para conduzir os destinos do País e de seu Estado.

Você estará determinando o Brasil que teremos nos próximos quatro anos. Estará definindo o amanhã, o seu próprio bem-estar e de sua família, o crescimento geral, a melhoria do emprego, da habitação, da saúde e segurança públicas, do transporte, o preço dos alimentos. O momento é decisivo e em suas mãos - entenda bem, em suas mãos - está depositada a confiança em dias felizes.

Compareça, participe. Não se omita, não transfira a outros uma escolha que é sua. Pense e vote com a firmeza de quem sabe o que está fazendo, com a responsabilidade de quem realmente compreende a importância de sua atitude para o progresso da nação brasileira. Esta é a melhor contribuição que você poderá dar a sua Pátria." As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Outro derrotado! Chegou ao cúmulo de inventar que os telefones do seu gabinete foram grampeados, todavia, a Polícia Federal desmascarou a farsa. Tomou partido quando seu cargo exigia isenção. Alucinado por aparecer nas TVs e fazendo o tipo sensacionalista, será mais um derrotado por LULA.


Pousada da Paixão

29/10


2006

Cabral abre frente de 32 pontos no Rio de Janeiro

O candidato do PMDB ao governo do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, lidera a pesquisa Datafolha  para o segundo turno com 62% das intenções de voto. A candidata Denise Frossard (PPS) aparece com 30%.

Na pesquisa anterior, divulgada na última semana, o candidato do PMDB tinha 58% das intenções de voto e a candidata do PPS, 33%. Com isso, a vantagem de Cabral sobre Frossard oscilou de 25 para 32 pontos.

A pesquisa foi encomendada pela Folha e pela TV Globo e divulgada neste sábado pelo "RJ TV".  Se a eleição fosse hoje, Cabral teria 68% dos votos válidos --excluindo votos brancos, nulos e indecisos-- contra 32% de Frossard. Em votos válidos, a vantagem de Cabral sobre Frossard é de 36 pontos.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O Datafolha ouviu 2.858 eleitores em 45 cidades entre ontem e hoje. A pesquisa foi registrada no TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral) do Rio. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/10


2006

No Paraná, Requião tem apenas 5 pontos de vantagem

Pesquisa Datafolha encomendada pela Folha e pela TV Globo, divulgada ontem pelo "Paraná TV" mostra que Roberto Requião (PMDB) lidera a disputa pelo governo do Paraná, com 50% das intenções de voto. Esse é o mesmo percentual verificado na pesquisa anterior.

Osmar Dias (PDT) aparece com 45% das intenções de voto --ele tinha 45% na pesquisa anterior. Com isso, a vantagem de Requião sobre Dias se manteve estável em 5 pontos. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em votos válidos --excluindo brancos, nulos e indecisos--, Requião tem 53%, contra 47% do pedetista. São os mesmos percentuais já registrados na pesquisa anterior. Em votos válidos, a vantagem de Requião sobre Dias é de 6 pontos.

O Datafolha ouviu 2.703 eleitores em 90 cidades do Paraná entre ontem e hoje. A pesquisa foi registrada no TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/10


2006

Governador deve ser reeleito em Santa Catarina

Pesquisa Ibope sobre a disputa para o governo de Santa Catarina aponta 14 pontos percentuais de vantagem para Luiz Henrique (PMDB) contra Esperidião Amin (PP).

De acordo com o levantamento, Luiz Henrique tem 57% dos votos válidos (excluídos brancos, nulos e eleitores indecisos), contra 43% de Amin. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Na corrida presidencial, Luiz Henrique apóia o tucano Geraldo Alckmin, e Amin, adversário histórico do PT, se aliou a Lula.

O Ibope ouviu 1.610 eleitores em 77 cidades, nos últimos dias 26 e 27. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral do Estado (23.520/2006). Em relação ao levantamento anterior do Ibope, realizado de 10 a 12 de outubro, os candidatos apenas oscilaram dentro da margem de erro.

Na última pesquisa do instituto, Luiz Henrique --que renunciou ao governo para tentar se reeleger--, aparecia com 58% dos votos válidos, contra 42% de Amin, que governou o Estado por dois mandatos (1983-1986 e 1999-2002). As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina abril 2021

29/10


2006

Ibope aponta empate técnico no Pará

Pesquisa Ibope divulgada ontem, encomendada pela TV Liberal (afiliada da Globo), aponta empate técnico entre Ana Júlia Carepa (PT) e seu rival no segundo turno da eleição para governo do Estado, Almir Gabriel (PSDB).

A petista chega ao dia da eleição com 51% dos votos válidos, contra 49% do candidato tucano. O empate técnico se dá em razão da margem erro, que é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Pelos votos totais, Ana Júlia tem 48% das intenções de voto (53% na anterior), contra 46% de Almir Gabriel (43% na anterior). Votos nulos e indecisos somam 6%. A pesquisa, feita de 25 a 27 deste mês, com 812 eleitores, em 41 cidades paraenses, está registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) sob o nº 19.768/2006. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

29/10


2006

Wilma de Faria deve ser reeleita no Rio Grande do Norte

A governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria (PSB), será eleita amanhã para mais um mandato, aponta pesquisa Ibope divulgada hoje. Pelo levantamento, encomendado pela Inter TV Cabugi, afiliada da TV Globo no Estado, Wilma vence com 52% dos votos, contra 42% de Garibaldi Alves Filho (PMDB).

Considerando-se apenas os votos válidos (excluídos brancos, nulos e eleitores indecisos), Wilma tem 55%, e Garibaldi, 45%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Os candidatos oscilaram dentro da margem de erro em relação à pesquisa anterior do Ibope, realizada do dia 17 ao 19 deste mês. Na ocasião, Wilma atingiu 50% das intenções de voto, contra 43% de Garibaldi (54% a 46% em votos válidos). O Ibope ouviu 812 eleitores em 37 cidades, na sexta-feira e no sábado. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral do Estado (17.692/2006).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

VILLA QUESTIONADOR

Sugiro, que seja aberto após os resultados, um tópico, no qual constem todas essas previsões "TENDENCIOSAS", inclusive e principalmente, para Presidente. Muitas surpresas, hão de surgir.


Caruaru Campanha São João

29/10


2006

Cássio tem 8 pontos de vantagem na Paraíba

Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato à reeleição para governador da Paraíba, está com 54% dos votos válidos, segundo pesquisa Ibope divulgada hoje pela TV Cabo Branco, contra 46% dados a seu adversário no segundo turno, José Maranhão (PMDB).

Em votos totais, o tucano tem 50% (o mesmo índice da pesquisa anterior) contra 44% do peemedebista, que oscilou um ponto (tinha 43%). Brancos, nulos e indecisos somam 6% (contra 7% do levantamento do dia 13 deste mês).

A pesquisa divulgada hoje foi feita nos dias 27 e 28, em 59 cidades e ouviu 1.204 eleitores. Está registrada no TRE do Estado sob o nº 10.492/2006. A margem de erro do levantamento é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

28/10


2006

Petrobras fecha acordo sobre o gás com a Bolívia

O Ministério de Minas e Energia anunciou hoje que a Petrobras conseguiu chegar a um acordo com a Bolívia sobre as condições para o fornecimento de gás ao Brasil.

Segundo a assessoria de imprensa do ministério, a Petrobras continuará a explorar as reservas de gás de San Alberto e San Antonio, os principais campos de produção do país vizinho.

O ministério informou, no entanto, não ter mais detalhes sobre o acordo. O presidente da Bolívia, Evo Morales, e o presidente da Petrobras no país vizinho, José Fernando de Freitas, concederão uma entrevista ainda nesta noite para detalhar o contrato firmado.

Durante o dia, chegou-se a especular que o prazo final para o acordo, que se encerraria à meia-noite, não seria suficiente. Segundo a Agência Boliviana de Informação, a Petrobras chegou a pedir ao país vizinho um prazo adicional de 20 dias parar negociar novos contratos de exploração de gás.

O ministro da Presidência, Juan Ramón Quintana, foi bastante duro e disse a uma rádio local que o governo boliviano não é ''fantoche'' e não renuncia ao controle de seus recursos naturais.

''Tomara que a Petrobras entenda, tomara que os executivos da Petrobras compreendam que já não estão no reino das anomalias, que já não estão negociando com governos fantoches, que não estão frente a governos que renunciaram ao exercício de seus recursos naturais'', afirmou Quintana.

Segundo o decreto de nacionalização dos hidrocarbonetos assinado no dia 1º de maio pelo presidente Evo Morales (Bolívia), os novos contratos deveriam ser assinados até hoje com dez empresas petrolíferas instaladas no país. Até o momento, entretanto, só a francesa Total e a americana Vintage já assinaram.

Executivos da Petrobras estiveram reunidos nos últimos dias com autoridades do Ministério dos Hidrocarbonetos e da estatal de energia YPFB em La Paz, mas os detalhes das conversas permaneceram em sigilo.

Hoje o presidente Evo Morales havia reconhecido que a negociação com a Bolívia era ''complexa'' e ''difícil'', mas ''não impossível'', e pediu compreensão à empresa brasileira.

Ontem, durante a assinatura dos contratos com a Total e a Vintage, Morales afirmou que as demais empresas tinham ''algumas horas, alguns dias para cumprir com as nossas normas''. Informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

VILLA QUESTIONADOR

Fico à imaginar, qual seria à REAÇÃO dos PTralhas, se o referido "ENGODO", houvese sido chancelado, pela oposição e na calada da noite. Qual a empresa, por menor que seja, se submeteria a tal CONSTRANGIMENTO? pq os poderes constituidos, não se pronunciam ??? SINTO VERGONHA...

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Fábio, vá ler, vá estudar, não se resuma a assistir ás indocrisias do teu Chuchu. O Brasil demonstra altivez e coerência no trato de questões internacionais. Teu Cchuchu não teve autoridade nem pra controlar rebelião na Febem. Fala sério...

Fabio Lira

Porque ninguém fala que Zé Dirceu está assessorando o gov de Evo? Esse caso da Bolívia é a cara da incompetência de Lulla e seus comparsas! Estão, sim, entregando o patrimônio público! Esse acordo é uma imposição e vamos ter q engolir! Assim como o caso da Amazônia! PRIVATIZADA!

VILLA QUESTIONADOR

FICHINHA ??? Trata-se da usurpação dos bens da maior empresa Nacional. Como sempre, os PTralhas, não sabem de nada. Informam, que foi feito um acordo. Pelos meus parcos conhecimentos, ACORDO, é um compromisso "bilateral". Nesse caso, é uma imposição, a qual, nos curvamos, sem questionar...

José Manoel de Souza

EU não falei que esse problema com a Bolívia era "fichinha". Taí resolveu mais rápido que o esperado. E VIVA A DIPLOMACIA BRASILEIRA E VIVA LULA., por essa e outras é que amanhã só vai dar 13.


Bandeirantes Junho 2021

28/10


2006

Ibope e Datafolha mantêm Lula à frente com 22 pontos

Pesquisas do Datafolha e do Ibope divulgadas neste sábado (28) pelo “Jornal Nacional”, da TV Globo, apontam vantagem de 22 pontos percentuais de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Geraldo Alckmin (PSDB) nas intenções para presidente, considerando os votos válidos.

Datafolha
Segundo o Datafolha, o candidato do PT seria reeleito com 61% dos votos válidos, enquanto o tucano teria 39%. Os dois presidenciáveis mantiveram os mesmos percentuais da pesquisa anterior, que foi divulgada na última terça-feira (24).

A margem de erro do Datafolha é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Com isso, Lula teria entre 59% e 63% dos votos válidos, enquanto o percentual de Alckmin ficaria entre 37% e 41%.

Nos votos totais, o candidato petista continua com os 21 pontos de vantagem, já que ambos mantiveram os mesmos percentuais do levantamento anterior: 58% (Lula) e 37% (Alckmin). Os brancos e nulos somaram 3% e os indecisos, 2%.

A pesquisa do Datafolha foi realizada nesta sexta-feira (27) e sábado (28) e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 23522/2006. O instituto entrevistou 12.561 eleitores em 356 municípios do País.

Ibope
Considerando os votos válidos (sem brancos, nulos e indecisos), o Ibope indica quadro semelhante ao do Datafolha. Segundo o instituto, Lula também teria 61% dos votos contra 39% de Alckmin. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Na análise dos votos totais, Lula se manteve estável, com 58% das intenções de voto, enquanto Alckmin oscilou positivamente um ponto, de 35% para 36%. Os brancos e nulos somaram 3% e os indecisos, também 3%

Registrado no TSE sob o número 23498/2006, o levantamento do Ibope foi realizado neste sábado, véspera do segundo turno da eleição. O instituto ouviu 8.680 eleitores em 465 municípios. Informações do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Marcos Arraes de Alencar

será mais de 1 milhão de votos de diferença aqui com Eduardo governador, e 20 milhões Lula presidente.

VILLA QUESTIONADOR

Nessa, sou igual ao Sílvio Santos: "SÓ ACREDITO, VENDO". Os PTralhas e seus aseclas, não têm cacife, para manter uma diferença, nessa margem, nem por decreto. Se ganhar, vai ser, com uma diferença de no máximo, SEIS PONTOS. Quero ver, o corre-corre dos ajustes...

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Amanhã, a grande disputa entre...Ibope, Datafolha, Instituto Data, Vox Populi e o do PFL, Instituto Opine. Quem acertará o resultado final? Quanto ao novo governador, ninguém tem dúvidas! Quanto o GALO cantar, será um novo alvorecer! EDUARDO GOVERNADOR!!!


Serra Talhada 2021