29/10


2006

TRE apreende material de campanha no Recife

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) registrou até o momento 29 denúncias de crimes de boca de urna e de propaganda política irregular em Pernambuco.

Já foram apreendidos materiais de campanha dos dois candidatos ao governo do estado, nos bairros de Casa Amarela, Dois Irmãos e Iputinga. Três bandeiras e adesivos de Eduardo Campos e uma bandeira de Mendonça Filho foram recolhidos.

O TRE registra até o momento 15 detenções em todo o estado, nenhuma delas no Recife. Informações do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jaboatão Habitacional Suassuna

29/10


2006

Mendonça almoça com a família e amigos

O governador de Pernambuco candidato à reeleição, Mendonça Filho (PFL), almoçou com a família, amigos e aliados no restaurante Spettus, na Agamenon Magalhães. De lá, acompanhou por telefone informações sobre a marcha da votação em todo o Estado, recebendo informações de todas as regiiões do Estado.

No Spettus, Mendonça foi cumprimentado por vários eleitores, que fizeram questão de ir até à sua mesa abraçá-lo e informar que havia votado nele. "Estou absolutamente tranquilo e confiante na vitória", repetia o pefelista, em direção aos que faziam questão de cumprimentá-lo. Por volta das 19 horas, ele dará entrevista à Imprensa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

29/10


2006

É enorme a abstenção de eleitores nos grotões

A abstenção no Nordeste deve ficar acima dos 30% nas eleições de segundo turno neste domingo. Configurado este quadro, o mais prejudicado é o candidato do PT ao Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva, cujo maior eleitorado está justamente concentrado nos grotões sertanejos. O mesmo pode se aplicar para o candidato a governador pelo PSB, Eduardo Campos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Francisco Filho

SEM PARTIDARISMO OU PAIXÕES, ALGUEM JÁ PAROU PARA PENSAR NA HIPOTESE DE MENDONÇA REVERTER A SITUAÇÃO E GANHAR A ELEIÇÃO? COMO FICA O QUADRO NO INFLACIONADO E GIGANTESCO PALANQUE DE EDUARDO CAMPOS? UMA SIMPLES PERGUNTA.

Antes não votar do que votar errado.

fernando gordinho

aindara esperança dale 45 .25



29/10


2006

Viúva e filhos de Arraes acompanham votação de Eduardo

A viúva do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, dona Madalena Arraes, e todos os seus 10 filhos, incluindo o produtor de TV, Guel Arraes, formaram um grupo com suas mulheres e filhos na praça do bairro do Monteiro, zona Norte do Recife, onde aguardaram a chegada do neto e sobrinho Eduardo Campos, candidato a governador de Pernambuco, na zona de votação do Colégio Silva Jardim, onde ele votou.

Eduardo chegou ao local na carroceria de um caminhão repleto de lideranças políticas e foi acompanhado pelo escritor Ariano Suassuna, assediados por equipes de TV, rádios e repórteres de jornais. Festejado por pessoas que o aplaudiam e cercado de repórteres na entrada da sessão eleitoral, o escritor Ariano Suassuna, autor do conhecido Auto da Compadecida e membro da Academia Brasileira de Letras, afirmou que jamais havia se empolgado tanto numa campanha eleitoral:

 “Nas duas primeiras eleições de Miguel Arraes eu sabia que ele venceria e na terceira eleição eu sabia que ele ia perder. Mas agora, com Eduardo Campos, (neto de Arraes) a candidatura foi empolgando e passou do terceiro lugar para a vitória”. Suassuna, cuja dicção apresenta forte sotaque nordestino, participou ativamente da campanha eleitoral do socialista Eduardo Campos, do PSB, e chegou a ser interpelado pelo PFL porque passou a cantar a música “Madeira que cupim não rói” durante os comícios.

A música é de autoria do compositor Capiba, já falecido e considerado um dos mais clássicos compositores do carnaval pernambucano. A ação do PFL alegava que a lei eleitoral proibia shows em comícios, detalhe que terminaria criando uma situação cômica, porque além de não ser cantor, a voz de Ariano Suassuna fica praticamente ininteligível quando ele tenta entoar uma canção.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/10


2006

Eduardo acompanhou Humberto e Ariano na hora do voto

Agora é só esperar o resultado das eleições. As duas últimas pessoas da comitiva do candidato favorito ao Governo de Pernambuco, segundo as pesquisas, Eduardo Campos (PSB), que faltavam efetivar seus votos já o realizaram. O escritor Ariano Suassuna acaba de votar, no colégio da Sagrada Família, no bairro de Casa Forte. Alguns instantes antes, o ex-ministro da Saúde e candidato derrotado no primeiro turno, Humberto Costa (PT), votou no Colégio da Polícia Militar, no bairro do Derby. Nos locais, os poucos militantes faziam tietagem com Eduardo Campos e Ariano Suassuna, pedindo autógrafos e tirando fotos.

Agora à tarde, Eduardo acompanhará com a família o decorrer do dia eleitoral na sua casa, no bairro de Dois Irmãos. O mesmo acontece com João Paulo, Humberto Costa e Ariano Suassuna que, numa eventual vitória socialista, irão comemorar, à noite, no Marco Zero, no bairro do Recife. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina abril 2021

29/10


2006

PB: Maranhão pede que partidários fiquem em alerta

O candidato do PMDB ao governo da Paraíba, José Maranhão, votou pela manhã em João Pessoa. Ele aproveitou para acusar a campanha de seu oponente, o governador Cássio Cunha Lima (PSDB) - que disputa a reeleição - de empreender ações de compra de votos no Estado.

Ao chegar ao colégio Padre Roma, na capital paraibana, Maranhão disse que a campanha tucana "tenta substituir a consciência do povo pelo voto comprado". Ele se referia a um inquérito aberto pela Polícia Federal (PF) para apurar as origem e destino de R$ 304 mil apreendidos na sexta-feira, na marquise do edifício Concorde, em João Pessoa. Junto do dinheiro, foram apreendidas também dezenas de camisetas amarelas, cor da candidatura de Cássio. As camisas, porém, não tinham qualquer identificação.

Neste domingo, a PF realiza, desde o início da manhã, uma operação de busca e apreensão, num escritório do mesmo edifício. Há informações extra-oficiais de que mais um montante em dinheiro foi apreendido no local.

O candidato do PMDB pediu que seus partidários permaneçam em alerta. "Quem encontrar uma atitude suspeita que procure um fiscal da Justiça Eleitoral e denuncie". As informações são do Correio Web.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

29/10


2006

Fiscal da União por PE chama Eduardo de governador

Uma fiscal da coligação União por Pernambuco, do candidato Mendonça Filho (PFL), de nome não revelado, chamou o candidato da chapa adversária, Eduardo Campos (PSB) de “meu governador”. Uma outra militante da União chegou a abraçar Eduardo. Tudo isso aconteceu quando o socialista cumprimentava as pessoas na saída do Colégio Sizenando Silveira, no bairro de Santo Amaro. Lá, o candidato acompanhou o momento de votação do prefeito do Recife, João Paulo (PT).

Esse tipo de comportamento tem sido registrado ao longo de todo o percurso do candidato. Ele é bastante festejado por onde passa, sendo abraçado e convidado para posar para fotografias.

Agora, Eduardo segue para a Fundação Joaquim Nabuco, no Derby, onde vota o ex-ministro da Saúde e candidato derrotado no primeiro turno, Humberto Costa (PT). De lá, as lideranças políticas seguem para a Praça de Casa Forte, onde vota o escritor Ariano Suassuna.

De acordo com a assessoria de imprensa do PSB, Eduardo adiantou seu horário de recolhimento. Deve ir para casa descansar as 14h30 e não mais às 16h, como chegou a ser anunciado. O candidato deve acompanhar os primeiros momentos de apuração ainda em sua residência, de onde deve se encaminhar para o Recife Monte Hotel. Lá, Eduardo Campos deve conceder uma entrevista coletiva entre as 19 e 20h. As informações são do Pernambuco.com.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Campanha São João 2

29/10


2006

GO: Deputado é preso fazendo boca de urna

Um deputado estadual de Goiás foi preso neste domingo pela manhã, na capital, fazendo distribuição de material de campanha. O peemedebista Paulo César Martins, reeleito este ano, foi levado para o 1º Batalhão da Polícia Militar e indiciado por prática de boca-de-urna, desacato à autoridade e resistência à prisão policial.

O governador Alcides Rodrigues (PP), da coligação adversária ao PMDB, votou por volta das 11h30min em Santa Helena de Goiás, sua cidade natal, e está retornando agora a Goiânia, onde acompanhará a apuração das urnas eletrônicas. O candidato da situação aparece nas pesquisas de opinião de voto com 12 pontos percentuais à frente de Maguito Vilela, do PMDB. As informações são do Correio Web.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

29/10


2006

Troca de urnas já supera a quantidade do 1º turno

Os TREs (Tribunais Regionais Eleitorais) de todo o país informaram ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que 1.032 urnas substituídas até as 12h45 deste domingo, mesmo número da parcial anterior, divulgada uma hora antes. Esse número representa 0,29% do total de 361.431 em atividade.

A troca de urnas é maior do que a realizada no primeiro turno no mesmo horário. De acordo com o tribunal, isso não significa que mais urnas estão com problemas. O que acontece é que a comunicação entre os TREs e o TSE está mais rápida.

O maior número de substituições de urnas até agora ocorreu em São Paulo: 166. Em seguida, vem o Rio de Janeiro, como 132 trocas. Em terceiro lugar aparece Minas Gerais: 104 urnas substituídas. No Rio Grande do Sul já foram trocadas até agora 96 urnas. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

29/10


2006

Garcia vota e diz que PT precisa de mudanças

O presidente nacional do PT, Marco Aurélio Garcia, que coordena a campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, votou no início da tarde deste domingo em um colégio na região de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Na saída, defendeu que o partido deve passar por uma grande reformulação interna.

"É um partido que vai procurar fazer uma reforma interna muito profunda, reencontrando aqueles valores que estiveram presentes na nossa fundação e na maior parte da nossa história", disse Garcia.

Apesar de pregar essas mudanças, o presidente do PT negou que a imagem do partido tenha ficado "sob suspeição". Ao responder tal questão ele deixou transparecer sua convicção na reeleição de Lula.

"De jeito nenhum. O partido não termina sob suspeição. O partido elege o presidente da República, elegeu mais governadores que da outra vez [2002], elegeu uma bancada de deputados quase igual a de antes, a despeito de todas as dificuldades que nós vivemos. O partido saiu-se muito bem na eleição", afirmou. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021