01/12


2006

Chávez quer reeleição eterna na Venezuela

 O presidente venezuelano Hugo Chávez advertiu que, se a oposição não reconhecer o resultado das eleições presidenciais de domingo, convocará um referendo para incluir na Constituição uma emenda que permitirá sua reeleição por tempo indefinido.

Chávez enfatizou que sua resposta a uma ''oposição tão irresponsável'' será perguntar ao povo se ele quer mudar a Constituição para que haja reeleições eternas.

Chávez tratou também do tema da reforma constitucional em seus discursos da quinta-feira e informou que, em dezembro, nomeará uma comissão presidencial para estudar as propostas para esta reforma. ''Estou convencido de que é preciso fazer alguns ajustes à Constituição, mas não quero adiantar critérios'', afirmou.

A atual Constituição defendida por Chávez foi redigida por uma assembléia constituinte por iniciativa de seu governo, e aprovada em 15 de dezembro de 1999.

No entanto, Chávez antecipou que, além da reeleição eterna, poderá propor na reforma sanções aos candidatos que se retirarem das eleições, como aconteceu em massa com a oposição na Venezuela na votação legislativa de dezembro de 2005, o que deixou a Assembléia Nacional em poder do oficialismo.

Ele assegurou que sanções similares existem em outras nações e que está fazendo um estudo comparativo de Constituições para realizar a reforma em seu país.

Chávez, que está há oito anos na presidência, vive um momento favorável, com um alto crescimento da economia impulsionado pelos altos preços do petróleo. Até agora, ele aparece com até 30 pontos de vantagem nas pesquisas de intenção de voto.  (Do Diário do Grande ABC)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Roberto Leite Muniz

É só a gente observar ao longo da história o que aconteceu na Nicaragua, em El Salvador, no Haiti e por aí vai. Esse tipo de populismo tende a dengrigolar e tornar-se pernicioso.É o passo que antecede a anarquia, a baderna e por fim a violênciaem cima do povo.Afinal, é sempre quem "paga-o-pato"...

marcos

Eita DITADOR da peste, cuidado Lula!!!!!!!!!!!!!


Jaboatão Habitacional Suassuna

01/12


2006

Posse de Lula deve ter participação de militantes

O PT se reúne na segunda-feira com o PC do B, PRB e PSB para discutir a participação popular na festa da posse do segundo mandado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A posse acontece no dia 1º de janeiro de 2007.

No encontro de segunda, o PT e os partidos da base aliada convidados devem organizar a ida de militantes para Brasília. A militância deve participar de uma festa na noite do dia 1º de janeiro em homenagem à posse de Lula.

"Pretendemos incentivar militantes do PT e dos partidos coligados a irem para a Esplanada para ouvir o pronunciamento e festejarem o segundo mandato do presidente Lula na Esplanada dos Ministérios", afirmou Ferreira ao site do PT.

A posse deverá começar às 16h, com a ida de Lula ao Congresso para o juramento e um discurso. Em seguida, o presidente seguirá em carro aberto com a primeira-dama, Marisa Letícia, para o Palácio do Planalto, onde às 17h30 ocorrerá a posse coletiva dos ministros. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

01/12


2006

AL: PF prende vereadores por crime eleitoral

Seis pessoas foram encaminhadas para a sede da Polícia Federal em Maceió, na manhã de hoje. Todas elas são do município de Roteiro, localizado no litoral sul alagoano, que abrigará uma eleição para escolha do novo prefeito no próximo domingo. Entre as quatro pessoas que permanecem detidas, estão dois vereadores da cidade: Elias Bina dos Santos e Gerônimo Antônio de Oliveira. A denúncia foi feita ao Ministério Público em Roteiro e repassada à Polícia Federal, responsável pela segurança dos eleitores que irão votar no próximo domingo na cidade.

 

O flagrante ocorreu nesta madrugada e os agentes da Polícia Federal encontraram num carro santinhos de um dos candidatos que disputam a cadeira de prefeito, Fábio Jatobá. Para o delegado da Polícia Federal, Fernando Castro, o fato configura crime eleitoral. "Encontramos estes santinhos junto com alguns assessores do candidato e, com estas provas, podemos caracterizar o crime eleitoral".

 

Além de Fábio Jatobá, outros três candidatos também disputam a prefeitura do município. Os 4.176 eleitores que votam na cidade de Roteiro já estão preparados para votar no próximo domingo a fim de escolher o novo prefeito do município. Serão 13 seções eleitorais, em dois locais de votação, que estarão funcionando na cidade a partir das 8h. A segurança para que o pleito transcorra tranqüilamente vai contar com o auxílio de tropas federais, autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), além da presença de policiais militares, federais e civis. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/12


2006

Patrus quer reajustar valores do Bolsa-Família

O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Patrus Ananias, quer reajustar o benefício pago pelo programa Bolsa-Família, que atualmente varia de R$ 15 a R$ 95, de acordo com o número de filhos.

Patrus defendeu correção que reponha a inflação acumulada desde o início do programa, em outubro de 2003, mas ressaltou que o ministério ainda trabalha, em conjunto com a equipe econômica, na construção das propostas que serão levadas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva até o fim do ano.
 
Ainda não há sequer definição sobre qual índice de inflação deverá ser utilizado e o ministro cogita até a hipótese de criar um índice específico para o programa.

Para Patrus, a correção dos benefícios é importante para preservar as características do programa, que visa a combater a fome, ao mesmo tempo que, por meio das contrapartidas, estimula a educação e a saúde e reduz a desigualdade social. As informações são do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/12


2006

Furlan está fora do Governo, diz líder do PTB

O ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, está fora do Governo, segundo revelou, ontem, o líder do PTB na Câmara, José Múcio Monteiro (PE), em entrevista no meu programa na Rádio Melodia. De acordo com o parlamentar, o ministro já conversou com o presidente Lula. Em discurso de posse na CNI, na última terça-feira, o presidente Armando Monteiro Neto fez um apelo para Furlan ser mantido. Mas, este, em conversa posterior com Lula, alegou problemas pessoais para sair, tendo já arrumado suas gavetas no Ministério.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina abril 2021

01/12


2006

PT avalia derrota de Humberto em reunião

O candidato derrotado nas eleições para o Governo de Pernambuco e Secretário Nacional de Comunicação do PT, Humberto Costa, adiantou que a reunião do diretório do partido em Pernambuco, que será realizada neste domingo, às 9h, no Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Pernambuco (Sindicep), no bairro da Boa Vista, no Recife, avaliará apenas os motivos que levaram à sua derrota ainda no primeiro turno. O ex-ministro da Saúde adiantou que os maciços ataques da União por Pernambuco, encabeçada pelo PFL e PMDB, à sua candidatura impediu que ele mostrasse “o bom trabalho” dos petistas à frente da Prefeitura do Recife (comandada por João Paulo), além do trabalho realizado por ele no Ministério da Saúde no Governo Lula.

 

“Nós não pudemos mostrar o bom trabalho na prefeitura e tudo que fiz no Ministério da Saúde porque ficamos preocupados em responder ao massacre que o PFL fez contra nós”, alegou Humberto, completando que os petistas vão discutir também eventuais desinteresses de alguns membros na campanha eleitoral. “A unidade do partido é fundamental para um bom resultado eleitoral. Reconheço que não consegui estimular o suficiente toda a nossa militância”, afirmou, completando, sem citar nomes, que “algumas lideranças não se colocaram de forma plena” em sua campanha para o Governo de Pernambuco.

 

Ainda sobre a reunião, Humberto comentou que não serão realizadas discussões sobre futuros pleitos, como as eleições para a Prefeitura do Recife, em 2008.  Quanto à sucessão estadual, Humberto afirmou que o PT está disponível para integrar o governo de Eduardo Campos (PSB). O petista comentou que, “se for do desejo” dos socialistas contarem com a participação do PT em seu governo, o partido decidirá a sua participação “sobre a via institucional”.

 

“Eduardo esteve reunido com João Paulo e conversou sobre a formação do governo, as perspectivas futuras e participarei também (das discussões) com prazer. O PT, inclusive, tem uma comissão formada por mim, pelo prefeito do Recife, João Paulo, pelo presidente (do PT-PE) Dilson Peixoto e pelo vice-presidente (do partido) Múcio Magalhães para assumir essa responsabilidade”, concluiu, em entrevista à Rádio CBN Recife.  As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

01/12


2006

Tarso defende cautela na eleição da Câmara

O ministro Tarso Genro (Relações Institucionais) disse nesta sexta-feira que o PT não deve apressar a definição para concorrer à presidência da Câmara e defendeu uma saída negociada com a base aliada.

Tarso afirmou que uma decisão consensuada com os outros partidos que integrarão a base de apoio do próximo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva evitará turbulências para o governo.

"O PT tem todo o direito de apresentar nomes. O PT é um partido de governo que esteve no centro da vitória do presidente Lula. Mas a pressa não é aconselhável ao governo e ao principal partido do governo porque temos que negociar com a base aliada", afirmou o ministro ao deixar o Palácio do Alvorada.

O PT já lançou o líder do governo deputado Arlindo Chinaglia (SP) à sucessão de Aldo Rebelo (PCdoB-SP). No entanto, encontra resistência no PMDB que elegeu a maior bancada e quer a cadeira. O Partido dos Trabalhadores usa como argumento os fatos de ter tido a maior votação numérica para a Câmara e de os peemedebistas já terem a presidência do Senado, com Renan Calheiros (AL). As informações são do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Campanha São João 2

01/12


2006

Pernambuco pode crescer mais que o País, alerta consultor

Falando há pouco num encontro que reuniu vários segmentos formadores de opinião em Pernambuco, o consultor em estratégias Francisco Cunha, da TGI, previu que o Estado pode ter um crescimento médio maior do que o Brasil nos próximos 10 anos, se os investimentos previstos em torno do porto de Suape, da ordem de R$ 35 bilhões, vierem a se materializar.

Para Cunha, a eleição do ex-ministro Eduardo Campos (PSB), que derrotou o governador Mendonça Filho (PFL) na corrida pelo Palácio das Princesas, não muda em absolutamente nada a economia do Estado, cujo eixo de desenvolvimento permanece centralizado em Suape, que deve abrigar, nos próximos anos, uma refinaria de petróleo, um estaleiro e uma unidade têxtil.

''Pernambuco vive um momento singular na sua história. Nunca tivemos um cenário tão promissor. Se o Estado crescer a uma média de 5% ao ano, seu PIB poderá triplicar em 2030'', disse o consultor, para quem a participação de Pernambuco, hoje, no PIB nacional, que é de 2,7% também terá um crescimento, embora tímido, de 3,2%.

''Esse crescimento poderia ser maior se não fóssemos um Estado tão pobre, com 56% da sua população percebendo meio salário mínimo e 90% do seu território concentrado no chamado Polígono das Secas'', justificou. Cunha alertou, por fim, que a ferrovia Transnordestina pode beneficiar apenas o Ceará se não houver uma reação dos políticos e da sociedade pernambucana no sentido de exigir a construção do trecho Salgueiro/Suape.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

renata lima

Muda sim, pois vai sair do avanço e voltar para o atraso. Pobre Pe e Brasil com esses desgovernos do psb e pt. Obrigado Senador Jarbas, um dos ou qui sar o maior governador(administrador) de Pe.

josé romero guerra barreto de queiroz

Esta é sem dúvida uma boa notícia para todos pernambucanos é importante dizer embora alguns não gostem de ouvir mas o estado foi entregue a oito anos atrás devendo a "Deus e a todo mundo" tudo isso foi construido com muito esforço e trabalho de todos em União por Pernambuco, obrigado Jarbas.


CABO

01/12


2006

Tarso minimiza críticas de Ciro contra Lula

O ministro Tarso Genro (Relações Institucionais) minimizou nesta sexta-feira as declarações do ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governo federal e a aliança firmada com o PMDB. Tarso considerou as críticas naturais ao afirmar que Ciro é "companheiro" do governo.

"É um fogo fraterno. O Ciro é nosso companheiro de frente política e companheiro do governo. E numa frente plural, isso é natural. Temos que receber essas divergências com naturalidade", afirmou o ministro.

Ciro fez críticas à decisão do PMDB de integrar a coalizão política do governo proposta por Lula. Segundo o ex-ministro, o PMDB é um "elefante branco que não vai junto para canto nenhum porque aprendeu a se impor pelo tamanho, mas não consegue convergir para canto algum".

Tarso rebateu as críticas de Ciro ao afirmar ser necessária a participação de um "grande partido centrista" articulado nacionalmente para dar força à coalizão política. "O PMDB quando fez o movimento [pró-coalizão] se dispõe a ser um partido centrista, progressista e democrático. Isso é uma coisa muito boa", afirmou. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

01/12


2006

Stédile: "Lula, não nos tome como compadres"

João Pedro Stédile, um dos coordenadores do Movimento dos Sem-Terra (MST), disse que os representantes de movimentos sociais que participarão de um encontro com Luiz Inácio Lula da Silva, na próxima semana, vão cobrar do presidente o cumprimento das promessas de campanha. ''Atenção, Lula, não nos tome como compadres'', avisou Stédile, segundo reportagem publicada pela Agência Estado nesta sexta-feira.

O encontro entre o presidente e a Coordenação de Movimentos Sociais (CMS), que reúne entidades como o MST, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a União Nacional dos Estudantes (UNE), está previsto para o dia 6, em Brasília, informa o repórter Eduardo Kattah. ''O povo precisa de mudanças que garantam aumento do salário mínimo, aumento dos salários em geral, distribuição de terra e garantia de emprego. Nós estamos unidos a favor disso e vamos pressionar para isso'', disse Stédile.

''O líder do MST voltou a fazer duras críticas ao governo petista em relação à reforma agrária. Questionado sobre a ação dos sem-terra no porto de Maceió, em Alagoas, disse que o movimento está na verdade cobrando ''faturas antigas, que já venceram há dois, três, quatro anos''. ''O governo tinha se comprometido e assinado no Plano Nacional de Reforma Agrária assentar 420 mil famílias em quatro anos. Até agora, assentou mal e porcamente em torno de umas 150 mil. Está na hora de eles criarem vergonha. A nossa paciência tem limite'', diz o texto. As informações são do Congresso em Foco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

...O BRAÇO CAMPESINO DO LULI$MO COMEÇA A CHANTAGEAR O GOVERNO ESTELIONATÁRIO...O PROCESSO AUTOFÁGICO É PERMANENTE ENTRE SACRIPANTAS...MENOS MAL PARA O POVO LUDIBRIADO...ABAIXO A PELEGAGEM DO CAPITAL ! ! !


Serra Talhada 2021
Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores