Nova Orla Jaboatão

01/02


2007

A esquerda não tem cara

"Sabe aquela propaganda que diz que está na hora de mudar seus conceitos? Pois é. A esquerda não tem nenhuma cara que talvez alguns setores tenham dado a ela", diz a deputada federal Manuela D''Avila (PCdoB-RS), 25 anos, uma das novas musas do Congresso. "Não acredito que a esquerda tenha uma cara, muito menos que ela seja feia", diz. "Se você for a um congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) vai ver que lá tem muitas gurias."

Ela afirmou que neste primeiro mandato com deputada federal vai priorizar a discussão dos temas juventude e educação, ampliação dos investimentos, crescimento econômico e o papel do Brasil no Mercosul, principalmente porque seu estado, o Rio Grande do Sul é fortemente afetado pelas decisões do bloco econômico.

Além de tudo isso, a comunista afirma que vai defender "todas as bandeiras do PCdoB". Para ela, só uma reforma política será capaz de colocar pessoas mais jovens no Congresso. Informações Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Julho 2

01/02


2007

Fãs do cantor Frank Aguiar causam tumulto no Congresso

O deputado federal e cantor de forró Frank Aguiar (PTB-SP) teve de enfrentar o assédio até a outros deputados federais que como ele tomaram posse nesta quarta-feira, em Brasília. O grupo de tietes incluiu também funcionários da Câmara e parentes dos parlamentares, o que gerou empurra-empurra nos corredores.

''Dei autógrafos a outros deputados e a familiares de outros deputados'', disse Frannk Aguiar.

Francineto Luz Aguiar, que além de músico e advogado quer mostrar que não é apenas um cantor popular. ''As pessoas sempre me viram cantando e é muito normal que imaginem que eu não sei falar. Pelo menos alguns me tacharam assim'', afirmou. O cantor pop vai morar em Brasília, mas continuará fazendo shows pelo país nos finais de semana, atividades que considera ser possível conciliar bem. Informações Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

01/02


2007

"Fator traição" esteve presente na votação do Senado

A derrota do senador José Agripino Maia (PFL-RN) para Renan Calheiros (PMDB-AL) na eleição para a presidência do Senado contou com o "fator traição". É que nem todos os senadores do PFL-PSDB --que apoiavam a candidatura de Agripino-- votaram no pefelista.

Agripino recebeu 28 votos. A bancada do PFL tem 17 senadores, e a do PSDB conta com 13. Somadas, as duas bancadas de oposição têm 30 senadores. Isso significa que dois senadores do PSDB ou do PFL podem não ter votado em Agripino.

O senador João Tenório (PSDB-AL) estava liberado para votar em Renan. Do PMDB, Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) e Garibaldi Alves (PMDB-RN) tinham manifestado intenção de votar em Agripino. Não se sabe quem traiu o pefelista, pois o voto é secreto. Informações Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Wagner Peixoto

Na verdade sao mais de 2 traidores 17 do PFL e 13 do PSDB sao 30 -1 do PSDB que iria votar em Renam por ser seu alido em Alagoas= 29 +2 do PMDB que iam votar em Agriprino (jarbas e Gari)=31

adelson w. souza

perdao,vi abaixo a diferença.nao adianta caça a bruxa.nao vai dar em nada.traiçao,hoje em dia,é sinonimo de deputado ou senador.

adelson w. souza

magno,qual foi a diferença?porque voce cita 2 traidores.

Ednaldo Ferreira

Vai procurar tua turma Joeides...

JOEIDES

O Jarbas já comecou mau, traindo seus aliados.


Ipojuca - Muro de Arrimo

01/02


2007

Discursos limitados na votação da Câmara

Os líderes de partido decidiram nesta quinta-feira restringir o número de discursos na eleição para a presidência da Câmara para agilizar o processo de votação. Ao contrário das eleições anteriores, desta vez somente os candidatos a algum cargo da Mesa Diretora terão licença para discursar antes da votação. Os candidatos a presidente da Câmara terão 20 minutos para expor suas propostas antes da votação. Informações folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/02


2007

Renan reeleito presidente do Senado

O senador Renan Calheiros (PMDB) acaba de ser reeleito presidente do Senado, após votação concluída neste momento. Calheiros, que teve como concorrente o senador José Agripino Maia (PFL-RN) obteve 51 votos contra 28 de seu oponente. Voto branco um, e nulo um. Renan faz, neste momento, seu discurso de agradecimentos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Novas Creches

01/02


2007

Votação no Senado: Resultado deve sair em breve

Acaba de ser encerrada a votação que definirá o novo presidente do Senado. Diferente da Câmara dos Deputados, que a votação é feita através da urna eletrônica, as cédulas de papel foram usadas.

A partir de agora os escrutinadores começarão a abrir os evelopes e somar os votos dos candidatos Agripino Maia (PFL-RN) e do atual presidente Renan Calheiros (PMDB-AL). A expectativa é que em cerca de 30 minutos o resultado oficial seja revelado. Informações Congresso em Foco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

CABO

01/02


2007

Câmara: Posse marcada por vaias e aplausos

Foram empossados, na manhã desta quinta-feira, os 513 deputados e 27 senadores eleitos em outubro. Na Câmara, mais de 3.500 convidados acompanharam a cerimônia, marcada por vaias e aplausos.

No Senado, um constrangimento. O presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), esqueceu de dar posse ao ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB). Alertado por Perillo, que disse "o senhor esqueceu Goiás", Renan se desculpou dizendo que "não ia colocar a culpa nos outros pela falha", mas cometeu novo erro, ao chamar Perillo de "Marcondes". Informações Pernambuco.com.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes Junho 2021

01/02


2007

Lula deixa escapar que Chinaglia é seu favorito

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta quinta-feira, logo após a abertura da instalação do Ano Judiciário, o respeito ao princípio de que o partido com a maior bancada deve indicar os presidentes da Câmara e do Senado.

Embora o presidente não tenha externado apoio nem a Aldo Rebelo (PCdoB-SP) nem a Arlindo Chinaglia (PT-SP), a afirmação é uma indireta a favor do petista. O PMDB tem a maior bancada na Câmara, e o PT, a segunda maior. Os dois partidos fizeram um pacto segundo o qual o PT indica o presidente nestes próximos dois anos, e o PMDB, nos dois anos seguintes.

Lula afirmou não acreditar que a candidatura de Fruet prospere. "Acho pouco provável uma vitória da oposição", observou.

Questionado sobre as feridas que podem ser abertas com o processo eleitoral na Câmara, Lula declarou, bem-humorado: "Um pouco de mercúrio resolve o problema...". Informações Pernambuco.com.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

01/02


2007

Começa a eleição no Senado com favoritismo de Renan

Começou no Senado o processo de votação para eleição da mesa diretora da Casa. Pelo ordem de chamada, o primeiro a votar foi o senador Antônio Carlos Magalhães(PFL-BA). Em razão do menor número de integrantes, a previsão é que seja uma eleição rápida. Concorrem para a presidência o senador Renan Calheiros(PMDB-AL), candidato à reeleição, e José Agripino Maia(PFL-RN). Renan é favorito, mas sem a diferença apregoada no início, já que Maia cresceu muito nos últimos dias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/02


2007

Senado: Collor é um dos mais assediados

Um dos parlamentares mais assediados no Senado nesta quinta-feira, foi o ex-presidente Fernando Collor de Mello (PRTB-AL), que tomou posse ao lado de outros 26 senadores, eleitos em outubro para um mandato de oito anos. Collor disse que chega à Casa para somar e com vontade de aprender.

"São 14 anos depois de um sofrimento brutal a que fui submetido, a uma humilhação que sofri, a todo um processo muito difícil. A gente aprende com o sofrimento", afirmou, referindo-se ao período em que ficou longe da vida política.

Sobre a futura atuação como senador, ele disse que pretende apresentar um projeto de reforma política, que ele considera "a mãe de todas as reformas". Informações Pernambuco.com.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha