Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

06/06


2008

João da Costa procura aliados mas ninguém quer conversa

 O prefeiturável João da Costa (PT) espera trazer para o seu palanque, além do PCdoB, mais uma legenda aliada ao Governo Lula. Ontem, o petista disse que “um ou dois (partidos) ainda podem estar conosco no primeiro turno”. Das siglas da base só restam o PSC, PP e PCdoB. Os dois primeiros, entretanto, descartaram qualquer conversa com João da Costa. E o PCdoB, embora se mostre disponível para o diálogo, confirmou que a pré-candidatura do vice-prefeito Luciano Siqueira continua posta.

O deputado Eduardo da Fonte (PP), inclusive, demonstrou mágoa com relação a João da Costa e ao prefeito João Paulo (PT). Segundo ele, “não há mais tempo para conversas”. “Ele (o prefeito) nunca nos procurou. O PP não participa do governo. Não foi procurado nem para dar sugestões”, reclamou, enfatizando que vai descartar o diálogo. O progressista ainda lembrou que, no último sábado, o partido consolidou apoio ao deputado Carlos Eduardo Cadoca (PSC), e concluiu que não “vê clima para conversar com o PT”. Cadoca nem quis comentar o assunto, por considerar “sem sentido”.(Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

Candidato inexpressivo esse. Se esse rapaz ganhar a eleição eu me mudo de Pernambuco. duvido muito que ele ganhe. O vexame vai ser maior que o de Marcus Cunha. E olhe que Marcus tinha história, ao contrario desse mané.


O Jornal do Poder

06/06


2008

Padre é candidato em Jaboatão e dispara para todo lado

 A pré-campanha do padre diplomata Sóstenes Arruda (PSOL) à Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes ganhou um forte apoio ontem. A ex-senadora Heloísa Helena - presidente nacional do partido - veio ao município apenas para participar do lançamento da pré-candidatura do correligionário, realizado no Hotel Golden Beach, em Piedade. Em seu discurso, porém, o padre Sóstenes abandonou o tom brando e partiu para o ataque contra os adversários. Não poupou críticas a ninguém. O grupo do prefeito Newton Carneiro (PRB), que tenta a reeleição, foi chamado de “covil de aloprados”. Ele ainda acusou o pré-candidato André Campos (PT) de agir com hipocrisia, e criticou o fato de o postulante Paulo Rubem (PDT) não ter procurado o PSOL para uma aliança.

“Não sei de onde certos candidatos vão buscar óleo de peroba para lustrar a cara-de-pau que eles têm para se apresentar diante do povo, olhar nos olhos do eleitor e pedir votos”, disparou Sóstenes, numa referência a Newton Carneiro. Em seguida, o prefeiturável revelou um profundo desgosto com o campo da esquerda em Jaboatão.(Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

êita cidade pra ter novidade. É um doido, um esquerdista de última hora , e agora um padreco que saiu da Croácia. Pense numa cidade sem sorte!


Abreu no Zap

06/06


2008

Lula vê "fogo amigo" nas denúncias contra Dilma

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que vê mais um caso de "fogo amigo" nas denúncias de favorecimento da Casa Civil à venda da Varig e da VarigLog, ex-subsidiária de transporte de cargas, a um fundo estrangeiro e a seus três sócios brasileiros, em 2007.

O blog do Josias de Souza informa que as a oposição enxergou na acusação um motivo para disparar contra o próprio Lula. "Vão quebrar a cara de novo", disse o presidente a um auxiliar, nesta quinta-feira (5).

Na mesma conversa, Lula declarou-se "intrigado" com a origem dos ataques à ministra Dilma Rousseff. Acha "curioso" que partam, invariavelmente, de pessoas ligadas ao PT.

Sai a denúncia do dossiê anti-FHC e entra o caso da venda da Varig, destaca o blog. No caso do dossiê, descobriu-se que o "espião com crachá" era o petista José Aparecido, levado à Casa Civil pelo ex-ministro José Dirceu.

Denúncia

As denúncias partiram da ex-diretora da Anac (Agências Nacional de Aviação) Denise Abreu, que foi levada à Casa Civil também por Dirceu.

Por lei, estrangeiros de possuir mais de 20% do capital das companhias aéreas.

Ontem, a ministra Dilma Rousseff negou as acusações de Abreu. "As acusações feitas pela doutora Denise Abreu são falsas'', disse a ministra. Ela afirmou que estranha as declarações da ex-dirigente da Anac, que inclusive já trabalhou na Casa Civil do atual governo durante a gestão de outro ministro, José Dirceu.

"Eu queria destacar que este tema foi tratado no âmbito da Anac e também no âmbito do processo de falência da Varig. O governo teve uma grande preocupação com a falência da Varig e com a descontinuidade do serviço. As acusações serão respondidas no âmbito da Anac e do processo de falência", afirmou Dilma.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/06


2008

Shopping Paço Alfândega muda de dono

 O Shopping Paço Alfândega agora tem novo dono. É a holding carioca BVA Empreendimentos, que além de shoppings centers, também possui investimentos no segmento bancário, imobiliário e de energia. A negociação de compra de 100% do empreendimento foi firmada em 15 de maio e desde a última segunda-feira, a BVA já assume a gestão do shopping através da subsidiária Realesis Recife. Um dos objetivos da nova proprietária é reestruturar o mix do Paço, deixando-o menos elitizado com a instalação de três lojas âncoras - entre elas, as Lojas Americanas. A melhor notícia para os pernambucanos é que, além da área de vendas dos dois prédios e do estacionamento do shopping, entrou nas negociações o arrendamento do edifício Chanteclair. Cerca de R$ 30 milhões serão investidos no complexo do Paço nos próximos 18 meses e o projeto de centro cultural, enfim, vai sair do papel. A previsão é que entre em operação em junho do próximo ano.

''Hoje o Paço Alfândega está posicionado como um shopping de primeira linha, voltado para os públicos A e B. Queremos flexibilizar isso'', afirma Longarito. Inaugurado em 2003, o Paço recebia um bom fluxo de turistas e mantinha a praça de alimentação bastante movimentada. No entanto, vários espaços destinados às lojas estavam desocupados. Nos próximos dias, o shopping passará por uma reordenação e a área locável do Paço que é de 19 mil m2, passará para 30 mil m2 - sem contar com os 4 mil m2 do Chanteclair.

O aumento da área locável será possível com a junção de algumas lojas, divisão de outras e aproveitamento de corredores para área de venda. Com isso, haverá espaço para duas âncoras dentro do Paço. As Lojas Americanas é uma das que estão confirmadas. Uma das principais empresas do grupo, que foi fundado em 2001 pelo empresário José Augusto Ferreira dos Santos, é o Banco BVA S/A, que atua no mercado carioca. (Do Diario de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Tajmahal Cruz

Faltou falar no Ganbrinu''s. (salve Fernando Azevedo)Noves fora algum engano constava do projeto original.Apelamos para que seja mantido essa idéia na restauração daquele conjunto.



06/06


2008

Elite brasileira é ecologicamente inviável, diz relatório

 No Dia Mundial do Meio Ambiente, a organização não-governamental WWF-Brasil divulgou pesquisa em que alerta: se toda a população mundial adotasse padrão de consumo semelhante ao das classes A e B brasileiras, seriam necessários três planetas para suprir todos os recursos utilizados.
De acordo com a pesquisa, a elite brasileira tem hábitos insustentáveis ambientalmente e exercem uma má influência ao servir como modelo de aspiração de consumo para as classes emergentes.

"Afinal, todos querem ter e consumir como as classes A e B", afirma Irineu Tamaio, coordenador do programa Educação para Sociedades Sustentáveis do WWF.


Uma parcela de 13% dos entrevistados diz que o carro é o único meio de transporte. E as classes A e B gastam mais tempo no banho, também -mais de 20 minutos, para 13%, segundo o levantamento do WWF. Samuel Barreto, coordenador do programa Água para a Vida do WWF, afirma que, se esse tempo fosse reduzido pela metade, poderia ser economizada água suficiente para abastecer, por um dia, uma cidade com mais de seis milhões de habitantes (o município de São Paulo tem 11 milhões).

Se toda a população mundial consumisse como a média dos cidadãos dos Estados Unidos, país que mais consome e que ocupa o topo da lista de nações insustentáveis do ponto de vista do consumo, seriam necessários cinco planetas. Os EUA são, de longe, o maior emissor per capita de gases do efeito estufa. Em contrapartida, se todos adotassem o padrão da Somália, na África, sobrariam recursos naturais e não seria necessário nem ao menos um planeta -o índice seria de 0,22.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

A elite brasileira não serve para nada. bando de pessoas sem comprometimento social. Só tem na mente LUCRO e mais nada.


Banco de Alimentos

06/06


2008

Multa de R$ 450 milhões em sueco predador da Amazônia

 O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) no Amazonas aplicou ontem duas multas no valor total de R$ 450 milhões contra a madeireira Gethal, do empresário sueco-britânico Johan Eliasch. Segundo o Ibama, a madeireira explorou, comercializou e transportou madeira nobre da floresta na região de Manicoré (AM) -699.809 m3 ou 230 mil árvores- sem seguir a legislação ambiental brasileira. Ela também não teria cumprido acordo firmado com o Ibama.

A ação do Ibama ocorre três dias após a divulgação de dados do Inpe indicando um aumento do desmatamento da Amazônia. Em resposta, Minc prometeu apreender gado em áreas desmatadas ilegalmente. As multas foram lavradas ontem após conclusão dos processos jurídico e administrativo que tramitavam no Ibama desde 2007, quando a empresa foi notificada. Os processos foram acelerados em razão de um pedido de urgência do ministro Carlos Minc (Meio Ambiente), diante da polêmica sobre a compra de terras na Amazônia por estrangeiros.

Em 2006, à Folha, Johan Eliasch se apresentou como dono de 160 mil hectares de floresta que adquiriu em 2005 do grupo GMO Renewable Resources, nos municípios de Itacotiara, Manicoré e Lábrea.O procurador-chefe do Incra no Amazonas, Carlos Alberto de Salles, disse que uma equipe vai levantar em cartórios a situação das terras da Gethal: ela tem de fato 57 propriedades, que somam 121.200 hectares.

''A Gethal não apresentou até hoje [ontem] o CCIR [Certificado de Cadastro de Imóvel Rural] atualizado e emitido pelo Incra. Não comprovou a regularidade e dominialidade da propriedade. Isso nos dá direito de cassar, cancelar e revogar as autorizações do manejo florestal'', disse Henrique Pereira.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

A justiça brasileira deveria provar seu comprometimento com a defesa do meio ambiente nacional declarando sumariamente esse gringo safado criminoso hediondo e prendendo-o preventivamente...No mais, é só conversa fiada.



06/06


2008

CPI dos Cartões termina em grande pizza tucano-petista

 Por 14 votos a 7, o relatório final da CPI dos Cartões Corporativos, feito pelo deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), foi aprovado ontem sem pedir indiciamentos, sem citar o episódio do dossiê dos gastos tucanos feito dentro da Casa Civil e apontando apenas "equívocos" dos ministros do presidente Lula. Em relação aos ministros do governo passado, o relatório diz que eles cometeram "erros graves" no uso do dinheiro público.

Após quase três meses de trabalho, o relator concluiu que o uso do cartão para pagar despesas pessoais não pode ser considerado crime, o que justificou sua decisão de não pedir o indiciamento nem mesmo dos cinco ministros de FHC.
Em 87 dias, a CPI pouco investigou. Foram rejeitados 39 requerimentos de convocação e pedidos de informações sigilosas, e aprovados 51 requerimentos de pedidos de informações que já eram públicas. Em maioria, a base aliada impediu a aprovação de requerimentos que pudessem revelar informações sigilosas do Planalto.
O resultado da CPI é fruto de um acordo firmado entre governo e oposição, em especial os tucanos, para poupar os governos Lula e Fernando Henrique de constrangimentos. Em troca de a base não convocar nenhum ex-ministro de FHC, a oposição enterrou a idéia de criar uma CPI no Senado. O roteiro, traçado logo no início dos trabalhos, foi cumprido com a apresentação do relatório final.

O texto aponta que cinco ministros tucanos cometeram "erros graves" ao usar contas tipo B: Paulo Renato (Educação), Martus Tavares (Planejamento), Pimenta da Veiga (Comunicações), Raul Jungmann (Desenvolvimento Agrário) e Francisco Weffort (Cultura).A base aliada aplaudiu a votação. Os governistas consideraram o resultado "pedagógico": "Fica uma grande mensagem para a oposição, que vai pensar duas vezes a partir de agora", disse o deputado Silvio Costa (PMN-PE). "Foi um jogo de "cartões" marcados", disse Chico Alencar (PSOL-RJ).(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

06/06


2008

Ajuda da Petrobras para a Marinha defender nosso litoral

 O ministro da Defesa, Nelson Jobim, cobrou ontem ajuda financeira da Petrobras para a defesa do território marítimo brasileiro. Jobim reconheceu que a Marinha precisa melhorar o patrulhamento distante da costa e pediu colaboração da estatal.
''Evidentemente, precisamos melhorar as condições operacionais da Marinha. Se esse assunto também interessa à Petrobras, evidentemente ela tem que participar dos custos da implementação desses serviços'', disse.
O ministro lembrou que grande parte da riqueza natural energética se encontra a cerca de 150 milhas da costa.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Com os recursos minerais que temos em nosso mar territorial, em forma de reservas petrolíferas, é mais do que justificável o investimento na melhoria da capacidade operacional de nossa Marinha de Guerra, legitima guardiã desse patrimônio.



06/06


2008

Brasil de Lula é bonzinho, sempre dá a outra face

Carlos Chagas - Tribuna da Imprensa

 Imagine qual seria o impacto, em Washington, caso o ministro de Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, assinasse e divulgasse um documento oficial denunciando a exploração sexual de crianças no Harlen, em Nova York, o trabalho escravo de mexicanos nas plantações de algodão da Geórgia e, de quebra, a prática de torturas a prisioneiros árabes na base militar de Guantanamo, em Cuba.

No mínimo o embaixador americano em Brasília seria chamado para consultas, enquanto o embaixador brasileiro nos Estados Unidos receberia imediata reprimenda no Departamento de Estado. Para não falar na mobilização de toda a imprensa para monumental campanha contra o Brasil, a devastação da Amazônia, o massacre dos índios e a violência policial nas favelas. É possível que, senão de prontidão, a Quarta Frota da Marinha dos EUA, encarregada de patrulhar o Atlântico Sul, se aproximasse um pouco mais do nosso litoral.

Pois é. A secretária de Estado, Condoleezza Rice, acaba de endossar e liberar um texto com o timbre do Departamento de Estado, sob o título "Relatório sobre o tráfico de pessoas", onde se lê que o rápido crescimento de países como o Brasil, Índia e China vem sendo conseguido à custa da exploração do trabalho escravo. No caso brasileiro, acrescenta o documento, os trabalhadores escravos são utilizados em usinas de produção de etanol.

Outras bobagens fazem parte desse lixo divulgado quarta-feira na capital americana, mas o que chama a atenção, ao menos por enquanto, é a inércia do governo brasileiro, começando pelo Itamaraty e chegando ao Palácio do Planalto. Afinal, dona Condoleezza é ministra das Relações Exteriores. Não tem o direito de afirmar que o desenvolvimento brasileiro é fruto de trabalho escravo.

Muito menos de aproveitar para mais um ato de sabotagem contra o etanol tirado da cana-de-açúcar, já que o deles, saído do milho custa muito mais caro. Felizmente o governo George W. Bush vai chegando ao fim, mas tudo pode acontecer até novembro. É bom tomar cuidado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Gilberto Carvalho Moura

Exageros à parte, a verdade é que a rotina diária de um bóia-fria é sobrehumana, e já morreram vários de inanição.