O Jornal do Poder

29/01


2008

Deputado não paga pedágios e ainda ensina como faz

O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PMDB-PR) disse que passou por três pedágios durante uma viagem de 350 quilômetros pelo Paraná no domingo e não pagou nenhum. O político, que considera abusivo o valor dos pedágios, explicou que passar pelas cabines sem pagar é ''simples''.

- É só você, na verdade, chegar muito próximo do veículo da frente. Quando chega na cabine de pedágio, você arranca junto com o veículo da frente. A cancela tem um sensor eletrônico que vai impedir que a cancela baixe, e você passa com o veículo da frente sem nenhum problema - afirmou o deputado.

Romanelli foi abordado por policiais rodoviários estaduais na BR-277, próximo a Curitiba, seu destino final. Ele foi multado em uma das praças de pedágio que furou e perdeu cinco pontos na carteira. Do Portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Gilberto Carvalho Moura

Até concordo com o deputado que os preços de pedágio aqui no Paraná são injustificadamente caros. De Curitiba a Paranaguá (93km) são R$ 11,40 para ir e R$ 11,40 para voltar. Agora passar sem pagar é injustificável.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Essa Lei do Gérson (que avalou a imagem do grande tri-campeão mundial de 1970 e meia-armador do São Paulo e Botafogo dos anos 60 e 70 do século passado), infelizmente, é uma instituição nacional. Também conhecida por "jeitinho brasileiro", relativiza e até aprova o mau caratismo. Um horror!

Raimundo Eleno dos Santos

O grande problema é que tem ratos demais. Nunca vi um rato cínico. Para tudo tem uma primeira vez.

francisco sales

esse marginal tá dando um gatinho em pedágio, imaginem o que ele não deve tá fazendo na política ?? alguém duvida ???

paulo roberto dos santos

O Dep. Luiz Carlos Romanelli do Paraná está dando um bom exemplo de HONESTIDADE para os brasileiros. Fosse em outro País ele seria cassado.


Potencial Pesquisa & Informação

29/01


2008

Implosão petista: "Prefeito queria a bola, recebeu, se vire"

 O processo sucessório dentro do PT recifense implodiu, com cacos para todos os lados, a julgar pelo ranço que ainda se nota entre os petistas do grupo de Humberto Costa ante a vitória do prefeito João Paulo ao impor o nome do secretário João da Costa como candidato do partido a sua sucessão. Ranço esse que foi exposto claramente pelo próprio presidente estadual petista, Dilson Peixoto, hoje pela manhã, na Rádio Jornal, quando ele disse, entre outras coisas, que é para valer a declaração de Humberto Costa, de que só vai tratar de sucessão no partido quando convidado, convite esse que o prefeito João Paulo parece não estar disposto a fazer. ''Não entro na casa de ninguém sem ser convidado'', disse, sem meias palavras, Dilson Peixoto, que não escondia sua contrariedade ante os últimos fatos, deixando claro que o grupo derrotado será mero expectador até que seja convidado.

Dilson Peixoto disse que faltou democracia no processo de escolha dentro do partido, enfatizando que o que houve foi um ultimato do prefeito, e que João Paulo ''queria a bola'', recebeu, e agora tem de se virar para aglutinar apoios ao nome do secretário João da Costa, em quem ele deixou também claro, não ver peso eleitoral para se impor como vitorioso no pleito para prefeito do Recife.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Marcelo Araújo

E pega fogo cabaré...

milton tenorio pinto junior

Inclusiva é dar 3 Milhões aos malndros do Rio, e deixar as troças de Recife sem um tostão? Inclusiva é brigar com toda a população de Boa Viagem ao querer construir na marra uma praça de 25 milhões? Brincadeira!!!!

Carlos Augusto Pereira da Silva

Carlos Augusto Pereira Até a chegada do PT à Prefeitura do Recife ,nossa cidade não havia experimentado gestão mais inclusiva que esta. O Recife reconhece e com o PT apresentando o seu candidato, João da Costa será o próximo prefeito do Recife!

Lêda Rivas

Na mira do poder, descartem-se critérios, pudores, ideologias. Descarte-se, sobretudo, vergonha na cara.

Lêda Rivas

Ainda falta um bom tempo para as eleições municipais. Virão os conchavos, os acordos, as negociações, as alianças. Quem não assistiu a este filme antes? Esquerda que se une à direita, que se junta ao centro, que se incorpora aos sem-tendência.


Banco de Alimentos

29/01


2008

Baiano vai dirigir a Sudene

O presidente da CBPM (Companhia Baiana de Pesquisa Mineral), engenheiro Paulo Fontana, será o novo superintendente da Sudene. O martelo foi batido agora há pouco pelo governador Jaques Wagner (PT), depois de uma longa conversa com Fontana no Palácio de Ondina.

A indicação de Fontana envolveu uma longa negociação entre o governador e o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), a quem o presidente da CBPM é ligado. Os dois chegaram à conclusão de que ele era o melhor nome do ponto de vista técnico e político para o cargo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

Carlos tem razão. Alguns politicos e empresarios do Nordeste já estão com as maõs coçando.

Lêda Rivas

Se for pra não funcionar, tanto faz que o superintendente seja baiano, pernambucano ou marciano.

Tajmahal Cruz

A Sudene é uma repartição federal e já teve na superintendência pessoas de vários estados. O que importa, de fato, é reconquistar o seu poder e o seu orçamento.A minha crença de que isso aconteça é próxima de ZERO !

jose carlos da silva

Ela está voltando. A galinha dos ovos, penas, carne, ossos...de ouro. Coitado do povão.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

É verdade, Pernambuco perde, porque teria nomes altura para a função. Mas o importante é que o Nordeste sai ganhando, porque desde que o (des) governo FHC fechou a autarquia, o NE ficou órfão de um órgão que gerenciasse o desenvolvimento regional. Felizmente a Sudene está de volta!



29/01


2008

Ambição do PMDB por cargos aumenta ameaça de apagão

 A ambição do PMDB por cargos no governo federal, e a ferrenha disposição do PT em não cedê-los ameaça parar o setor de energia brasileiro – justamente quando o país corre o risco de sofrer um novo apagão. Negociações iniciadas nesta segunda-feira prometem atravessar a semana, mas não há acordo entre os dois maiores partidos da chamada base aliada sobre postos chave de comando em três estatais do setor – a Eletrobrás, a Eletronorte e a Petrobras. Ao que parece, a nomeação do senador peemedebista Edison Lobão (MA) para o Ministério de Minas e Energia não foi suficiente para aplacar a sede do PMDB.

Da Eletrobrás, o PMDB cobiça a presidência, que lhe teria sido prometida pelo próprio presidente Lula – assim como fez sobre a Eletronorte. O problema, porém, é que os indicados do partido não batem com os desejos da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, ex-titular da pasta de Minas e Energia. Sob o argumento de que o presidente da estatal deve ter conhecimento técnico sobre energia, ela já vetou o nome do engenheiro Evandro Coura. Mesmo lutando contra o loteamento político do setor, ela deve ser forçada a engolir o nome de outro indicado do PMDB, Flávio Decat, ex-presidente da Eletronuclear.

Preocupado com questões mais urgentes – como a eventualidade de uma nova crise energética –, o brasileiro só assiste. A disputa de poder entre PT e PMDB, na verdade apenas uma face da aproximação entre as siglas que só aumenta desde o início do governo Lula, não traz nada de bom ao país.(Site da Veja)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Guerra civil? Bom, só se passarem as elites de sempre pelo paredón, à la Fidel. Do contrário tudo fica com dantes no quartel de Abrantes.

jose carlos da silva

Guerra civil a solução para o Brasil.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... na prática partidos e políticos fisiológicos (que são em grande número) não querem reforma alguma, e o resultado é que nossa República vai sangrando, a ética fica comprometida, a corrupção vai avançando de geração em geração, e os maus costumes políticos vão virando tradição. Lamentável!

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... do jeito que está nem Jesus Cristo na Presidência daria jeito, porque para governar teria que negociar com os Sarneys, ACMs, Bornhausens, Malufs e outros políticos fisiológicos do Congresso. O problema é que os partidos (abarrotados de políticos conservadores) sá aceitam de boca essa reforma...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... isso deforma o funcionamento de nossas instituições ditas republicanas e só poderá melhorar um pouco se for feita uma reforma política séria, com instituição da fidelidade partidária e do financiamento público de campanhas, entre outras coisas. E mesmo assim a moralização ainda demoraria...



29/01


2008

Ministério Público aciona PF para fechar casas de aposta

 O Ministério Público Federal (MPF) iniciou uma ação, nesta terça-feira (29), em Pernambuco para fechar casas de apostas, inclusive de jogo do bicho, vídeopôquer e bingos. Estão sendo apreendidos máquinas e dinheiro que vierem a ser encontrados. A operação envolve a destruição de material e placas indicativas dos estabelecimentos e também a prisão de pessoas que foram flagradas praticando atividades de contravenção. Trezentos policiais federais atuam na operação que atinge todos os bairros do Recife e Região Metropolitana, pegando de surpresa os proprietários dos estabelecimentos e a população. 

De acordo com informações do MPF, a atuação motiva-se porque a operação de jogos no Brasil é exclusividade da União, constituindo inclusive infração penal o exercício de tal tipo de atividade por particulares. Ainda segundo o MPF, com a proliferação de tais estabelecimentos ilícitos, a operação de fechamento não se restringirá a um único dia, mas terá caráter continuado.

A ação do MPF foi aceita pela 1.ª Vara da Justiça Federal de Pernambuco, e o fechamento dos estabelecimentos ficou a cargo da Polícia Federal, cabendo ao Exército Brasileiro a guarda do material que será apreendido.(Informações da Folha de Pernambuco Online)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

A Caixa é tão boa! A mega- sena é tão dificil de ganhar que em qualquer pais sério já teria sido fechada. Só o governo pode tirar dinheiro dos incaltos.

Lêda Rivas

Mega-Sena pode? Lotofácil? Quina? Lotomania? Dupla Sena? Não é tudo jogo?

adolfo henrique nunes monteiro

isso ta parecendo piada no brasil. sempre a policia federal prende tudo, bloqueia os estabelecimentos e depois, n passa nem dois dias e tudo volta ao normal. palhaçada. por isso q eu n acredito mais na justiça deste país.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Se a Caixa Econômica passasse a administrar o jogo do bicho essa medida agradaria a gregos (os funcionários das "lotéricas" do bicho) e troianos (aqueles brasileiros que formam o "povão" e adoram fazer sua fezinha no bicho). Todos sairiam ganhando e a atividade se tornaria licita.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

É óbvio que o jogo do bicho abre espaço para atividades financeiras ilicitas, fechá-lo pode ser até uma necessidade, mas o que fazer com os milhares de desempregados dessa atividade? Me pareceria mais racional se o Governo Federal assumisse o controle desse negócio através da CEF.



29/01


2008

Pobres crescem e crime aumenta

Segundo estudo do IBGE, regiões e Estados menos desenvolvidos vêm apresentando um crescimento econômico mais acelerado que a média do país. Impressiona que a melhoria das condições econômicas não acompanha a redução nos indicadores de homicídios dessas regiões e Estados. A constatação da melhoria na condição econômica das regiões e Estados mais pobres do Brasil foi feita com um estudo comparativo entre os números do Produto Interno Bruto (PIB) entre os anos de 2002 e 2005. A taxa média de crescimento na Região Nordeste foi de 4,2 %, onde em 2002 o PIB foi de 248.246 milhões de reais e em 2005 saltou para 280.504 milhões de reais. Os Estados mais pobres dessa Região, o Maranhão e o Piauí, apresentaram os melhores resultados na pesquisa do IBGE. Entre 2002 e 2005 cresceram 6,8 % e 5,3 % respectivamente. Justamente os Estados mais pobres da Região apresentam os melhores indicadores de homicídios, com a melhoria de seus PIBs houve uma relação inversa com os indicadores de homicídios, apesar de manterem seus indicadores de homicídio como os menores da Região, houve um crescimento desses indicadores nesse período.

A estranha estatística acima é apresentada pelo cientista político José Maria Nóbrega Jr, no artigo de hoje no blog, no qual ele mostra que, segundo dados oficiais, nem sempre regiões pobres que crescem e se desenvolvem ficam livres do crime e violência, boa parte delas até aumentando os índices para esses casos. O artigo é esclarecedor e vale a pena ler na íntregra. Boa leitura.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose carlos da silva

O QUE DIMINUI A VIOLÊNCIA DE UM MODO GERAL É VERGONHA NA CARA e pena de morte prá essa cambada..

jose carlos da silva

Essa história de que altos salários e educação diminui a violência é balela, pois os maiores ladrões do país frequentaram as universidades, tem empregos prá eles, a mãe, os avós e as tias.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... se prosseguirmos tão somente com esses programas assistencialistas (tipo Bolsa Família), que são necessários durante um certo tempo, mas que tem que ser transitórios e não definitivos, não chegaremos a lugar algum. O ideal é investir em educação, ciência e tecnologia, ou não nos desenvolveremos

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... não precisa ser sociólogo ou economista para perceber que melhoramos um pouco no campo social nos últimos anos, mas que precisamos avançar muito mais (gerando emprego e renda compatível com a riqueza nacional produzida) para que o Brasil se transforme em um país socialmente justo...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

A pobreza tem diminuido sim, todavia o nível médio de renda dos brasileiros ainda é muito baixo, e enquanto os indicadores de transferência de renda não chegarem a um patamar mais condizente com a riqueza produzida no país a violência e a criminalidade vão continuar em alta...



29/01


2008

Quando vamos andar sem medo nas ruas?

As promoções realizadas na Polícia Civil foram importantes, representaram avanço. Contudo, o critério “merecimento” não foi levado em consideração na íntegra. Friso que julgo as instituições através dos resultados. Estou no aguardo destes, isto é: redução da freqüência de homicídios, mais inquéritos concluídos, delegacias abertas 24 horas, etc.

 A contratação de mais policiais, na Polícia Militar, especificamente, não surtirá o efeito desejado: reforço no policiamento ostensivo. Os batalhões precisam ser extintos. O número de hierarquias tem que ser reduzidos – qual é a necessidade, por exemplo, da presença de capitães e majores? Ou um ou outro.

Estes e outros aspectos relacionados com a segurança em Pernambuco são abordados pelo cientista político Adriano Oliveira no seu artigo de hoje no blog, que acabamos de postar. Adriano vem insistindo no importante tema da segurança, fazendo cobrança quando necessário e elogiando quando for o caso. É importante tomar conhecimento do que diz o articulista lendo seus argumentos na íntegra. Boa leitura. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Kigrer

Seria sério se acreditar que o atual secretário da SDS tem competência para o cargo? Tem não, responde em coro as evidências!!!

Cátia Santos

Isabel, me diz uma coisa: TU ACREDITA MESMO EM HISTORINHAS INFANTIS E FANTASIOSAS? ahahahahahahahahahahahahaha

Cátia Santos

Gilberto, concordo com vc... MUITO BEM DITO, afinal, o medo que assola não somente o nosso Estado como nosso País, é impressionante, e somente OS CEGOS não querem ver...

paulo roberto dos santos

Neste final de semana foram assassinadas 45 pessoas em pernambuco. A violência no Governo de Eduardo Campos está baixando mesmo.

Gilberto Carvalho Moura

Quando vamos andar sem medo nas ruas? Quando formos todos bandidos.



29/01


2008

Ouça Magno Martins na Rádio Olinda

Clicando aqui , você escuta, sempre de segunda-feira a sexta-feira, o
comentário deste blogueiro no programa do radialista Edivaldo Moraes, um dos maiores comunicadores de Pernambuco, na Rádio Olinda. Meu comentário vai ao ar por volta das sete da manhã.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/01


2008

Coluna de hoje na Folha

          A razão da fuga

É fácil explicar por que Humberto Costa deu ordens à sua corrente petista - Unidade na Luta - para recusar a proposta de prévias, feita por João Paulo, como alternativa democrática na escolha do candidato do PT à Prefeitura do Recife.

Com exceção do próprio Humberto, o bloco de oposição ao prefeito dentro da legenda não tem candidato competitivo para emplacar uma disputa interna e, conseqüentemente, ganhar as eleições.

Se ex-ministro já tivesse sido inocentado do processo da vampiragem, que é dado como certo, a conversa teria sido outra. Ele estaria com rugido de leão. Mas não se sabe quando isso se dará. A justiça é lenta e não depende da boa vontade do ex-ministro.

Humberto, como é sabido, está fragilizado, vem de uma derrota para governador em 2006 e precisa de tempo para reconstruir a sua trajetória pública. O primeiro passo não será agora, mas em 2010, quando pretende disputar um mandato de deputado federal.

Eleito, sua meta é fazer um bom mandato com vistas a fortalecer seu nome, novamente, para uma eleição majoritária no Recife em 2012. É um caminho longo e cheio de incertezas, mas não resta alternativa a Humberto.

Quem tem liderança, força e voto, hoje, no PT estadual é João Paulo. De uma coisa, entretanto, a UL não pode acusar João Paulo: de antidemocrático. Ele propôs as prévias, mas seus adversários correram da parada.

ACACHAPANTE - Antes de levar Maurício Rands e Pedro Eugênio a jogarem a toalha, o ex-ministro Humberto Costa fez e refez as contas das chances que sua corrente teria para ganhar as prévias do candidato de João Paulo. Conclusão: zero. “A surra seria grande”, diz um aliado do prefeito. Mesmo que houvesse interferência externa, como se deu na eleição para o diretório estadual, João da Costa, o candidato de João Paulo, ainda chegaria bem. 

O Pinóquio de Petrolina - Gonzaga Patriota acusa o secretário de Desenvolvimento, Fernando Bezerra, padrinho do prefeito de Petrolina, Odacy Amorim (PSB), de criar um novo factóide: a de que havia 16 partidos no ato que lançou Amorim à reeleição. “Em Petrolina, só existem 18 partidos, dos quais quatro estão comigo e três integram a oposição. Nunca vi mentira tão cabeluda”.

 

Festa em São Caetano - O governador Eduardo Campos (PSB) inaugura, na próxima quinta-feira, o trecho duplicado da BR-232, que liga Caruaru a São Caetano. Segundo o secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, logo em seguida, às 10 horas, na sede do ITEP, será assinado o edital de licitação da BR-104, que também criará um novo corredor econômico, ligado a capital do forró ao reino da sulanca.

Prefeito protesta - O prefeito de Belém do São Francisco, Helionaldo Lustosa (DEM), não se conforma pelo fato de seu município ter ficado fora dos pólos carnavalescos priorizados pelo Governo do Estado. “Nós somos os criadores dos bonecos gigantes do Carnaval". O prefeito se sente discriminado.

Collins na cabeça - O PSC está construindo a sua unidade em Jaboatão. O candidato a prefeito deve ser mesmo o deputado Pastor Collins, tendo como vice o radialista Jota Ferreira, que, ironicamente, lidera todas as pesquisas. Após o Carnaval, o martelo será batido numa reunião do diretório municipal.

Curtas

ARMAS - O prefeito de Petrolina, Odacy Amorim (PSB), explica que, quando disse que estava disposto a pegar na metralhadora para ir à guerra eleitoral, em nenhum momento se referiu ao deputado Gonzaga Patriota, mas aos oposicionistas. 

ESTRADA - O DER garante que, ao contrário do que informou o prefeito de Palmeirina, Eudson Catão (PSB), as obras de recuperação da PE-187 já foram iniciadas. Quanto ao trecho Palmeirina/Poço Comprido, o edital será assinado dia 15.

O VICE - O candidato do PPS a prefeito de Caruaru, Rivaldo Soares, já escolheu o seu vice. É Michel Jean Wanderley, delegado do Conselho Regional de Contabilidade e diretor do Sindicato dos Lojistas. Jean é filiado ao PTC. 

''Meus irmãos, que adianta alguém dizer que tem fé se ela não vier acompanhada de ações? Será que essa fé pode salvá-lo''. (Tiago 1-14)  


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Airton Correia da Silva

Esse Humberto Costa não ganha eleição nem para administrador de mercado público. Vai viver a vida toda dependendo de nomeação.

Airton Correia da Silva

Grangeiro não tem nenhuma opinião coerente. Elogia a esquerda (se é que exiete) e ao mesmo tempo critica.

josival Coelho de Amorim

Odacy falou pegar na metralhadora no sentido figurado, enfatizando que ser humilde, leve, sereno e simples não significa ser acomodado e indisposto.Toda a Petrolina já o conhece muito bem para sentir como são ridículos alguns radialistas locais que fazem este tipo de apelação barata.

milton tenorio pinto junior

Collins será candidato se Rodovalho não assumir a vaga do Negão Abençoado. Se Rodovalho assumir, já era Collins.

Mariana

EITA MACHO SEM POESIA É ESSE SR GRANJA, VIXE MAGNO, AGUENTO MAIS ESSE CHATO NÃO!!! O HOMEM É MAL AMADO, AMARGO E INVEJOSO DEVE TER LEVADO MUITA PONTA E CELEBRO ATROFIOU...



29/01


2008

Democrata sai na frente na enquete de Paulista

Na primeira parcial da enquete para prefeito de Paulista, quem saiu na frente foi o democrata Cláudio Russel, com 37.82% dos votos. Em segundo, aparecem empatados o prefeito Yves Ribeiro, do PSB, com 10.92%, e o tucano Dufles Pires, também com 10.92%. Lembrando que, conforme reza a resolução do TSE, enquete não é pesquisa eleitoral, porque representa um mero levantamento aleatório sem parâmetro científico. Vamos votar, gente! Mas, para votar faça antes seu cadastro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha