Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

19/03


2013

Coluna da terça-feira

         Insatisfação em Caruaru

Aliado histórico do prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), o engenheiro Kiko Beltrão, que já exerceu vários cargos na primeira gestão do pedetista, deixou o partido e, consequentemente, o grupo a que se manteve fiel por tanto tempo.

Na primeira gestão, Queiroz enfrentou muitas dificuldades na relação com correligionários, a começar pelo vice-governador João Lyra Neto, com quem está praticamente rompido. Interlocutores do prefeito revelam que tem mais gente insatisfeita, tudo porque o poder está sendo concentrado em torno do seu filho, o deputado federal Wolney Queiroz.

Deixam escapar ainda que o vice-governador Jorge Gomes (PSB) é o único que conseguiu furar essa barreira familiar, porque se fortaleceu com a ida da mulher Laura Gomes, deputada estadual, para uma secretaria estadual e a eleição do filho Marcelo Gomes, vereador do município.

O espaço de Gomes se ampliou de tal forma na atual gestão que a nora Carolina Miranda, jornalista, assumiu a Secretaria de Comunicação. Queiroz delegou ainda ao vice-prefeito a nomeação do diretor da Destra – autarquia municipal de defesa social, trânsito e transportes.

A ciumeira dos velhos aliados recai também no poder acumulado pela presidente do PT no município, Louise Caroline, que comanda duas pastas (Mulher e Participação Social).

Dizem, por fim, que a repartição do poder com Jorge e Louise tem relação com 2014, na aposta de uma dobradinha de Wolney com Laura, enquanto a presidente petista já estaria trabalhando o apoio de um segmento do partido ao projeto de renovação do mandato do filho federal.

Queiroz é bom gestor, mas precisa melhorar a articulação política, ternurar aliados e ampliar sua base, para conter a debandada.

BRIGA– O deputado Carlos Eduardo Cadoca sai do PSC acusando Lula Cabral, ex-prefeito do Cabo, de ter tomado a legenda de assalto. Nomeado sexta-feira passada, Cabral diz que Cadoca afundou o partido no Estado e não conseguiu sequer eleger a mulher vereadora do Recife. ''Sob o seu comando, o PSC estava indo para o fundo do poço. Por isso, a dreção do partido me convocou'', diz.

Andando para trás -  O comunismo se implantou em Olinda e só tem feito mal à cidade: a Marim dos Caetés é o único centro comercial do mundo em regiões metropolitanas em que a rede dos concorridos sanduíches McDonald’s, que fatura uma fortuna, não conseguiu manter viva a loja da sua franquia.

 

PSD sem espaço - São remotas as chances de o PSD indicar o sucessor do secretário de Agricultura, Ranilson Ramos, que sai em maio para ocupar a vaga aberta no Tribunal de Contas com a aposentadoria do conselheiro Romário Dias. Embora seja uma legenda no Estado controlada pelo governador, no plano nacional a tendência do PSD de Kassab é de apoio à reeleição da presidente Dilma.

Entrou na roda - Em encontro com prefeitos, ontem, na sede da Associação Municipalista de Pernambuco, o ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, sinalizou que o Governo Dilma repassará aos municípios atingidos pela seca uma espécie de antecipação de receita sem um mínimo de burocracia. Há 30 dias, reunido com prefeitos em Gravatá, Eduardo anunciou um FPM estadual, fundo a fundo.

Chá de sumiço - Os que imaginavam que o prefeito de Olinda, Renildo Calheiros, iria adotar um novo estilo após a reeleição, sendo mais presente no município, quebraram a cara: o comunista é uma espécie rara no município, nunca aparece para expediente na Prefeitura. Insatisfeitos, seis vereadores já se rebelaram e a relação com o PT, que indicou o vice, está por um triz.

 

CURTAS

COORDENAÇÃO– Presidente estadual do PT, o deputado Pedro Eugênio assumiu, ontem, a coordenação da bancada do Nordeste na Câmara dos Deputados no lugar do cearense José Guimarães (PT-CE). Tem pela frente muitos abacaxis para descascar, principalmente em relação ao descontentamento da bancada com o tratamento do Governo à seca.

NOVA RODADA – Representantes das Associações Municipalistas de todo o Nordeste têm encontro agendado, amanhã, em Brasília, com o ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho. Na pauta, pressão para acelerar as medidas emergenciais que amenizem o prolongamento da seca na região.

Perguntar não ofende: Quando Dilma virá, enfim, cumprir a sua prometida agenda em Pernambuco?

''O lábio da verdade permanece para sempre, mas a língua da falsidade, dura por um só momento''. (Provérbios 12:19)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

azevedo

Era só o que faltava! A MacDonald dá prejuízo em Olinda e a culpa é do Prefeito! Nessa voce se superou, Magno!


O Jornal do Poder

19/03


2013

Vem coisa: Dilma e Eduardo que se cuidem. Ciro mudou

 Faz jus à advertência do título da matéria, ao ser lida a seguinte nota de Lauro Jardim, na sua coluna de VEJA:

''''Dilma Rousseff deve abrir o olho e reavaliar se Cid Gomes merece tanto carinho, como tem ganhado nos últimos tempos. Bem ao seu estilo de fazer política – sem nenhuma sutileza – Ciro Gomes mudou o discurso e, num entrevista a uma rádio cearense, defendeu que o PSB lance candidato próprio em 2014.

Se fosse só isso, estaria bom. Mas o chefe do clã Gomes pegou pesado, ao dizer que “não é razoável que o PSB fique catando migalhas do banquete onde estão PT e PMDB”.

Ciro defende e justifica:

- Se deixarmos para largar esse osso só na véspera da eleição, teremos cometido um grave erro. Se queremos apresentar candidatura própria, e eu gostaria que apresentássemos, temos que sair do governo, dizer por que saímos e apresentar um embrião de projeto para o país.

Para quem conhece Ciro, a mudança de discurso não chega a surpreender.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Egnaldo Pereira

Ciro sabe que Eduardo quer esticar a corda até 2014.Agindo dessa maneira não parece,como a imprensa estava deixando a entender,que os Gomes estavam sabotando a candidatura de Dudu.Com esse discurso eles não se queimam e ainda força a queimação de Dudu com o rampimento com Dilma.Dudu,o traídor.

José Egnaldo Pereira

Manifestação "popular" pedidndo Eduardo Campos candidato a presidente:A Rede Globo,A Veja,Roberto Freire,Jorge Bonhousen,o DEM, o PSDB,...KKKKKKKKKKK

o povo da de olho

COMPRADOR???????? ISSO É COMERCIO AGORA????? IMORAL

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

Ora! Ora! Ciro Gomes. O PSB ajudou eleger Dilma com o objetivo de ajuda-la até 2014. Não tem por que atrapalhar a governabilidade. Tem que trabalhar pelo menos até o final de 2013. Não pode abadonar o barco agora. Essa questão de cadidatura de Eduardo é o povo que está pedindo, manifestação popular

Ramilson Correia de Carvalho

Ciro realmente mudou de opinião. O que será que aconteceu? Certamente Eduardo comprador deve ter prometido um forte ministério para ele. KKKKKKKKKK


Abreu no Zap

19/03


2013

Neto muito diferente do avô

CARLOS CHAGAS

 Saber, a presidente Dilma já sabia, de tudo o que o governador Eduardo Campos vem falando do governo dela. Farpas, diatribes, críticas feitas pelo neto de Miguel Arraes chegam todos os dias ao gabinete da chefe do governo, levadas por ministros, assessores, aliados políticos e até, numa certa proporção, agentes da Abin.

Poucos duvidam, no palácio do Planalto, de que Eduardo Campos está em campanha, dentro daquele raciocínio malandro de que “eu não me decidi, não quero, mas o meu partido quer e me pressiona”. Ora, quem é o presidente e o próprio Partido Socialista Brasileiro senão ele mesmo?

De qualquer forma, Dilma terá viajado para o Vaticano carregada de mau humor, depois de haver lido nos jornais volumosos resumos da palestra de Eduardo Campos a sessenta empresários paulistas, na casa de um deles. Porque mesmo em seu estilo sutil o governador desancou o governo. Se como aliado, comporta-se assim, imagine-se quando tornar-se independente e, até, oposicionista.

Ao dizer “dá para fazer muito mais” e acrescentar que “o país não começou ontem, nem com o partido A, B ou C”, o convidado da plutocracia paulista agride o que a administração do PT, desde o Lula, mais se orgulha. No caso, ignorando-se se certo ou errado, que mudaram o Brasil.

Campos foi adiante: as coisas podem piorar e há nas elites uma grande preocupação com o futuro. Claro que há, poderiam os companheiros responder, na medida em que os juros baixaram e o faturamento dos bancos e das empresas caiu um pouquinho. Falou em sobressalto dos que foram atingidos por medidas do governo e os que não foram. A assistência entrou em orgasmo ao ouvir que o estado precisa evoluir, ou seja, tardam as tais reformas em favor do capital e contra o trabalho.

Clique aí e Leia mais no artigo de Carlos Chagas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

valmir siqueira

Essa imprensa do sul maravilha e alguns insatisfeitos do PT, depois da surra que levaram de DUDU na eleição do Recife, não se conformam que o Nordeste tenha o melhor candidato a presidente da república e ficam criando firulas diversas para atingir o melhor Governador do País. Não adianta, é como diz

o povo da de olho

ESSE DESSABAVO NOS COMENTARIOS ABAIXO, IRÃO CRESCER NA MEDIDAS EM QUE O POVO LUDIBRIADO COMEÇAR A ENTENDER A REALIDADE DE PERNAMBUCO E DESSE GOVERNO DE MENTIRAS IMORAL CORONÉ.

rodnaldo cavalcanti ferreira

o que eduardo que vai para o horario nobre. mas caro da televisaopra dizer que o estado esta muito bom que isso dudu ja ja tua mascara vai cai.

rodnaldo cavalcanti ferreira

falta verba,os professores recebem o pior salario do brasil,falta medicos nos hospitais,segurança zero,o pib cai,ele distribui dinheiro para prafeitos acho que tem algo de errado nessa matematica,fora eduardo,agora a impressa de pernanbuco tudo comendo do estado e so noticia....

rodnaldo cavalcanti ferreira

os tribunais do estado tudo lotado de gente que ele nomeou para se brida,o partido dele nao pedeu uma questao em nenhuma cidade que ele tivese entereçe ou fosse apadriado por ele,chamou os prefeitos do estado intero para distribui mas 600 milhoes,vai enterde onde tem um orgao feito a compesa



19/03


2013

Bezerra quer sair, Eduardo não deixa. Ataque continua

 O quente jogo de xadrez político Planalto-Eduardo Campos tem mais um grau na fervura acrescentado por Mônica Bergamo, na sua coluna desta terça-feira, na Folha de S.Paulo:

''''O ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional, quer deixar a equipe de Dilma Rousseff. Ligado ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), ele foi aconselhado pelo próprio padrinho a ficar onde está. E esperar que a presidente o demita.

Campos fala mal de Dilma aonde vai e já circula pelo Brasil como candidato à Presidência contra ela, o que tem gerado constrangimento para Bezerra. Mas o pernambucano não quer piscar primeiro, ou seja, não quer tomar a iniciativa de romper formalmente com o governo para não ser chamado de ''traidor''.

Já Dilma relutava, até ontem, em tirar os cargos de Campos -além de ministérios, ele controla estruturas como a da Chesf (Companhia Hidroelétrica do São Francisco), com patrimônio de R$ 16 bilhões. A presidente não quer correr o risco de que Campos vire ''vítima'' de uma canetada política.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose gilvan macedo filho

Este aqui ta e morto nao conseguiu eleger o filho e nenhum outro prefeito no sertao onde e sua base eleitoral, nao tem obras como ministro ou seja nao temm discusso e porisso q Eduardo ja descartou ele

o povo da de olho

O DONO DO MUNDO NÃO QUER?

Ramilson Correia de Carvalho

Bezerra coelho se fosse mais inteligente ficaria no cargo e se candidataria ao governo do estado de Pernambuco pelo PT. Esse governador certamente não o tem em seus planos. Acho que ele vai lançar a marionete do Recife para concorrer a governo de Pernambuco.



19/03


2013

Eduardo rejeita ''intolerância'' às críticas feitas a Dilma

 Potencial candidato à Presidência da República, o governador Eduardo Campos (PSB) disse ontem que suas recentes críticas ao governo federal não podem ser tratadas com ''intolerância'', nem são motivo para ''incômodo''. Questionado sobre as declarações da presidente, Campos lembrou que o PSB abriu mão de uma candidatura presidencial em 2010 para apoiar Dilma e tem votado a favor dos projetos do governo no Congresso.

''Agora, precisamos discutir o Brasil. Isso não pode ser um incômodo nem tratado com intolerância'', disse o governador, em evento do governo para homenagem às mulheres no Recife.

Saudado com gritos de ''Brasil pra frente, Eduardo presidente'' num auditório com 2.000 lugares lotado, Campos reafirmou que não tratará da candidatura já. ''O tempo das definições [de candidaturas] ainda vai chegar.''

Em discurso, Eduardo Campos atacou o que chamou de ''velhas lideranças carcomidas'' da política. ''Os gestores públicos têm de ter um olhar diferente. Não é com as velhas lideranças políticas carcomidas, que nunca assumiram o compromisso de romper devidamente com as deformações da máquina pública, que faremos isso.''  (Da Folha de S.Paulo - Ana Lúcia Andrade)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

luiz carlos da silva

boa dudu. bota pra fuder.

o povo da de olho

TEM GENTE QUE NÃO GOSTA DE POLICIAL,MILITAR,APOSENTADO,PROFESSORES,DE FRAGELADO DA SECA DO SERTÃO E NÃO SE PODE SABER O QUE ESTÁ ACONTECENDO NO LAFEPE. PORQUE??????? SERÁ QUE TEM COISINHA LA?????? OPOSIÇÃO CHAMA A POLICIA E ENTRA NA FORÇA. VCS TEM DIREITOS.

Ramilson Correia de Carvalho

Ser presidente? e você tem lá condições de ser presidente? Coitado dos brasileiros se deixarem serem enganados por essa cara de bom moço que você faz. Explique para os pernambucanos o que está acontecendo no LAFEPE e por qual motivo os Deputados foram barrados de entrar.


Banco de Alimentos

19/03


2013

Ex-marido de Dilma denuncia núcleo de tortura na Fiesp

 O ex-deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, Carlos Araújo, 75, (foto abaixo) afirmou nesta segunda-feira, em depoimento à Comissão Nacional da Verdade (CNV), que foi vítima de sessões de tortura durante o regime militar com a presença de empresários ligados à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Segundo Araújo, a Federação não apenas financiava o aparato repressor do regime militar, como revelou O GLOBO na edição de 9 de março, mas “estimulava e assistia” aos interrogatórios de presos políticos. O ex-deputado pelo PDT citou o empresário Nadir Figueiredo como um dos financiadores da Operação Bandeirantes (Oban) e, posteriormente, das atividades do Destacamento de Operações de Informações-Centro de Operações de Defesa Interna (Doi-Codi).  (Informações de O GLOBO - Flávio Ilha)

Clique aí e leia na íntegra:  Comissão da Verdade: ex-marido de Dilma denuncia ‘núcleo de tortura na Fiesp’


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/03


2013

Gerdau faz Eduardo gargalhar: ''Imagina se fosse eu''

 Durante assinatura de termo autorizando a construção de um túnel, ontem, em Recife, o governador Eduardo Campos (PSB) deu sonora gargalhada quando questionado sobre as críticas de Jorge Gerdau à criação do 39º ministério de Dilma.

''Se eu tivesse falado o que o Gerdau falou, vocês imaginam'', comentou, diante de aliados.

Também ontem, Campos comandou homenagem ao Dia Internacional da Mulher no centro de convenções de Olinda, onde 2.000 pessoas o aguardavam. Nas abordagens, o socialista era chamado de ''presidente''. (Vera Magalhães - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

19/03


2013

Randolfe apronta para Renan: ''Parabens presidente''

 Randolfe Rodrigues prepara um tapa com luva de pelica em seu desafeto Renan Calheiros: durante a sessão do Senado, pedirá a palavra e cumprimentará Renan por ter encaminhado a denúncia do chamado mensalinho do Amapá à Procuradoria-geral da República, conta Lauro Jardim, na sua coluna da VEJA.

''''Randolfe adianta o que dirá a Renan:

- Vou parabenizá-lo por ter inaugurado a uma nova era, em que todas as denúncias contra senadores passarão a ser encaminhadas à PGR. O próprio Gurgel me disse que será a primeira vez na história que isso acontece. E, claro, direi ainda que tenho certeza que Renan também enviará ao Ministério Público todas as denúncias contra ele próprio. ''''

DOSSIÊ

O dossiê  diz que o então governador João Capiberibe pagava uma espécie de mensalinho de 20 mil reais aos deputado estaduais, para que eles aprovassem os projetos de interesse do governo na Assembleia Legislativa. Entre os beneficiados com o esquema, estaria o senador Randolfe Rodrigues, que na época era deputado. Em gravação, o governador apareceria articulando o esquema com o então deputado Jorge Salomão, além de vários recibos com assinatura atribuída a Randolfe Rodrigues, tudo reconhecido em cartório. Essa seria a prova de que o Amapá já teve o seu mensalinho, e faz Renan agora tripudiar e dar o troco em seus críticos no Senado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


19/03


2013

Risco de PR nos braços de Eduardo faz Dilma negociar

 Dilma Rousseff deve retomar as negociações com o PR no decorrer da semana. Não pretende deixar a legenda do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento(AM) derivar na direção da candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Seu problema é encontrar o nome certo para o cargo. O que não falta é nome errado.

Já em São Paulo, nem o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, nem o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. A carta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva guarda na manga para disputar o Palácio dos Bandeirantes é a candidatura do prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT).

Ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e ex-ministro do Trabalho, Marinho foi reeleito no ano passado e nega veementemente o desejo de ser candidato a governador. Diz que pretende concluir o segundo mandato. Na cúpula petista, porém, todos sabem que é o escolhido de Lula.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha