Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

22/03


2013

Nota desnecessária

CARLOS CHAGAS

 Vem aí mais um 31 de março, início de um golpe que durou 21 anos. À medida em que o tempo passa, mais o movimento militar se acopla aos livros de História, à exceção de furibundos radicais que defendem tudo o que aconteceu, ou de sedentos revanchistas até hoje querendo cortar cabeças. A chamada Revolução passou, deixando cicatrizes, cada vez mais distante do Brasil de hoje. Dois terços da população não haviam nascido quando a democracia foi restabelecida.

Sendo assim, acaba o ministro da Defesa de cometer um ato
desnecessário. Em nota dirigida às corporações militares, proibiu que
elas cedam locais sob sua jurisdição para atividades de comemoração ou lembrança do 31 de março. À maneira do Grande Irmão de George Orwell no “1984”, quer apagar o passado. Não tivesse o embaixador Celso Amorim expedido essa determinação e a data ficaria restrita a uns poucos extremados. Afinal, os generais de hoje nem eram cadetes em1964. Como terão recebido a nota do ministro da Defesa?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

22/03


2013

O conclave tucano

RICARDO BALTHAZAR *

 Parece mais fácil escolher um novo papa do que um candidato a
presidente da República no PSDB. O papa Francisco apresentou-se ao mundo após apenas dois dias de conclave e cinco votações. O senador mineiro Aécio Neves foi lançado há um mês pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e ainda não conseguiu unir o partido em torno do seu nome.

O principal problema de Aécio é a resistência que encontra entre os
tucanos paulistas. O ex-governador José Serra o detesta. Duas vezes candidato a presidente e duas vezes derrotado, dissemina dúvidas sobre a viabilidade da candidatura de Aécio e faz o que pode para atrapalhá-lo.

O governador Geraldo Alckmin, que disputou a Presidência em 2006 e também perdeu, agora está mais preocupado com sua campanha à
reeleição. Mas ele sonha com uma nova candidatura presidencial no
futuro e passou a ver Aécio como um competidor indesejável dentro do partido de uns tempos para cá.

Pouco conhecido fora de Minas Gerais, Aécio precisará de ajuda em São Paulo, maior colégio eleitoral do país. Mas tudo que conseguiu até agora foi a promessa de que ganhará uma carona para ir a um congresso partidário na próxima semana e terá Alckmin a seu lado nas fotografias.

Pouca gente duvida de que Aécio aparecerá na sacada depois que sair fumaça branca do conclave tucano. O que mais preocupa o partido é o tempo perdido. Enquanto Aécio se reúne com Serra e Alckmin para discutir suas picuinhas, o governador Eduardo Campos (PSB) desfila pelos salões fazendo amigos no meio empresarial e até dentro do PSDB.

O mais difícil talvez ainda esteja por vir. Aécio desperdiçou os
últimos dois anos fazendo discursos banais no Senado. Quando acabar o nhe-nhe-nhem e assumir sua candidatura, Aécio precisará de uma conversa que faça o eleitorado voltar a prestar atenção na oposição. O perigo para o PSDB é ele só começar a pensar nisso quando for tarde demais.  (* Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Abreu no Zap

21/03


2013

Em tempos de crise, deputados aumentam mordomias

Integrantes da cúpula da Câmara definiram nesta quinta-feira (21) que o aumento da chamada cota mensal de atividades parlamentares será de 12,72%. O reajuste deve gerar um gasto a mais de R$ 22,6 milhões por ano com os parlamentares, segundo a Folhaonline

Também ficou definido que o auxílio-moradia pago aos deputados será reajustado em 26,6%, passando dos atuais R$ 3.000 mensais para R$ 3.800. O gasto anual estimado com o aumento do benefício é de R$ 1,5 milhão.

As medidas foram anunciadas ontem pela Mesa Diretora da Câmara, mas sem os valores dos reajustes. A Câmara chegou a divulgar, em nota enviada à imprensa nesta quinta-feira, valores menores do reajuste, mas corrigiu em seguida.

No caso do auxílio-moradia, o benefício não era reajustado desde 1996. Atualmente, 207 dos 513 deputados recebem o recurso. Os demais moram em apartamentos funcionais em Brasília.

Andre Borges/Folhapress
Plenário da Câmara lotado durante votação sobre royalties no fim do ano passado; deputados terão reajuste para gastos com viagens, telefone, postagens, etc
Plenário da Câmara lotado durante votação no fim do ano passado; deputados terão reajuste para gastos com viagens e telefone

Já o chamado "cotão", como é conhecido, foi adotado em 2009 e é utilizado para pagar despesas como passagens aéreas, telefone, serviços postais, assinatura de publicações, combustíveis e lubrificantes, entre outros gastos. Desde então, ele não foi reajustado.

O valor de cada deputado varia de Estado para Estado, principalmente, em razão do preço das passagens aéreas.

Ontem após reunião dos membros da Mesa Diretora, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), determinou que a área técnica definisse um índice de reajuste para os dois benefícios, o que foi feito hoje.

Esses valores deverão fazer parte de um ato interno da Casa e aprovado pelos integrantes da Mesa Diretora.

Além do aumento do valor do "cotão", a Casa prevê a criação de 44 cargos de indicação política e 15 funções, espécie de gratificação cedidas aos servidores que atuam em áreas de chefia.

A criação dos cargos vai gerar um custo de R$ 7 milhões em 2013 e R$ 8,9 milhões em 2014.

ECONOMIA

Em contrapartida, a Casa prevê a redução de gastos de R$ 12,6 milhões por ano com a limitação do pagamento do 14 e15 salários e R$ 24 milhões com a implantação de novas regras para o pagamento de horas extra que deverá entrar em vigor em maio.

De acordo com os cálculos da direção, as medidas devem produzir uma economia de R$ 19 milhões por ano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jânio Nunes

eita meu DEUS eles diminui de um lado e bota pra LASCAR DO OUTRO, é uma verdadeira vergonha o nosso congresso nacional, como já disse o nobre senador Pedro Simon, braZil um país de TOLOS.



21/03


2013

Ouça aqui no Frente a Frente desta quinta 21

 Se você perdeu o Frente a Frente desta quinta 21 de março de 2013, programa que apresento de segunda-feira a sexta-feira, ao lado do jornalista Adriano Roberto, das 18 às 19 horas, pela Rede Pernambucana de Rádio, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha FM, 96,7 formada por 35 emissoras, Clique aqui e ouça agora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2013

Ministro minimiza gastos de viagem de Dilma a Roma

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, minimizou nesta quinta-feira os custos da viagem presidencial ao Vaticano para a missa de investidura do papa Francisco. Segundo Ministério de Relações Exteriores, o valor para custear a hospedagem da comitiva e das equipes técnica e de apoio entre os dias 16 e 20 de março foi de 125.990 euros ou R$ 324 mil. O valor inclui o aluguel de salas de apoio.

Por meio da sua assessoria de comunicação, Gilberto Carvalho disse que “a exploração desse assunto só pode ser atribuída à falta de percepção para assuntos mais importantes”.

“O que deve ser ressaltado é a importância da participação brasileira na missa inaugural e o que isso representa para o Brasil, tendo em vista que o Papa e a Presidenta Dilma conversaram sobre a atenção aos mais pobres, linha que tem muito a ver com a atuação do governo brasileiro”, acrescenta o ministro por meio de sua assessoria.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

André Rafael

Pronto! Está resolvido! Dilma conversou 30 segundos com o novo Papa sobre pobreza. Agora, com certeza, vai acabar a miséria no Brasil. É muito cinismo e cara-de-pau desse filhote de mensalão. É aquela máxima: não é meu nem teu, se f*@$# quem deu!!

EDVALDO LIMA FILHO

Será que Dilma foi honesta mesmo? Será que ela estava falando a verdade para o papa quando se refia aos pobres, se é que o assunto era esse mesmo? Pobre povo brasileiro, que tem um governo assim.

Jânio Nunes

valores já dar pra juntar um montante o suficiente para amenizar os problemas de uma ou mais cidade, braZil, país rico é país sem CORRUPÇÃO.

Jânio Nunes

seria minimizado se tirassem do bolso de vcs, pouca vergonha uma situação dessas, dona Dilminha vamos ser menos gastador presiDENTA, sei que o dinheiro ñ daria para resolver os problemas do país principalmenteno nordeste com a seca e no sudeste com as enchentes, mas, esse valor juntando com outros


Banco de Alimentos

21/03


2013

Arcebispo vê como positiva disputa entre Dilma e Eduardo

O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburibo, afirmou nesta quinta-feira (21) que a maior atenção da presidente Dilma Rousseff (PT) ao Nordeste e a provável participação na eleição presidencial do governador Eduardo Campos (PSB) é "um sinal de esperança" para quem sofre com a seca.

O religioso entregou a Eduardo um documento elaborado pela regional Nordeste da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e 18 entidades e movimentos sociais, que elenca sugestões para minimizar os efeitos da estiagem na região, que já dura mais de um ano.

O documento também foi encaminhado à presidente Dilma, que tem viajado pelo Nordeste para inaugurar obras hídricas. Na próxima segunda-feira (25), Dilma virá a Pernambuco justamente para inaugurar obras de uma adutora no Sertão.

De acordo com o religioso, esta já é a quarta vez que a Igreja Católica oferece sugestões sobre o tema da seca aos governos federal e estadual. A primeira, segundo ele, foi em 1956. A penúltima, em 2006. "Depois de tanta caminhada, a gente percebe que a coisa não está ainda como deveria", afirmou o arcebispo.

Após se encontrar com bispos de Pernambuco na manhã de hoje, um dia após a presidente Dilma visitar o papa Francisco no Vaticano, Eduardo Campos despistou os jornalistas e saiu sem falar com a imprensa.

No início da tarde, em entrevista convocada de última hora, o governador procurou destacar, ao lado de meteorologistas, que o período de chuvas no Sertão do Estado já terminou. Choveu apenas entre 1/4 e 1/3 dos 600 milímetros esperados para a região e a expectativa agora é que só haja precipitações no próximo ano.

Já no Agreste, o período de chuvas vai de abril a julho, mas só deve chover no segundo bimestre. Na região metropolitana, o governo disse que ainda não há necessidade de prolongar o período de racionamento iniciado este mês e previsto para terminar no final de maio.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Arimatéia Menezes

A seca começou junto com o governo de Dilma, ou seja, entrou no terceiro ano e só agora ela lembrou do nordeste. Enquanto que Eduardo vem fazendo o que pode para minimizar o sofrimento em nosso estado, só que, sem ajuda Federal não dá. Dilma só vem aqui por conta da eleição.

José Carlos Silveira

O problema da seca está acima das disputas eleitorais, sobretudo antecipadas. A calamidade que o sertanejo enfrenta não pode ser vista como trampolim político. Nossa dor está acima dos caprichos eleitoreiros que este governador insiste em fazer e em tentar camuflar com sua falácia bonita.

mauro silva

Está na hora de Eduardo deixar sua ambição precoce de ser presidente e se juntar a Dilma,buscando mais apoio para o enfrentamento de mais um ano de dura seca.Eduardo deve ser coerente com quem tanto ajudou Pernambuco.



21/03


2013

Frente a Frente será direto da Rádio Pajeú

O programa Frente a Frente, que este blogueiro apresenta pela Rede Nordeste de Rádio, das 18 às 19 horas, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM, será direto da Rádio Pajeú, em Afogados da Ingazeira. Se você está online entre no meu blog e clique em "Ouça a rádio do Magno". E pelo face entre no meu magnomartinsfonseca.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Jornao O Poder

21/03


2013

Gim Argello empura Eduardo com a barriga















Depois de a imprensa publicar que o governador Eduardo Campos (PSB) andava querendo agendar uma reunião, o senador Gim Argello (PTB-DF) tem dito por aí que está empurrando o presidenciável com a barriga. O motivo: medo de se queimar com a presidente Dilma Rousseff (PT).

Diz Gim:

- Eu sou Dilma.

Obviamente, se Gim conseguir um encontro com Eduardo “na surdina”, não descartará a oportunidade de abrir frente com o adversário do Governo Federal.

Não é à toa que, no próximo dia dois de abril, Gim vai se reunir com o senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB-MG). Neste caso, há a desculpa de que a pauta não atravessará os limites da atividade parlamentar no Senado, onde são colegas.

Fonte: Radar Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/03


2013

PSC pede renúncia de Marco Feliciano

















Após nova e frustrada tentativa de presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, o pastor Marco Feliciano (SP) perdeu o apoio da sua própria legenda - o Partido Social Cristão agora pede ao filiado pra sair. Empurra-o também o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), uma evidência de que, quando a desfaçatez é grande, a paciência fica pequena.

Saindo Feliciano, como se espera, caberá ao mesmo PSC indicar um substituto. Dono de uma bancada de 17 deputados, o partido de Feliciano recebeu a Comissão de Direitos Humanos na bandeja porque teve o apoio de legendas maiores – PT, PMDB e PSDB entre elas.

De resto, convém realçar: a comissão foi refugada por PT, PDT, PPS, PV e pelo PCdoB.

Fonte: Blog do Josias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

o povo da de olho

fora esses dois elementos renan e esse tal de marcos felicio

Diego da Silva Araújo

Eu disse que iriam esquecer o Renan, a mídia só precisava de outro assunto. Renan se formou na Academia Sarney de Povo Esquece. Feliciano não foi pra escola...