Blog do Magno 15 Milhões de Acessos 2

25/03


2013

Dilma ressalta investimento de R$ 60 bilhões no Estado




















A presidente Dilma Rousseff (PT) aproveitou o ato em Serra Talhada para prestar contas dos investimentos feitos pelo Governo Federal no Estado de Pernambuco ao citar projetos como a Refinaria de Abreu e Lima, o Porto de Suape e a Transposição do Rio São Francisco.

Em seu discurso, a presidente defendeu ainda obra s como o Estaleiro Atlântico Sul e a fábrica da Fiat, instalada no município de Goiana. “Essa parceria tem dado resultados efetivos, melhorando o que interessa para as pessoas que querem oportunidades”, disse Dilma ao afirmar que os investimentos feitos em Pernambuco chegam à casa dos R$ 60 bilhões.

No campo da Educação, Dilma defendeu gestores estaduais e municipais ao dizer que nenhum governador ou prefeito tem dinheiro para pagar professor no Brasil, e anunciou sua defesa na liberação de royalties do petróleo para a Educação. Por fim, a presidente garantiu que irá tirar do papel uma ferrovia de integração entre Parnamirim, Petrolina e Juazeiro e que segue até Salvador (BA).

Com informações do Blog do Nill Junior.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulo Roberto Leite Muniz

É só marcar a data de hoje e monitorar quando de fato acontece algo de concreto. Vejam as casas de Água Preta e Palmares. São anos de peleja e de extrema paciência.

Vital Cordeiro

Parabens ao Governo Federal, por isso que Dilma é apoiada pela grande maioria população Pernambucana. Graças a Lula e Dilma nosso PIB é o 9º Estado no Brasil. 60 Bilhões são muito dinheiro em desenvolvimento para nossa gente.

Gilberto Carvalho Moura

Engraçada (para não dizer outra coisa) a facilidade com que Dilma fez o rapaz de olhos claros não tirar sua viola do saco.


O Jornal do Poder

25/03


2013

Dilma garante que vai realizar ações além da adutora

A presidente Dilma Rousseff (PT) abriu seu discurso, em Serra Talhada, referindo-se ao governador Eduardo Campos (PSB) como “um grande parceiro, extremamente respeitado pelo presidente Lula (PT)”.  Em seguida, a chefe do Executivo agradeceu a hospitalidade com a qual tem sido tratada e aproveitou para saudar o presidente da Amupe, José Patriota (PSB), a primeira-dama do município, Tatiana Duarte, e outras lideranças presentes.

Ao citar o ex-governador Miguel Arraes e o ex-presidente Lula, Dilma falou no fim da exclusão do Nordeste e da importância de programas federais como Bolsa-Família e ProUni para só então entrar nas questões relativas à adutora . “Uma obra como essa [Adutora do Pajeú] não podia estar prevista [para terminar] daqui a dez anos. Só temos dificuldade com a seca porque o que estamos fazendo hoje deveria ter sido feito há um século”, discursou a presidente.

Em seguida, Dilma alertou as lideranças políticas para a urgente necessidade de se por um ponto final no “clientelismo”. “Não só quebramos o clientelismo com essa obra, quebramos o clientelismo com o Bolsa-Família. Todo brasileiro tem direito ao Minha Casa Minha Vida. Ninguém pode usá-las politicamente. É um direito de cidadania”, disse.

A presidente encerrou sua fala ao garantir que as obras da Adutora do Pajeú não se encerram no município de Serra Talhada e garantiu que a Transposição do São Francisco será agilizada para que seja possível se formar um “cinturão contra a seca”. Defendeu a operação carros-pipas do Exército - complementando o que fazem Estados e municípios - e garantiu mais cisternas e dinheiro – e prorrogação de prazos - para que o governo possa tocar projetos como ações de recuperação de rebanhos, o Garantia-Safra e o Bolsa-Estiagem.

Com informações do Blog do Nill Junior.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Cláudio Soares de Oliveira

Eu queria ver a cara de pau de Inocêncio Oliveira depois do discurso da Dilma.


Abreu no Zap

25/03


2013

Eduardo adota tom sereno e se diz "companheiro" de Dilma

O governador Eduardo Campos (PSB) abriu seu discurso, há pouco, em Serra Talhada, dirigindo-se à presidente Dilma Rousseff (PT) e lhe dizendo que o Estado “que a ajudou a ser presidente [...] lhe recebe com a mesma atenção de sempre” e fez comparações entre a sua trajetória política e a de Dilma. “Conhecemos o gosto do fel, da discriminação, da arrogância, dos que não perceberam importância do diálogo e da democracia".

Em seguida, Eduardo procurou deixar os desencontros políticos de lado e ressaltou a importância de saber lidar com os problemas da população brasileira, colocando-a em primeiro lugar. “A luta do povo exige capacidade de dialogar e respeitar diferenças. Numa seca como essa, não podemos dividir pernambucanos ou brasileiros. Fui eleito, em 2006, pela força do povo sertanejo, unindo o Sertão para depois unir Pernambuco”, disse o governador. E acrescentou: “As diferenças e divergências devem existir no bom debate, debate sereno, bem posto, respeitoso. Não somos dados a afrontas, somos dados a lutas por causas e ideias. Temos consciência do trabalho e da sua missão”.

Por fim, Eduardo fez referência a outros Estados quando falou da importância das ferrovias. “Não há disputa entre o trem daqui e o da Bahia. O povo de lá e o de Pernambuco é o mesmo. Dificuldades ainda são muitas na nossa cena e cotidiano. Precisamos buscar na nossa experiência e formação os pontos que nos unem para olhar para o futuro”.  E concluiu: ”A senhora tem um governador e um companheiro, amigo de longas jornadas”.

Com informações do Blog do Nill Junior.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

o povo da de olho

ESCORPIÃO?.KKKKKKKK

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

Reles comentários! Eles não condiz com a verdade. Eduardo é um político. Ele é grandioso nos seus gestos. Não é dado a grosserias. Governador de Pernambuco. Como não receber bem a presidente do país? Só uns tontos como esses que fazem esses comentários pífios. Deus os perdoe.

Diego da Silva Araújo

Eu ainda penso na possibilidade de Eduardo não vir a ser candidato e o PT voltar a morrer de amores por Eduardo. Essa politicalha me faz chegar a admirar o senador Jarbas Vasconcelos que ao menos sabe marcar sua posição. Ele Apóia, se opõe, volta atrás e ninguém o vê como um homem de dupla face.

joao carlos da silva

É TENHO CERTEZA QUE JAMAIS SERIA UM POLÍTICO. A PESSOA TEM QUE SER HOMEM E ASSUMIR O QUE QUER E NÃO FICAR UM DIA ATACANDO E NO OUTRO BAJULANDO. UM HORROR.!!!!

mauro silva

Eduardo não perde a oportunidade em mostrar sua personalidade de escorpião,na sexta fala mal de Dilma, no sábado come o cuzido de Jarbas e hoje bajula Dilma. E amanhã enganarar a quem ?



25/03


2013

Presidente da Fetape entrega reivindicações à Dilma

Em seu discurso, o presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura no Estado de Pernambuco (Fetape), Doriel Barros, destacou falou sobre a importância do papel que a gestão do PT – governos Dilma e Lula – desempenhou no dia a dia da federação e defendeu o perdão da dívida dos trabalhadores, assunto que, de acordo com a assessoria do Palácio do Planalto, será abordado pela presidente Dilma.

“Estamos com muitos trabalhadores rurais que precisam aliviar o débito desses trabalhadores que perderam tudo com a seca”, disse Doriel, que, ao final de sua fala, convidou membros de grupos de defesa dos direitos dos trabalhadores rurais para entregar à presidente Dilma o documento “Diretrizes de convivência com o semiárido”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/03


2013

Bezerra Coelho: "Eduardo é o melhor governador do Brasil"

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, foi o membro da Esplanada que mais elogiou o governador Eduardo Campos (PSB) ao defender, nas entrelinhas, a unidade do grupo que forma a base aliada. “Temos que acreditar em quem ajudou a construir esse país desde 1989. Todos aqui têm legitimidade para debater e discutir [o necessário] para que o Brasil vá ainda mais longe”.

Em seu discurso, Bezerra Coelho destacou investimentos da Compesa e disse estar testemunhando um dos mais importantes momentos do país. ”Abraçamos não só o desafio da adutora que vai levar água para Afogados [da Ingazeira]. Estamos querendo antecipar o andamento [das obras] com 150 homens mobilizados com máquinas e equipamentos. Se possível for, vamos trabalhar dois turnos”, disse o ministro, que encerrou sua fala ao dizer para a presidente Dilma que “Eduardo é o melhor governador que o Brasil tem”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

25/03


2013

Luciano Duque afaga Dilma e Eduardo

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), foi a primeira liderança política a falar no evento organizado pela Presidência da República no município e iniciou seu discurso dando as boas vindas à presidente Dilma Rousseff (PT).

Em seguida, o petista fez um breve relato sobre os principais problemas enfrentados pela população sertaneja e parabenizou as iniciativas do Palácio do Planalto no enfrentamento da seca que assola a região. “Era isso que precisávamos. É disso que precisa este povo. Graças às ações do seu governo estamos sendo incluídos. Ficamos gratos. Vivemos novos tempos”, disse o prefeito.

Duque aproveitou a ocasião para afagar o governador Eduardo Campos (PSB) ao agradecer o esforço conjunto entre os governos estadual e federal que levou ao município uma UPA Especialidades e uma Faculdade de Medicina.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


25/03


2013

Miriam Belchior anuncia duplicação da BR-423

















Adriano Roberto
De Serra Talhada


A Ministra de Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, anunciou, há pouco, que a presidente Dilma Rousseff (PT) irá assinar a ordem de serviço para duplicação dos 80 quilômetros da BR-423, que vai de São Caetano até Garanhuns.

O projeto foi doado pelo Estado de Pernambuco e a obra, orçada em R$ 450 milhões, será executada pelo Governo Federal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jânio Nunes

isso sim é que chamamos de atraso, esse é do tempo de "BOCA DE PRAGA" rsrsrsrrss, só faltava essa pérola, rsrsrsrsrrss. braZil um país de TOLOS.

Wellington Antunes

Rola Bosta, pessimista e boca de praga, andam sempre juntos. Pense num trio para dura?

edson otavio da silva

se essa duplicação for igual a br104,quer era pa ta pronta deseje 2010.e até agora nada..

Emanuel Gonzaga Cursino Leite

Parece que o povo de Garanhuns ainda acredita no Papai Noel.Está na cara que isto é mais uma artimanha deste governo, pois como sabemos a BR 104 está inacabada em vários trechos. O perímetro urbano de Caruaru continua sem iluminação e algumas faixas laterais ainda por ser concluídas.

Jânio Nunes

Santa Cruz do Capibaribe também necessita dessa estrada, mais parece que enterraram a cabeça de um cavalo ruim lá, que vcs anunciam outras obras sem se quer terminar o que começa, isso sim é que chama-se de oportunismo, promessas e mais promessas, ñ passa de promessas e o povo que se FFFFFDDDDDDDAAA


Jornao O Poder

25/03


2013

Dilma chega a Serra Talhada no mesmo carro que Eduardo















Adriano Roberto
De Serra Talhada


A presidente Dilma Rousseff (PT) chegou ao município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, acompanhada do governador Eduardo Campos (PSB) por volta das 11 horas. Os dois foram os únicos políticos a desembarcar do carro que trouxe parte da comitiva presidencial, o que transmite a ideia de que vieram conversando a sós durante o trajeto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

antonio carlos albuquqerque pinto

AGORA OU VAI OU ''RACHA"

joao carlos da silva

EM POLITICA TUDO MAIS TUDO MESMO É POSSÍVEL. ATÉ O GATO E O RATO ANDAM JUNTOSKKKKK



25/03


2013

Eduardo descarta agenda política em encontro com Dilma


















O governador Eduardo Campos (PSB) recepciona, neste momento, a presidente Dilma Rousseff (PT) no Aeroporto de Serra Talhada. Momentos antes, o gestor conversou com o blogueiro Nill Junior e falou sobre a visita de Dilma ao município e sobre a especulação da mídia a respeito da relação entre os dois.

Governador, qual sua expectativa para esse encontro com a presidente Dilma?

- É muito grande. Vamos tratar de temas como a necessidade de garantir esse prazo da Adutora do Pajeú. Conversei, na semana passada, com Dom Egídio Bisol quando tratamos do tema. A presidente deve anunciar também outras ações importantes como o Canal de Entremontes e por isso há grande expectativa sobre sua vinda.

Apesar das recentes chuvas nos municípios do Sertão do Pajeú, as previsões não são das melhores, correto?

- As chuvas alimentaram a esperança e foram importantes. Em cidades como Carnaíba, choveu cerca de 100milímetros. Mas temos que garantir e assegurar a manutenção do rebanho. Vamos falar pra ela o que o Estado está fazendo. Obras como adutoras, perfuração de poços para fazer essa travessia tão difícil. As chuvas estão partidas, mas ajudam um pouco. Temos que recompor o rebanho, buscar dos bancos acesso a crédito, dentre outras ações.

A imprensa vai buscar explorar o viés político desse encontro. O senhor está preparado para essa abordagem?

- Está tudo tranquilo. Será uma reunião de trabalho, importante pra Pernambuco, é isso que vamos tratar. Não é essa a agenda [política].


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

antonio carlos albuquqerque pinto

a nossa Dilma,apesar de nova sabe dar de "raposa velha" situçao conhecida de DUDU

romildo s. barros

dilma e lula ajudarao e ainda continuao ajudando PE entao dudu vc e inteligente ese e seu palanque nao vai se aliar com outros do atraso