Lavareda

03/03


2013

Diretório petista defende controle da imprensa

SPONHOLZ
Foto

Em reunião de seu Diretório Nacional, em Fortaleza, o Partido dos Trabalhadores voltou a estrilar contra a liberdade de imprensa. Entendo as razões do PT. Afinal, se nossa imprensa fosse guiada somente pelo que diz o governo, como a cubana, o Partido não teria perdido o prestígio que perdeu com sucessivos escândalos, o mais notável dos quais o do mensalão, esquema criminoso que envolveu alguns de seus mais prestigiados dirigentes. Em vez de se irritar com a imprensa, com o Ministério Público e o STF, os dirigentes do Partido deveriam mesmo é se inspirar em Lula. Em Fortaleza, o ex-presidente disse claramente que quem errou deve responder por seus erros, e que o PT não deveria se responsabilizar por eles. Não é por outra razão que o grau de prestígio do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Roussef seja substancialmente mais elevado do que aquele que os eleitores atribuem ao PT. Se o Partido não começar a fazer esforços para se modernizar, quem sabe pode vir a se tornar prescindível nas próximas eleições.(Coluna de Cláudio Humberto)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jânio Nunes

kkkkkkkkkkkkkk, ABAIXO A DITADURA, é essa a forma moderna do PT de fazer "política", com sentralismo medíocre e arcáico, tentando controlar até a imprensa para que não divulguem as atrocidades cometidas e que ainda cometem, os PTralhas quer a todo custo calar a boca de tudo e de todos, vergonhoso.

Josadaque Vieira

Não é controle da imprensa e voce saba disso,é codigo de ´tica pra que não minta para povo.


ALEPE

03/03


2013

Justiça: Ford condenada a pagar R$ 400 mi de indenização

 A Ford do Brasil foi condenada pela Justiça do Trabalho a pagar indenização de R$ 400 milhões por ter contratado irregularmente supostos trabalhadores com deficiência em uma de suas unidades, em Tatuí (SP). A empresa mantém ali um campo de provas e um centro de desenvolvimento.

Segundo o Ministério Público do Trabalho, a montadora contratou por 12 anos funcionários terceirizados de uma associação que atende pessoas com deficiência, mas nenhuma das 280 pessoas tinha limitações. (Da Folha de S. Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

03/03


2013

Simão Jatene tem 7 parentes em cargo de confiança

O governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), tem ao menos sete familiares, além da ex-mulher e da ex-cunhada, em cargos de confiança no Executivo, no Legislativo e no Judiciário do Estado. Todos esses cargos são preenchidos sem concurso.

Nas folhas de pagamento há, por exemplo, filho, nora, genro e cunhada. Somados, os salários ultrapassam R$ 100 mil mensais.

Segundo especialistas ouvidos pela Folha, esses casos não se enquadram diretamente na súmula vinculante do STF (Supremo Tribunal Federal) que vetou o nepotismo na administração pública.

Isso porque um órgão fora do Executivo pode nomear parentes do governador, desde que ele não retribua dando, em troca, emprego a um parente do chefe daquele órgão, o que seria considerado nepotismo cruzado (Da Folha de S. Paulo)

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Josadaque Vieira

Falando na famlia do Coroné,ele vai botar que no lugar da Drª Belize.

José Egnaldo Pereira

E Eduardo Campos tem quantos?Mas como estamos num estado que quem manda na informação é o governador, não saberemos.

Tatiana Maria

O nosso Governador ganha de lavagem desse.... Kkkkkk

Tatiana Maria

O nosso Governador ganha de lavagem desse.... Kkkkkk


Abreu no Zap

03/03


2013

Itamaraty: salários no exterior chegam a R$ 58 mil

Oito meses após o governo divulgar os salários do funcionalismo federal, o Itamaraty liberou sexta-feira à noite a consulta aos vencimentos dos diplomatas que estão no exterior. Levantamento feito pelo GLOBO a partir dos dados divulgados mostra que toda a cúpula da diplomacia brasileira recebe salário maior do que a presidente da República.

A Constituição estabelece que o teto dos servidores públicos deve ser o de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje equivalente a R$ 26.723,13, mesmo valor recebido pela presidente Dilma Rousseff. No total, há pelos menos 132 diplomatas acima desse patamar. Mas o número pode ser maior porque o levantamento considerou apenas os ministros de primeira classe do Itamaraty e que, no exterior, atuam como embaixadores ou comandam escritórios em organismos internacionais e chefiam consulados-gerais. O mais alto salário é de R$ 58,9 mil pagos em janeiro deste ano ao embaixador Paulo Americo Veiga Wolowski, que está em Brazzaville, capital da República do Congo.

Outros 12 diplomatas brasileiros receberam mais do que R$ 50 mil em janeiro. São embaixadores brasileiros em países como Iraque, Japão e Angola. O mais baixo salário da lista de 132 embaixadores lotados no exterior é de R$ 31,8 mil, pago ao representante do Brasil no consulado geral em Buenos Aires. (Do Jornal O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jânio Nunes

estamos bem adiantados né? vamos ver como vai se comprotar com essa medida, vamos ver se o ensino básico e fundamental vai melhorar? braZil um país de TOLOS.

Jânio Nunes

faz o seguinte eduardo se realmente é isso, rsrsrs, coloca teus filhos se tu tens pra estudar na rede pública de ensino, e ver o desempenho deles mais a frente, se uma MP vem a prevê então que alfabetização seja até os oito anos, enquanto em paises emergentes as crianças começam aos 3 ou 4 anos,

Eduardo Silva

MP 586 DE 2012, aprovada em 26.02.2013, prevê alfabetização de alunos da rede pública ATÉ os 8 anos e NÃO a partir dos 8 anos...

Eduardo Silva

http://noticias.bol.uol.com.br/educacao/2013/02/26/camara-aprova-mp-da-alfabetizacao-ate-8-anos-texto-cria-bolsa-para-cotistas.jhtm

Josadaque Vieira

O Santinha perdeu Jânio,onde Dilma tem culpa



03/03


2013

Dinheiro público estimula a criação de novos partidos

 As benesses públicas para os par­tidos políticos alimentam a proli­feração de legendas no País. Já há 30 em funcionamento e pelo menos 22 em processo de regula­rização, com parte da documen­tação necessária já apresentada à Justiça Eleitoral. Não está nessa conta a Rede, partido que a ex-presidenciável Marina Silva e seus aliados estão formando, com o objetivo de dis­putar as eleições de 2014. Na lista de candidatos a parti­do há os de inspiração religiosa (Partido Cristão, Partido Libe­ral Cristão, Partido Cristão Na­cional), classista (Partido dos Servidores Públicos e dos Traba­lhadores da Iniciativa Privada do Brasil, Partido dos Estudantes, Partido Militar Brasileiro) e até de gênero (Partido da Mulher Brasileira). Um deles se apresen­ta apenas como Partido Novo.

Todos sonham em seguir os passos do Partido Pátria Livre (PPL), que obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral em 2011 e disputou cargos pela pri­meira vez nas eleições de 2012. 0 PPL recebeu R$ 500 mil de recur­sos públicos do Fundo Partidá­rio no ano passado. O Partido Ecológico Nacional (PEN), que ainda nem disputou eleições, em­bolsou R$ 281 mil no período. Para o cientista político Hum­berto Dantas, professor do Insper, o Poder Judiciário é um dos principais responsáveis pela pro­liferação de partidos – em 2006, o Supremo Tribunal Federal con­siderou inconstitucional a cha­mada cláusula de barreira, que limitava o acesso de legendas me­nores a recursos públicos e ao horário eleitoral. “A Justiça matou a cláusula de barreira, claramente atendendo a pedidos de partidos médios, que eram prejudicados pela re­gra”, afirmou Dantas. (Do Estado de S. Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

03/03


2013

O inatingível rei dos fichas sujas reina no Mato Grosso

Réu em mais de uma centena de processos nos âmbitos cível e criminal em função de suspeita de participação no desvio de R$ 65,2 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa do Mato Grosso e outros crimes, José Geraldo Riva (PSD) sempre foi considerado um homem de sorte. Eleito deputado estadual em Mato Grosso pela primeira vez, em 1994, alterna há 18 anos o cargo de presidente e 1º secretário do Legislativo. O alto posto serviu para articular, por exemplo, a aprovação de lei que tentava tirar da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá todos os processos por improbidade administrativa a que ele mesmo responde. Garantiu por um bom tempo a suplentes de deputados estaduais gabinete com quase duas dezenas de funcionários. Aprovou lei que autorizou a exploração de loteria por empresas privadas. Em dezembro, até o regimento interno da Casa foi alterado para que pudesse passar a ser conduzido continuamente à presidência do Legislativo.

Riva é unanimidade entre os parlamentares estaduais, que ignoram solenemente sua ficha judicial. Com o governo estadual, ele mantém parceria estreita, cuida dos núcleos sistêmicos que concentram compras, indica postos-chave em secretarias e ainda garantiu um cargo para a mulher, Janete Riva, hoje secretária de Cultura e processada por crime ambiental.(Informações de O Globo)   Clique aí e Continue lendo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

Alô, meu Caro magno. Isto ai é a cara do CONGRESSO NACIONAL, é ou não é?, la a moir parte, bndidos, fichas sujas e analfabetos, Voces querem o que?



03/03


2013

Eduardo vai à TV falar sobre sua candidatura

DO BLOG DE JOSIAS DE SOUZA

 Em reunião realizada há quatro dias na sede do governo de Pernambuco, Eduardo Campos definiu com o alto comando do PSB as linhas gerais do programa que será exibido no início de abril em cadeia nacional de rádio e tevê. Os dez minutos de propaganda legal serão usados para falar sobre o projeto de poder do partido. Presidente e potencial presidenciável da legenda, Campos será a estrela da peça.

Segundo explicou ao blog um dos participantes da reunião, Eduardo Campos falará como candidato sem formalizar a candidatura. Fará um resumo da história do partido, de modo a realçar o seu crescimento. Dirá que o PSB ajudou a construir o êxito do governo Lula e se manteve na coligação de Dilma Rousseff. Porém…

Em timbre de pronunciamento formal, o morubixaba do PSB informará ao país que sua agremiação não abre mão de considerar a hipótese de alçar vôo solo. Quando decidirá? Na hora que achar adequado. Como? Sem interferências externas. É contra esse pano de fundo que Campos se reunirá com Lula nos próximos dias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Cláudio Soares de Oliveira

TANCREDO NEVES DIZIA - NA POLÍTICA, QUANDO A ESPERTEZA É DEMAIS, TERMINA COMENDO O ESPERTO.VAI COM CALMA DUDU...

José Cláudio Soares de Oliveira

É... Eu aprendi que nenhuma inteligência é absoluta. Eduardo vai mostrar que a sua sabedoria é limitada e que a precipitação é a razão da sua vontade. Que pena! Penso que a Marina Silva vai sair melhor do que o governador, e, se isso ocorrer, teremos mais um Mário Covas, ou, um Ulisses Guimaraes.

Josadaque Vieira

Positivo Enoque,partidos são independentes para tomar posição,é sóbotar placas em obras do gov Fed. que diz que é estadual,

enoque viana de oliveira filho

Governador o PT não merece justificativa nenhuma. Deve sim, cuidar da sua futura candidatura para presidente do Brasil.



03/03


2013

Amanhã: Eduardo e Força Sindical contra MP dos Portos

 Radicalmente contra a MP dos Portos, a Força Sindical se reunirá segunda-feira, em Pernambuco, com Eduardo Campos (PSB). O governador é crítico à medida e reclamou a interlocutores de não ter sido consultado pelo Planalto sobre as mudanças pretendidas. O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), presidente da central, espera sair de Recife com um aliado de peso na luta contra a MP. O PSB está esticando a corda contra o governo Dilma, sabendo que dificilmente a presidente precipitará um rompimento. Quando ao ministro Leônidas Cristino (Portos), o entendimento do PSB é que ele recebeu o projeto pronto da Casa Civil. A informação é de Ilimar Franco, na sua coluna do Globo deste domingo. Diz mais o colunista sobre o assunto:
 
''''A bancada do PSB na Câmara está decidida a ver o circo pegar fogo, votando contra a MP dos Portos, mesmo que o ministro da área, Leônidas Cristino, seja do partido. Os deputados dizem discordar do conceito da medida, que possibilita construção de portos privados, e tira poder dos Estados. Este será o primeiro grande projeto do governo Dilma que não contará com os votos dos socialistas.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JOSE PINTO DA SILVA

DE MINHA COMUNIDADE QUANDO O SENHOR ESTAVA PRESTE A SE REELEGER GOVERNADOR O SENHOR MIM FES PROMESSAS AJUDAR A NOSSA COMUNIDADE ATE HOJE NADA FES E NEM FARRA O SENHOIR DESPRESA AS PESSOAS QUE LHE PROCURA O SENHORE DAR AS COSTA ACONTECEU ISTO COMIGO UM ELEITOR DE MUYITOS ANOS NUNCA MAIS VOTO NO SR.

JOSE PINTO DA SILVA

QUE O PIOR POSSA ACONTECER O SENHOR CHAMA TODO MUNDO PARA O SEU LADO E NA HORA DE FAZER A SUA PARTE O SENHOR SIMPLESMENTE DA UMA LAPADA DISPRESA QUEM MAIS LHE AJUDOU A SUA ALIANHANÇA COM JARBAS E A MAIOR PROVA DISTO SE EU SOUBESE QUE O SENHOR IRIA SE ALIAR COM JARBAS NAO TINHA LHE DADO OS VOTOS.

JOSE PINTO DA SILVA

SE O SENHOR TIVER DE SER PRESIDENTE DA REOUBLICA UM DIA AGUARDE PACIENTEMENTE A SUA VES O SENHOR ESTA AGINDO COMO UM DITADOR DESESPERADO TENTADO JOGAR O PAIS CONTRA O POVO E O POVO CONTRA O GOVERNO O SENHOR ACHA QUE OS PERNAMBUCANOS QUE O ELEGEU MERECE ISTO E BOM PENSAR ANTES.

JOSE PINTO DA SILVA

SEMPRE QUE BRIGAR COM QUEM MAIS NOS AJUDA O SENHOR PENSA QUE O POVO NAO PENSA O POVO PENSA E USANDO A IGREJA CATOLICA IGREJAS EVANGICAS E FALANDO EM PUPITOS ONDE SO OS PASTORES PODEM USAR TODOS NOS ESTAMOS VENDO ISTO COM MUITO DESPRESO OU O SENHOR ACHAM QUE TANBEM VAI ENGANAR A DEUS CARO SENHOR.

JOSE PINTO DA SILVA

HISTORIA DE SUAPI TUDO QUE JA FOI FEITO EM SUAPI ATE HOJE SE DEPENDESE SO DO GOVERNO DO ESTADO NADA TINHA ACONTECIDO POS ATE HOJE AS GRANDES OBRAS ACONTECIDAS NAQUELA BR TEM VERGAS FEDERAIS PORQUE TENTAR TANTO ENGANAR O POVO SERA POSIVEL QUE EM PERNAMBUCO PARA SE TENTAR CHEGAR A ALGUM LUGAR SE TEM.



03/03


2013

Bolsa Família sustenta 1 em cada 3 assentados

 Entre 1994 e 2011, o governo quase multiplicou por dez o número de assentamentos no país, de 934 para 8.565. Nos dois melhores anos para os sem-terra, 2005 e 2006, foram assentadas 263.864 famílias, o que significa cerca de 1,055 milhão de pessoas. É como se toda a população de Campinas, interior de São Paulo, ou de São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, tivesse sido reinstalada para começar vida nova. Já foram distribuídos 87 milhões de hectares (10,8% do território nacional). Mas a distribuição de terras não resolveu o principal problema dos sem-terra: a pobreza.

Hoje, 36% das famílias assentadas dependem de ajuda do Bolsa Família para sobreviver. Segundo dados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), 339.945 das 945.405 famílias que vivem em assentamentos recebem o benefício destinado aos 22 milhões de brasileiros classificados como miseráveis (renda por pessoa de até R$ 70, para famílias com ou sem filhos, e de até R$ 140 para famílias com filhos).

Os especialistas são unânimes ao listar os problemas da reforma agrária brasileira que impedem as famílias de gerar renda significativa. A começar pela qualidade das terras e o tamanho das propriedades, consideradas pequenas. Vários assentamentos são feitos em áreas de solo ruim ou que já foi esgotado pelo uso excessivo. Além disso, o crédito é difícil e escasso e os beneficiários têm dificuldade para se articular em torno de elementos fundamentais para o sucesso da produção, como obtenção de técnicas mais avançadas ou negociação com canais de distribuição e venda das mercadorias produzidas.  (Informações de O Globo - Cleide Carvalho  Clique aí e  Continue lendo na íntegra


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha