Lavareda

01/03


2013

PSB sugere que Eduardo lance sua candidatura já

 Dirigentes do PSB sugeriram ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que antecipe o lançamento de sua candidatura presidencial para responder às pressões que sofre desde que o PT lançou a presidente Dilma Rousseff como candidata à reeleição, há uma semana. Em conversas com seus aliados, Campos tem argumentado que antecipar o lançamento de sua candidatura agora seria imprudente, porque aumentaria sua exposição a ataques de adversários quase dois anos antes da eleição presidencial.

Mas dirigentes do partido disseram ao governador pernambucano, que ele deveria anunciar logo sua entrada na corrida presidencial, em vez de esperar até o ano que vem como ele prefere.

''Para que eu lancei minha candidatura, tenho dez minutos de televisão, 102 pontos nas pesquisas e só cuido disso. É bom ter calma, ver as coisas como elas são e não como querem que seja'', disse o governador à Folha de S.Paulo.

Para os dirigentes do PSB, o movimento seria necessário para dar uma resposta ao lançamento da campanha à reeleição de Dilma, feito pelo ex-presidente Lula, em São Paulo, na comemoração dos dez anos do PT no Palácio do Planalto.(Da Folha de S.Paulo - Natuza Nery, Luiza Bandeira e Bruno Bastos)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

Com toda essa ambição é bem provável que venha substituir o eterno candidato Serra . Se candidato, vai ter muitas coisas a explicar a turma do poleiro


ALEPE

01/03


2013

Lula quer convencer Eduardo a não enfrentar Dilma

 Em conversa que terá nos próximos dias com o governador
Eduardo Campos (PSB), o ex-presidente Lula tentará convencê-lo a não entrar na disputa contra a presidente Dilma. A informação é de Ilimar Franco, no jornal o Globo. Segundo o colunista,  Lula disse a interlocutores que tem “um fio de esperança” de que Campos mude de ideia, sob o argumento de que o PSB levaria a  disputa para o 2º turno,colocando em risco a continuidade de um governo popular.

Clarissa Oliveira diz no Blog Poder Online que aliados de Eduardo Campos, difundem a ideia de que o futuro político da família Gomes no PSB é cada vez mais incerto. ‘’Em meio à sucessão de críticas feitas pelo ex-deputado Ciro Gomes ao presidenciável, ganha corpo no grupo do governador a tese de que ele e seu irmão Cid podem deixar o partido caso a candidatura presidencial de fato decole. Hoje, diz um aliado de Campos, a probabilidade de o governador de Pernambuco disputar a eleição presidencial de 2014 é de 80%.’’

 

Mais um dado a ser analisado é o fato de o governador Cid Gomes(CE), hoje um quase desafeto político de Eduardo, embora do mesmo partido, ter defendido ontem a candidatura do governador pernambucano a vice de Dilma na eleição presidencial de 2014.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

01/03


2013

Autorizado pelo STF a viajar para os EUA, Maluf desiste

 Apesar de estar na lista de procurados pela Interpol (polícia internacional com 190 países-membros), o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) conseguiu autorização do STF (Supremo Tribunal Federal) para viajar ao exterior. O pedido foi feito na semana passada, acompanhado de autorização da Câmara dos Deputados, e aceito pelo ministro Ricardo Lewandowski.

Anteontem à noite, porém, a defesa do deputado federal informou ao STF que ele havia desistido da viagem.O objetivo da ida de Maluf ao exterior seria representar a Câmara em um evento da ONU  (Organização das Nações Unidas) neste mês.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

enoque viana de oliveira filho

Viaja bichinho.

Gilberto Carvalho Moura

E ele é besta?


Abreu no Zap

01/03


2013

Eduardo reage a ataque de Lula e PT a sua candidatura

 Em reuniões sucessivas esta semana no Recife com integrantes da Executiva Nacional, líderes e governadores do PSB, Eduardo Campos (PE) traça seus próximos passos diante da investida do PT e do ex-presidente Lula contra sua provável candidatura a presidente da República. Além da artilharia petista e do fogo amigo dos irmãos Ciro e Cid Gomes, do PSB do Ceará, há no grupo de Campos insatisfação também com a presidente Dilma Rousseff, que, sem conversar com os governadores, tirou dos governos estaduais a gestão dos portos (na MP que trata do tema), vitaminando, por outro lado, a Secretaria de Portos — comandada por Leônidas Cristino, homem dos Ferreira Gomes e provável candidato a governador do Ceará. Campos, governador de Pernambuco, perde a gestão do Porto de Suape, obra que é a menina dos olhos de sua gestão no estado.

Apesar da contrariedade, os deputados Beto Albuquerque (PSB-RS) e Márcio França (PSB-SP) voltaram de Recife com a orientação de que, não é para o partido atrapalhar a votação da MP, para não parecer retaliação aos irmãos Cid e Ciro. Nesta quinta-feira, Campos se reuniu com alguns governadores e, embora não esteja verbalizando essa irritação, seus interlocutores sim.

— Isso é inaceitável! Suape é um porto exemplar! Ela não pode arrancar esse poder dos estados. Tem que haver uma posição conjunta — protestou o líder Beto Albuquerque, voltando-se para a ação política do PT: —Apesar da pressão de uns e outros, continuamos nossa caminhada transparente e pública. Não estamos fazendo nada escondido. Estamos no governo porque ajudamos a elegê-lo. Não estamos no governo de favor. (De O GLOBO - Maria Lima e Sònia Krakovics)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/03


2013

Eliana Calmon em mais uma polêmica com juízes

 A ministra Eliana Calmon, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), está no centro de nova polêmica após votar contra requerimento da Ajufe (Associação dos Juízes Federais) para que todos os magistrados federais tenham direito a auxílio-moradia. Ao apresentar seu voto no Conselho da Justiça Federal, ela disse entender a aflição dos juízes federais, com vencimentos defasados em relação aos estaduais, mas considerou errado distorcer a lei, ''criando um puxadinho para acomodar angústias''.

''''Quando fui nomeada ministra, não tive direito a imóvel funcional, nem recebo auxílio-moradia'''', diz a juíza. Ontem, ''O Estado de S. Paulo'' informou sobre auxílio-alimentação de R$ 84 mil que Eliana Calmon recebeu em setembro. A ministra disse que ''o auxílio-alimentação é recebido por todos os magistrados federais''.(Da Folha de S.Paulo - Frederico Vasconcelos)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

01/03


2013

Réus do mensalão irão para a cadeia em julho

 O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, disse ontem acreditar que as penas dos réus condenados no julgamento do mensalão serão aplicadas até julho deste ano.Isso significa que, no entender de Barbosa, os 22 condenados à prisão poderão ser presos até esse prazo. Para ele, mesmo que os réus entrem com recursos contra as sentenças, julho é uma previsão ''razoável'' para a execução das penas.

''Por mim, encerraria [o processo] ontem'', afirmou Barbosa. ''Infelizmente, tenho que respeitar os prazos.''

Ontem pela manhã, Barbosa concedeu entrevista a correspondentes de jornais estrangeiros e disse que as ordens de prisão seriam expedidas antes de 1º de julho, mas esclareceu que isso dependerá do cumprimento das últimas etapas do processo. Afirmou também que as penas definidas no julgamento ''foram baixíssimas''. (Informações da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jânio Nunes

rsrsrrss, roberto essa foi boa valeu mesmo.

roberto lima

Faltou dizer o ano.

Jânio Nunes

tava demorando, até que enfim, resolveram estabelecer data, para colocar os BANDIDOS do MESALÃO que também é do Lula, agora é esperar pra ver o dia de colocarem eles na cadeia. é isso...



01/03


2013

Ex-prefeita: ''''Pior negócio da vida foi me aliar a Cid''''

 Após período de silêncio ao encerrar o mandato de prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins falou sobre adversários políticos e se defendeu de críticas na abertura do seminário do PT em Fortaleza, que comemora os dez anos em que o grupo está à frente da presidência da República. Falando sobre o governador do Ceará, Cid Gomes, a ex-prefeita não economizou palavras: ''acho que foi o maior erro que cometi na política até hoje foi um dia ter acreditado nele'', desabafou.

Sobre as críticas que vem recebendo de secretários e aliados do prefeito Roberto Cláudio, Luizianne, inicialmente, não quis tecer comentários, mas acabou rebatendo as críticas.

''Quando não se sabe fazer, não é para todo mundo, tem que se preparar. Quando as pessoas não conseguem fazer as coisas, elas tem que culpar os outros. Nesse momento, é por não saber o que fazer. O tempo todo se reclama do governo anterior e não se apresenta nada à sociedade. Tem gente aqui que tem que lavar a boca dez vezes antes de falar de mim'', disse. Sobre a continuidade na liderança do PT no Ceará, Luizianne Lins disse que Lula pediu para que ela cumprisse até o final o mandato de presidente do partido. (Informações do Diario do Nordeste)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/03


2013

Cid defende Eduardo para vice de Dilma em 2014

 Durante evento em Fortaleza que comemora os 10 anos do PT no Governo Federal, com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o governador cearense Cid Gomes (PSB) afirmou que seu partido tem projeto nacional, mas que a intenção de ser presidente da República, por outro lado, é projeto pessoal de Eduardo Campos. Para o governador, melhor seria se Campos ocupasse o lugar de vice da atual presidente da República, Dilma Rousseff, numa dobradinha PT-PSB.

Já em relação ao PMDB, do atual vice Michel Temer, o governador cearense ponderou que a legenda já comanda a Câmara dos Deputados e o Senado e que nada impede o aumento dos espaços do PSB. Na terça-feira, Cid admitiu até deixar o PSB caso a decisão sobre o eventual lançamento da candidatura de Campos não seja tomada de forma democrática. (De O Norte - com informações de Lucinthia Gomes)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


01/03


2013

Lei Garotinho fecha mina de ouro da imprensa

DO PORTAL BRASIL 247
 
 Deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) prometeu e cumpriu: nesta quarta, ele apresentou o projeto 5061, que acaba com a obrigatoriedade da publicação de balanços corporativos em jornais impressos.
 
A publicação mais afetada, se a lei vier a ser aprovada, será o Valor Econômico, dos grupos Globo, de João Roberto Marinho, e Folha, de Otávio Frias Filho, onde um balanço chega a custar R$ 800 mil; deputado, que é também líder do PR, apontou ganhos econômicos e ambientais na justificativa do seu projeto; será  que ele, candidato ao governo do Rio em 2014, suportará o massacre que vem pela frente? ''Não tenho medo de retaliação'', avisa o parlamentar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha