FMO janeiro 2020

21/04


2012

Uma onça com fome

CARLOS BRICKMANN

É surpreendente: por que uma onça deixaria o território a que está acostumada, com vegetação e bons abrigos, para se enfiar numa cidade grande, cheia de automóveis, ali nas proximidades da Praça dos Três Poderes?

Qualquer zoólogo explica: uma onça só deixa o território que demarcou porque lhe falta água ou caça. Alguém deve ter contado ao bicho que ali, naquela região tão próxima, havia ratos gordos, grandes, nutritivos, abeberando-se numa cachoeira generosa, onde muitos molhavam fartamente mãos e bolsos. Patas à obra, pois. E a decepção: Cachoeira era apenas um apelido, nada de água fresca, nada daquele local de abundância onde animais se reúnem para matar a sede e ficam à disposição de onças famintas, ágeis e rápidas.

Ah, as decepções por que pode passar um predador ingênuo! Pois os ratos, realmente enormes, nutritivos, ali são também predadores, e sua fome parece infinita. Os inimigos naturais só existem na imaginação, no grande teatro político: na hora H, depois de dar entrevistas uns contra os outros, reúnem-se as mais diversas alas, juntas, unidas, felizes, para comer, beber e mamar.

Nada disso seria difícil de resolver para aquele belo exemplar de onça parda que apareceu em Brasília, preparadíssima para os embates da vida, absolutamente apta a lutar pela própria alimentação.

Mas houve um problema insolúvel, que levou a onça desiludida a voltar para seu território sem almoço e com fome: felinos não comem nada que esteja podre.

A propósito - Na CPI que investiga a corrupção de Carlinhos Cachoeira, entre titulares e suplentes, estão reunidos Fernando Collor, Gim Argello, Protógenes Queiroz, Alfredo Nascimento (o que deixou o Ministério dos Transportes no início daquela derrubada em série de ministros que levou o nome de ''faxina ética'').


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

IPTU Cabo

21/04


2012

CPI: abatido, governador se refugia em São Paulo

 Enquanto um segundo protesto #foramarconi tomava as ruas de Goiânia, o governador Marconi Perillo, refugiava-se num dos melhores restaurantes de São Paulo: a Figueira Rubayat.

Marconi estava sério, com cara de poucos amigos, sinalizando que se deixou abater pela crise de tem produzido denúncias em série em todo o País. Neste sábado, o jornal O Popular publicou reportagem indicando que Carlos Cachoeira intermediou a venda de uma mansão de luxo de Marconi Perillo, repercutindo denúncia anterior do portal BR247.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Esse elemento tem que se tornar inquilino da Papuda. URGENTE! Mas qual o juiz que fará isso? E teria um?


Governo de PE - Decimo Terceiro

21/04


2012

ES: Delúbio e Jefferson suspeito em esquema criminoso

Delúbio e Jefferson são supeitos de envolvimento em esquema no ES

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB) são apontados como padrinhos de negócios do esquema que levou 28 pessoas à prisão durante a operação Lee Oswald, deflagrada nesta semana no Espírito Santo. De acordo com a sentença do TJ-ES (Tribunal de Justiça do Espírito Santo) membros do grupo tinham contato com políticos do cenário nacional. ''Há a descrição, na representação ofertada pelo Departamento de Polícia Federal, de diversas viagens feitas por alguns de seus membros a municípios de outros Estados e encontros em lugares públicos, como aeroportos, com personalidades públicas do mundo político nacional. Surgiram, neste sentido, notícias de contato com o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, e do PT Delúbio Soares'', diz o documento.

A organização criminosa da cidade de Presidente Kennedy (ES) é responsável por supostas fraudes em licitações, superfaturamentos, desvio de verbas, além de pagamentos indevidos em contratos de serviços e compra de materiais no Espírito Santo. Ao todo, estima-se que tenham sido desviados pelo menos R$ 50 milhões do município. De acordo com a sentença do TJ-ES (Tribunal de Justiça do Espírito Santo) membros do grupo tinham contato com políticos do cenário nacional.(Follha Online) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Governa o Brasil uma quadrilha quinhentista! Poucos são os mais ou menos honestos!


acolher

21/04


2012

Jarbas na CPI não soa bem aos ouvidos governistas

 A indicação do senador Jarbas Vasconcelos(PMDB-PE) para a CPI do Cachoeira, iniciativa da bancada de oposição, não está soando bem aos ouvidos temerosos dos governistas. Lauro Jardim, na coluna Radar da Veja, trata do assunto e explica o complicador:

''''Ainda está viva na memória da ala peemedebista menos simpática a Eduardo Braga a entrevista na qual ele rasgou elogios a Jarbas Vasconcelos e estimulou o peemedebista dissidente a se aproximar de Dilma Rousseff.

Para os peemedebistas, agora que Jarbas foi indicado pela oposição para participar da CPI mista do Cachoeira, todo o barulho contra o governo que for realizado pelo pernambucano na comissão deverá ser creditado a Braga.

O líder do governo, aliás, anda dizendo que vai acompanhar a CPI de “camarote” e que não vai participar. Seu antecessor Romero Jucá sempre participou de CPIs por um simples motivo: o governo tem que ter alguém para engavetar o que tem de ser engavetado e adotar medidas impopulares para blindar o palácio. Dilma não terá esse alguém.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/04


2012

Sai na segunda pesquisa do Opinião em Garanhuns

Na próxima segunda-feira, este blog traz mais uma pesquisa de intenção de voto para prefeito, desta feita em Garanhuns, a chamada suiça pernambucana, maior colégio eleitoral do Agreste Meridional. É a terceira sondagem do Instituto Opinião com exclusividade para este blog.

Começamos por Caruaru, em seguida veio Recife e agora chegou a vez de Garanhuns. Por falar na pesquisa do Recife, a do Instituto Mauricio de Nassau, que o JC publica na edição deste domingo e que já está nas ruas da cidade, apresenta praticamente os mesmos números da do Opinião, postada na última segunda-feira.

Isso revela a credibilidade do Opinião e a seriedade deste blog. Não escolhemos a parceria por acaso. Pesquisamos e chegamos ao Opinião pela sua história e sua excelente imagem no Nordeste. Com 18 anos atuando no mercado, Joaquim Braga, dono do instituto, ganhou fama e prestígio na região pela imparcialidade e credibilidade.

A sede do Opinião está localizada em Campina Grande. Só o fato da empresa não ter nenhum vínculo com políticos de Pernambuco já nos credencia. Aos precipitados, que nos criticaram de forma açodada, comprem o JC de amanhã e faça a comparação dos números da Nassau com os da Opinião.

Vamos em frente, porque com esse pacote de pesquisas o blog prestará, sem dúvida, um grande serviço aos nossos leitores. Esse é o nosso único e exclusivo objetivo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jair Lima Lopes de Vasconcelos

Quando vai ser feita a pesquisa em Petrolina...

Luiz Arnaldo Santos

Calma João Paulo, já te disse, aqui nessa terrinha, não gostamos de carne fresca como a sua não rapaz, fica tranquilo

João Paulo

Qual CANIBAL sairá na frente das pesquisas em Garanhuns para ganhar o direito de ser chamado de Pajé?


Cúpula Hemisférica

21/04


2012

Goiás: caso Cachoeira já está na porta do governador

 A Operação Monte Carlo já se aproxima perigosamente do governador de Goiás, Marconi Perillo, do PSDB, informa o portal BR247. Reportagem deste sábado do jornal O Popular, o mais influente do Estado, confirma denúncia feita pelo 247 no dia 31 de março: a venda da casa do governador Marconi Perillo em Alphaville, condomínio de luxo em Goiânia, passou por Carlos Cachoeira. As evidências surgem de grampos da PF em que o próprio Cachoeira fala sobre a venda do imóvel.

Segundo a reportagem do jornal goiano as gravações do inquérito da Operação Monte Carlo revelam que  Carlinhos Cachoeira, e Wladmir Garcêz, ex-vereador e também preso pela Polícia Federal (PF), conversaram pelo menos em duas ocasiões sobre a venda de uma casa. Transcrições da Operação Monte Carlo, às quais O POPULAR teve acesso, revelam três ligações na manhã do dia 12 de julho 2011 de Garcêz falando a Cachoeira sobre encontro que teria naquela manhã com o presidente da Agência Goiana de Obras (Agetop), Jayme Rincon, para conversarem sobre a venda de uma casa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose silva antonio

ESSE GOVERNADOR TUCANO E UM DOS MAIORES LADRAO QUE EXISTE NESSE PAIS JUNTO COM O SENADOR DEBOSTENES E DEBOSTENES MESMO

Raimundo Eleno dos Santos

E pensar que esses elementos administram estados da federação.Corja de bandidos que têm a caneta na mão e o Diário Oficial para infelicitar o povo.Até o judiciário que é o último bastião a última trincheira da democracia tem gente ordinária que julga as pessoas na sociedade.Estamos ferrados!


Prefeitura de Serra Talhada

21/04


2012

Tem a garantia do apoio de Lula. Confie se quiser

 Há um mês, a presidente Dilma Rousseff disse ao líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, que apoiaria sua candidatura ao governo de Alagoas. A questão é que Renan não almeja o Estado, mas a presidência do Senado. Ele entendeu que Dilma o queria fora do jogo no Parlamento. Na semana passada, Renan recebeu uma injeção de ânimo – e logo de quem. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu-lhe: “Você tem meu apoio para o que quiser. Conte comigo”. É o que se chama de sinal trocado. (Felipe Patury - Época).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

21/04


2012

Povo protesta em cidades do País contra a corrupção

Brasília está entre as cidades onde se espera maior adesão do público aos protestos

Pelo menos 81 cidades nos 26 estados do país  realizam mobilizações contra a corrupção neste sábado, feriado de Tiradentes. É a terceira manifestação deste ano organizada pelos movimentos anticorrupção, que em 2012 vão pedir a realização do julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Se não entrar na pauta da Corte neste semestre, o processo poderá ser adiado para 2013.

Em algumas cidades, os manifestantes planejaram um abaixo-assinado que será entregue na quarta-feira para o revisor do processo do mensalão, o ministro Ricardo Lewandowski, numa audiência pública no Salão Branco do STF. Já foram reunidas 16.000 assinaturas e a meta é chegar a 30.000. Além do documento, Lewandowski receberá uma ampulheta representando o tempo que está se passando sem que sejam julgados os 40 réus envolvidos no escândalo.(Site de Veja)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

fernando gordinho

devermos nos unir par combater este câncer chamado corrupção.as famílias não aguenta mais tanta corrupção em todos os seguimentos da sociedade.Basta!!!!!!

fernando gordinho

Cada vez estou mais convencido que devemos investir nas famílias a construção de famílias sadias unidas vivendo o temor de Deus só assim nós poderemos ter uma sociedade mais justa , a corrupção esta entranhada em todos os poderes e em todos seguimentos da sociedade , assim com o pecado que afasta o


Banner de Arcoverde

21/04


2012

Brigas de ministros não atrapalham júri do mensalão

 As “questões pessoais” entre os ministros Peluso e Barbosa não comprometerão julgamento do mensalão. Para o jurista Alberto Zacharias Toron as divergências não devem comprometer o julgamento e que a presidência de Ayres Britto “será a do permanente diálogo com as instituições”. A opinião de Cármen Lúcia sobre julgar o mensalão em julho, quando o país estará em processo eleitoral, ou mesmo depois, contrasta com a de outros ministros no STF. O ministro do STF Ricardo Lewandowski afirma que vai liberar seu voto no processo do mensalão neste semestre, o que permitiria o julgamento a partir de agosto. Ele nega estar segurando o processo ou que pretenda aliviar a situação dos réus. E diz que não haver a “menor possibilidade de ocorrer a prescrição” enquanto o processo estiver em suas mãos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


21/04


2012

Cachoeira jura a figurões de rabo preso que não fala

O medo de que o bicheiro Carlos Cachoeira abra a boca e conta o que sabe tira o sono de figurões da política, tanto do lado do governo quantos dos própios segmentos oposicionistas, É que o rabo preso é geral, tamanho o estrago que o contraventor aprontou com as amizades interesseiras que fez em diversos segmentos país afora. Mas, segundo informa Lauro Jardim, em sua coluna da Veja, uma das primeiras providências tomadas por Cachoeira depois de avaliar o tamanho do rolo em que está envolvido foi tranquilizar certos gabinetes em Brasília. O bicheiro jura que não pensa em vingança e que não agirá como homem-bomba.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores