FMO janeiro 2020

24/04


2012

Leis trabalhistas de Dilma maiores que no governo Lula

 As sete leis de cunho trabalhista que a presidente Dilma Rousseff sancionou têm impacto maior sobre os trabalhadores do que as 27 mudanças legais aprovadas durante o governo Lula. É o que informa Leonel Rocha, na revista Época, citando a conclusão que aparece em livro que o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) está lançando sobre a história do movimento sindical. O autor, Antônio Augusto de Queiroz, enumera alguns dos ganhos obtidos pelos trabalhadores desde a posse de Dilma: a lei permanente do salário mínimo, a atualização por lei da tabela de desconto do Imposto de Renda na fonte e a exigência da certidão negativa de débito trabalhista para que empresas possam ser contratadas pelo governo federal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

IPTU Cabo

24/04


2012

Empresas de segurança eletrônica faturam R$ 3 bilhões

 Em 2011, as empresas brasileiras de segurança eletrônica faturaram o R$ 3,4 bilhões, segundo Igor Paulin, na revista Época. Trata-se de um crescimento de 9% em relação ao ano de 2010. Para exemplificar, são enquadrados como empresas de segurança eletrônica, aliás, aquelas que fabricam, instalam e monitoram circuitos fechados de TV, alarmes e controles de acesso. As informações fazem parte de um levantamento da Associação Brasileira de Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese). As projeções dessa indústria são de que os grandes eventos que serão realizados no país, como a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, sigam impulsionando seu crescimento.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE - Decimo Terceiro

24/04


2012

Marta e a empreiteira

 Mantendo providencial distância do rolo da CPI mista do Cachoeira no Congresso, Marta Suplicy recebeu, em 2004, um senhor empurrão da Delta Construções na disputa pela Prefeitura de São Paulo, lembra Lauro Jardim, na sua coluna da Folha de S.Paulo: ''''A empreiteira de Fernando Cavendish doou 415 000 reais ao comitê de campanha do PT na capital paulista. Naquele ano, a Delta distribuiu 1,7 milhão de reais a candidatos e partidos políticos em todo o país.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

acolher

24/04


2012

Paulinho quer ministério do PDT: isso, ou rompimento

 Paulinho da Força está impaciente: quer, porque quer que Dilma dê um ministério para compensar o que o PDT perdeu com a expulsão do seu presidente Carlos Lupi por alguns ''''malfeitos''''. A angústia do sindicalista chega à ameaça, como narra Marcel Frota, na coluna Poder Online:

''''O pré-candidato do PDT, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, deve se reunir com Carlos Lupi na próxima quarta-feira para pedir que o partido defina se permanecerá ou não na base do governo. Paulinho se mostra irritado com relação ao que classifica como “tratamento desprestigiado” que a presidenta Dilma Rousseff dedicaria ao PDT no que se refere à indicação do partido para o ministério do Trabalho. Sem entrar em detalhes, o pré-candidato acrescentou que a rusga com a presidenta terá efeitos na eleição em São Paulo. ''''O partido tem sido desprestigiado, parece que ela (Dilma) quer que a gente saia da base. Está ficando insustentável – afirmou Paulinho.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/04


2012

Dilma: aceita, não amada

 O importante na pesquisa divulgada pelo Datafolha é que o Lula tem 57% das preferências populares para ser o candidato presidencial em 2014 e Dilma, 32%. Para complicar,   ela dispõe de mais popularidade do que ele, no primeiro ano e três meses dos mandatos dos dois. O ex-presidente tem repetido que não será candidato, nem em 2014 nem em 2018 ou 2022, enfatizando que a vez pertence a  Dilma. A sucessora, por enquanto, não abriu a boca para dizer se pretende   a reeleição.

Quem fica em dificuldades com esses números é o PT, que maciçamente apoiaria o Lula, se ele aceitasse concorrer, mas jamais negará  a candidatura a Dilma, se for  ela a disputar.  Mesmo assim, pela primeira vez,  ambos foram colocados em confronto.

Ainda ontem  o Lula apressou-se pela milésima vez em afirmar que não é nem será candidato. Só que a pesquisa revelou o que vai no recôndito da maioria dos companheiros: gostariam que ele fosse, sentimento oculto a demonstrar o oposto, ou seja, que ela não fosse.

A conclusão é de que a atual presidente pode ser  aceita pelo partido, constituindo-se até na solução possível, mas amada, nem pensar.  (Carlos Chagas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cúpula Hemisférica

23/04


2012

Dilma anuncia dia 1º aumento do Bolsa-família

 

                        EXCLUSIVO

A presidente Dilma vai anunciar no dia 1º de maio, data consagrada ao trabalhador brasileiro, o aumento no valor do programa BolsafFamília, que hoje contempla mais de 15 milhões de famílias sem renda no País.

A boa nova foi dada hoje aos governadores do Nordeste durante reunião em Aracaju, quando, ao lado da presidente Dilma e de quatro ministros, os governadores discutiram medidas de combate à seca dentro de um pacote de R$ 2,7 bilhões anunciado pelo Governo Federal.

Para o governador de Pernambuco, Eduardo Campos( PSB), o aumento no valor da ajuda dada pelo Bolsa-família chega numa boa hora. Ele defendeu que os maiores percentuais de reajustes ao programa sejam no semiárido nordestino porque, segundo ele, já reforçaria o plano de assistência aos 12 milhões de nordestinos atingidos pela seca na região.

O governador não falou o percentual do aumento do Bolsa-família. Segundo ele, isso está sendo estudado pela presidente Dilma e a equipe econômica. ''O que nós ficamos informados é quanto ao anúncio da medida, que deve ser feito em 1º de maio'', afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Serra Talhada

23/04


2012

Dilma anuncia pacote de R$ 2,7 bilhões para combater a seca

Reunida com os nove os governadores do Nordeste em Aracaju, a presidente Dilma anunciou, há pouco, recursos da ordem de R$ 2,7 bilhões para o combate à seca, num pacote que vai do atendimento direto à família sem renda a investimentos na oferta de água e no financiamento da pecuária, fortemente atingida.

 

 

 

 

 

 

 

 

Porta-voz do encontro, o ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, disse que a seca já atingiu 1,1 mil municípios na Região, prejudicando cerca de 12 milhões de pessoas.

Entre as medidas, a liberação imediata de R$ 164 milhões para pagamento de carros-pipas durante os próximos seis meses. Com o programa Água para todos, o Governo editará uma Medida Provisória liberando R$ 759 milhões para construção de cisternas e sistema de abastecimento de água simplificado, envolvendo poços e barreiros.

O pacote inclui, ainda, a recuperação de 2,4 mil dos 4,7 mil poços que começaram a ser construídos e foram paralisados na área atingida. Já o Seguro Safra, destinado a cobrir as perdas da lavoura, terá R$ 500 milhões liberados este ano. Quem não estiver cadastrado neste programa poderá participar do programa Bolsa Estiagem, que destinará uma ajuda de R$ 400 a pequenos agricultores.

Segundo o ministro, as pessoas que forem contempladas no Bolsa Estiagem receberão R$ 80 por mês. O critério de seleção será pelo cadastro geral dos programas sociais do governo. Já para os pecuaristas que estão com dificuldades de manter o gado por falta de pasto, o Governo anunciou uma linha de crédito pelo Banco do Nordeste, que disponibilizará de imediato R$ 1 bilhão.

Terão acesso à essa linha de financiamento também comerciantes e pequenos empresários afetados pela seca. Os juros serão diferenciados por setor. O pequeno criador, por exemplo, pagará apenas 1% ao ano. O Governo anunciou, ainda, a renegociação dos débitos dos agricultores, pecuaristas e produtores nordestinos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

valmir siqueira

Magno, Você estava presente na reunião do Governadores com a Presidenta e foi falado sobre os débitos dos agricultores junto ao BB e BNB, conforme a notícia do seu BLOG. O que realmente foi ventilado/acertado?

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

MAIS UMA GRANDE MENTIRA, E SO PROMESSA E MUITO ROUBO.


Prefeitura de Limoeiro

23/04


2012

Gestão do prefeito de Garanhuns é rejeitada por 75%

O prefeito de Garanhuns, Luiz Carlos de Oliveira (PDT), faz uma gestão desastrosa. De acordo com a pesquisa do Instituto Opinião, contratada exclusivamente por este blog, os índices de rejeição da sua administram batem a casa dos 75%.

Já reeleito, o pedetista não anunciou ainda o seu candidato. Entre os eleitores ouvidos no município, apenas 21% disseram que aprovam o governo municipal.

As maiores taxas de rejeição do prefeito se situam entre os que ganham acima de cinco salários (83,9%), entre os que têm ensino superior (81,5%) e entre os que se situam na faixa etária acima de 35 a 44 anos (81,2%).

As melhores taxas estão entre os que cursam até a 4ª série (32,3%), os eleitores com mais de 60 anos (26,2%) e os com renda até um salário (24,4%).

Foram ouvidos 500 eleitores em Garanhuns entre os dias 18 e 19 deste mês. A margem de erro é de 4,4% para mais ou para menos. O registro no TRE recebeu o número 00015-2012.

As entrevistas com os moradores da zona urbana foram realizadas nos seguintes bairros: Aloísio Pinto, Boa Vista, Brasília, COHAB I, Dom Hélder Câmara, Dom Thiago Postman, Francisco Figueira, Heliópolis, José Maria Dourado, Loteamento São Carlos, Magano, Massaranduba, Novo Heliópolis, Parque Fênix, Centro/Santo Antônio, São José e Severiano Morais Filho.

 

E com os moradores da zona rural das seguintes localidades: Iratama, Miracica, São Pedro, Baixa da Telha e Estrela.

 

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Eita a coisa tá feia pro Rei do Gado, Magno o incrivel é que tds os candidatas quetem sim o apoio de Luiz Carlos. Pode?

mauro silva

Pelo menos ele empata com João da Costa em Recife em rejeição e olhe que joão da costa tem um orçamento bilionário !


Banner de Arcoverde

23/04


2012

Candidato do governador é o mais rejeitado em Garanhuns

O pré-candidato do PSB, Antônio João Dourado, indicado e apoiado pelo governador Eduardo Campos, é o mais rejeitado entre os eleitores ouvidos pela pesquisa do Instituto Opinião em Garanhuns, com 12,8%.

Mas o trabalhista Izaías Régis, que lidera a corrida eleitoral, também tem rejeição alta: 12,2%, enquanto  12% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum em Zé da Luz (PHS).

Rosa Quidute é a que apresenta menor rejeição – apenas 2,8%. Paulo Camelo tem 8,8%, Sivaldo Albino 6,8%, Aurora Cristina 5,4%, Júlio César 3,8% e Dimas Carvalho 3%. Foram ouvidos 500 eleitores em Garanhuns entre os dias 18 e 19 deste mês.

A margem de erro é de 4,4% para mais ou para menos. O registro no TRE recebeu o número 00015-2012.

As entrevistas com os moradores da zona urbana foram realizadas nos seguintes bairros: Aloísio Pinto, Boa Vista, Brasília, COHAB I, Dom Hélder Câmara, Dom Thiago Postman, Francisco Figueira, Heliópolis, José Maria Dourado, Loteamento São Carlos, Magano, Massaranduba, Novo Heliópolis, Parque Fênix, Centro/Santo Antônio, São José e Severiano Morais Filho.

 

E com os moradores da zona rural das seguintes localidades: Iratama, Miracica, São Pedro, Baixa da Telha e Estrela.

 

Os maiores percentuais de rejeição ao nome de Dourado aparecem entre os eleitores com renda superior a cinco salários (33,8%), entre os com nível superior (25,9%), e entre os eleitores na faixa etária de 45 a 59 anos (15,8%).

Suas taxas de menor rejeição se situam entre os que ganham até um salário (5,7%), entre os com grau de instrução até 4ª série (5,1%) e entre os eleitores de 16 a 24 anos (11,7%).

Izaías apresenta as taxas maiores de rejeição entre os eleitores que ganham mais de cinco salários (16,1%), entre os jovens (16%) e os que têm ensino superior (16%).

Seus menores percentuais aparecem entre os eleitores da 5ª a 8ª séries (7,8%), entre os com mais de 60 anos (8,3%) e entre os que ganham de um até três salários (9,7%).

Já os segmentos que mais rejeitam Zé da Luz são os jovens (14,9%), os com grau de instrução até a 4ª série (15,2%) entre os com renda entre um e três salários (18%).

Suas menores taxas estão entre os eleitores com ensino superior (6,2%), entre os que ganham mais de cinco salários (1,8%) e entre os que têm mais de 60 anos (8%).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja daqui a pouco: A avaliação do prefeito de Garanhuns


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

edmar barros ribeiro dias

Desculpem, não aceita.

edmar barros ribeiro dias

O Sr. AJD ter apenas 12,8% de rejeição,não sou obrigado a acreditar, porque a maioria das pessoas aqui em Garanhuns não aceitam a candidatura deste senhor, por nenhuma hipótese. Deve ser 87.2% aí nós acreditamos.Outra coisa,na pesquisa expontânia não aparecer o nome de Givaldo Calado, da licença.

maria da natividade leite ribeiro dias

E agora Sileno ainda continuas com o "ponto final" ?



23/04


2012

Opinião em Garanhuns: Izaias tem 27% e Zé da Luz 20%

Principal colégio eleitoral do Agreste Meridional, com uma população de 130 mil habitantes, Garanhuns, a 228 km do Recife, tem, hoje, na liderança da sucessão municipal o deputado Izaías Régis (PTB) com 27% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito de Caetés, Zé da Luz (PHS), com 20.8% e Aurora Cristina (PSDB,) que apareceu com 9.6%. Dimas Carvalho (PCdoB) vem em seguida com 6,2%.

Também aparecem Sivaldo Albino (PPS) com 5,2%, Rosa Quidute (PT) 4,2%, Paulo Camelo (PSOL) com 2,8%, Júlio César (PDT) com 2% e Antônio João Dourado (PSB), o candidato do governador Eduardo Campos, com apenas 1,8%. Brancos e nulos somam 7,6% e indecisos 12,8%.

Foram ouvidos 500 eleitores em Garanhuns entre os dias 18 e 19 deste mês. A margem de erro é de 4,4% para mais ou para menos. O registro no TRE recebeu o número 00015-2012.

As entrevistas com os moradores da zona urbana foram realizadas nos seguintes bairros: Aloísio Pinto, Boa Vista, Brasília, COHAB I, Dom Hélder Câmara, Dom Thiago Postman, Francisco Figueira, Heliópolis, José Maria Dourado, Loteamento São Carlos, Magano, Massaranduba, Novo Heliópolis, Parque Fênix, Centro/Santo Antônio, São José e Severiano Morais Filho.

 

E com os moradores da zona rural das seguintes localidades: Iratama, Miracica, São Pedro, Baixa da Telha e Estrela.

 

Na pesquisa espontânea, modelo pelo qual o entrevistado lembra o nome do seu candidato preferido sem o auxílio da cartela com os devidos nomes, Izaías tem 10,2%, Zé da Luz 9%, Aurora 3,6%, Rosa 2,8%, Dimas 2,6%, Sivaldo 1,4%, Júlio 1,4% e Dourado 0,4%.

 

Izaías tem seus maiores percentuais entre os eleitores com ensino superior (39,5%), entre os com renda de três a cinco salários (35,2%), e entre os eleitores jovens, na faixa etária de 16 a 24 anos (29,9%), enquanto suas menores indicações se situam entre os eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (21,6%), os com grau de instrução até a quarta série (25,3%) e entre os com renda até um salário (23,6%).

O candidato do PHS, Zé da Luz, aparece melhor situado entre os com renda até um salário (29,3%), entre os que tem grau de instrução da 5ª a 8ª séries (27,6%) entre os eleitores na faixa etária dos 16 aos 24 anos (28,7%).

Seus menores percentuais, por sua vez, aparecem entre os eleitores com nível superior (11,1%), entre os que ganham acima de cinco salários (14,3%) e entre os eleitores da faixa etária de 45 a 59 anos de idade (14,9%).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja daqui a pouco: a rejeição dos candidatos em Garanhuns


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Tajmahal Cruz

Givaldo Calado é boa gente. Só não eleitor e nem voto. Um nome que deveria ter constato na pesquisa, seria o de Ivo Amaral. Certamente ele não estaria em primeiro e muito menos nos últimos lugares.

maria da natividade leite ribeiro dias

É amigo mas pode ser que agora depois desta pesquisa o Sileno repense nesse "ponto final" e caia na real não achas? Afinal de contas muita água ainda vai rolar até junho.

Luiz Arnaldo Santos

Minha amiga simplesmente porque disseram que o candidato é o AD, e ponto final, olha o resultado aí

maria da natividade leite ribeiro dias

Caro Magno Martins pergunto a você: por que o nome de Givaldo Calado não entrou nas pesquisas? Afinal de contas é ele que está lutando para que haja a Convenção do PSB para democraticamente ser escolhido o candidato do partido.


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores