Cabo Agosto 2021

20/10


2006

Dossiê: Abel depõe segunda-feira

A Polícia Federal vai ouvir na segunda-feira, a partir das 9h, o depoimento do empresário Abel Pereira, em Cuiabá (MT).

Abel é acusado de receber propina da máfia dos sanguessugas. Ele é amigo do ex-ministro da Saúde em 2002 e atual prefeito de Piracicaba (SP) pelo PSDB, Barjas Negri.

Em depoimento à Justiça Federal na semana passada, Luiz Antonio Vedoin, chefe da máfia dos sanguessugas que negociou com petistas o dossiê contra tucanos, afirmou que Abel tinha ligação com Barjas e atuava no Ministério da Saúde em 2002 para liberar verbas.

Em troca, o empresário receberia 6,5% por verba liberada. Ele nega. Conforme Vedoin, Abel conseguiu a liberação de R$ 3 milhões a R$ 3,5 milhões no ministério. As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ana B. Holanda

Bichinho do Tabacudinho do Lula.... Dá até pena.. .quanta inocência...

Ana B. Holanda

Mas se corrompeu. Passou anos e anos, se esguelando falando em corrupção, disso e daquilo e agora que estão no poder, virou farinha do mesmo saco. TODOS tem rabo preso, menos o Lula, ele é igual mãe... a filha engravida, mas ela é a última a saber... o filho é homosexual e o pai é o último a saber.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Até que enfim alguém do time de FHC vai ser chamado. Se todo esse esquemão começou no seu governo não fazia sentido ficar protegendo seus ex-auxiliares. Afinal não foi o PT que inventou a corrupção neste país.

Ana B. Holanda

E Humberto?


Petrolina Julho 2

20/10


2006

AM: Alckmin promete asfaltar BR - 174

Os seis jornais diários de Manaus publicaram nesta sexta-feira um anúncio de quase meia página com 18 "compromissos com o Amazonas" do candidato à presidência Geraldo Alckmin (PSDB). Entre promessas de incentivo à produção da TV Digital e da construção de um Hospital de Referência da Amazônia com a venda do Aerolula, chama a atenção a promessa de asfaltamento da BR 174, a Manaus-Boa Vista. A estrada foi inaugurada em junho de 1998 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso e hoje é a única via de acesso rodoviário ao Amazonas. as informações são do Estadão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru Novas Creches

20/10


2006

CPI vê dinheiro de Duda na conta de Freud

 Um mês depois de ser acusado de participar da compra do dossiê contra o PSDB, o ex-assessor particular da Presidência da República Freud Godoy volta a assombrar o divã do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Um relatório encaminhado por integrantes da CPI dos Sanguessugas à Polícia Federal mostra que duas empresas do marqueteiro de Lula, Duda Mendonça — a CEP Comunicação Ltda. e a Duda Associados — fizeram no período de janeiro de 2004 a março de 2005 quatro depósitos no valor total de R$ 29.347,00 na conta da Caso Sistemas de Segurança, empresa registrada  em nome de Simone Messeguer, mulher de Freud. Segundo fontes do Banco Central e da Receita Federal, as operações são suspeitas porque toda a grana dos depósitos foi sacada na boca do caixa.

As transações colocam o presidente no foco da crise iniciada dia 15 de setembro com a prisão de militantes envolvidos com a compra do dossiê contra tucanos. Até  ser demitido do cargo, Freud era responsável pela resolução dos problemas particulares de Lula, da primeira-dama Marisa Letícia e até dos filhos do casal. Integrantes da CPI dos Sanguessugas acreditam que a quebra do sigilo de Freud e das empresas poderá esclarecer se o dinheiro de Duda foi ou não usado para pagar despesas de familiares do presidente.

Se ficar configurado um duto ligando a conta bancária de Duda a de Freud e desta a gastos particulares da família presidencial, um novo e grande escândalo terá nascido por causa da história do dossiê. Isso porque a CPI dos Correios mapeou contas do publicitário em paraísos fiscais. Elas foram abastecidas com dinheiro frio. Um dos dados guardados no arquivo daquela comissão é um saque de US$ 5.329 na conta da Dusseldorf Ltde, empresa off-shore pertencente a Duda, sediada nas Bahamas, paraíso fiscal caribenho. 

Tal retirada, conforme ficou registrado nos anexos do relatório final da CPI, data de 29 de dezembro de 2003. A taxa de câmbio da época, equivale a R$15.387,49. Quatro dias depois, em 3 de janeiro de 2004, Duda deposita R$ 8.135 na conta da empresa de Freud. Em tese, portanto, a Caso Sistemas de Segurança pode ter recebido dinheiro oriundo do mensalão — suspeita reforçada com o já identificado pagamento de R$ 98 mil a Caso Segurança pela SMPB Comunicação, a mesma de onde saiu o dinheiro da mesada dos deputados.

Ao analisarem a contabilidade da Caso, os auditores fiscais estão cada vez mais convictos que a empresa foi criada em 2004 com o objetivo de dar uma fachada legal a dinheiro sem procedência operado por Freud. “Além dos saques, também é no mínimo estranho que, logo após ser montada na Junta Comercial, a Caso é presenteada justamente com um contrato da empresa do publicitário”, disse um auditor.

Os investigadores também consideram estranho Freud, que recebia um salário de R$ 4.850 mais uma ajuda de custo de R$ 1.800, ter depositado no dia 24 de março deste ano R$150 mil na conta da Caso. A operação também foi considerada atípica por técnicos do Conselho de Controle das Atividades Financeiras (Coaf), órgão do governo responsável pelo combate à lavagem de dinheiro.

Os membros da CPI dos Sanguessugas chegaram aos depósitos ao analisar a movimentação bancária das empresas de Duda obtidas pela CPI dos Correios. Segundo extratos bancários , a CEP Comunicação fez dois depósitos na conta da Caso no valor cada um de R$ 8.135. Os depósitos foram efetuados nos dias 3 de janeiro de 2004 e no dia 9 de novembro de 2004. A Duda Associados também efetuou dois depósitos na conta da Caso: um de R$ 6.577 no dia 10 de novembro de 2004 e outro de R$ 6.500 no dia 24 de março deste ano.

Auditores da Receita Federal se espantam também com a relação da Caso com a SMPB, justificada com um contrato de prestação de serviços. “É no mínimo estranho que uma empresa de Belo Horizonte resolva contratar uma empresa de segurança de São Paulo”, disse um fiscal tributário ao Correio.

A Receita também já sabe que a mulher de Freud passou a ter uma movimentação financeira bem acima de seus rendimentos declarados a partir de 2003 quando o marido foi nomeado secretário particular da Presidência da República.

Os auditores descobriram que a maior parte dos bens do casal é operada por Simone. No dia 28 de agosto, por exemplo, ela entrou com pedido de financiamento no Banco Safra para ampliar sua frota de carros. Isso para não andar a pé, porque Simone já possuía um Corola 2005, um S10 e um Ford Currier avaliados em R$ 150 mil. Procurado desde  a manhã de ontem pelo Correio por meio de seu advogado Augusto Botelho, Freud não foi encontrado. A reportagem também tentou contatar o marqueteiro Duda Mendonça, mas ele não foi localizado. Informações do CorreioWeb.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jussara Regina

Esse josé Manoel chama todo mundo ed rídiculo..... Vai te catar cara.....

José Manoel de Souza

Paulin, deixa de ser rídiculo. A oposição inteira tá procurando um fato novo. Mas, este fato vc só verá no dia 29. Lula Presidente.

LULA E EDUARDO! É A FORÇA DO POVO!

Filhote de Tony Gel, pede pra abrir as contas de Lavareda. Procura saber quem manda nas contas de Fernando de Noronha. Procura saber quem era Lavareda antes e depois de FHC. Antes e depois de Jarbas. Fica quieto, filhote de Tony Gel.

Paulin de Caruaru.

A triangulação é a seguinte:Duda ganha licitação de marketing,superfatura,manda pro exterior e quando o presidente precisa ele interna a grana pra Freud pagar as despesas.E é porque não conseguiram quebrar o sigilo do Okamoto.A sujeira é grande meu irmão.


Serra Talhada 2021

20/10


2006

Alckmin afirma que ataques do PCC são eleitoreiros

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, voltou a afirmar nesta sexta-feira que os ataques do PCC em São Paulo são eleitoreiros. ''Não foi à toa que isso aconteceu em ano de eleição. Na Colômbia, as Farcs (Forças Armadas Revoluciónárias da Colômbia) migraram da política para o crime. No Brasil está acontecendo o contrário. O crime está migrando para a política'', disse.

Alckmin também defendeu as privatizações realizadas pelo governo Fernando Henrique Cardoso e negou que realizará novas privatizações caso seja eleito. ''O Lula mente sobre privatizações para ganhar votos'', criticou, em entrevista na manhã desta sexta-feira, à rádio CBN. As informações são do O Dia Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ana B. Holanda

E o cabo eleitoral do Jenoíno - - Marcola!!!!

Paulin de Caruaru.

O PCC recomenda o voto em Lula...Faz sentido.



20/10


2006

Secretária da Fazenda contesta uso de imagem pelo PSB

A secretária da Fazenda, Maria José Briano, acionou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na tentativa de dar um basta no uso de sua imagem pela coligação adversária do governador-candidato Mendonça Filho (PFL), a frente Popular de Pernambuco. No guia de Eduardo Campos (PSB) da última quarta-feira, a apresentadora citou que a secretária aprovou a operação dos precatórios. De acordo com Carlos Neves, advogado representante de Briano, isso não aconteceu. “Ela era contadora na época em que a operação aconteceu. Apenas fez um balancete do que entrou e saiu não cabia a ela aprovar ou desaprovar a operação. Era um trabalho técnico”, esclareceu.

 

Embora não seja candidata a cargo público, a secretária pode acionar a Justiça Eleitoral já que o veículo usado era o guia e que causa danos a sua imagem. O artigo 16 da resolução 22.261 prevê que terceiros que se sintam lesados, mesmo não estando na disputa, podem contestar quando lhe são imputados fatos sabidamente inverídicos.

 

No processo, os advogados da secretária pedem a suspensão da peça onde ela é citada e o direito de resposta de, no mínimo, um minuto. Caso seja concedido, a própria Maria José redigirá um texto com esclarecimentos que deve ir ao ar no formato de texto corrido na tela, sem que a imagem dela apareça. “Essa peça chega a ser caluniosa e difamatória porque duvida da integridade da representante e isso que a motivou a acionar a Justiça”, afirmou Neves. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

....... abandonou o barco e foi para Europa passear. E o Sr.Jarbas nada fez,ignorou o apelo popular. Não demitiu seu Secretário na hora! Esperou o folgado voltar da Europa.Isso a gente não esquece,Sr. Jarbas.E agora já era.Não gosto de chutar em cachorro morto não,mas teu candidato é fraco!

milton tenorio pinto junior

Jarbas deveria ter vergonha e mais respeito ao povo Pernambucano.Entrar no guia de Mendonça para dizer que na sua gestão a Saúde ia bem,é no minimo subestimar a nossa inteligência.Na sua gestão,sua e de Mendonça,em plena greve da Saúde,só para lembrar,seu Secretário(Guilherme Robalinho)............

guilherme alves

Começou o delírio junguiano. Os alquimistas estão chegando.


Pousada da Paixão

20/10


2006

Déda diz que Alckmin não representa mudança para o país

Em entrevista nesta manhã à Rádio Atalaia AM, de Aracaju, o governador eleito de Sergipe, Marcelo Déda (PT), disse que o candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) não representa nenhuma mudança para o País. “É diferente do que aconteceu aqui em Sergipe, onde eu fui candidato representando uma nova geração política que nunca tinha estado no governo. Agora o Alckmin é a volta do PSDB e do PFL, é o retorno de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e de Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA)”, comparou o petista.

Segundo Marcelo Déda, o governo FHC só não vendeu todas as estatais porque não houve tempo suficiente. Ele aponta uma série de prejuízos para o Brasil graças a essa política de privatizações. “A Vale do Rio Doce foi vendida por 3 bilhões de dólares. Só no ano passado, o lucro da empresa chegou a esse mesmo valor. Quase todos os bancos estaduais foram privatizados na era FHC”, adverte.

 

Para Marcelo Déda, um futuro governo de Alckmin significará o retorno da política de venda das empresas estatais. “Alckmin foi coordenador do processo de privatização do governo Mário Covas em São Paulo, ao assumir a Secretaria da Desestatização. A eleição dele é um risco, especialmente para nós sergipanos, que temos aqui no Estado a participação fundamental da Petrobras. A gente sabe que as empresas estatais também assumem um compromisso com o desenvolvimento e o fortalecimento das regiões brasileiras, por isso é importante mantê-las sob o comando do governo”, argumenta o petista. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Déda está equivocado."Com o Alckmin não representa mudança para o país." Como não? Reprsenta,sim,uma guinada para a direita.A direita mais reacionária que já existiu. Ele tem todos os qualificativos de títere,boneco de engonço,fantoche ou marionete.Não fala por ele mesmo.É um boneco de ventríloco.


Bandeirantes Junho 2021

20/10


2006

Relatório sobre dossiê deve sair hoje

O delegado da Polícia Federal (PF) Diógenes Curado Filho deve encaminhar nesta sexta-feira o relatório parcial das investigações sobre a compra de dossiê contra políticos tucanos

A polícia já adiantou que, junto com o documento, pedirá um mês de prorrogação para a conclusão das investigações ao juiz da 2ª Vara de Justiça Federal no Mato Grosso, Jefferson Schneider. O prazo dado pela Justiça Federal terminava ontem.

A expectativa da Justiça é de que ao menos parte da origem do dinheiro seja revelada antes das eleições, mas a PF diz não saber se isso será possível. As informações são da Agência Brasil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


20/10


2006

RN: Pesquisa aponta Wilma na liderança da disputa

Antes da pesquisa do Ibope, a ser divulgada hoje à noite, outra pesquisa aponta confortável distância da governadora Wilma de Faria (PSB), candidata à reeleição, para o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) na disputa ao governo do Rio Grande do Norte. De acordo com o levantamento do Instituto Perfil Pesquisas Técnicas, Wilma tem 50,47% contra 41,76% do candidato peemedebista.

Dos consultados, 54,29% das pessoas entrevistadas acham que a governadora se reelege no dia 29 de outubro. Segundo esse quesito, 29% dos eleitores acreditam na vitória de Garibaldi.

A empresa ouviu 1.700 eleitores entre os dias 13 e 15 de outubro em 76 municípios do Rio Grande do Norte. Os indecisos somam 8,47% e percentual de votos brancos ou nulos é de 2,88%. A pesquisa foi registrada com o protocolo nº 16.994/2006 - TRE-RN, com margem de erro de 2,37 pontos para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%. As informações são do A Tarde Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


20/10


2006

Ato pró-Lula acontece hoje no centro de Salvador

Um ato em favor da candidatura à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva promete movimentar hoje o Centro de Salvador. Artistas e funcionários públicos vão fazer uma grande caminhada para mobilizar a população a votar em Lula no próximo dia 29. A pouco mais de uma semana para o segundo turno, o PT baiano e os partidos aliados, que deram a Wagner o Governo do Estado, estão convocando seus militantes para ir às ruas e levantar a bandeira em prol da reeleição de Lula. A caminhada está marcada para começar às 14h. Artistas, intelectuais e trabalhadores da cultura participam do Ato Cultura Pró Lula. O cortejo, animado por grupos musicais, dançarinos, capoeiristas, atores, poetas e por outros artistas, será do Campo Grande até a Praça Castro Alves.

 

Durante a caminhada, serão distribuídos panfletos conclamando a todos para votarem em Lula no segundo turno. O panfleto também apresenta treze aspectos da política cultural do Governo Lula, que, segundo os organizadores da manifestação, seriam elementos motivadores para quem atua na área de cultura votar na reeleição do presidente petista, a exemplo da descentralização dos investimentos culturais, antes concentrados no eixo Rio-São Paulo.

 

Às 16h, será a vez dos funcionários públicos federais, estaduais e municipais se concentrarem no Campo Grande. Também com bandeiras, os funcionários prometem fazer um grande ato para mostrar aos baianos que, no seu entender, o melhor candidato para o Brasil é o presidente Lula. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


20/10


2006

Alckmin promete reajustar aposentadorias

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, disse nesta sexta-feira, em entrevista à Radio CBN, que vai reajustar as aposentadorias e pensões caso seja eleito, “nem que seja em parcelas”.  Alckmin criticou o veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao reajuste de 16% aos aposentados e pensionistas que ganham mais de um salário mínimo.

“O Lula vetou o aumento de 16% dos aposentados e pensionistas. Nós vamos reajustar. Posso até dar parcelado, mas vou dar o máximo que puder”, afirmou. Segundo o candidato, a maior parte dos pensionistas ganha em média dois salários mínimos. “A Previdência tem papel de distribuição de renda”, declarou.

Segundo ele, o déficit da Previdência Social, de R$ 40 bilhões por ano,  pode ser reduzido com o crescimento da economia, o combate à sonegação e a retidada das empresas da informalidade. “Se o Brasil crescer, vai ter mais gente trabalhando, e a arrecadação vai melhorar”, afirmou. As informações são do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha