Blog do Magno 15 Milhões de Acessos

08/05


2008

MP suspeita de que resultado de julgamento foi comprado

 O depoimento decisivo para livrar o fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, da condenação como mandante do assassinato da missionária Dorothy Stang, em 2005, pode ter sido comprado. A suspeita é do Ministério Público do Pará, que pretende instalar inquérito civil para descobrir se uma testemunha-chave do julgamento, concluído na segunda-feira, recebeu dinheiro de Bida para mudar sua versão do crime.

Preso e condenado por participar da intermediação do assassinato da missionária, Amair Feijoli da Cunha, o Tato, havia incriminado o fazendeiro em seu próprio julgamento -- naquela ocasião (abril de 2006), ele disse que Bida o procurou, em busca de alguém que executasse Dorothy. Na segunda, agora como testemunha, Tato apresentou um outro depoimento: disse, chorando, que Bida não tinha envolvimento no crime.

Tato afirmou ter sido coagido a acusar o fazendeiro no primeiro julgamento e explicou que, como agora é evangélico, poderia "dizer a verdade". Mas a promotoria investigará outra explicação para a mudança de versão. Em 2006, a mulher de Tato, Elizabete Coutinho, recebeu cerca de 100.000 reais de Bida. Alguns meses depois, já condenado, Tato gravou vídeo dizendo que Bida não havia encomendado o assassinato.

Esse vídeo foi exibido pela defesa no julgamento de segunda. "Depois que o Tato já havia sido condenado, ele não tinha mais nada a perder", afirmou o promotor Edson de Souza em entrevista publicada na edição desta quinta-feira do jornal Folha de S. Paulo. "Por que não mudar seu depoimento em troca do dinheiro?" Bida nega ter pago pela mudança de versão e diz que o valor era pagamento por bois vendidos por Tato.

Do site da revista VEJA


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

08/05


2008

Aos leitores

Tenho recebido muitas reclamações de leitores quanto ao comportamento de alguns comentaristas deste blog, extremanente irritantes e descabidos. Na verdade, acompanho atentamente o que todos escrevem e vejo que alguns passaram a trocar agressões e até inventar brincadeirinhas, que não cabem neste espaço.

Não criamos o blog para isso, mas para uma troca saudável e democrática de opiniões. Sendo assim, serei obrigado, o que não gostaria, a deletar e bloquear algumas dessas pessoas. Infelizmente. Antes, porém, ainda vou dar uma nova oportunidade. Se perceber que não tem jeito tomarei a medida mais drástica, em nome da qualidade do blog e dos respeito aos leitores. Muito obrigado!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

ADDYSON PASTL

Já estava mais que na hora do Sr. Magno Martins manter a ordem neste Blog, coisa que alguns denigrem sua imagem por expressões impróprias para o mesmo. Boa Notícia.

Gilberto Carvalho Moura

Então complete a informação Pessoa, esse Ilmo. Sr. Ettore Labanca que você fala é o mesmo prefeito de São Lourenço da Mata, Ettore Labanca (PTB), que foi afastado do cargo, por improbidade administrativa ?

Ednaldo Ferreira

Se os comentaristas deste espaço debatessem sobre o q realmente sabem e criticassem as pessoas q realmente conhecem, tudo isso seria evitado. O pior é q saem atirando para todos os lados e dá no que dá.

magno bravo dantas

Caro Magno Martins. Concordo com vc e acho até ue demorou muito. Este espaço é livre e democrático, mas não se pode confundir democracia com baderna. pude observar alguns comentários chamando o ou de "corno" e coisas piores. caro xará - larga o pau.

roberto de pessoa

Eu respondo. O sr. Angelo Labanca Albanez é indicado pelo Secretário de Eduardo, o Ilmo. Sr. Ettore Labanca.


Abreu no Zap

08/05


2008

Violência: Pacto pela Vida é positivo, diz Eduardo

 Na avaliação do Governo do Estado, o trabalho ainda está no começo, mas 12 meses após o lançamento do Pacto Pela Vida, Pernambuco começa a colher os primeiros resultados positivos no enfretamento de um dos seus mais graves problemas, a violência. Segundo dados que serão anunciados hoje, durante a entrevista coletiva que o governador Eduardo Campos concede, no Palácio do Campo das Princesas, o Pacto apresenta um resultado expressivo: foi possível reverter uma tendência que estava se consolidando desde 2003, a de crescimento vertiginoso no número oficial de homicídios registrados.

De acordo com informações da FOLHA DE PERNAMBUCO, com o resultado, Pernambuco é o primeiro local a conseguir uma redução no número de homicídios no primeiro ano do lançamento de uma política de combate aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). O número exato só será divulgado hoje, mas pelas estatísticas de março, é provável que seja apresentado um percentual entre 6% e 8%. “O esforço que o governo fez de investir em recursos humanos e em equipamentos começa a dar resultados. Mas o trabalho continua e é fundamental a participação da sociedade”, explica o coordenador do Pacto pela Vida, José Luiz Ratton.

Dados relativos ao mesmo período (maio - abril) de anos anteriores mostram que, desde 2003, os números absolutos de homicídios apresentavam crescimento: 4.255 casos em 2003/2004; 279 casos a mais em 2004/2005; 164 assassinatos a mais em 2005/2006. Entre maio de 2006 e abril 2007 foram registrados 4.739 homicídios.

A quebra da tendência de crescimento da criminalidade foi comentada pelo governador Eduardo Campos na reunião que fez ontem, quando foram acertados todos os detalhes do anúncio com os resultados do Pacto, a ser feito hoje pela manhã. “Pela primeira vez estamos registrando queda no número de homicídios, ao contrário do que vinha acontecendo de 2003 para cá. Isto mostra que estamos no início de um trabalho que será vitorioso porque reúne o Governo e a sociedade na luta pela paz”, afirmou Eduardo Campos.

A queda do número de homicídios aconteceu em oito das 12 regiões de desenvolvimento de Pernambuco. As exceções foram a Mata Sul, o Sertão do Araripe, o Sertão de Itaparica e o Sertão do Moxotó. Em algumas regiões, os resultados superaram as expectativas do próprio Governo, como no Sertão do São Francisco, que registrou uma queda no número de homicídios de 55%, e no Agreste Central, com 50%. (Agência Nordeste)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


08/05


2008

De volta, a ''''sacanagem'''', na linguagem de Lula

Carlos Chagas - Tribuna da Imprensa

 De propósito, esperamos 24 horas para comentar a mais recente licenciosidade verbal do presidente Lula, aquela quando, em Manaus, terça-feira, acusou governos e grupos econômicos de países ricos de estarem de SACANAGEM com o Brasil. Não há problema algum no fato de o chefe do governo usar expressões pouco vernaculares. A gente ouve e lê palavras similares e até muito mais chulas nas escolas, no Congresso e em nossa própria casa, por parte das novas e até das velhas gerações.

O estranho nessa história é que os telejornais daquele mesmo dia reproduziram fielmente o desabafo presidencial, mas a chamada imprensa escrita omitiu-se. Nem ontem, nem hoje, o inusitado mereceu destaque. Senão nas manchetes, ao menos uma chamada na primeira página mereceria o substantivo inusitado, por haver sido pronunciado por quem foi. Afinal, fez uso dele, de público, um presidente da República. Pelo Aurélio, SACANAGEM significa "devassidão, bandalheira, libertinagem", ao tempo em que SACANA é aquele "que não tem caráter, canalha, patife, malandro, sabido ou espertalhão".

A gente se pergunta o que vai acontecendo com os jornalões, que diante do poder público omitem tudo o que poderia parecer desagradável para o presidente. Aliás, sobre ele, é bom deixar claro: não está nem aí para qualquer repercussão negativa do que falou. Faz parte de sua natureza, em particular, valer-se do palavreado da maioria da população. O problema é que pela primeira vez o utilizou de público, fato relevante a ser registrado por qualquer veículo de comunicação independente.

Quanto ao mérito da crítica, só haverá que louvar a explosão retórica. Não é de hoje que monumentais interesses econômicos e políticos vem sabotando o projeto de energia alternativa, renovável e não poluente que o Brasil oferece ao mundo. É SACANAGEM mesmo, diante da qual só nos resta reagir e resistir. O que não dá, vale repetir para encerrar, é assistir acomodações e omissões praticadas sabem-se lá por quê...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

wladimir quirino

Que besteira! É sacanagem mesmo. Vou perguntar ao Padre se falar sacanagem é pecado.

Raimundo Eleno dos Santos

Lula tá certo. E ponto final.

Garanhuense

É muita hipocrisia. Tem muitos jornalistas hipócritas. Só porque o presidente citou esta palavra em público querem crucifica-lo. Meu Deus do céu, até qd LULA e o povo brasileiro vai aguentar isso.



08/05


2008

Rombo do BNDES: "Paulinho é nosso chefe maior"

 "Nosso chefe maior" é Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, declarou o coronel da Polícia Militar Wilson de Barros Consani Júnior, que a Santa Tereza capturou sob acusação de envolvimento no desvio de verbas do BNDES.

No dia em que foi preso, 24 de abril, o oficial foi interrogado pela Polícia Federal. Sobre o esquema BNDES ele se esquivou, alegou não saber de nada. Mas admitiu que na véspera, noite de 23, ficou sabendo da ação policial e tentou avisar a cúpula do PDT e da Força Sindical.

O grampo da PF pegou o coronel falando com um cunhado de Paulinho. "É bom avisar o nosso chefe maior", sugeriu o militar. À PF, ele declarou que se referia a Paulinho. Em outra ligação, Consani alertou José Gaspar, vice-presidente do PDT. Gaspar perguntou se a operação tinha a ver com "nosso amigo". À PF, o coronel disse que "nosso amigo" é Paulinho.(O Estado de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

08/05


2008

Hoje tem palestra em Itamaracá. E segunda em Salgueiro

Hoje, logo mais às 20 horas, estarecei em Itamaracá para uma palestra sobre blog, a nova mídia e política. Será no Peixe Boi, o centro cultural do município, numa promoção conjunta da Prefeitura com a Câmara de Vereadores. Aos que acompanham este blog na ilha fica aqui o meu convite para essa troca de idéias democrática. Na semana que vem, faço uma maratona pelo sertão, começando na segunda-feira por Salgueiro. Na terça tem Cabrobó, na quarta Tuparetama e na quinta Triunfo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joao daniel neto

Passe em SERRA TALHADA e venha comer outro peba aki ...ok

Bruno Monteiro

Vai ser importante a palestra do blogueiro Magno Martins em salgueiro. Wilson Monteiro é poeta e blogueiro dessa cidade sertaneja e, certamente estará como ouvinte na sua visita!



08/05


2008

Inocêncio avisou a Paulinho: "Vou investigar pra valer"

 O corregedor-geral da Câmara, deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE), afirmou ontem que vai defender a abertura de processo de cassação no Conselho de Ética contra o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho de Força Sindical (PDT-SP), caso o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, decida pedir autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) investigue o envolvimento do parlamentar em suposto esquema de desvio de verbas do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O processo por falta de decoro parlamentar poderá levar à cassação do mandato de Paulinho.

"Se o procurador resolver abrir investigação, vou pedir imediatamente a abertura de representação contra o Paulinho no Conselho de Ética", disse Inocêncio. Para ele, a situação do presidente da Força Sindical ficou ainda mais delicada depois da denúncia publicada ontem pelo jornal "O Estado de S. Paulo" de que gravações telefônicas flagraram Paulinho discutindo como desqualificar a investigação da Polícia Federal sobre o desvio de verbas do BNDES. "São denúncias muito graves. Ele não poderia usar o mandato de deputado para pressionar A, B ou C. O telefonema foi um momento muito infeliz",

"Vou investigar para valer. Não pode pairar qualquer dúvida", disse Inocêncio. Segundo ele, a investigação deverá durar entre 30 e 40 dias. Até lá, o corregedor vai decidir se o caso será arquivado ou se será pedida a abertura de processo por falta de decoro parlamentar para a cassação do mandato de Paulinho. Qualquer que seja a conclusão de Inocêncio, ela tem de ser aprovada pela Mesa Diretora da Câmara.(Tribuna da Imprensa) 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Gilberto Carvalho Moura

Ter terra é uma coisa, ter roçado é outra coisa.

joao daniel neto

ESSE COMENTARIO AI E MENTIROSO EU NUNCA TIVE TERRA EM MIRANDIBA EU TENHO EM PETROLANDIA

Gilberto Carvalho Moura

Então ele já sabe daquele roçado lá em Mirandiba

joao daniel neto

Eu quero melhor para Serra Talhada quanto mais unir melhor...Voto em Inocêncio Federal e Guga Estadual...

joao daniel neto

Eu voto nele pra Federal Gilberto Jumento,e em Guga(Augusto C. Filho) pra estadual mané...


Jornao O Poder

08/05


2008

Carpina: Botafogo quer trancar inquérito da foice

 A assessoria jurídica do prefeito de Carpina, Manuel Botafogo (PSDB), ingressou ontem com um habeas corpus no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) solicitando o trancamento do inquérito instaurado pela Secretaria de Defesa Social (SDS) para apurar supostas ameças do político ao radialista Dênis Araújo. No dia 25 de abril, o prefeito foi flagrado por um fotógrafo da cidade portando uma foice e correndo em direção ao radialista, que solicitou proteção ao governo do estado. A imagem repercutiu em todo o país.


Após prestar queixa contra o prefeito na delegacia de Carpina, o radialista participou de uma audiência com o governador Eduardo Campos, que encarregou a SDS garantir proteção à vítima. O chefe da Polícia Civil, Manoel Carneiro, designou o delegado especial Darley Timóteo para apurar o caso e alguns depoimentos de testemunhas já foram tomados. Na ocasião da suposta ameaça, Dênis Araújo participava de uma cobertura de um protesto de famílias sem-teto na frente da prefeitura. A assessoria de comunicação da SDS informou que o secretário Servilho Paiva não vai comentar sobre o assunto até ser comunicado oficialmente do habeas corpus movido pela assessoria jurídica do prefeito. (Diario de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pedro Batista Filho

Digo: Municipio

Pedro Batista Filho

O prefeito, assim como qualquer pessoa comum, tem a obrigação de arcar com seus atos, e uma tentativa de homicídio(Assim relatou a mídia)tem q ser apurado e se for o caso punido, principalmente naquele municipi, onde um outro radialista já foi barbaramente assassinado e até hoje nada foi esclarecido

JARBASTA

UM, DOI, TRÊI......É DILMA OUTRA VÊI...UM, DOI, TRÊI......É DILMA OUTRA VÊI...

joao daniel neto

Botafogooooooooooo....

joao daniel neto

E o povo grita:Com a foice ou com facão meu voto é do negão...



08/05


2008

Ficha limpa: Eduardo faz reparos a tese de Ayres Brito

 As declarações do presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, se colocando contra o registro de candidaturas de políticos com ficha suja, repercutem até em Pernambuco. Ontem, o governador Eduardo Campos, que também preside nacionalmente o PSB, divergiu de Britto. “Achamos que a política brasileira vem melhorando a partir do exercício da democracia, de uma imprensa livre, dos órgãos de fiscalização. Temos tirado da política muita gente que suja a política, que mela a democracia. Agora, o que não podemos fazer é admitir o pré-julgamento porque temos que medir exatamente o que se chama ficha suja”, explanou. Campos defende que a punição seja dada apenas aos gestores que já tenham sido julgados e condenados por atos ilícitos.

Em relação à figura do prefeito itinerante - que se elege reiteradas vezes no Executivo por cidades diferentes -, o socialista lembra que a legislação dá brechas para que isso aconteça. O maior exemplo é o do prefeito de Paulista e correligionário, Yves Ribeiro, que há 16 anos permanece como gestor.

“No caso de Yves, eu conheço essa história de perto. Primeiro, ele foi candidato porque a lei permitia. Segundo, não foi nomeado, mas escolhido pelo povo porque tinha mérito. Não tem nada ilegal”, contra-argumentou Eduardo. (Folha de Pernambuco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

JARBASTA

UM, DOI, TRÊI......O NAZISTA NÃO TEM VÊII...UM, DOI, TRÊI......O NAZISTA NÃO TEM VÊI...

Paulo Kigrer

A premissa do Ives é uma torpe escada para que se entenda como justa o que pretende o Inácio... estreitar a visão democrática ao desejodo povo... é de mal aconselhamento ao estado de direito... nenhuma manifestação dessa natureza na história, mostrou ser conveniente...