Caruaru - Jan 2022

28/01


2022

Daqui a pouco tem Sextou com Cristina Amaral

Imperdível o Sextou de daqui a pouco. Traz a história e os grandes sucessos do cantor Nelson Gonçalves, uma lenda da MPB, só atrás de Roberto Carlos em venda de discos. Convidada, a cantora pernambucana Cristina Amaral, que está lançando um CD Nelson Gonçalves, uma saudade, fala da trajetória do cantor romântico, canta e rememora episódios marcantes do intérprete de mais de 200 canções, entre elas A volta do boêmio.

Se você deseja ouvir pela internet, clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE - Ações Sociais - Janeiro 2022

28/01


2022

Reforma de escolas em Serrita será feita a preço de ouro

O pequeno município de Serrita, no Sertão Central de Pernambuco, administrado pelo prefeito Aleudo Benedito, está fazendo uma reforma nas escolas do município a peso de ouro. As informações são do blog do Silva Lima.

O prefeito sugeriu gastar com a reforma de 16 escolas, sendo cinco na Zona Urbana e onze na Zona Rural do município, a quantia de R$ 3.260.083,73 (três milhões duzentos e sessenta mil oitenta e três reais e setenta e três centavos). Contudo, a empresa ganhadora da licitação, a L3 Empreendimentos Ltda., ofereceu e irá receber pelos serviços prestados o valor de R$ 2.270.625,61. Já a empresa João Construção e Serviços irá receber R$ 870.895,89. Valores menores do que a Prefeitura tinha reservado e anunciado que iria investir nas escolas.

A escola localizada no Sítio Ipueira, de acordo com o censo escolar de 2020, tinha apenas 14 alunos matriculados. No entanto, ela irá receber um investimento de mais de R$ 351 mil reais, caso se mantenha esse mesmo número de alunos em 2022, cada aluno irá custar um pouco mais de R$ 25 mil reais pela reforma da escola.

É necessário que os órgãos fiscalizadores, Câmara de Vereadores, Conselho da Educação, Ministério Público e Tribunal de Contas, entre outros, fiquem atentos a esses gastos que, em apenas um ano, foram maiores do que em relação aos anos de 2009 e 2020.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

28/01


2022

Brejo anuncia decreto com novas restrições

O prefeito de Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora, preocupado com o aumento significativo dos casos de Covid-19 e síndromes gripais no município assinou, hoje, um decreto com novas restrições que visam diminuir os casos. O principal intuito é conter os avanços das doenças na cidade.

O decreto estabelece a proibição de eventos públicos e privados no período de 28 de janeiro até 15 de fevereiro, em decorrência do elevado número de contaminação da população, internamentos e procura por leitos, além do desabastecimento de medicamentos essenciais, que já não são encontrados com normalidade nos fornecedores do município.

No âmbito municipal, o decreto traz algumas obrigatoriedades, são elas: uso obrigatório de máscaras de proteção nas vias, órgãos e espaços públicos, distanciamento social mínimo de dois metros, a permanência de pessoas em espaços públicos abertos de uso coletivo, como parques, praças e outros, fica condicionada à estrita obediência aos protocolos sanitários, toque de recolher que proíbe a manutenção de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, no horário entre 2h e 5h. Obrigatoriedade de apresentação do cartão de vacinação para ter acesso aos serviços públicos municipais.

A medida ainda deixa claro que a vigilância sanitária deverá realizar de forma constante e ostensiva a fiscalização no âmbito do município, visando coibir a inobservância das medidas impostas, inclusive com o apoio da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Guarda Municipal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Dezembro 2021

28/01


2022

Eleição centralizada, com Lula pendular

Por Márcio de Freitas*

O centro da eleição de 2022, até agora, é Luiz Inácio Lula da Silva. O ex-presidente acumula hoje capital de intenções de voto que indica um potencial, inclusive, para vencer a disputa no primeiro turno. Em votos válidos, ele está próximo de 50% mais um. Entretanto, falta muito tempo para o eleitor confirmar o voto em outubro. E isso pode mudar.

É cenário difícil, pois Lula não encerrou o pleito na primeira fase nem quando concorreu à reeleição em 2006. Os demais candidatos orbitam em torno dele, ou buscam criar estratégias para não serem expulsos do sistema eleitoral pelo esvaziamento diante da falta de perspectiva de ocupar o espaço do centro. Quem melhor se posiciona na disputa é o presidente Jair Bolsonaro.

Lula escolheu Geraldo Alckmin para simbolizar o movimento em direção ao centro. O marido de dona Lu Alckmin é político moderado, previsível e tradicional. Enquanto faz esse caminho, o petista deixa seus radicais morderem a direita: falam na revogação da reforma trabalhista e da Previdência. Acerta a ferradura e, em seguida, o cravo.

O ex-presidente se aproxima do centro, mas não do Centrão, que hoje está com o presidente Jair Bolsonaro. Em 2018, essa representação de um grupo de legendas do Congresso Nacional foi alvo de ataques da campanha bolsonarista. Hoje, estão atrelados às benesses do governo. E mesmo com todas as negativas públicas de possíveis mudanças futuras no posicionamento político, é com o futuro governo e suas verbas que estará esse grupo. Seja qual for o governo.

Esse cálculo Lula já faz há muito tempo. Conhece as entranhas do Centrão, até as profundezas de seus bolsos sem fundos. E sabe que, de emenda em emenda, é que se constrói maioria no Congresso Nacional. Hoje, ele não tem nada a oferecer a esse grupo guloso para retirá-lo da órbita do governo Bolsonaro. O custo seria imenso, o resultado pífio. Mas quando a eleição se afunilar na urna, com clareza de um eventual resultado, o Centrão também acompanhará o desejo da maioria. Se as pesquisas se confirmarem, Lula sabe que o Centrão está com ele. Se Bolsonaro ganhar, baterão continência.

Por isso, o petista faz movimentos em direção a um centro com quem já conviveu, brigou e se afastou desde a redemocratização do Brasil. Em 1989, Lula recebeu o apoio de Mário Covas, o então candidato do PSDB, na disputa de um segundo turno contra Fernando Collor. Depois enfrentou Fernando Henrique Cardoso, perdendo duas seguidas e verteu ódio nos ataques. Venceu as disputas seguintes na versão Lula de "pelúcia", até surgir Jair Bolsonaro.

No ano passado, depois de muitos tapas eleitorais, Lula se reencontrou com FHC e trocam “soquinhos” de cumprimento em tempos de covid-19, esqueceram o que escreveram e falaram, sem herança maldita, tentando olhar pra frente. A imagem do armistício: Lula dividiu o centro da fotografia com o tucano.

Os tucanos vivem uma crise de identidade sem fim. Se desnortearam depois de 2014. Em 2018, o presidente Bolsonaro deixou o PSDB fora do segundo turno e conseguiu a façanha de vencer o petista Fernando Haddad. Ele não tinha máquina partidária, nem tempo de tv, nem estrutura formal de campanha – coisas que agora acumula. Mas surfou na onda da Lava Jato, no combate à corrupção e na prisão de Lula.

Ainda assim, Haddad foi ao segundo turno e obteve 44,8% dos votos fazendo discurso para manter aglutinada a base petista. Em 2022, Lula será o nome nas urnas eletrônicas. Tem os petistas e simpatizantes presos ao seu discurso emocional, calcado no centralismo da busca por soluções para problemas sociais, pobreza e fome.

O Lula que fala nos podcasts não é o mesmo que, em privado, tem prometido a empresários e banqueiros o mesmo crescimento e desenvolvimento dos anos em que esteve na Presidência. Pendular, faz acenos à esquerda que o segue há décadas, mas se volta aos conservadores econômicos que já ganharam bilhões em seus tempos presidenciais. E busca recuperar o centro de poder que perdeu após deixar o governo em 2010. Bolsonaro e os demais seguem os movimentos de Lula. Até agora, é um jogo de imitação: seguindo o líder.

No centro do palco, Lula é hoje favorito e alvo. E consegue até deixar o presidente da República com direito à reeleição, tradicionalmente o grande protagonista da eleição, fora do centro e em segundo lugar nas pesquisas. Fato é que o figurino radical continua sendo o favorito de Bolsonaro, confortável na polarização ideológica.

*Analista político da FSB Comunicação


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/01


2022

Chuvas em Caruaru derrubam até teto de shopping

Uma forte chuva e trovões foram registrados em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, hoje. Ruas e avenidas da cidade ficaram alagadas, e parte do teto de um shopping caiu. As informações são do G1/Caruaru.

Por meio de nota, a diretoria do Caruaru Shopping informou que devido ao grande volume de água, fora do comum, a chuva provocou alguns danos. "Já estamos trabalhando para corrigir os problemas. Até o momento não haverá alteração no funcionamento do Shopping", destacou.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), choveu cerca de 21.98 mm durante as últimas duas horas. Confira no vídeo algumas imagens registradas e enviadas por leitores do blog.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde janeiro 2022 - 2

28/01


2022

Jaboatão lança edital da maior PPP de iluminação do Estado

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes vai publicar, no Diário Oficial Municipal de amanhã, o edital da licitação na modalidade concorrência pública da maior Parceria Público Privada (PPP) do Estado para modernização de todo o parque de iluminação pública do município com lâmpadas de LED. O valor do contrato é estimado em mais de R$ 280 milhões. Além da implantação, o projeto visa também a eficientização, expansão, operação e manutenção da estrutura. As empresas privadas interessadas em participar apresentarão suas propostas e, no dia 16 de março deste ano, acontecerá o leilão na B3, que é a bolsa de valores oficial do Brasil, com sede em São Paulo.

A modelagem do projeto foi estruturada pelo BNDES com o objetivo de propiciar ganhos para o município e para a população com a oferta de um melhor serviço, ampliação da rede, adequação dos parâmetros luminotécnicos e requalificação de locais de lazer.

Pelo contrato, a concessionária vencedora implantará o sistema, no prazo máximo de 15 meses, nas vias públicas, pontos turísticos e históricos, praças, parques, campos e quadras esportivas. Também serão implementados um centro de controle operacional e suporte técnico para garantir a qualidade da iluminação pública.

“Esse é um momento histórico para o nosso município, por ser a concretização da maior PPP de iluminação pública do Estado e num setor que atende a toda população. Além da economia no consumo de energia elétrica de 71% que o LED proporciona, vamos garantir mais segurança às pessoas, tanto no deslocamento nas vias como nos momentos de lazer. É um sistema que tem várias vantagens, como baixo custo de manutenção, redução da poluição visual e preservação do meio ambiente porque o LED não emite radiação ultravioleta e não contém mercúrio. Por tudo isso, não há dúvida de que Jaboatão passará a ter um parque de iluminação pública que será referência no País”, disse o prefeito Anderson Ferreira.

Conforme o contrato, o valor de contraprestação mensal a ser pago pelo município à concessionária será baseado em metas de desempenho estabelecidas e apuradas periodicamente pelo verificador independente.

Chefe do Departamento de Estruturação de Projetos do BNDES, Guilherme Martins disse que o banco se baseou nas melhores práticas de modelagem de PPPs de iluminação pública. “Acreditamos que, tão logo o projeto esteja em implantação, tanto os moradores de Jaboatão quanto o poder público poderão sentir um grande impacto positivo”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

28/01


2022

Moraes não aceita recurso e mantém depoimento de Bolsonaro

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), não reconheceu, hoje, o agravo apresentado pela Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve o depoimento do presidente Jair Bolsonaro (PL) à Polícia Federal (PF).

Mais cedo, o advogado-geral da União, Bruno Bianco, entrou com um agravo regimental no STF e alegou o direito de ausência do presidente em um depoimento marcado para esta sexta na superintendência da PF em Brasília.

Na decisão, Moraes diz que a AGU protocolou a petição defendendo a ausência de Bolsonaro sabendo que não estava de acordo com os termos da lei. “A Advocacia-Geral da União – AGU protocolou a petição nº 3671/2022, nesta data, às 13h:49 – 11 minutos antes do horário agendado para o interrogatório – e recebida no Gabinete às 14h:08, sabendo tratar-se de RECURSO MANIFESTAMENTE INTEMPESTIVO POR PRECLUSÃO TEMPORAL E LÓGICA”, diz trecho da decisão.

O depoimento de hoje ocorreria por conta de uma decisão de Moraes, que é relator do inquérito que apura um suposto vazamento de documentos sigilosos. Bolsonaro era esperado na PF às 14h, mas não compareceu.

Na decisão, Moraes aponta que ainda, em dezembro, ao conceder mais 45 dias ao presidente para marcar o depoimento, ele havia dito expressamente que aceitaria depor.

“No ponto, convém rememorar – diferentemente do que, estranhamente alegado pela AGU no presente agravo – que, ao formular o pedido de dilação do prazo para a sua oitiva, o Presidente concordou expressamente com seu depoimento pessoal e restou acentuado que: “o Senhor Presidente da República, em homenagem aos princípios da cooperação e boa-fé processuais, atenderá ao contido no Ofício nº 536307/2021-SR/PF/DF”.

Aliados de Bolsonaro já haviam relatado à CNN que o presidente se recusava a ser ouvido pela delegada responsável pelo caso, Denisse Ribeiro – que, além de conduzir a apuração sobre o suposto vazamento de documentos sigilosos, também cuida do inquérito das fake news, das milícias digitais e da live em que o presidente atacou a segurança das urnas eletrônicas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro

28/01


2022

Deputada denuncia perseguição a crianças não-vacinadas

Na última quarta-feira, a deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) fez fortes críticas ao prefeito de Afogados da Ingazeira, Alessandro Palmeira (PSB), por afirmar que impedirá crianças não-vacinadas contra a Covid-19 de acessarem às salas de aula. A parlamentar argumenta que a medida é inconstitucional.

Para ela, o prefeito não dispõe de autoridade para impedir as crianças de irem às escolas e também critica a perseguição contra os alunos promovida por Palmeira. “O prefeito não pode impedir os alunos de acessarem as salas de aula.  Essa vacina infantil contra o novo coronavírus não está incluída no Programa Nacional de Imunização, dessa forma, não pode ser obrigatória. Ele não é maior do que a Constituição Federal que garante o acesso à educação”, afirmou a deputada.

A deputada alertou que a atitude do prefeito poderá incorrer no crime de abuso de autoridade. “Essa medida é inadmissível. Buscaremos adotar as medidas cabíveis para proteger e resguardar o direito das crianças”, finalizou a deputada.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes novembro 2021

28/01


2022

Criança atacada por tubarão em Noronha é transferida

A criança de oito anos que foi atacada por um tubarão na praia do Sueste, em Fernando de Noronha, na manhã de hoje, foi transferida, há pouco, para o Hospital Português, no Recife. A aeronave com a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea decolou do aeroporto da ilha às 15h.

A turista foi mordida na perna e foi levada imediatamente, na caçamba de um carro, para o hospital São Lucas, na Ilha. O nome da vítima, que é de São Paulo, não foi divulgado. As informações são da jornalista Ana Clara Marinho, para o G1/PE.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

28/01


2022

Ciro diz que Lula enriqueceu banqueiros


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Rafael C.Soares Quintas

Dá-lhe Ciro, esse Lulaladrão tem que ser desmascado kkkkkkkkk


Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros