Jaboatão vai conquistar você

24/01


2022

Ilec lança curso online de introdução às Políticas Públicas

Estão abertas, até o próximo dia 01 de fevereiro, as inscrições para o curso Introdução às Políticas Públicas promovido pelo Instituto Liberdade e Cidadania, braço de formação do Democratas. O curso, gratuito, online e com certificação é destinado a pessoas interessados em seguir carreira no setor público ou que possuem interesse em entender como os projetos públicos são implementados. 

O presidente do Instituto Liberdade e Cidadania, o ex-ministro Mendonça Filho, destacou que para aplicar projetos no setor público é necessário conhecer os ritos e as noções básicas para garantir eficácia das políticas públicas. "Um curso importante, um momento para conhecer melhor os conceitos básicos sobre as políticas públicas, o que significa, quais etapas e discussões sobre o tema", detalhou Mendonça.

Serão nove horas de curso divididas em quatro módulos e ministradas pela Doutora em Ciência Política da UNB, Marcela Machado. As aulas serão iniciadas no dia 9 de fevereiro. Os interessados devem se inscrever no link: https://forms.gle/3bDqfSeCiYa2vZBTA


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Jan 2022

24/01


2022

A bronca da rodada

Por Claudemir Gomes

O saudoso comentarista José Santana, um dos melhores dentre os que passaram pelo futebol pernambucano, por muito tempo foi titular absoluto do Escrete de Ouro, na época comandado pelo extraordinário Ivan Lima. Aproveitando a estupenda audiência do rádio, Santana criou o quadro – Os Destaques da Rodada – que ele apresentava, como nenhum outro conseguiu apresentar, na resenha do meio-dia.

O Recife parava para ouvir “Os Destaques da Rodada”: o craque; a seleção dos melhores; o artilheiro; o gol da rodada; o apito de ouro; o apito de barro; a bronca da rodada; a decepção da rodada; o dirigente... O restante do dia era para se comentar sobre os escolhidos como melhores, e zoar com aqueles que figuraram no outro lado da moeda, ou seja, esteve entre os piores.

Pois bem! A bola sequer havia rolado na primeira rodada do Pernambucano 2022 e já tínhamos conhecimento da bronca da rodada: o adiamento do jogo do Santa Cruz com o Afogados (time de Afogados da Ingazeira, cidade do Sertão Pernambucano). Motivo: o Tricolor do Arruda não entregou, em tempo, os laudos exigidos pelo Corpo de Bombeiros. O ilustre tricolor João Caixero de Vasconcelos Neto, que faleceu há pouco tempo, por pouco não ressurgiu das cinzas com tamanho barulho.

Enquanto alguns tricolores apontam culpados utilizando argumentos patéticos, num esforço de politizar, ou judicializar o fato, prefiro ressaltar o festival de lambanças que traz à tona falhas cometidas pela Federação, e pelo Santa Cruz, na preparação para a rodada de estreia do Pernambucano, única competição organizada pela FPF envolvendo a elite estadual. Por outro lado, os dirigentes do Santa Cruz negligenciaram uma documentação que é exigida todos os anos aos clubes que possuem estádios.

O amigo Amaury Veloso fez uma postagem no Facebook com o título: “Que falta faz o José Joaquim”. Na matéria relembra o zelo que o ex-diretor de competições e ex-vice-presidente da entidade da Rua Dom Bosco, tinha com o Pernambucano. Eram meses de um trabalho contínuo, ininterrupto, fazendo vistoria nos estádios. Visitava um por um, várias vezes. Se mostrava atento e implacável na cobrança aos clubes pela documentação exigida.

Pelo visto, hoje, a coisa corre frouxa. Ou não tem gente capacitada para executar tal trabalho na Federação. Em meio a este turbilhão de lambanças e com muitos dedos apontando para pretensos culpados, temos aí a primeira Bronca da Rodada, como diria nosso querido e saudoso José Santana.

A julgar pela amostra, muitas estão por vir.

“Coisas do futebol pernambucano!”, diria Tião (Edvaldo Morais), outro craque do Escrete de Ouro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

24/01


2022

Miguel Coelho testa positivo para covid-19

Após testagem de rotina, o prefeito Miguel Coelho foi diagnosticado com covid-19, hoje. O gestor não tem sintomas da doença, mas ficará em isolamento até receber liberação dos médicos. O prefeito de Petrolina continuará trabalhando com reuniões e despachos virtuais durante o período de afastamento das atividades externas.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina Dezembro 2021

24/01


2022

João festeja aniversário e sucesso de Raquel

O ex-governador João Lyra Neto (PSDB) comemorou, há pouco, suas 75 luas num almoço no Leite ao lado da sua Leila Queiroz e do ex-senador Armando Monteiro Neto, também tucano, e sua esposa Mônica Guimarães. Ex-prefeito de Caruaru, ex-deputado estadual e ex-governador, João Lyra ingressou na política por influência do pai, o ex-prefeito João Lyra Filho.

Pai e filho honraram os mandatos como prefeito da capital do Agreste. Reformadores além dos seus tempos, empreenderam gestões modernas, marcadas por um conjunto de obras estruturadoras. Na condição de governador, apesar de mandato tampão, João Lyra Neto fez muito em pouco tempo, com uma marca: sem envolvimento em escândalo, verdadeiramente um ficha limpa. Seu projeto agora é ver a filha Raquel Lyra, prefeita de Caruaru, disputando o Governo do Estado.

Raquel, aliás, lidera todas as pesquisas de intenção de voto para governador. Armando Monteiro é um dos maiores entusiastas da herdeira de João. "É um fenômeno eleitoral, o grande e impactante fato novo da eleição que se aproxima", diz o ex-senador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/01


2022

Presidente da Câmara de Belém denuncia descaso com cadeia pública

O presidente da Câmara de Vereadores de Belém do São Francisco, vereador Vandinho Marcula (Avante), enviou, ao blog, um vídeo denunciando o descaso do Governo de Pernambuco com a cadeia pública da cidade. Segundo o parlamentar, a unidade prisional está pronta, mas sem funcionar por causa da falta de policiais. Confira!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde janeiro 2022

24/01


2022

Produtores da bacia leiteira pleiteiam mudanças no ICMS

Por Etiene Ramos

Produtores da bacia leiteira do Agreste de Pernambuco estão perdendo competitividade no mercado interno com a entrada de leite de outros estados para a indústria. A base do problema é que o benefício fiscal que reduz o ICMS de 18% para 12% ao leite na entrada em Pernambuco faz com que a indústria local prefira comprar fora.

Para o presidente do Sindicato dos Produtores de Leite de Pernambuco (Sinproleite-PE), Saulo Malta, o problema se resolve com uma revisão da pauta fiscal e o retorno da cobrança da alíquota do ICMS de 18% sobre o leite de outros estados.

A indústria de lácteos sediada em Pernambuco também está insatisfeita com os benefícios tributários dados pelo governo do Estado aos atacadistas, atacarejos e centrais de distribuição. Com uma redução média de 3% do ICMS na entrada, os produtos de outras regiões do país, segundo empresários do setor, estão tomando as prateleiras do varejo pernambucano e concorrendo com a indústria local. 

O Sindicato da Indústria do Leite de Pernambuco (Sindileite-PE), com apoio da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), já apresentou seus pleitos, baseados em políticas tributária e de desenvolvimento de outras unidades da federação, para que haja uma redução do ICMS e os fabricantes de lácteos voltem a comprar dos produtores locais, incentivando a bacia leiteira pernambucana.

“Estamos atuando pela melhoria das condições para os produtores rurais. Já realizamos duas reuniões com os secretários da Fazenda e da Agricultura de Pernambuco, e nesta sexta (21), o Sinproleite-PE e o Sindileite-PE entregaram um documento conjunto ao presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe). Roberto Abreu e Lima, com reivindicações para beneficiar toda a bacia leiteira de Pernambuco”, afirma Saulo Malta, que aguarda uma resposta do governo estadual na próxima semana.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

24/01


2022

Bolsonaro corta verbas para indígenas, quilombolas e pesquisas científicas

Ao sancionar o Orçamento de 2022, o presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou recursos que haviam sido aprovados para as áreas de pesquisas científicas e para políticas públicas voltadas para indígenas e quilombolas.

Os cortes também atingiram projetos para a consolidação de assentamentos rurais, para pesquisas em universidades, para reforma agrária e regularização fundiária e para políticas de igualdade e enfrentamento à violência contra as mulheres.

O presidente ainda cortou R$ 11 milhões que iriam para pesquisa e desenvolvimento tecnológico em saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Ao todo, os cortes de Bolsonaro chegaram a R$ 3,18 bilhões.

Na análise por ministérios, Trabalho e Educação sofreram os maiores cortes no Orçamento, segundo números divulgados hoje pelo Ministério da Economia.

Somente o Ministério do Trabalho teve um corte de R$ 1 bilhão. Já o Ministério da Educação teve um corte de R$ 739,9 milhões.

Por outro lado, foi mantido o fundo partidário de R$ 4,9 bilhões e valor de R$ 1,7 bilhão para reajuste de servidores. Além disso, segundo o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), Felipe Salto, o corte de R$ 3,18 bilhões no Orçamento de 2022 pode, na prática, abrir mais espaço para reajustes de servidores públicos – que pode chegar, no limite, a R$ 4,9 bilhões.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro

24/01


2022

Em Serrita, prefeito compra briga contra exonerados

O prefeito de Serrita, no Sertão Central, Aleudo Benedito (MDB), está envolvido em uma polêmica das grandes. Mesmo após o Ministério Público (MP) ter recomendado e o juizado da comarca local e desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado terem determinado o retorno dos servidores concursados, exonerados pelo gestor em seu primeiro ato administrativo, quando assumiu o município em 2021, Aleudo não se deu por satisfeito. Ele recorreu ao próprio TJPE, que decidiu pela ilegalidade do Decreto nº 04/2021. Para isso, o prefeito contratou por R$ 192 mil um escritório de advocacia no Recife para tentar reverter a decisão judicial. As informações são do blog do Carlos Britto.

A questão, no entanto, é que é pouco provável que Aleudo obtenha sucesso em sua ação. Ou seja: serão quase R$ 200 mil dos contribuintes de Serrita jogados pela janela, se perder o caso.

O prefeito tinha um prazo de até 10 dias para reintegrar os servidores no quadro municipal, que foi encerrado na última sexta-feira (21). Agora, poderá ser punido com multa diária e responder por crime de desobediência. Com a palavra, o prefeito de Serrita.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes novembro 2021

24/01


2022

Hackers derrubam site que acompanha assinaturas na CPI do Caso Beatriz

Hoje, a plataforma que acompanha as assinaturas dos deputados estaduais na proposta de criação da CPI do polêmico caso Beatriz sofreu ataques de hackers e está fora do ar. Liderados por Romero Albuquerque, desde a última semana, parlamentares têm se movimentado para investigar o caso na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O site foi criado para que a população pudesse acompanhar a adesão dos demais deputados ao pedido.

Albuquerque garante que a plataforma voltará ao ar ainda hoje. “Não sabemos de onde partiu essa ação, mas estamos trabalhando para descobrir. O site era uma ferramenta de interesse público, e esse foi um ataque não a nós e nem somente ao Caso Beatriz, mas a toda sociedade", Albuquerque declarou. "Apesar das discordâncias entre nós e nossos colegas, não acreditamos que tenha sido iniciativa de algum deles. Seria terrível se fosse", completou.

O deputado diz que, de acordo com o servidor, os ataques aconteceram durante a madrugada. Mesmo incomodando desde aliados a oposicionistas do governo, até o momento, a proposta tem 13 assinaturas. Outras 4 são necessárias. De qualquer forma, o movimento mexeu com o recesso parlamentar: muitas movimentações nos bastidores e poucas publicamente levam a crer que não será fácil convencer os demais deputados a assinarem o documento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

24/01


2022

TCE investiga empresas do programa Ganhe o Mundo

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) está investigando uma denúncia contra as empresas que são responsáveis pela execução do Programa Ganhe o Mundo, que envia estudantes de escolas públicas para realizar intercâmbios em países de línguas estrangeiras.

Segundo o processo 35.610/2021, em investigação no Tribunal de Contas do Estado, apesar de ter pago o valor integral para que as empresas Gran Via Viagens e Turismo e Griffe Viagens e Turismo executassem todo o programa durante o primeiro semestre de 2020 (R$ 10.897.375,43 e R$ 12.102.991,33, respectivamente), a Secretaria de Educação do Estado teve que pagar outra empresa para trazer de volta os estudantes antes do fim do programa, devido às restrições impostas pela Pandemia do Novo Coronavírus.

A repatriação dos grupos foi executada pela empresa Brasluso, que providenciou as passagens de retorno dos estudantes, conforme documentos entregues ao TCE em dezembro de 2021. 

A denúncia em investigação no TCE questiona a falta de devolução do valor pago às empresas, já que o programa foi interrompido antes do período final, e  outra empresa recebeu para providenciar o transporte de volta dos estudantes, o que levou o Estado a pagar duas vezes pelo mesmo serviço.

Apesar das irregularidades, as empresas GranVia e Griffe continuam sendo as responsáveis pelo programa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros