FMO janeiro 2020

07/12


2021

Prefeito de Campina cancela agenda para acompanhar tio

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), adiou o evento de lançamento do Programa Saúde de Verdade, marcado para hoje, para acompanhar a transferência do seu tio Ivandro Cunha Lima Filho para São Paulo. O empresário está com quadro grave de Covid-19.

Ivandro foi internado no último dia 30 de novembro no Hospital Municipal Pedro I. Em São Paulo, o empresário se submeterá ao inovador tratamento ECMO – oxigenação por membrana extracorpórea – não disponível na Paraíba, que tem apresentado resultados animadores na recuperação de pacientes em estado grave. As informações são do blog do Bruno Lira.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

07/12


2021

Pernambucanos homenageados em Brasília

Dois pernambucanos que estão se destacando em Brasília foram agraciados, ontem, pela excelência dos seus trabalhos. Ambos são secretários do Governo do Distrito Federal e receberam a comenda mérito do Buriti, concedida pelo governador Ibaneis Rocha, pelos destaques dentre os profissionais que atuam na sua gestão. São eles o engenheiro Roberto Andrade e o jornalista Bartolomeu Rodrigues.

Roberto Andrade, atual secretário de Projetos Especiais do Distrito Federal, já foi secretário nacional de Defesa Civil (cargo que na época tinha status de ministro), secretário de várias pastas na prefeitura do Recife e no estado de Pernambuco. Também foi superintendente do Metrô do Recife e no âmbito do Governo Federal, além da Defesa Civil, atuou nos ministérios de Ciência e Tecnologia e de Planejamento.

Bartolomeu Rodrigues, mais conhecido como Bartô, é respeitado em toda a imprensa brasileira. Natural de Serra Talhada, ele chegou a Brasília ainda na década de 70 e fez uma brilhante carreira como jornalista, tendo sido diretor da sucursal do jornal Estado de São Paulo na capital por muitos anos. Atualmente, Bartô comanda a secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal.

Ambos são conhecidos pela agilidade na execução das ações e programas de suas pastas e pela qualidade do trabalho que vem realizando. E que representam bem o talento e a garra dos pernambucanos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina outubro 2021

07/12


2021

A aliança que debate PE sem envolver o País


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Como sempre em cima do muro, tucana! Por medo de perder votos, não fala do seu principal aliado bolsonarista, Anderson Ferreira.


Sindicontas

07/12


2021

Torrentes: Justiça condena 4 empresários e 3 militares

Do G1/PE

A Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) condenou mais sete pessoas, sendo quatro empresários e três militares, por fraudes em licitações para ajudar vítimas de enchentes que deixaram mais de 80 mil desabrigados no estado, em 2010. Eles pegaram quatro anos e quatro meses de detenção.

A Operação Torrentes, deflagrada em 2017, apura crimes como dispensas indevidas de licitações e execuções irregulares de contratos do governo de Pernambuco, por meio da Casa Militar.

Desta vez, a condenação ocorre por causa da contratação de uma empresa para aluguel de banheiros químicos e cabines com chuveiro para banho. De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), houve direcionamento para que uma empresa fosse contratada.

Além disso, a empresa não teria prestado os serviços da forma contratada. Anteriormente, outras três sentenças tinham sido proferidas, em processos diversos da mesma operação.

Entre os acusados estão empresários e ex-servidores públicos que trabalhavam na Casa Militar. A decisão foi proferida ontem, pelo juiz Cesar Arthur Cavalcanti de Carvalho, titular da 13ª Vara Federal de Pernambuco.

No caso dos militares, também houve a condenação por peculato, que é quando um servidor público se utiliza do cargo que ocupa para obter vantagem própria. Além disso, também foram aplicadas multas pelas lesões aos cofres públicos.

Os réus são os seguintes:

Empresários

  • Rafaela Carrazzone da Cruz Gouveia Padilha;
  • Ricardo José de Padilha Carício;
  • Ítalo Henrique Silva Jaques;
  • Taciana Santos Costa.

Servidores públicos

  • Tenente-coronel da PM Laurinaldo Félix Nascimento;
  • Coronel aposentado da PM Waldemir José Vasconcelos de Araújo;
  • Coronel Roberto Gomes de Melo Filho.

Respostas

Por meio de nota, a Casa Militar informou que tem apoiado a justiça em todo processo de investigação, "subsidiando o poder judiciário e os órgãos de controle com todos os documentos e informações solicitadas na busca do esclarecimento dos fatos".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2021

Tony Gel comemora licitação para reconstrução da PE-145

Uma luta antiga do deputado estadual Tony Gel (MDB) vai finalmente sair do papel. No último sábado, o parlamentar foi informado pelo Governo do Estado que o processo de licitação para a requalificação total da PE-145, trecho entre Caruaru e Brejo da Madre de Deus, havia sido homologado pela CPL.

De acordo com Gel, com a homologação a empresa vencedora deverá iniciar os serviços na PE-145 ainda este ano. E que, se tudo ocorrer dentro daquilo que a Secretaria de Infraestrutura do Estado planejou, é possível que o trecho entre a BR-104, nas proximidades da Vila de Cachoeira Seca, em Caruaru, e a Vila de Fazenda Nova, em Brejo, já esteja pronta até a Semana Santa, o que beneficiará o espetáculo da Paixão de Cristo.

"Se as obras vão iniciar em breve, este trecho até Fazenda Nova deverá estar todo requalificado até a Semana Santa. É isso que nós esperamos para que o turista que for até Nova Jerusalém possa ter uma estrada de qualidade e bem sinalizada, é isso que promete o nosso governador Paulo Câmara. E é isso que queremos, afinal a nossa reivindicação foi nesse sentido", disse o deputado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Novembro

07/12


2021

Agito na estância do frio

Meu amigo Carlinhos da Cachaçaria, maior point da badalação de Triunfo, a Gramado nordestina, divulgou, ontem, o maior evento do final do ano na cidade: Brasas do Forró e Tchê Cantor se apresentam no próximo dia 29, a partir das 21 horas, na quadra do Lar Santa Elisabeth. A promoção é conjunta com Thiago Solrac. Triunfo, estância sertaneja do frio, um dos pontos mais altos de Pernambuco, segue com programação mantida para o Réveillon.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Prêmio Cidades Excelentes 2021

07/12


2021

Deputada debate combate à violência contra a mulher com ministra

A deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) discutiu ações de enfrentamento à violência contra a mulher em um encontro com a ministra Damares Alves, no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). A titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos esteve no Recife, no último sábado, para debater as principais pautas da pasta com representantes do Poder Judiciário, no Estado.

A ministra e a deputada foram recebidas pela desembargadora Daisy Andrade, coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJPE. Na ocasião, a desembargadora apresentou as ações desenvolvidas pela Coordenadoria da Mulher no combate à violência no estado. Clarissa acompanhou toda a discussão e destacou o compromisso adotado pelo Governo Federal no combate à violência doméstica e familiar, através das políticas públicas implementadas pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, comandado por Damares.

O encontro fortalece as relações entre o Ministério da Mulher e a Coordenadoria da Mulher do TJPE em Pernambuco e a adoção de práticas de enfrentamento à violência doméstica.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Arcoverde novembro 2021

07/12


2021

Câmara de João Alfredo rejeita contas de ex-prefeita

A Câmara de Vereadores de João Alfredo julgou, há pouco, a prestação de contas do exercício de 2015 da ex-prefeita Maria Sebastiana (PSD). Por 9 votos a 4, a Casa rejeitou as contas, acompanhando a recomendação do Tribunal de Contas do Estado e o voto do relator, vereador David Santos.

As razões pela qual as contas foram recomendadas à rejeição foram a extrapolação do limite de despesa total com pessoal (59,21%) e contribuições patronais devidas ao RPPS e não recolhidas (R$ 1.241.664,69), atingindo 55,64% do montante devido no exercício (R$ 2.231.669,81). Esta é a segunda prestação de contas de Maria Sebastiana rejeitada neste ano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

07/12


2021

Jailton fala sobre prêmio Comunicador do Ano

Idealizador do prêmio Comunicador do Ano, o múltiplo e versátil Jailton Arruda deu entrevista, ontem, ao Frente a Frente, para detalhar o evento, marcado para a próxima quinta-feira, às 19 horas, no Clube das Pás. Entre os homenageados, este jornalista, blogueiro e âncora. Ouça!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro

07/12


2021

Abertura do “Natal dos Sonhos” de Brejo acontece hoje

A abertura oficial do "Natal dos Sonhos" de Brejo da Madre de Deus, no Agreste pernambucano, acontece hoje. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico, ornamentou pelo menos nove locais em todo município.

A decoração de Natal tomou conta da cidade como nunca foi visto antes, a sede da prefeitura, Fazenda Nova, São Domingos, Mandaçaia, Fazenda Velha, Tambor, Caldeirão e Logradouro estão em clima natalino. Secretária de Cultura, Mônica Asfora convidou a população para conhecer o Natal dos Sonhos, “Gostaria de convidar toda população para conhecer o nosso Natal dos Sonhos, fizemos tudo com muito amor para todos os brejenses”, disse.

Antes da abertura, um “treinão” acontecerá pelas ruas de Brejo, a saída será em frente a Secretaria de Cultura, às 19h30, e terá um percurso de 4 km. A corrida encerrará em frente à Praça do Bom Conselho, onde será realizada a abertura do Natal dos Sonhos, às 20h30. Para abrilhantar ainda mais o evento, a Banda Musical Madre de Deus se apresentará ao público. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes novembro 2021

07/12


2021

E o sertão vai virar deserto…

Por José Nêumanne*

Em 1951, quando nasci na fazenda de meu avô materno, Chico Ferreira, o Rio do Peixe, que dava nome ao lugar, já não tinha água durante a maior parte do ano. Na infância, minha avó viúva me mandava por ancoretas no lombo de um jumento teimoso, que adorava me provocar, para buscar em cacimbas, que a escondiam, a água doce, fresca e saborosa no leito seco do riacho. Mas um dia destes o primo Tiago Pinto filmou a corrente caudalosa do filete anônimo que, de fato, tomara emprestado o nome de um rio de verdade da bacia do Piranhas, que sobe rumo a Mossoró, no Rio Grande do Norte, para desaguar no mar. Há quase meio século, a sinfonia de minha preferência era a torrente de água desabando sobre o telhado da casa. Faz tempo que não tenho mais essa sensação. No entanto, é o que me resta para me dar esperança de que um dia um garoto nascido ali não terá perdido o sentido das palavras rio, sertão e mar. Agora, perto do fim do ano, o presente do adolescente, que mora em Souza, apropriadamente apelidada de Cidade Sorriso, gargalha, folgazão, na tela do aparelho celular.

Mas não são poucas as ameaças de que algum dia aquele fundo arenoso não tenha mais cacimbas e Tiago envelheça sem condições de colher novas imagens do caudal. Miguel Whitaker Pinto, que não é parente nosso, apesar do sobrenome homônimo, mandou-me por WhatsApp uma reportagem do New York Times sobre a tragédia de uma região chamada Seridó. Ela também contém os limites da Paraíba com o Rio Grande do Norte e, antigamente, abastecia os armazéns de Liverpool com o algodão da melhor fibra do mundo, mas a praga do bicudo o dizimou. O texto pungente de Jack Nicas e os vídeos e fotogramas de Victor Moriyama narram a saga de uma família proprietária há mais de século que vê tornar-se pedra e areia estéreis e secas o chão de que vive. “É a terra que sustentou a família Dantas por mais de 150 anos, semeando capoeiras de algodão, colhendo feijão em pés do tamanho de uma pessoa, e na qual, quando chovia bastante, um rio levava a uma cachoeira”. “Mas, recentemente, com temperaturas se aproximando de 100 graus (sic), o rio secou, os grãos não crescem mais e o gado que restou rapidamente consome o último resquício de água”.

A publicação da reportagem sobre a tragédia de Carnaúba dos Dantas (RN) coincide com o noticiário sobre a Conferência do Clima (COP-26), em Glasgow, na Escócia. Mas a desertificação que atinge o semiárido nordestino nada tem que ver com devastação da Amazônia ou meta do carbono zero. A caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro e ali sobrevivem 27 milhões de seres humanos abandonados à própria sorte. Seus parentes importantes ou representantes nos poderes republicanos lhes destinam a mais completa solidão e lhes devotam o maior desprezo. Por serem obra de Lula, presidenciável que o atual chefe do desgoverno, Jair Bolsonaro, considera adversário a eliminar no segundo turno da eleição de 2022, dois programas sociais que amparavam esses desvalidos morrem de criminosa inanição. O Bolsa Família, que matava a fome das famílias pobres do Brasil, foi extinto e transformado em Auxílio Brasil, preito à mendicância militante populista. E as cisternas, instaladas em seu auge ao total de até 100 mil por ano em pequenas propriedades sertanejas, foram completamente abandonadas. Mesmo tendo recebido reconhecimento internacional com a concessão do Prêmio Política para o Futuro da Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação. Segundo Flávio Ferreira, do UOL, sob a alegação de que precisava do dinheiro para bancar o combate à pandemia da covid-19, o atual desgoverno não desembolsou este ano um centavo que fosse para instalar uma só cisterna.

“Daqui a 50 anos não haverá viv’alma aqui”, disse o patriarca dos Dantas de Carnaúbas, Inácio Batista Dantas, de 80 anos, aos repórteres do New York Times. Helena, sua neta de 16 anos, contudo, lhes contou que planeja trabalhar na terra que vai herdar do avô.

A desídia do desgoverno bolsonarista, que seduz as elites políticas nordestinas em “motociatas” e com verbas bilionárias de emendas do relator do Orçamento, desdenha sem piedade tanto do lamento do velho quanto dos sonhos da adolescente. E joga no lixo da História uma profecia que acompanho desde os 15 anos, quando, como presidente do Cineclube Glauber Rocha, em Campina Grande, escrevi sobre a obra-prima Deus e o Diabo na Terra do Sol. Nas sessões do Cinema de Arte, o beato Sebastião repetia uma profecia atribuída ao místico cearense Antônio Vicente Maciel, conhecido no Brasil inteiro graças ao clássico da literatura Os Sertões, de Euclydes da Cunha. E a voz marcante do paulista, descendente de fenícios, Sérgio Ricardo martelava a ambição da conquista da água sem fim, mesmo salgada, no refrão inebriante: “O sertão vai virar mar e o mar, virar sertão”.

O projeto de demolição, que o capitão-terrorista tem comandado sem amor pela vida nem dó pelos humildes, será interrompido por 11 meses para o projeto de sua reeleição instalar nas águas da bacia amazônica contaminadas pelo mercúrio letal e no sertão árido o ancestral sistema de barganha dos tempos dos coronéis de fraque: o toma lá dá cá. “Fique com a cisterna e me pague com seu voto.” Na propriedade de Inácio Dantas não há mais águas para mover moinhos nem reses para dar leite ou serem abatidas. Passada a disputa eleitoral, contudo, a profecia do Conselheiro de Canudos vai ocorrer do avesso. O sertão vai virar deserto… E a armadilha desonesta da transposição do Rio São Francisco, explorada por Lula, Dilma e Temer, e agora furtada por Bolsonaro, nada terá a fertilizar na pedra.

*Jornalista, poeta e escritor


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

07/12


2021

Prefeito de Triunfo se despede da vida pública

Quatro vezes prefeito de Triunfo, o médico Luciano Bonfim, 58 anos, fez, há pouco, um desabafo ao blog sobre seu desapontamento com a vida pública e anunciou que encerrará seu mandato sem disputar reeleição. "Não sou mais candidato a nada", afirmou.

Bonfim foi eleito prefeito pela primeira vez em 2000, novamente em 2008 e reeleito em 2012. Em 2020, foi convidado a se candidatar mais uma vez e se elegeu para o mandato até 2024. É o único cidadão na história de Triunfo eleito quatro vezes. Mesmo de volta ao poder, não deixa de dar expediente como médico anestesista em Serra Talhada, a 22 km do seu gabinete.

"Magno, me desmotivei por completo da política, cansei de ficar adulando deputado para atender um telefone, cansei de andar a Recife como também a Brasília. Isso tudo me deixou muito insatisfeito e desestimulado. Quero mais não", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2021

Coluna da terça-feira

A nova UDN com Moro

Nome mais competitivo na viabilização da chamada terceira via presidencial em 2022, o ex-ministro Sérgio Moro, pré-candidato do Podemos ao Palácio do Planalto, pode se transformar como condutor da reedição no Brasil, 80 anos depois, da chamada UDN – União Democrática Nacional, movimento que teve seu início entre 1937 e 1945, contribuindo para o fim do Estado Novo.

Teve atuação destacada no Governo de Getúlio Vargas entre os anos de 1950-1954, ao qual fez uma contundente oposição. Além do antigetulismo, foram características marcantes da UDN a defesa do liberalismo e intervencionismo. Embora a frente política que formava a UDN fosse diversificada, era restrita basicamente à elite.

Faziam dela parte oligarquias que perderam poder e influência com a Revolução de 1930; antigos aliados de Getúlio que tinham sido alijados do poder; participantes do Estado Novo que se afastaram antes do fim desse período; grupos liberais com identificação regional e grupos de esquerda que buscavam oposição ao Governo de Vargas.

“Tem um cheiro forte de UDN no ar”, reproduziu, ontem, para este colunista, de Brasília, um conhecido marqueteiro que acompanha a cena nacional há muito tempo. Segundo ele, encabeçando a chapa pelo Podemos, Moro poderia atrair para uma aliança o PSDB, o União Brasil, resultado da fusão PSL-DEM, o Cidadania e, provavelmente, também o MDB.

A reedição da velha UDN para os dias atuais, juntando tantos partidos importantes de centro-direita e esquerda moderada, pode resultar numa chapa bastante competitiva. Fala-se, já, em alguns nomes que poderiam ser o candidato a vice na chapa de Moro, dentre eles o governador de São Paulo, João Doria, representante do PSDB, e os pernambucanos Luciano Bivar e Mendonça Filho, do União Brasil.

A UDN fez história. Um dos principais líderes foi Carlos Lacerda, fundando em 1949 o jornal Tribuna da Imprensa que se tornou símbolo da oposição a Vargas e plataforma para propostas udenistas. Neste periódico tinha repercussão os discursos veementes de Lacerda, marcando o debate crítico ao governo nacional. Esta rivalidade chegou ao ápice quando, na madrugada do dia 5 de agosto de 1954, Lacerda foi alvejado em Copacabana, no incidente conhecido como “Atentado da Rua Tonelero”, resultando na morte do major da Aeronáutica Rubens Florentino Vaz, responsável pela proteção do jornalista.

Lacerda afirmou que o então presidente teria ligação com o ocorrido, resultando em um grande golpe no governo de Vargas, que se suicidaria 19 dias depois. A morte de Getúlio reverteu a opinião pública que responsabilizou Lacerda, e consequentemente a UDN, pelo ocorrido.

O petróleo é nosso – Ao assumir o cargo de presidente após as eleições de 1950, Vargas sofreu uma forte campanha oposicionista patrocinada, sobretudo, pela UDN, principalmente no que diz respeito às políticas nacionalistas e trabalhistas. A rivalidade entre o grupo nacionalista - liderado por Vargas - e o grupo liberal – encabeçado pela UDN - se intensificou ainda mais devido à questão do petróleo. O primeiro grupo, com o slogan “O petróleo é nosso”, defendia que a exploração e também o refino do petróleo fossem feitos pela indústria brasileira.

O encanto de Garanhuns – A magia do Natal de Garanhuns está atraindo um grande número de turistas. O último fim de semana foi de hotéis lotados. Da sacada do Palácio Celso Galvão, sede do poder municipal, a artista Zhara Lins emocionou o público cantando Ave Maria. Pedro Henrique, de apenas 12 anos, fez o público se emocionar com a interpretação do Pai Nosso. O prefeito Sivaldo Albino (PSB) já recebeu uma saraivada de turistas em seu gabinete encantados com o brilho da cidade. “Pela primeira vez que vejo uma magia mesmo, vou incentivar meus filhos e amigos a vir pra Garanhuns”, disse Ivonete Sales, visitante do Recife.

Gravatá derrotada – Por falar em Garanhuns, já é dada como certa a volta, durante o período do Carnaval, quando a cidade fica, mais uma vez sem frevo, do Festival de Jazz, evento que a cidade perdeu para Gravatá durante a gestão passada. Tudo porque o prefeito de Gravatá ainda não teve o menor interesse em lutar pela permanência do atrativo, que mexe profundamente com a economia, atraindo milhares de turistas. “Estamos trazendo de volta”, disse o prefeito, numa conversa com o blog.

Filiação de Dallagnol – O ex-procurador da Lava-Jato Deltan Dallagnol se filia ao Podemos próxima sexta-feira durante evento em hotel de Curitiba. O ex-procurador deve se candidatar a deputado federal pelo Paraná nas eleições do ano que vem. Do mesmo partido, o pré-candidato à Presidência e ex-juiz da Lava-Jato, Sergio Moro também vai à filiação. Dallagnol deixou o Ministério Público Federal no começo do mês passado, dias antes de Moro se filiar à legenda. Segundo o partido, outras “importantes lideranças do Paraná” também assinarão suas fichas de filiação.

No Morro – Pré-candidato ao Palácio do Campo das Princesas, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (União Brasil), cumpre agenda no Recife desde ontem e amanhã estará subindo o Morro da Conceição, uma tradição também da classe política do Estado. Durante a segunda das Invasões holandesas do Brasil, o conde de Bagnuolo idealizou uma fortificação, próxima ao local do antigo Arraial Velho do Bom Jesus, que não chegou a ser construída. Após a derrota dos holandeses, o local passou a ser chamado Outeiro de Bagnuolo, em lembrança ao seu nome. Em 1900 recebeu a denominação de Outeiro da Bela Vista. Seu nome atual data de 1904, quando o bispo do Recife, Dom Luís Raimundo da Silva Brito, mandou erigir no seu alto um monumento a Nossa Senhora da Conceição, que foi construído na França e ali erguido, em comemoração ao cinquentenário do dogma da Imaculada Conceição.

CURTAS

COCEIRA – A cidade de Aliança, na Zona da Mata, registrou, ontem, oito casos de pacientes com lesões de pele com coceira e vermelhidão. Com isso, subiu para 20 o número de municípios em que houve notificação da doença, ainda sem diagnóstico. Em Aliança foram três pacientes do sexo feminino e cinco do sexo masculino com idades que variam entre um ano e nove meses e 65 anos.

NO CALOR – O ar-condicionado que atende a Unidade de Cuidados Intermediários Neo Natal da maternidade do Hospital Agamenon Magalhães, uma das principais referências no Estado, quebrou na última sexta-feira e até ontem mães e parentes de bebês recém-nascidos afirmaram estar sofrendo com o calor. O hospital fica localizado no bairro de Casa Amarela e recebe pacientes de todo o Estado.

Perguntar não ofende: Caruaru vai cancelar o São João?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Assim como Carlos Lacerda, dois picaretas!



06/12


2021

Janaina Paschoal recomenda livro de Moro

A advogada e deputada estadual pelo PSL de São Paulo, Janaina Paschoal, escreveu, hoje, em seu Twitter, sobre o livro do ex-ministro Sérgio Moro (Podemos). Segundo a parlamentar, “a parte que resgata a era petista é essencial para que as pessoas não esqueçam o que não pode ser esquecido”. Janaina avaliou o livro como bom e recomendou a leitura. Confira!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Também não vamos esquecer a situação dramática de desemprego, fome e muita miséria pela.qual passa o país. E a nobre deputada, bem como o ex juiz Sérgio Moro são co-responsáveis por isso, pois foram ferrenhos defensores desde o início do acéfalo, que hoje está destruindo o país.



06/12


2021

O brilho de Denise Rothenburg

Colunista do Correio Braziliense, redação pela qual também passei em Brasília, a jornalista Denise Rothenburg roubou a cena, ontem, no lançamento do livro do ex-ministro Sérgio Moro, no Riomar. Com competência, elegância e inteligência, conduziu a entrevista que o pré-candidato do Podemos ao Planalto discorreu bastidores da sua obra em torno da operação Lava Jato.

Denise é uma amiga do coração, muito bem relacionada e querida pelos colegas de profissão em Brasília. Tem uma relação familiar e sentimental com Pernambuco. Seu pai nasceu e viveu muito tempo no Recife. Num telefonema que fiz pela manhã para parabenizá-la revelei que ouvi na plateia muitos elogios pela sua postura e perguntas inteligentes. Não é por acaso que é uma das colunistas mais brilhantes da mídia nacional.

Além de colunista do jornal mais lido da corte, Denise passou pelas mais importantes redações de Brasília e apresenta, ao lado do meu amigo José Maria Trindade, da Jovem Pan, um programa de entrevistas na TV Rede Vida.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha