FMO janeiro 2020

01/12


2021

A lista de Raquel

Por Laura Gomes*

Concentrada em seu palanque, a prefeita Raquel Lyra divulgou um artigo onde ressalta que, nas eleições de 2022, o pernambucano não deve tratar da disputa presidencial. Na ótica da candidata, para se debater Pernambuco não se deve falar de Brasília. Ao que parece, a lista de assuntos proibidos para Raquel é extensa. A começar das suas duas fracassadas movimentações políticas, logo após se colocar novamente em campanha.

Primeiramente, a candidata declarou apoio ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, nas prévias de seu partido. O partido de Raquel deu uma boa amostra de sua capacidade de organização e gestão, com um sistema de votação supermoderno, que prometeu entregar o resultado da eleição interna em horas e levou uma semana para chegar a uma definição. Contados os votos, João Doria venceu e Raquel e seu candidato saíram derrotados.

Ainda no quesito apoios, o aliado de Raquel, Anderson Ferreira, deu as boas-vindas a Bolsonaro em seu partido, ontem, em Brasília. Deixando claro de que lado está a candidata e qual a sua posição política.

Por fim, entre as várias promessas de campanha não cumpridas da prefeita, a que desponta no topo da lista de assuntos proibidos é a da criação de 8 mil vagas de creche em Caruaru. A quatro meses de se desvincular do cargo (pelo menos oficialmente) para concorrer ao cargo de governadora, Raquel está longe de entregar metade do prometido.

A lista de Raquel só tende a crescer. Ela é que está cada vez menor.

*Deputada estadual


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Raquel não vai a lugar nenhum. Será o retrato do prometido e não cumprido na prefeitura de Caruaru, está apenas começando prefeita!


Jaboatão - Família Acolhedora

01/12


2021

Armando: Desemprego é resultado da gestão do PSB

Para o ex-senador Armando Monteiro (PSDB) é preciso que se deixe clara a relação direta entre a repetida posição do Estado como campeão de desemprego no País, revelada pelo IBGE, e a ineficiência da gestão do PSB nos últimos sete anos.

“A liderança de Pernambuco nos índices de desemprego em todo o País confirma a ineficiência de um governo que só lança um plano de retomada de desenvolvimento no apagar das luzes de seu período administrativo”, afirma Armando.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD Contínua) relativa ao terceiro trimestre deste ano mostra que Pernambuco possui uma taxa de 19,3% de desempregados, ao mesmo tempo em que a taxa no Nordeste ficou em 16,4% e no País em 12,6%. Vale destacar que no segundo trimestre Pernambuco também apareceu como líder em desemprego no País (21,3%).

O número atualizado da pesquisa mostra que entre os meses de julho, agosto e setembro, 806 mil pernambucanos procuraram e não encontraram emprego, o que revela um problema de caráter estrutural, como já apontou Armando Monteiro.

“Lamentavelmente, a taxa de desempregados em Pernambuco é mais de 50% superior à média nacional, e isso é fruto de uma série de fatores, como o baixo nível de investimento público, o grande número de obras paradas ou paralisadas, um ambiente ruim para investimentos privados, excesso de burocracia e tratamento tributário inadequado”, enumera Armando.

Para ele, esse quadro só começará a ser revertido com uma gestão eficiente e proativa, o que definitivamente não se viu nos últimos anos em Pernambuco.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ALEPE - Ações Sociais

01/12


2021

Guedes diz que governos têm fetiche por estatais

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, hoje, que as empresas estatais registraram um lucro de R$ 135 bilhões nos nove primeiros meses deste ano, mas acrescentou que, mesmo assim, é preciso vendê-las para continuar com o processo de transformação do Estado brasileiro.

"Isso é um fetiche do passado, que acometeu tanto o governo militar durante 20 anos quanto os novos governos civis. O que tinham em comum? O fetiche das estatais. Petrobras, Eletrobras, Siderbras, Telebras, Portobras. Acabou a Telebras, tem telefone pra todo mundo", disse ele, acrescentando que é preciso "acabar com esse fetiche".

Ele defendeu, durante evento da Secretaria Especial de Desestatização da pasta, que os recursos das privatizações sejam usados em um fundo de erradicação da pobreza, ou para realizar investimentos em infraestrutura.

Guedes avaliou que esses valores não estariam dentro do teto de gastos (que limita a maior parte das despesas à inflação do ano anterior), pois, segundo ele, esse mecanismo foi feito para impedir o crescimento do Estado. "Se quiser diminuir o Estado, não se aplica o teto", concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Ele tem fetiche por pobres, empregadas domésticas e filhos de pobres que cursam uma universidade....


Cabo - Pavimentação e Drenagem

01/12


2021

Raquel bolsonarizou

Ao afirmar que a aliança com o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, independe de seu alinhamento no plano nacional, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, cria na prática o que nenhum político no Brasil conseguiu: tirar do papel a chamada nova política. Mesmo com Anderson afirmando que está fechado com a reeleição de Bolsonaro, a tucana não enxerga nisso nenhum impedimento para se abraçar com ele em 2022.

Neste caso, a nova política, para Raquel, é uma invencionice sem limites. Pelo que entendi da fala dela, a candidata a governadora pelo PSDB pedirá votos para João Doria. Anderson, por sua vez, apoiado por ela para o Senado, cabalará votos para Bolsonaro. Isso sem envolver nenhuma política nacional casada com os interesses estaduais. Que malabarismo fantástico! Não entendo mais patavinas de política!

Concluo, então, que Raquel é a inventora da roda. É Aristóteles de saia. Na Grécia, o filósofo e pensador esboçou um novo tipo de política, principalmente por suas ideias de participação popular e por defender que toda boa política deve visar sempre ao bem comum. Há de se dizer, também, que Aristóteles questionou as formas de Governo da época, mostrando de maneira contundente suas falhas.

Na Grécia antiga a política nasceu pela necessidade de administrar as cidades. De pólis surgiu a política de Aristóteles. De Caruaru, está surgindo a nova política raquealista: não interessa com quem Anderson esteja, o importante é saber se ele transfere votos em Jaboatão e RMR, reza a cartilha da nova política implantada pela prefeita do País de Caruaru.

Isso é o que se pode chamar de bolsonarismo disfarçado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Não vão a lugar nenhum!



01/12


2021

Prefeito interino de Maraial humilha servidor

Everaldo do Queijo (foto), prefeito interino de Maraial e presidente da Câmara de Vereadores, também conhecido como “Severino de Aracaju”, protagonizou um episódio lamentável de humilhação, ameaça e assédio moral. A vítima dos crimes previstos em lei foi o funcionário público Valdir da Ambulância, que é concursado da Prefeitura.

O vídeo que circula na cidade revoltou a população, já que foi cometido por quem tem por obrigação cuidar e defender os trabalhadores, seja servidor público ou não.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina outubro 2021

01/12


2021

Ex-secretário de Segurança do DF é o número 2 da PF

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, nomeou o delegado Sandro Avelar como Diretor-Executivo da Polícia Federal – o segundo cargo mais importante na hierarquia do órgão. A nomeação está no "Diário Oficial da União" de hoje.

A vaga foi aberta porque o atual Diretor-Executivo, Cairo Duarte Costa, foi escolhido como adido da PF no Canadá. Sandro Avelar trabalhava como adido da PF em Londres. O nome dele já foi cotado como diretor-executivo em 2017, quando Fernando Segóvia era o diretor-geral da PF, mas a nomeação não prosperou à época.

O novo diretor-executivo já foi secretário de Segurança Pública do Distrito Federal no governo de Agnelo Queiroz (PT). Em 2014, Sandro Avelar tentou entrar para a política e se candidatou a deputado federal pelo MDB, mas não se elegeu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

01/12


2021

CCJ do Senado sabatina hoje André Mendonça

A sabatina de André Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) acontece hoje. O presidente do colegiado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), escolheu a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) como relatora da indicação do ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

Eliziane Gama, que é evangélica, afirmou que a escolha de seu nome demonstra o respeito de Davi pela diversidade religiosa e é um sinal de prestígio para a Bancada Feminina. É a primeira vez que uma senadora relata uma indicação ao STF. Eliziane afirmou que seu relatório terá como foco analisar o currículo e a capacidade técnica do indicado.

“Eu vejo que o convite vindo a mim por parte do presidente Davi é um sinal de prestígio à bancada feminina e aos evangélicos e demonstra claramente o seu respeito pela diversidade religiosa no Brasil. Como relatora, eu vou me pautar por informações e também pela boa técnica legislativa, sem qualquer preconceito político, idelógico e muito menos religioso. O que importa neste momento é o currículo e a capacidade técnica do indicado”, afirmou a senadora.

André Mendonça foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 13 de julho. A mensagem com a indicação (MSF 36/2021) chegou à CCJ no dia 18 de agosto. Ao longo de quase quatro meses, senadores cobraram a sabatina do indicado. Durante a reunião da última quarta-feira (24), Davi Alcolumbre classificou como “um embaraço” os apelos feitos por parlamentares para a realização da sabatina de André Mendonça. Para ele, a definição sobre a pauta das comissões e do Plenário do Senado cabe aos respectivos presidentes. Ele também disse que alguns críticos atribuíram a demora para a realização da sabatina a divergências religiosas. Davi Alcolumbre é judeu, e André Mendonça é evangélico.

“Confesso que pessoalmente me senti ofendido. Chegaram a envolver a minha religião. Chegaram ao cúmulo de levantar a questão religiosa sobre a sabatina de uma autoridade na CCJ, que nunca teve o critério religioso. O Estado brasileiro é laico. Está na Constituição”, advertiu.

Alguns senadores usaram as redes sociais para comentar o agendamento da sabatina e a escolha de Eliziane como relatora. Vanderlan Cardoso (PSD-GO) escreveu que ficou muito feliz com ao saber da escolha de Eliziane: “Tenho certeza de que ela fará um excelente relatório”, afirmou. Já Eduardo Girão (Podemos-CE) lamentou que a sabatina tenha levado quatro meses para ser agendada, mas agradeceu a pressão de seus seguidores e de alguns senadores que, segundo ele, se mobilizaram para viabilizar a análise da indicação. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Novembro

01/12


2021

Morre ex-vereador de Natal Ney Lopes Júnior

O ex-vereador de Natal Ney Lopes Júnior morreu, ontem, aos 47 anos de idade. Ele foi encontrado sem vida em casa pelos familiares. Advogado e jornalista, Ney Lopes Júnior mostrou interesse na política desde jovem. Em 2008, ocupou seu primeiro cargo público, quando foi eleito vereador de Natal com 5.820 votos.

Neste período, foi vice-presidente da Câmara Municipal e assumiu temporariamente como prefeito de Natal em dezembro de 2012 após o afastamento da prefeita Micarla de Sousa e a renúncia ao cargo do vice Paulinho Freire e do presidente da CMN, Edivan Martins.

Candidato em 2012, não conseguiu a reeleição, voltando à Câmara Municipal de Natal nas eleições de 2016 após receber 3.197 votos. Ele ficou até o fim do mandato, em 2020. Até o momento, a família não divulgou informações sobre o velório e enterro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Feira da Sulanca

01/12


2021

É muita cara de pau

Na volta de Brasília para o Recife ontem, em conexão no Rio, bati de frente, numa dessas coincidências da vida, com o prefeito João Campos (PSB), tão logo entrei no ônibus que nos levou até a aeronave via Recife. Estava na companhia de dois assessores. Como ele sequer me cumprimenta, usamos do mesmo disfarce: fingi que não o tinha visto e ele também fingiu, embora tenhamos ficados lado a lado.

No avião, curioso como todo bom e atento repórter, dei uma busca nas redes sociais dele para curiar a razão da sua viagem ao Rio e não a São Paulo, terra da noiva Tabata Amaral. E vi que o motivo foi uma entrevista. Mas precisa levar dois assessores?

Quando acordei hoje, já estava no meu celular um vídeo dele dizendo que era prefeito que trabalhava até de madrugada, vistoriando obras. Que mentira deslavada! Nosso voo pousou no Recife de fato com o relógio já passando de uma hora da madruga. No trajeto até a casa dele, se deparou com uma obra meia sola de reparo de asfalto, desceu do carro fez um vídeo informando que estava vistoriando obras de madrugada.

Que mentira, que oportunismo barato!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

O blogueiro será que já foi atrás também das mentiras do acéfalo e do quarteto lambe-botas ? mentira por mentira todos são mentirosos .


Arcoverde novembro 2021

01/12


2021

Coluna da quarta-feira

O candidato de Bolsonaro

A política não é uma ciência exata, mas tem lógica. Ao se manter no PL com juras de lealdade à reeleição de Bolsonaro, o prefeito de Jaboatão e presidente estadual da legenda, Anderson Ferreira, revelou, implicitamente, que está em outro jogo, outro campo bem diferente do compromisso prévio que havia fechado com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), para caminharem juntos na sucessão do governador Paulo Câmara.

Segundo fontes consultadas pelo blog no PL nacional e no Palácio do Planalto, Anderson pode ter dado uma guinada nas últimas horas. Ao invés de candidato a senador na chapa de Raquel, como havia sinalizado, pode ser convertido no postulante ao Governo do Estado apoiado pelas forças bolsonaristas. “Meu principal eleitor, dentro do universo evangélico, está com Bolsonaro. Não tenho dificuldades em apoiar a sua reeleição”, confessou.

Com Anderson no páreo, desta feita revestido e plastificado como candidato de Bolsonaro, o presidente, finalmente, pode ter encontrado a alternativa de um palanque mais competitivo em Pernambuco, Estado que não havia ainda construído uma articulação política, dando apenas sinais de prestígio ao ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, aliado de primeira hora, ocupante de um gabinete na Esplanada dentro da sua cota pessoal.

Mais calejado na política do que a filha, o ex-governador João Lyra Neto já havia percebido a jogada de Anderson ao declarar, na última segunda-feira, numa emissora de rádio em Caruaru, que com o líder liberal abraçado a Bolsonaro não havia a menor condição da aliança com o PSDB ser mantida. “Onde Bolsonaro estiver, estaremos do outro lado”, sentenciou.

Em entrevista ao Frente a Frente, ontem, quando rompeu o silêncio mantido após as notícias de que Bolsonaro estava se filiando ao PL, Anderson ainda tentou minimizar o impacto da sua decisão em marchar com a reeleição do presidente da República. “Meu acerto com Raquel diz respeito especificamente a Pernambuco”, contemporizou.

Discurso frágil, para inglês ver. Na tentativa de minimizar os efeitos do seu realinhamento a Bolsonaro, o prefeito de Jaboatão não quis, na verdade, desfazer o acordo prévio com Raquel pela mídia. Isso envolve uma conversa cara a cara, que deve ocorrer tão logo regresse hoje a Pernambuco depois do beijo em Bolsonaro.

O conciliador – Em seu discurso na filiação ao PL, tentando emplacar uma fala conciliadora, após colocar obstáculos na filiação por causa de alianças do PL com partidos de esquerda em alguns Estados, o presidente Jair Bolsonaro disse que não tomará decisões de forma individual e que nenhum partido será esquecido. "Eu e o Valdemar não vamos decidir nada sozinhos, queremos compor e fazer o melhor para o Brasil", pontuou. Deixou claro que quer fazer composições estaduais para eleger governadores e senadores - o Senado, especialmente, tem sido sua obsessão, já que é onde os principais projetos do governo têm empacado.

PE ou Tocantins? – De Madri, onde cumpre agenda oficial, impedindo sua presença no ato de filiação de Bolsonaro ao PL, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, disse na volta conversará com o presidente sobre sua filiação ao novo partido do chefe. Machado tanto pode vir a disputar o Senador por Pernambuco quanto por Tocantins, Estado que mantém negócios na área agrícola, sendo bastante conhecido por lá, além de articulado com as lideranças locais. “Quem vai decidir meu destino é o presidente”, afirmou.

Sem ataques – Antes da finalização das prévias do PSDB, João Doria fez um reconhecimento de campo participando de pequenos jantares com integrantes da iniciativa privada. O conselho que mais ouviu, pelo que se apurou, foi o de que evitasse falar mal, repetidamente, de Bolsonaro. Já em outra alçada, mais interna, o governador concordou com seus conselheiros: vai usar menos as palavras “eu fiz” e mais o “nós fizemos”, comparecendo a novos encontros com empresários levando parte do seu staff no governo do Estado para que eles também sejam ouvidos.

Para o povo – “Eu queria saber como está lá [no trio elétrico]”, disse o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, depois da cerimônia de filiação de Jair Bolsonaro, ontem, em Brasília. O presidente da República estava prestes a discursar no carro de som. “Tem muita gente, é?”, perguntou Valdemar sobre o público do comício a jornalistas que tentavam insistentemente entrevistá-lo. Ele foi informado de que havia no máximo 200 pessoas. “Acontece que o tempo está ruim, esse é o problema”, afirmou. Choveu forte em Brasília depois das falas de Bolsonaro no trio elétrico. Em volta da estrutura, havia apoiadores –em parte mobilizados pelo PL local– e alguns vendedores ambulantes. Uma banca vendia bandeiras do Brasil, símbolo muito utilizado nos atos políticos bolsonaristas

Fernando cedeu – O relator da PEC dos Precatórios e líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), apresentou, ontem, na Comissão de Constituição e Justiça, um complemento de voto com ajustes pontuais em sua versão do texto. As mudanças, contudo, não convenceram os senadores mais resistentes à proposta, que negociaram mais mudanças com o relator. A reunião chegou a ser suspensa. Na volta da reunião, Bezerra apresentou novas mudanças em seu parecer. Ele topou excluir do teto de gastos o pagamento dos R$ 15,6 bilhões em dívidas judiciais do Fundef com os Estados da Bahia, Ceará, Pernambuco e Amazonas. Na CCJ, o texto foi aprovado por 16 votos a dez.

CURTAS

SEM SHOWS – O Recife não terá shows na orla de Boa Viagem durante o réveillon 2022 devido à pandemia da Covid-19. A queima de fogos está mantida. O anúncio foi feito pelo prefeito João Campos (PSB). "Não haverá shows promovidos pela Prefeitura. Não vai haver grandes shows, como sempre acontecem, na Avenida Boa Viagem, no polo do Pina, que são as principais praias do Recife. Nós temos avançado muito na vacinação, mas o momento ainda não chegou de promover um encontro de tal tamanho”, disse.

SEM DECISÃO – Sobre o cancelamento do carnaval no Recife, a decisão ainda não foi tomada por ele. “Uma solução possível é um adiamento conjunto de todas as cidades para uma data futura onde essas cinco cidades podem anunciar um calendário uniforme de carnaval remarcado. É uma alternativa”, disse o prefeito.

Perguntar não ofende: O PTB, do coronel bolsonarista Meira, apoia a candidatura de Anderson para governador?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

30/11


2021

ACM Neto e Rodrigo Maia se reaproximam

Depois de um rompimento ruidoso, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) e o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido) voltaram a se aproximar como efeito colateral da filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL. As consequências para o tabuleiro de alianças locais já tiveram início e devem afetar inicialmente os acordos na Bahia e no Rio de Janeiro. As informações são do blog do Camarotti.

Secretário-geral do novo partido União Brasil, ACM Neto, se irritou com a possibilidade de perder o apoio do PL à sua candidatura ao governo estadual. O objetivo de Bolsonaro é que o partido apoie o atual ministro da Cidadania, João Roma, do Republicanos. Roma já foi chefe de gabinete de ACM Neto, que se dizia contrário ao ingresso dele no governo. Desde a confirmação da indicação, os dois estão rompidos.

ACM Neto tem sinalizado a interlocutores que não deixará sem resposta o movimento de retirada de apoio do PL na Bahia. O revide deve ser a retirada do apoio do União Brasil à candidatura à do atual governador Cláudio Castro, do PL, no Rio de Janeiro.

Há algumas semanas, ACM Neto voltou a se aproximar do ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Os dois tomaram um café da manhã e têm mantido contatos frequentes por telefone.

Maia foi expulso do extinto DEM (que se converteu no União Brasil, em fusão com o PSL) depois de trocar ofensas com ACM Neto e culpá-lo pela derrota do candidato que apoiava à presidência da Câmara, o deputado Baleia Rossi (MDB -SP).

Agora, a ideia cogitada por ACM Neto é filiar Rodrigo Maia ao União Brasil e entregar a ele o comando do diretório do partido no Rio. Assim, Maia poderia lançar um nome alternativo ao governo a fim de se contrapor Cláudio Castro e ao PL no estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

SESC - Férias de Janeiro

30/11


2021

Deputado destina R$ 200 mil para a Fundação Altino Ventura

A Fundação Altino Ventura será uma das instituições pernambucanas beneficiadas com recursos de emendas do deputado estadual Antonio Coelho (DEM). O anúncio foi realizado pelo parlamentar, hoje, durante visita à nova sede da entidade, no bairro da Iputinga.

“Pudemos testemunhar, hoje, o compromisso e o profissionalismo do trabalho desenvolvido pela Fundação junto à população mais carente. Estamos felizes em assegurar R$ 200 mil em emenda parlamentar e, assim, seguiremos colaborando com o nosso mandato para o sucesso da Fundação Altino Ventura, reforçando essa rede de atitude social e de solidariedade”, celebrou o democrata.

Na ocasião da visita, o líder da Oposição e outros colegas deputados foram homenageados com o Prêmio Visão Social 2021, entregue pelo presidente da FAV, Dr. Marcelo Ventura, e pela presidente do Conselho Curador da casa, Dra. Liana Ventura. A comenda é um reconhecimento a autoridades e doadores que contribuem com o trabalho desenvolvido pela instituição.

“Sinto-me honrado em poder apoiar a manutenção dos serviços prestados pela Fundação Altino Ventura”, destacou o parlamentar.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes novembro 2021

30/11


2021

PSB desmarca reunião com Clodoaldo

Ainda não foi dessa vez que o deputado Clodoaldo Magalhães conseguiu aparar as arestas criadas dentro do seu partido por parlamentares inconformados com o seu projeto eleitoral. O deputado tinha reunião agendada para esta terça-feira, em Brasília, onde se encontraria com o presidente nacional Carlos Siqueira. Mas a agenda foi desfeita, sob o argumento de que Siqueira teria exames médicos a realizar.

Clodoaldo esperava ouvir Siqueira sobre a celeuma criada desde que decidiu disputar uma vaga de deputado federal, em 2022. Queria que o diretório nacional se manifestasse a respeito do assunto, já que recentemente o presidente estadual da sigla, Sileno Guedes, disse, em matéria publicada na imprensa, que o processo de diálogo estava em discussão no partido, e que Clodoaldo já havia falado de suas pretensões com o governador, inclusive com o próprio. Sileno também informou que O PSB traçou como meta reeleger sua bancada e ampliar os quadros.

“Nosso nome surge por sermos um militante antigo do partido. Temos uma história e quatro mandatos, todos pelo PSB. Entendo que meu nome chega de forma muito natural”, afirmou Clodoaldo. De Brasília, o deputado justificou que foi ao Distrito Federal tratar dessa agenda, mas como não foi possível, aproveitou a viagem para resolver outros assuntos pendentes. “Vamos aguardar uma nova reunião. É importante ter este posicionamento do PSB e alinhar as coisas de forma tranquila e transparente”, concluiu. Ele esteve com lideranças políticas pernambucanas e participou de reuniões.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

30/11


2021

Petrobras deve receber US$ 1,8 bi pela Landulpho Alves

A Petrobras anunciou, no início da noite de hoje, que finalizou a venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), localizada em São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador. Também foram negociados os ativos logísticos associados para o Mubadala Capital.

A operação foi concluída com o pagamento de US$ 1,8 bilhão (R$ 10,1 bilhões) para a Petrobras, valor que reflete o preço de compra de US$ 1,65 bilhão, ajustado preliminarmente em função de correção monetária e das variações no capital de giro, dívida líquida e investimentos até o fechamento da transação.

De acordo com a estatal de economia mista um ajuste final do preço de aquisição ainda é previsto para os próximos meses. A refinaria é a primeira dentre as oito que estão sendo vendidas pela Petrobras a ter o processo concluído. A Acelen, empresa criada pelo Mubadala Capital para a operação, assumirá a partir de 1º de dezembro a gestão da RLAM, que passa a se chamar Refinaria de Mataripe.

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, considerou que a conclusão da venda reflete a importância da gestão de portfólio além de fortalecer a estratégia da companhia.

“Esta operação de venda é um marco importante para a Petrobras e o setor de combustíveis no país. Acreditamos que, com novas empresas atuando no refino, o mercado será mais competitivo e teremos mais investimentos, o que tende a fortalecer a economia e gerar benefícios para a sociedade. É também parte do compromisso firmado pela Petrobras com o CADE para a abertura do mercado de refino. Do ponto de vista da companhia, é um avanço na sua estratégia de realocação de recursos. No segmento de refino, a Petrobras vai se concentrar em cinco refinarias no Sudeste, com planos de investimentos que a posicionará entre as melhores refinadoras do mundo em eficiência e desempenho operacional”, disse. Clique aqui e confira a matéria do portal Bahia Notícias na íntegra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/11


2021

CCJ do Senado aprova PEC dos Precatórios

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, hoje, por 16 votos a 10, a proposta de emenda à Constituição conhecida como PEC dos Precatórios. O texto segue para o plenário do Senado.

A PEC é a principal aposta do governo para bancar o programa social Auxílio Brasil. A equipe econômica afirma que, se aprovada, a proposta deve abrir espaço superior a R$ 106 bilhões no orçamento.

Entre outros pontos, a PEC dos Precatórios:

  • limita o pagamento anual das dívidas da União reconhecidas pela Justiça;
  • altera o período de cálculo de inflação que reajusta o teto de gastos.

Relator da PEC, o senador Fernando Bezerra (MDB-PE) disse que pedirá ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que paute a proposta em plenário ainda nesta terça. Até a última atualização desta reportagem, não havia definição sobre a data.

Bezerra fez uma série de mudanças em relação ao texto aprovado pela Câmara dos Deputados. Se o plenário do Senado aprovar as alterações, a PEC deverá ser votada novamente pela Câmara. Mais cedo, hoje, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a PEC dos Precatórios é a opção "menos ruim" para o Brasil no momento.

Também hoje, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, declarou que a solução encontrada pelo governo para bancar o Auxílio Brasil cobrou um preço "muito grande" em termos de credibilidade.

Cálculo divulgado ontem pela Instituição Fiscal Independente, vinculada ao Senado, afirma que a PEC dos Precatórios pode gerar uma "bola de neve" de R$ 850 bilhões em precatórios não pagos até 2026.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros