FMO - Previnir é a melhor forma de lutar

26/10


2021

Aprovado pedido de banimento de Bolsonaro das redes

Senadores da CPI da Covid-19 aprovaram, hoje, extra pauta, dois requerimentos relativos às declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) associando a vacina contra a Covid-19 à Síndrome da Imunodeficiência Humana (Aids). Apenas o senador governista Jorginho Mello (PL-SC) anunciou voto contrário aos dois. As informações são do Portal Metrópoles.

Um dos requerimentos prevê o envio de medida cautelar ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que pede o banimento do presidente Jair Bolsonaro das redes sociais. O pedido será enviado ao ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news, para que ele tome “ciência da reiterada e flagrante conduta potencialmente criminosa do presidente da República”.

Outro requerimento prevê solicitação ao STF que exija retratação de Bolsonaro, sob pena de multa de R$ 50 mil por dia em caso de descumprimento.

“Eu acho que o Congresso deveria se posicionar quanto a isso. É muito grave. A Presidência é uma instituição, não é um cargo de boteco que você fala o que quer como se tivesse tomando cerveja e comendo churrasquinho”, disse o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). “Os fatos são maiores do que qualquer argumento que possa se escrever”, acrescentou.

A comissão realiza, nesta terça-feira, a votação do relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL), de forma nominal, e será o verdadeiro teste da unidade do grupo majoritário na comissão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Joao

Claro, não apenas das redes sociais, mas da história política desse país, bem como os lambe-botas imbecis que ascenderam com ele.


Jaboatão - Mutirão de Vacinação

26/10


2021

2022 igual a 2006: Miguel e Raquel lideram na oposição

Por Ítala Alves*

A um ano da eleição ao Governo de Pernambuco, uma acirrada disputa surge entre as duas principais lideranças do campo de oposição no Estado. Os prefeitos Raquel Lyra (PSDB), de Caruaru, e Miguel Coelho (União Brasil), de Petrolina, se fortalecem para o confronto com o candidato da situação, deixando pouco espaço para o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), também da oposição, em um processo semelhante ao de 2006, quando o processo se afunilou com Eduardo Campos e Humberto Costa à frente das oposições.

É o que mostra a segunda pesquisa publicada ontem por este blog, realizada pelo Instituto Opinião, de Campina Grande (PB). Em relação à primeira pesquisa, realizada em maio deste ano, Raquel cresceu dez pontos percentuais, Geraldo Júlio (PSB), que é o nome da situação, avançou oito, Miguel sete e Anderson um. Dissecando os números, constata-se que o percentual de crescimento de Raquel e Miguel é o mesmo, 221% para ambos. Já no caso de Anderson Ferreira, o crescimento foi de apenas 15%. Para Geraldo, que surfa sozinho no campo situacionista, o crescimento foi de 214%.

Comparando os quatro pré-candidatos em relação aos seus respectivos redutos eleitorais, a pesquisa aponta dados curiosos: na Região Metropolitana, Geraldo, que foi prefeito do Recife por duas oportunidades, aparece com 24%. Anderson Ferreira, no comando do segundo maior colégio eleitoral do Estado, com apenas 17%. Já Raquel tem forte desempenho na sua região, o Agreste – que é o segundo maior colégio eleitoral regional de Pernambuco, atrás apenas da RMR. A prefeita tucana pontua com 44% das intenções de votos.

Mas é no caso de Miguel Coelho que vem o melhor desempenho. Na sua região, o Sertão de São Francisco, ele pontua com muita força, atingindo a impressionante marca de 82% das intenções de votos. Logicamente, que cada região tem seus diferentes pesos, mas o que fica claro é que, no caso de Raquel e mais acentuadamente no de Miguel, os números traduzem o sentimento de que quem conhece o trabalho desenvolvido por estes gestores tem grande disposição para votar neles.

Corroborando com esse raciocínio, vale trazer à luz os resultados eleitorais dos quatro pré-candidatos, tendo em vista que todos já foram reeleitos, sendo Geraldo em 2016 e Anderson, Miguel e Raquel em 2020.

Anderson obteve 54,28% dos votos dos eleitores de Jaboatão numa disputa com Daniel Alves, que ficou com 30%. Geraldo teve 61,30% dos votos dos eleitores do Recife, numa disputa direta com João Paulo, que alcançou 38%. Já Raquel alcançou 66,86% dos votos dos caruaruenses, contra 19% do Delegado Lessa. Miguel atingiu 76,19% dos votos dos petrolinenses, contra apenas 9% de Júlio Lóssio Filho.

Como a pesquisa quantitativa é um dado científico e o resultado de uma eleição é uma constatação, podemos traçar um paralelo correlacional entre o resultado deste levantamento e o resultado das reeleições dos quatro pré-candidatos, chegando a uma conclusão: a proporção de aceitação deles, em cada respectivo reduto, bate com o resultado estratificado da intenção de votos, reiterando de forma cristalina a força de Raquel e Miguel no campo oposicionista.

2022 será muito diferente de 2014 e 2018

Já tem um bom tempo que o cenário não é tão favorável aos pré-candidatos fincados no campo da oposição. Primeiro porque em 2014, no ápice da ampla liderança do então candidato Armando Monteiro, veio o trágico acidente que vitimou Eduardo Campos, impulsionando como um foguete a candidatura do seu sucessor Paulo Câmara. A comoção que tomou conta do Estado embalou o sentimento majoritário de homenagear Eduardo, dando a vitória pela Frente Popular a Paulo Câmara.

Em 2018, contra o mesmo Amando, Câmara sagrou-se vitorioso ainda no 1º turno, com cerca de 550 mil votos de maioria para Armando. A fragilidade da oposição por ter apenas o nome de Armando como um candidato forte no pleito e o fator Lula foram decisivos no resultado.

2022 será muito semelhante a 2006

Na eleição de 2006, três candidatos travaram uma bela disputa pelo Governo do Estado. Mendonça Filho, Eduardo Campos e Humberto Costa obtiveram 39%, 33% e 25% respectivamente.

Mendonça estava indo para a reeleição sentado na cadeira de governador, contra dois fortes candidatos da oposição, ambos curiosamente apoiados pelo então presidente Lula. E aqui um parêntesis: Armando Monteiro manteve-se como pré-candidato até março daquele ano, quando foi levado a optar pelo apoio a Humberto Costa.

Passaram para o segundo turno Mendonça e Eduardo. O resultado teve um detalhe interessante: Mendonça obteve menos votos no segundo turno do que no primeiro, já Eduardo praticamente dobrou seu desempenho no segundo turno.

Quando afirmo que o pleito do próximo ano se assemelha fortemente ao de 2006, é que para Raquel e Miguel, líderes na oposição, fica o indicativo de que a melhor estratégia para findar o reinado do PSB no Estado é o de duas candidaturas fortes de oposição, unidas em um eventual segundo turno, assim como em 2006.

Nas agitadas águas do mar eleitoral de Pernambuco, está cada vez mais evidente que as pré-candidaturas estão ganhando a cada dia mais musculatura.

Percorrer cada quilômetro do Estado, celebrar estrategicamente as alianças, conversar com o eleitorado e apresentar a vitrine de suas gestões, bem como ter propostas críveis e sintonizadas com os anseios do povo é uma tarefa urgente. Quem souber como executar de forma eficiente tal estratégia, dará um salto em direção ao Palácio do Campo das Princesas.

*Editora do Blog do Magno


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Cabo - Pavimentação e Drenagem

26/10


2021

Parceria garante investimentos para Timbaúba

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) tem destinado investimentos para o município de Timbaúba. Em 10 meses de gestão do prefeito Marinaldo Rosendo (PP), o parlamentar já investiu três milhões de reais para a saúde, encaminhou emenda para a construção de uma quadra poliesportiva e tem viabilizado a liberação de recurso para a construção de uma nova escola. Para a população da zona rural, a perfuração de 10 poços artesianos já tem sido garantida, além da entrega de uma retroescavadeira. Ao lado do prefeito, o deputado afirma que os investimentos não vão parar por aí.

“Esse é só o começo de muitos recursos que ainda iremos destinar para os moradores de Timbaúba. Marinaldo é um grande prefeito, que vem mostrando muito trabalho para organizar o município. Com a parceria dele, iremos continuar transformando a história dessa querida cidade”, registrou Eduardo da Fonte.

Além dos recursos destinados para as áreas da saúde, educação e infraestrutura, o deputado e o prefeito têm construído um projeto que promete melhorar ainda mais a vida da população. Trata-se da implantação de uma cooperativa de costura no município. O objetivo é gerar mais emprego e renda para os habitantes, o que irá fortalecer o desenvolvimento econômico de Timbaúba.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina setembro 2

26/10


2021

Acesso à Princesa Isabel (PB) também já começou


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


26/10


2021

Vieira diz desconhecer acordo entre Raquel e Anderson

Durante visita do prefeito de Petrolina e pré-candidato ao Governo do Estado, Miguel Coelho (DEM), ao município de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, o ex-deputado Edson Vieira (PSDB) revelou desconhecer qualquer acordo eleitoral entre Raquel Lira (PSDB) e Anderson Ferreira (PL). A fala do ex-prefeito do município ocorreu na última sexta-feira, durante participação no Programa Cidade em Foco, da Rede Pernambuco de Rádios.

“Não sei que pacto é esse entre Raquel e Anderson. Ela nunca me disse isso. O que eu trabalho é a união dentro do grupo (da oposição). Miguel é um bom gestor e isso é indiscutível, Raquel é uma boa gestora e Anderson também é um bom gestor”, falou Edson.

Perguntado sobre o apoio que declarou à pré-campanha de Miguel, Edson, que é do mesmo partido de Raquel, amenizou e voltou a pregar a união da oposição. “Serei um soldado de Miguel, serei um soldado de Raquel e serei um soldado de Anderson, independente de quem for o candidato. O meu papel aqui é unir”, finalizou o ex-gestor.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Sindicontas

26/10


2021

Finalmente, uma estrada recuperada no Sertão


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca - Outubro

26/10


2021

Aumento dos combustíveis tem impacto em todo o Brasil

A Petrobras reajustou os preços dos combustíveis mais uma vez. Este foi o assunto de destaque ontem em todo o Brasil, inclusive no Governo Federal. As informações são do blog do Riella.

Foi aumentado em R$ 0,21 por litro o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras. A correção de 7,04% no valor do combustível já está valendo.

O diesel sobe R$ 0,28 por litro, o que representa um aumento de 9,15%.

Segundo o IBGE, a gasolina já aumentou 39,6% em 12 meses. O etanol, 64,77%.

Parte dessa alta de preços está relacionada a fatores externos, como a alta do dólar e o preço do barril de petróleo no mercado internacional.

No entanto, o preço dos combustíveis na refinaria influencia o valor final na bomba do posto. Impostos federais e estaduais são cobrados de forma proporcional: quanto maior valor de origem, mais altos serão os valores pagos em tributos.

Por isso se explica a polêmica surgida nas últimas semanas sobre o impacto do ICMS, imposto estadual, no preço final dos combustíveis.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Caruaru - Transparência em 1° Lugar

26/10


2021

Coluna da terça-feira

Sem Armando, todos japoneses

Ao longo dos últimos meses, meu nome passou a ser ventilado para disputar um mandato político. Acredito ser fruto do jornalismo cidadão que abracei desde o dia que botei meus pés pela primeira vez numa redação, a do bicentenário Diário de Pernambuco. Foi nos anos 80. Vindo do Interior, não tinha a menor noção do arcabouço de um matutino tão afamado, cuja redação foi também tribuna de uma geração de ouro do jornalismo, como Aníbal Fernandes, e de celebridades, como Gilberto Freyre e Manuel Bandeira.

Uma época em que se vivenciava jornalismo romântico, resultado do casamento da comunhão com a boemia. Era prazeroso e emocionante assistir à impressão barulhenta do jornal saindo da fornalha da oficina, com forte cheiro de tinta, já tarde da noite, entrando pela madrugada depois de jogar muita conversa fora no Dom Pedro, o bar-restaurante point de jornalistas e políticos.

Os tempos mudaram e se encarregaram de aperfeiçoar a forma trabalhosa de fazer chegar até ao leitor manchetes como produtos de espinhosas investigações. Do impresso, passamos para o online, mutação radical. Só não na minha visão de jornalista e de fazer a notícia. No conteúdo e no estilo, me mantendo intacto, na estrada ou dentro de um avião, em busca de fatos de repercussão, de interesse coletivo relevante em defesa dos que não têm voz.

Faço jornalismo por vocação e prazer. Tenho o orgasmo do furo, faro de pastor Alemão para caçar notícias e disposição de um gigante na apuração. Quanto ao gosto pela política, considero herança do meu pai, o quase centenário Gastão Cerquinha, vereador por quatro mandatos e vice-prefeito de Afogados da Ingazeira, nosso chão seco, mas apaixonante. Fui testado ontem pela primeira vez numa pesquisa estadual para uma disputa majoritária, o Senado, a Casa Alta que revisa ou aperfeiçoa as leis emanadas pela Câmara dos Deputados, a Casa do povo.

Aparecer com 3,2% das intenções de voto no geral para o Senado, chegando a 7,5% em regiões como o Sertão, sem nunca ter afirmado que sou candidato, foi gratificante, até porque, com exceção do ex-senador Armando Monteiro, que lidera com 23%, mas não é candidato, todos despontam com percentuais bem próximos ao meu. Não estou picado pela mosca azul nem tampouco entrarei em aventura. Só deixarei de fazer notícia para ser notícia se for algo que realmente possa se transformar em grito uníssono da sociedade. Pernambuco precisa mudar e se renovar. Mais do que isso, virar uma página penosa. Chega de tanta maldade com seu povo! Há muito deixamos de ser aquele Leão do Norte. Viramos um gatinho pardo, esmagado pela Bahia e o Ceará e, em alguns setores da economia, como o turismo, ameaçados até pela Paraíba.

A eleição para o Senado, no meu entender, está aberta e se apresenta para uma disputa na qual todos hoje são japoneses, iguais no lastro político e na densidade eleitoral. Uma disputa para o Senado inédita, porque o governador não é candidato nem o donatário do mandato, Fernando Bezerra Coelho, disputa a reeleição. As cartas dos japoneses estão sendo postas à mesa, mas o jogo só será jogado a partir de abril.

Saia justa – Ao anunciar, ontem, por este blog, que renuncia o mandato de prefeito de Jaboatão em abril, Anderson Ferreira (PL) pôs uma saia justa na prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB). Como estão acordados num apoio recíproco para o Governo do Estado, nas entrelinhas Anderson obrigou Raquel a sair do muro. Dos três pré-candidatos a governador, só a tucana ainda não assumiu que pode entrar no páreo. Aliados da própria prefeita acham que ela dificilmente seguirá o caminho de Anderson, que teve a coragem para dizer que não está blefando.

Olho no Senado – Anderson Ferreira, por outro lado, deixou a entender que está no jogo para disputar o Senado na chapa que seria encabeçada por Raquel Lyra. "Estou renunciando para ser candidato a governador ou senador. Meu destino dependerá de Raquel", afirmou. Anderson e Raquel anunciaram um acordo há mais de 40 dias, pelo qual o que estiver melhor posicionado nas pesquisas será candidato a governador com o apoio do outro. Se os próximos cenários forem favoráveis à Raquel, como mostrou o levantamento do Opinião ontem, Anderson trocará a robusta e poderosa segunda maior receita do Estado pela disputa ao Senado.

Isolado –  Raquel e Anderson comemoram o resultado da pesquisa do Opinião passando a ideia de que Miguel Coelho se isolou e ficou fragilizado depois do acordo entre eles. Chegaram a fazer a soma da intenção de votos dos dois como resultado do grande segredo para derrotar o candidato do PSB. Acham que o casamento do Agreste, de onde Raquel parte, com a Região Metropolitana, território onde está localizado Jaboatão, é infalível. Teoricamente, podem estar certos, mas a política não é uma ciência exata.

Equívoco – Raquel e Anderson também concordam que Miguel Coelho cometeu um erro infantil ao procurar o apoio do PDT à sua candidatura quando lá atrás havia prometido a prefeita de Caruaru esperar uma definição por parte dela em relação a 2022. "Miguel foi a Caruaru bater na porta de Wolney Queiroz, um dos maiores adversários de Raquel. Pisou na bola", disse um aliado do prefeito de Jaboatão.

Dúvida atroz – Deputado federal por três mandatos, Maurício Rands recebeu convite formal ontem, do presidente do PL, Anderson Ferreira, para ingressar no partido e disputar um mandato federal. Rands já recebeu sondagens de mais três outras legendas, mas não se convenceu ainda de que estará fazendo a melhor opção para sua vida. "Estou muito confuso, até porque meu escritório de advocacia atravessa um belo momento", disse. Excelente parlamentar, Rands se desiludiu com a política e chegou a renunciar ao mandato quando o PT fraquejou no apoio que seria indispensável ao seu projeto de governar o Recife.

CURTAS

GREVE – O anúncio da Petrobras de aumentar os valores do diesel em 8,8% nas refinarias caiu como uma bomba entre os caminhoneiros autônomos e ajudou a colocar mais lenha na fogueira pela paralisação agendada para o dia 1º de novembro, que tem como principal pauta justamente a alta do combustível. Plínio Dias, presidente da CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas), disse que os aumentos da Petrobras nos combustíveis favorecem exclusivamente os acionistas da empresa. E ressaltou que pode haver paralisação em 1º de novembro.

FILIAÇÃO - O PSD (Partido Social Democrático) anunciou oficialmente que a cerimônia de filiação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, será amanhã, às 11h, no Memorial Juscelino Kubitschek, em Brasília. Pacheco elegeu-se senador em 2018, pelo DEM de Minas Gerais. Com a troca, o PSD passará a ocupar as três vagas da bancada do Estado na Casa, que já conta com Carlos Viana e Antonio Anastasia.

Perguntar não ofende: Cadê o início das obras de recuperação de estradas anunciado pelo governador?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

gilson

Jornalismo cidadão, Magno? Colocaria Jornalismo Parcial, SEM QUALQUER CREDIBILIDADE, isso que o nobre blogueiro FAZ.


Serra Talhada 2021

25/10


2021

Bolsonaro volta a tratar PP como 1ª opção para 2022

Após reunião de uma hora e meia com integrantes da cúpula do Progressistas no Palácio do Planalto, hoje, o presidente Jair Bolsonaro voltou a tratar o PP como primeira opção para disputar a eleição do ano que vem, informa Paulo Cappelli, na Revista Crusoé.

Segundo participantes do encontro, a ida do presidente para a sigla está “encaminhada”. Estiveram presentes à reunião o presidente da Câmara, Arthur Lira, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e o filho 01, Flávio Bolsonaro.

No encontro, ficou acertado que Bolsonaro terá preferência para indicar candidatos à disputa aos governos estaduais e ao Senado. Em São Paulo, por exemplo, o partido se comprometeu a apoiar Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura, para senador.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Pousada da Paixão

25/10


2021

Meu nome para o Senado

Na coluna de amanhã, postada à meia-noite, comento os números para o Senado da pesquisa do Opinião, na qual meu nome é citado, mesmo sem nunca ter declarado que seria candidato. Nunca pensei, na verdade, em deixar de fazer notícia para ser notícia, nem tampouco estou picado pela mosca azul, mas foi gratificante ser citado por 3,2% dos eleitores em geral e 7,5% na região do Sertão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

wilson washington carvalho de lima

Meu caro magno,com um senado desqualificado que se encontra ,seu nome é uma excelente oportunidade de melhorar a qualidade desse senado


SESC Outubro 2021

25/10


2021

TSE julga ações que pedem cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) inicia, amanhã, o julgamento de ações quem pedem a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão, vencedora em 2018. A acusação é de abuso de poder econômico na eleição e uso indevido de meios de comunicação por meio da contratação de empresas para fazer disparos de mensagens em massa nas redes sociais.

O vice-procurador-geral eleitoral, Paulo Gonet, representante do Ministério Público, considera que a investigação não apontou um eventual desequilíbrio na eleição que justifique a cassação. Essa avaliação será analisada pelos ministros do TSE.

Gonet também descartou provas reunidas pelo STF nos inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos, em que são investigados filhos e aliados do presidente. Para ele, não há relação entre os casos.

Se a chapa for cassada, a Constituição determina uma eleição indireta no Congresso para terminar o mandato. Bolsonaro e Mourão ficariam inelegíveis.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes outubro 2021

25/10


2021

Professores de Goiana recebem notebooks

A partir de amanhã, o prefeito de Goiana, Eduardo Honório, e o secretário de Educação do município, Fernando Veloso, darão início às entregas de notebooks para todos os professores da rede municipal de ensino.

Ao todo, serão entregues, gradualmente, 700 notebooks configurados para uso educacional, de acordo com o cronograma estabelecido pela secretaria municipal de educação.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

Publicidade

Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Opinião

Publicidade
Apoiadores
Parceiros