Jaboatão

06/05


2021

Operação no Rio de Janeiro deixa 25 mortos

Do G1

Uma operação da Polícia Civil do RJ contra o tráfico de drogas no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, deixou 25 pessoas mortas e provocou um intenso tiroteio no início da manhã de hoje. As informações são do Portal G1.

O policial civil André Farias foi baleado na cabeça e morreu, segundo a polícia. A corporação afirma ainda que 24 suspeitos foram mortos, mas não esclareceu quem são as vítimas e a situação em que foram atingidas.

Pelas redes sociais, moradores relataram mais mortes que as computadas, além de corpos no chão, invasão de casas e celulares confiscados. À tarde, eles chegaram a fazer um protesto na comunidade.

Dois passageiros do metrô foram baleados dentro de um vagão da linha 2, na altura da estação Triagem, e sobreviveram. Um morador foi atingido no pé, dentro de casa, e passa bem. Dois policiais civis também se feriram.

Vídeos registraram o som de rajadas, e explosões de bombas foram registradas em diferentes pontos da favela.

Moradores contaram que não conseguiam sair de casa – como uma noiva de casamento marcado e uma grávida com cesariana agendada, ambas para esta manhã. Devido ao confronto, a Clínica da Família Anthidio Dias da Silveira e outros dois postos de vacinação contra a Covid precisaram ser fechados.

Segundo a plataforma digital Fogo Cruzado, que registra dados de violência armada desde julho de 2016, é o maior número de mortes durante uma operação da polícia em uma comunidade desde o início dos levantamentos.

Desde junho do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu operações em favelas durante a pandemia. A decisão permite ações apenas em "hipóteses absolutamente excepcionais".

Números

Segundo a Polícia, até 15h30, a operação tinha apreendido:

  • 15 pistolas
  • 6 fuzis
  • 1 sub-metralhadora
  • munição antiaérea

A ação envolveu:

  • 250 polícias
  • 4 blindados
  • 2 helicópteros


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

PREF DE OLINDA DESAFIOS DA PANDEMIA 21

06/05


2021

Servidores do MPPE rechaçam contratações precarizadas

O Sindicato do Servidores do Ministério Público de Pernambuco (SINDSEMPPE) lançou nesta semana uma campanha de Valorização e Respeito ao Servidor Público da instituição. O Sindicato contratou placas de outdoors, bicicletas de som e spots no rádio para denunciar a contratação de mão de obra precária no MPPE. A campanha integra o Maio de Lutas do SINDSEMPPE, em alusão ao mês do trabalhador.

Conforme matéria publicada com exclusividade por este blog, ao custo estimado anual de R$14.253.826,801, o MPPE terá 307 funcionários cedidos pela empresa que vencer a licitação prevista para hoje (6). O único requisito é que precisam ter o ensino médio completo. O salário previsto para a função de almoxarife é de R$ 5.472,141. Já para auxiliar administrativo, a remuneração é de R$ 3.858,05.

O presidente do SINDSEMPPE, Ronaldo Sampaio, considera que o Ministério Público deveria adotar o mesmo rigor usado na fiscalização de contratos estabelecidos pelas prefeituras do estado. “O MPPE deveria colocar o mesmo peso para si. Ele deveria utilizar o mesmo padrão para contratações. A gente concorda com essa crítica que é feita. Essa não é a melhor prática”, afirmou à reportagem do blog no último dia 29 de abril.

O texto dos áudios nas bicicletas de som fazem a crítica do Sindicato. "Em um momento tão crítico de nossa nação, os servidores públicos, junto com outras categorias, não pararam de trabalhar e servir à população. Mas ao invés de reconhecer o nosso valor, o Ministério Público de Pernambuco quer encher nossa instituição de contratos precários sem estabilidade para funções essenciais e importantes", diz a gravação.

"A terceirização do servidor abre espaço para a alta rotatividade de profissionais, comprometendo o trabalho do MPPE com a sociedade", adverte Ronaldo. A campanha do Sindicato vai continuar durante todo o mês.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Ipojuca 2021

06/05


2021

Bastidores da política de Caruaru

De passagem, há pouco, por Caruaru, almocei com meu amigo Dilson Oliveira, jornalista campeão em audiência no rádio e na TV pelo sistema JC de Comunicação na capital do Agreste. Ele apresenta o programa O Povo na TV, pela TV Jornal, afiliada do SBT. Dilson me levou para conhecer o peixe do Bar do Gordo, no sítio Peladas, a 15 km do centro da cidade. Daqui a pouco, dou minha opinião sobre o restaurante. Só não posso contar tudo que ouvi sobre a política de Caruaru. Segredo de Estado!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Petrolina abril 2021

06/05


2021

Diogo: Zé Neto tem todas credenciais para ser candidato

Uma das lideranças do PSB no Agreste, o deputado estadual Diogo Moraes também destacou o secretário da Casa Civil de Pernambuco, José Neto, como um nome viável dentro da Frente Popular na disputa ao Governo do Estado em 2022. Na visão do parlamentar, "Neto tem todas as credenciais" para ser candidato.

A declaração ocorreu após uma reunião com o secretário estadual de Defesa Social, Antônio de Pádua, que contou com a presença da prefeita de Jataúba, Doutora Cátia (Republicanos). Ainda de acordo com Diogo, a Frente Popular "está mais unida do que nunca" e que "está claro" que o candidato ao Palácio do Campo das Princesas será do PSB. 

A voz de Diogo se soma a de outros integrantes da base do Governo do Estado, que têm elogiado Zé Neto. Ele também defendeu o trabalho do governador Paulo Câmara, seu correligionário.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/05


2021

Se faltar vacina, Bolsonaro terá que ser afastado, diz deputado

Blog da Denise Rothenburg

Em evidência desde ontem, quando lançou uma nota em que acusou o presidente Jair Bolsonaro de “grave doença mental” e pregou “a interdição civil” do capitão para “tratamento médico”, o presidente da Frente Parlamentar Brasil-China do Congresso Nacional, o deputado Fausto Pinato (PP-SP), voltou à carga, nesta manhã, para avisar que o país caminha para ter problemas com os chineses, seja na questão dos insumos para a produção de vacinas, quanto ao agronegócio. “Os chineses são pragmáticos e já estão se voltando a investimentos Quem dá o rumo é o presidente da República. Não vejo essa mudança (de comportamento dele) E, se não mudar, não tem solução. Se faltar vacina e insumo, Bolsonaro precisa ser afastado imediatamente. Não tem conversa”, afirmou Pinato.

Pinato contou que, das outras vezes, quando Bolsonaro disse que não compraria a vacina chinesa, ou quando o deputado Eduardo Bolsonaro atacou a China nas redes sociais, Pinato fez a ponte com os chineses. No papel de presidente da Frente Parlamentar, instituição valorizada pelas autoridades chinesas, ele tentou explicar que era um fato isolado e não uma posição de governo. “Agora, não tenho mais cara para fazer esse papel. Bolsonaro já trocou dois, três ministros para melhorar essa relação e, agora, vai lá, ele mesmo, e faz insinuações de guerra química. Vai ser difícil renovar contratos no futuro, caso Bolsonaro não mude o discurso”, diz Pinato.

Pinato não é apenas um deputado do interior de São Paulo. É um dos principais aliados do presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL). São amigos e parceiros, inclusive na convivência social em Brasília. Pinato foi ainda um dos coordenadores da campanha e hoje é citado nos bastidores como aquele que dá os recados incômodos do Centrão, uma vez que, as falas anteriores dos filhos de Bolsonaro contra a China terminaram por afastar o deputado da convivência com o presidente. Outros aliados do presidente recomendam que é bom não desprezar tudo o que Pinato diz.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Concordo.


ALEPE

06/05


2021

Gonzaga Patriota também faz homenagem a Serra

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) também fez uma homenagem ao município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, pela passagem dos seus 170 anos. Assista!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bandeirantes 2021

06/05


2021

Alexandre Garcia ameaça deixar a CNN Brasil

Do UOL

Como diz o velho ditado: "o caldo entornou" na manhã de hoje no telejornal "Novo Dia", na CNN Brasil. Comandado pelo âncora Rafael Colombo, tudo corria bem no jornal até o quadro "Liberdade de Opinião", que tem participação do jornalista Alexandre Garcia

No quadro, Garcia, 80 anos, defendia o governo Bolsonaro e afirmou que o presidente tem "todo o direito" de lançar um decreto proibindo governadores e prefeitos de decretarem restrições para o controle de coronavírus – o que Bolsonaro ameaçou fazer ontem.

Para Garcia, a edição de decretos por presidentes "está na Constituição" e, se ele o fizer, o decreto deve ser cumprido.

Ao que Colombo respondeu de imediato: E a proteção à vida? Também não está na Constituição?

Após o questionamento, o comentarista ficou mudo. Parecia indignado. Colombo pensou que havia algum problema técnico e se despediu: “Valeu Alexandre, a gente volta a conversar amanhã”. No entanto, Garcia voltou a falar e respondeu: “Eu não estou sendo entrevistado”. Depois, o jornalista afirmou que “não sabia” se voltaria ao programa no dia seguinte.

Nas redes sociais, internautas comentaram que a fala de Garcia pareceu um pedido de demissão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Serra Talhada 2021

06/05


2021

Empresa sertaneja recebe Medalha Ouro da Ecovadis

A Niagro-Nichirei do Brasil Agrícola, empresa de origem japonesa com sede em Petrolina, líder e pioneira no Brasil na produção, industrialização e comercialização de produtos de acerola, recebeu recentemente a certificação Medalha Ouro em desenvolvimento sustentável.

A certificação, considerada uma das mais importantes do mundo no segmento de sustentabilidade, foi concedida pela Ecovadis, entidade com sede em Paris, na França, depois de avaliar itens a exemplo das práticas trabalhistas e direitos humanos, meio ambiente, ética nos negócios e compras sustentáveis. Participaram em 2020, mais de 75 mil empresas de vários ramos de atividades espalhadas em 160 países.

Desde 2016, a Niagro, do grupo Nichirei, vem se destacando com a obtenção da certificação Medalha Prata e através da prática da melhoria contínua, incorporando diversas ações de responsabilidade socioambiental. Entre elas, o diretor superintendente, Junichi Tani, destaca os cuidados com meio ambiente que envolvem práticas adequadas do manejo do solo e água, otimização de processos para produção mais limpa, educação ambiental para os colaboradores e a comunidade.

"São também condutas cotidianas em nossa organização os cuidados com a vida humana por meio de assistência à saúde, esporte e lazer; incentivos para crianças e adultos em vulnerabilidade social; apoio total a agricultura familiar; práticas de ética e direitos humanos como princípio básico e atenção a cadeia de compra sustentável", ressaltou.

O diretor destacou ainda que agora com a Medalha Ouro, a empresa passa a ser uma parceira confiável para as equipes de compras de mais de 450 organizações multinacionais líderes no mercado e que utilizam os resultados das avaliações da Ecovadis como parâmetro.

De acordo com o diretor adjunto da Unidade Regional do São Francisco da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – URSF/FIEPE, Humberto Costa, a conquista da Niagro representa um significativo avanço para todo o Vale do São Francisco.

"Com assento e participação efetiva no nosso Conselho Empresarial, a Niagro, ao receber essa certificação, torna-se referência mundial elevando o patamar e a força da nossa região e do potencial do seu capital humano, gerando novas oportunidades de negócio e beneficiando a economia local", concluiu.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Anuncie Aqui - Blog do Magno

06/05


2021

Revista Época deixa de circular e vira seção do O Globo

Fundada em 1998, a revista Época deixará de circular a partir deste mês e será transformada em uma seção do jornal O Globo. De acordo com comunicado oficial, o site vai migrar para dentro do portal do diário.

"A partir do dia 28 de maio, a revista deixa de circular semanalmente na forma impressa, e seu conteúdo passa a ser publicado como uma seção dentro do jornal O GLOBO, tanto no digital quanto no papel", disse o texto.

"O site da revista migrará para o site do jornal e passará a fazer parte do conteúdo disponível ao assinante. Na edição impressa do GLOBO, ÉPOCA terá páginas fixas aos sábados, sempre com reportagens de fôlego. E também ocupará espaços nas páginas do jornal nos demais dias da semana, com uma presença mais analítica e reflexiva do noticiário. Os assinantes da revista terão a opção de migrarem, sem custos adicionais, para o GLOBO digital", afirmou.

Segundo o comunicado, "na última década, os incontáveis desafios impostos pela internet mudaram radicalmente o ciclo das notícias". "A dinâmica de uma revista semanal de notícias impressa começou a perder relevância em um tempo em que os furos de reportagem são publicados em tempo real e alertados nas telas dos celulares", continuou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/05


2021

Agropecuária da Mata Sul pede ajuda ao Estado

Representantes da Agropecuária da Mata Sul se reuniram, na última terça-feira, com o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, para pedir apoio do Governo de Pernambuco no combate ao desmatamento de áreas de preservação ambiental do Engenho Barro Branco, localizado no município de Jaqueira, na Zona da Mata Sul. O assunto da reunião foi o cumprimento de uma liminar que pede a retirada de invasores da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Frei Caneca. A área pertence à Agropecuária Mata Sul e guarda espécies raras da fauna e da flora. Na reunião, o secretário Pedro Eurico se comprometeu a coibir o desmatamento e os crimes ambientais na área.

O oficial de Justiça tentou, mas não conseguiu cumprir a liminar na última sexta-feira (30). A tentativa de cumprir a decisão da Justiça foi impedida pelos invasores, que atearam fogo em pneus e interditaram a estrada da barro que leva ao local. “Os invasores fecharam a estrada e a Polícia Militar não foi com efetivo suficiente para fazer cumprir o mandato”, contou o advogado Leonardo Caldas Pinto, representante da Agropecuária Mata Sul. Segundo ele, os crimes ambientais nas áreas de preservação estão sendo cometidos há anos e as denúncias culminaram com a decisão liminar da Justiça.

Em seu despacho, o juiz da Comarca de Maraial afirma que foi provado que a Agropecuária Mata Sul é a legítima possuidora da área, que compreende os Imóveis São Colônia I, II, III e IV e Fervedouro. Também cita laudos do Ibama que confirmam a ocorrência de crimes ambientais nesses locais por ocupações irregulares. Ele cita que em 2020, os advogados da empresa registraram um Boletim de Ocorrência contra invasores que atearam fogo na mata da reserva.

O juiz apresenta uma vasta documentação dos crimes ambientais, incluindo fotos e uma carta da ONG Save Brasil – Birdlife Interniacional confirmando a importância da RPPN Frei Caneca, bem como as denúncias que fez. “Destaco que o próprio IBAMA em seu relatório confirma a destruição”, afirma.

Dentro da área da Agropecuária Mata Sul fica a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Frei Caneca, com cerca de 600 hectares, contígua à RPPN Pedra D'Antas, localizada no município de Lagoa dos Gatos. Juntas, as duas RPPNs formam o bloco de floresta com cerca de 1.400 hectares conhecido como Serra do Urubu, um importante remanescente de Mata Atlântica que é reconhecido nacional e internacionalmente como uma área prioritária para a conservação das aves e da biodiversidade.

O fragmento da Serra do Urubu abriga atualmente 285 espécies de aves, sendo 13 consideradas globalmente ameaçadas de extinção. Além disso, na Serra do Urubu vivem espécies ameaçadas de outros grupos, como mamíferos, anfíbios e plantas. Segundo os pesquisadores, é uma das áreas mais ricas da Floresta Atlântica do Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
Publicidade

TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores